Desconhecido: Nasruddin e a Verdade... Certa vez,o...

Nasruddin e a Verdade...

Certa vez,o Mullah Nasruddin se tornou conselheiro de um rei,que vivia se queixando do mau hábito de seus súditos,de contar mentiras.
Ele pediu a Nasruddin que o ajudasse a pensar numa maneira de corrigir os seus súditos,mas o mullah disse:"_Majestade,existem dois tipos de verdade,a Verdade(Deus)e a verdade do nosso cotidiano.Os seres humanos deveriam começar buscando a primeira,para só então falar a segunda.Mas como invertem o processo,acabam adquirindo o hábito de moldar a verdade de acordo com a sua conveniência,pois sabem,por instinto,que é uma verdade relativa."
O rei não gostou muito dessa explicação,muito filosófica,e disse:"_Ou uma afirmação é verdadeira, ou é falsa!Amanhã mesmo vou começar a fazer o meu povo dizer a verdade!"
No dia seguinte,o capitão da guarda mandou plantar na porta da cidade um poste,com uma forca,dizendo ao povo:"_De hoje em diante,quem quiser entrar ou sair da cidade,deve me responder uma pergunta,e se eu sentir que esse alguém está mentindo,será enforcado!"
O Mullah Nasruddin deu um passo à frente.
"_Onde você vai?",perguntou o capitão da guarda.
"_Vou ser enforcado!",respondeu o Mullah.
"_Não acredito em você!"
"_Ora,se você não acredita em mim,por que não me enforca?"
O capitão da guarda ficou sem saber o que fazer.Se ele enforcasse Nasruddin,sua afirmação seria verdadeira,e ele teria morrido inocente.Se não enforcasse,a afirmação seria falsa,e ele deveria morrer.

Inserida por Rodrigo