Possenti: TRISTE SOLIDÃO A SOLIDÃO DA NOITE ME...

TRISTE SOLIDÃO


A SOLIDÃO DA NOITE ME APAVORA
SINTO MEU CORPO SUAS FORÇAS JÁ PERDENDO
EU JÁ NÃO TENHO A ALEGRIA DE OUTRORA
MINHA ESPERANÇA POUCO A POUCO VAI MORRENDO
A MINHA MENTE JÁ CANSADA E TÃO SOFRIDA
FICO INDESISO NA HORA DE PROSEGUIR
NA SOLIDÃO VOU ANDANDO SEM GUARIDA
SOMENTE DEUS O MEU DESTINO VAI DESCIDIR

AMEI E NÃO FUI CORRESPONDIDO
O TEU ORGULHO FOI A CAUSA DO MEU FRACASSO
SOU UM BOÊMIO PELOS BARES CONHECIDOS
ENQUANTO ELA VIVE SORRINDO EM OUTRO BRAÇO

NO SILÊNCIO DA MADRUGADA EU ESPERO O SONO
NO FRIO LEITO NÃO CONSINGO, MAS DORMIR
LIGO MEU RADÍO COMPANHEIRO DE ABANDONO
OUÇO A CANÇÃO QUE EU FIZ PARA ELA OUVIR
UM VERSO DA DIVINA (DAMA)

POR EU SER POBRE NÃO LHE PUDE DAR RIQUEZA
MINHA POBREZA ATRAPALHAVA A SUA FAMA
VIVO ESCONDIDO E MERGULHADO NA TRISTEZA
NA SOCIEDADE VOCÉ É UMA DIVINA DAMA

Inserida por possenti