Fernanda viana: Confidente de meus apelos...

Confidente de meus apelos incansáveis....

O passado vaga sobre a mente,
Fico desacordada, boba e demente,
Sem fluxos, perdida e impaciente,
Buscando partes de mim inconsciente.

Ora meus pés tocam o chão ciente,
Outrora meu corpo torna-se imprudente
Quando aos teus olhos fica frente a frente
Que o tatua irresistivelmente,

Dissolvo e me encontro de repente
Rendida e escrava de você totalmente
Sem anseios, sem culpas e crente,
De que não se vai insolente
Restando-me apenas a lembrança persistente.

Quente, quente o beijo que os lábios sentem,
Perco-me no quarto e o desejo me rende
O lençol envolve gemidos sensivelmente
E as unhas marcam um corpo perdidamente,

Culpa da ânsia que precipitadamente
Faz-me desmanchar as juras juradas crentemente
De que você podia vir clamando loucamente
Que eu não arrebentaria meu pacto tão facilmente,

É que me prendo a um instante insistente
Que gritam pelo teu nome desesperadamente
E faz-me suceder a você inconscientemente.

Porque me atiça, me rende se não deseja amar-me igualmente?
Longe de eu querer tudo, certamente,
Só quero os teus afagos e o teu amor completamente.

Inserida por GlauciaBianca