Rinaldo Pedro: ESTOU DE VIAGEM O vento sopra, O...

ESTOU DE VIAGEM
O vento sopra,
O horizonte avança,
A imaginação brota,
Um sonho alcança.

Cada canto
Uma nova cidade,
Um ar de encanto,
De felicidade.

Lugares acanhados,
Tamanha simplicidade,
Outros avançados,
De prosperidade.

Um verde esquisito,
Relevo acidentado,
Galhos retorcidos,
Estou no cerrado.

Carros que se cruzam,
Pessoas que passam,
Famílias que se mudam,
Viajantes que se afastam.

Estrada sinuosa,
Subindo e descendo,
Curvas perigosas,
Ora dormindo ora atento.

Eu prossigo a andar
Contemplando a imagem,
Não posso parar,
Estou de viagem.

E a temperatura
Esquenta o carro,
É sol e chuva,
Poeira e barro.

O sol no caminho,
Amigo verdadeiro,
Não estou tão sozinho,
É o meu companheiro.

Mas chega a hora
De ele se esconder,
Tem que ir embora,
Té ao amanhecer,

Não estou preocupado,
A viagem continua,
Olhando ao lado
Eu vejo a lua.

Na solidão da noite
Recordações precisamos contê-las,
Na claridade dos pensamentos,
Sobre a luz das estrelas

Passo a passo
Avanço nos pensamentos,
No tempo e espaço,
Aproveitando os momentos.

Eu prossigo a andar
Contemplando a imagem,
Não posso parar,
Estou de viagem.

Inserida por rinaldo