Colombina: Saudade Saudade, sombra que trilha, por...

Saudade

Saudade, sombra que trilha, por onde
andou a paixão; inevitável cedilha da
palavra "coração".
Saudade, sino plangente, que badala
sem cessar, dentro d`alma e faz a gente
não sei porque, soluçar...
Saudade, palavra linda, inventada pra
dizer: eu te quis, te quero ainda e
sempre te hei de querer.
Saudade, estrela que fica, quando as
outras já se vão, e, ficando, mortifica
a noite do coração.
Saudade, febre que a gente sem querer
pode apanhar...nunca mata de repente
vai matando devagar.
Saudade, nem é preciso perguntar de
onde ela vem; basta lembrar o sorriso
e os olhos que você tem.
Saudade, fim de um enlevo, que perdi,
não sei por que, pois tudo isso que
escrevo são saudades de você.

Inserida por elisazevedo