Dora Carvalhinho: Renascer na solidão" Momentos...

Renascer na solidão"

Momentos inglórios de solidão,
à espera de uma breve chamada,
quase morremos de comoção,
quando batem na entrada...
E...alguém entra de mansinho,
como se, do nada se tratasse,
e sai, ainda mais devagarinho
como se já mais nada restasse!
E com um nada no coração,
fecha-se a porta com dor,
tranca-se a dor na solidão,
fazendo da solidão o amor!!!
E o que não passou de ilusão
transcorreu como a fantasia,
de fazer vibrar um coração,
que aos poucos...desfalecia!

(autoria : Dora Carvalhinho)

Inserida por Binaue