José Marques: A cortina da noite escondia os nossos...

A cortina da noite escondia
os nossos corpos
dos olhares indiscretos.
Os lençois de areia da nossa cama
eram debruados a espuma
das ondas que nos beijavam.
O manto de estrelas que nos cobria
ocultava do olhar invejoso da Lua
o amor que em nós nascia.
Apenas nós,
perdidos,
estávamos ausentes
passeando que andávamos,
pelo infinito.

Inserida por Aten