Paulo Laet: Que vontade louca de correr, que vontade...

Que vontade louca de correr, que vontade louca de chegar, que vontade louca de ganhar, vou te encontrar, se esta minha loucura não parar, vou começar a gritar seu nome sem parar, que vontade louca de sentir seu cheiro, de tocar sua alma, que desejo louco de te amar.

Inserida por poema