Ana Carvalho: Se pudesse, se as pernas dessem pé. Se...

Se pudesse,
se as pernas dessem pé.
Se gritasse!
desmiolasse!
dormisse…

Se tu soubesse…
Da penitência que a vela reza. do terço
de farinha
preço do pão.
metade da ironia,
saudade suada. Molha camisa,
um olho alegria,
outro de raiva.
coca-cola com vinho.
Seco, rasgado.

Pintado de verde o muro.
Pichado de vermelho sangue.
de penitência reza.
de loucura preza.
paciência espera.
desepera!

Passa lento.
tempo pra quem conta dias.
cadarço descalço
corre, foge
fogo!
foge!

Nem se a vela apagasse
você eu soprasse.
nem que endoidasse… diria: “Te Amo!”
Porque te amo uai!

Amém

Inserida por anita