Gustavo André: Quando estou a tocar meu violão Parece...

Quando estou a tocar meu violão
Parece que o mundo para.
Dizem que o meu violão chora
Pois só toco letras tristes e melancólicas

É a tradução do meu sofrimento
Para uma simples balada
Minhas lagrimas caem e desfazem-se nele
Como a minha vida se desfez

Transmitindo assim a armagura
De uma vida solitária e insegura
É com ele que partilho a minha dor
Dor que ficará para sempre no meu interior

Inserida por gutooo