Celia Piovesan: Eu sou... Eu sou o que?? Quem é capaz...

Eu sou...
Eu sou o que??
Quem é capaz de responder?

Porque uma obra tão complexa
tem que sde acabar...
Se deteriorar???

Porque após tudo aprender...
Quando se está apto para viver...
Se faz necessário morrer??

Morrer será adormecer?
Ou será despertar?

Despertar sem dor...
Despertar e ver que valeu a pena
No amor acreditar...

Que a experiência com a doença...
Maldade... Traição...
Nos fez alcançar uma imensidão de paz

Um lugar onde há doçura...
Onde o tratamento é só ternura...
Não se faz presente a censura
E nem a vaidade... Pois se alcançou...
Um mundo sem maldade...

falo de um lugar
No qual acredito...
Um lugar realmente bonito...

Onde entendermos...
A razão de nossa existência...

Lá não sentirei cansaço...
Pois estarei sentindo o abraço...
Abraço com amor...
O perfume de uma flor...

A doença exterminada
A pobreza esquecida...
E lá poderemos viver
A verdadeira vida...

Que aqui se apresenta...
Jaz esquecida...
Pipokinha de boné

Inserida por anjo_meu