Waldir o pequeno poeta: Das noites serenas,feita a brisa da...

Das noites serenas,feita a brisa da madrugada..
Nas encostas da montanha,vejo serrados por todo os lados...
entra as encostas,uma viajem em minha mente,que vagueia...
pelos topos,entre todas a rochas uma lembra o formato de seu rosto...
Parece uma escultura,mas não feita pela mão do homem ..
Mas pela obras primas de deus....

Aquele monte alto criado na encosta,parecia falar comigo...
Procurei sim,procurei entender o que aquela escultura queria dizer...
Quanto mais olhava,mais me sentia perto de você e a saudade aumentava...
Oras entrava em forma de mulher,parecia sorrir para mim...
Então pensava assim,será que ela sorri! porque estou aqui..
Esta sentindo a necessiade,da minha presença para lhe fazer companhia.!


Sim aquela montanha,estava triste,precisava de alguém...
Queria falar,as pedras falam em silêncio,choram sem murmurar..
então olhando com olhares firme,aquele monte esentia ela dizer..
Quer me ouvir? Quer sentir que tenho alma que tenho coração...
Então a conversar com ela com o coração,e falar que tambem estava eu triste...
E que onde busquei,carinho não encontrei,onde busquei aconchego não achei...
Hoje me senti como aquela rocha,no deserto esquecido...
Quando precisei ninguém quis me ouvir....
Quando precisei de um conforto ninguém quis me dar...
Quando queria sentir o amor,ninguém me deu...
Quando precisei de você,não pode me atender...


E foi assim que senti que na hora emque precisar....
Que chore sozinho,na hora que quiser falar...
Fale com as montanhas,precisar enxugar suas lágrimas...
Use o lenço,lençol,travesseiro...mas o melhor de tudo isso...
Se apegue a Deus,que é seu amigo verdadeiro....
E sua dor,angústia,tristezas e insegurança desaparecerá...

Ante de amar alguém,ame a tí mesmo....
Porque nunca se sabe quando você vai estar sozinho!!!!!!!


Escritor das madrugadas:
Autor:Waldir
O pequeno poeta:

Inserida por nascimento2