Vilhelm Ekelund: Só nos recordamos verdadeiramente...

Só nos recordamos verdadeiramente daquilo que nos era destinado. A memória não lê as cartas alheias.

Inserida por agf