Paulo Master: Saudade Bandida Faz Sofrer. Sou...

Saudade Bandida Faz Sofrer.



Sou acometido de um sentimento que me pegou de surpresa, será que foi Saudade?
Dizem que saudade é bandida, porque rouba a calma da gente.
se existe algo á ser roubado, então consiste um coração em se deixar levar por sí só.
Somente ficaria ele dependente de tal ser quando realmente estivesse ele sentindo desejo em ve-lo.
Procurando um não sei quê, se demora á acordar pra realidade e depois foi tarde demais para voltar ao que chamara de sensatez.
Caracterizando assim um sentimento com nome já conhecido e temido por muitos: Saudade.
Seria saudade bandida mesmo?, que levara consigo nossa disfarçada felicidade.
Fiquei entendido de ser eu, quem teria que sair sozinho dos meus pequenos deslizes, e subir nos degraus da minha suposta felicidade, onde uma tal saudade não pudesse alcançar.
Passaria o tempo que fosse necessário em seduzir meu Eu, de forma que tivesse como sair das minhas frustrações.
Ações de puro dessabor que uma severa manifestação de saudade haveria de me acompanhar, seria ela companheira do infortúnio?
Ou somente mostrava-me que eu teria muito o que me desdobrar mediante uma situação de suma aparência do desespero, que estaria por vir.
As causas de tal sentimento poderia ser vestígios de uma saudade, já vencida pela satisfação dos sonhos, que os ventos da solidão parecem insistentes em levar.
jogar fora minhas piores decepções é correr ao encontro do meu principal querer, que é pensar possuir você.
Alguém conhece a face da solidão? quem se habilita em conhece-la de verdade, em sua pior forma;
ou seria bobo o bastante para enfrenta-la, correndo o risco fatal de acabar sem pelo menos saber o que realmente lhe acontecera.
Só sabendo o que estaria enfrentando, quando lhe tivesse perdido o que realmente o viesse á fazer falta.
Sim, terias que procurar ajuda, mas em outro lugar, um lugar bem distante do que poderia ser realidade, pois a realidade é no momento deseperadora, e sem o menor desejo em amenizar-te de suas dores.
Pesadelo, fantasma, desgraça ou falta de uma presença, ausencia que se faz presente, ou presença que insiste em não se apresentar.
Seria o ápice da loucura ou lucidez ausente! surpresa que faltara ou sanidade delinquente!!
Dirigir assim um sentimento é o mesmo que jogar o carro ao poste, e dizer que foi ele que ficou em sua frente.
Considerando que estaria-mos em perfeito estado de sanidade, se pensar-mos desta forma, se fomos nós que viemos em nos proteger com essa atitude.
Saudade está fugindo de sí, e escondendo-se em suas entranhas, Tornando as pessoas em suas próprias vítimas no seu mundo de solidão que nos perturba.
Não sobra muita coisa se não a melhor parte de nós , como se viesse um furacão de " você foi capaz disso?".
Como se alguém precisa-se de uma mão "amiga" em nos empurrar ainda mais para os nossos piores medos, e colocasse assim suas opiniões desnecessárias.
Vem sentir saudade e saberá o que é sofrer, sentindo a mesma dor dos que ficam á espreita da solidão e no encalço do desespero.
Pensando duas vezes pois antes de fazer o que te vem no pensamento, vagando no pensar de um insano.
duras palaveras saem dessa boca, que almeja o desfrutar do seu ser, outrora esquecido, e desaperdebida é tua presença.

Inserida por Paulo-Santana