Pollyana da Nóbrega Mendes: Volta! Sangrado,ferido e cheio de dor...

Volta!
Sangrado,ferido e cheio de dor
Não sei mais se continuo nesse temor
Só sei que um dia isso vai acabar,
Eu mesmo vou dar um jeito nisso
Meu coração entá doente
Está iludido e carente,
Parece que lá no fundo por mais que eu tenha tentado evitar
(Eu juro que tentei)
Ainda ão consegui esquecer você.
É bem verdade que os corações abandonados se julgam incapazes,
Mas você vai voltar pra mim,
Mesmo que eu nunca tenha tido você de fato
Sei que se eu não consigo viver sem você
Você também não vai me esquecer.

Inserida por Pollyanamore