Evandro Cruz: A solidão rodeava meus sonhos, dias de...

A solidão rodeava meus sonhos, dias de sol já não eram belos como antigamente, quase nada já me fazia sentido. Talvez pelo fato de não ter mais alguém do meu lado, me acostumei em sempre ter, acabei caindo na pior das ciladas , a armadilha da rotina. Que faz você sonhar com outros mundos, outras pessoas outras vidas. Sem perceber te perdi, já não havia mais a minha rotina, porem a solidão e a dor de não te ter ao lado, tomou conta de mim, me fez refém dos meus próprios erros, da minha própria decisão.
Passei a não olhar mais como olhava. Tranquei-me,Com medo de sofrer tudo de novo, com medo de errar como errei, com medo de assumir algo que é digno de ser sofrido. Essa coisa de amar é tão louca de se pensar, essa coisa de querer e a dor de não poder ter. Mais sinto que algo mudou, sinto já não sentir dor. Sinto que já me recuperei, eu falava “jamais amarei”. Ate que um momento, um acontecimento, as coisas já não faziam mais sentido, aquela dor que temia sentir já não era obstáculo, sem explicação, sem tradução, sentia a sensação, como na primeira atração, não entendendo meu coração. Poderia ser traição? Refém da minha própria emoção. Você apareceu e tornou tudo diferente, me fez olhar o mundo de novo como uma criança no parque de diversões, me fez sentir vontade de querer gritar igual um louco, curou minhas magoas. Agora posso ver que sou capaz de amar novamente, agora posso sentir que o amor não é apenas um retrato da felicidade de uma pessoa, mais que o amor pode surgir em cada sorriso não reparado, de um abraço apertado, da vontade de estar ao seu lado. Mesmo que não de certo, mesmo que não fica por perto, eu sempre serei grato, pois agora vejo o que é de fato. O amor não tem explicação sentido ou razão. É o combustível da vida, o que faz e motiva, sem amor nada dura, não tem graça, se satura.

Inserida por EvandroCruz