Gidelmo farias santos: Sempre sosinho caminhando venho Pura...

Sempre sosinho caminhando venho
Pura ilusão ou pura magia,
não sei se terei.Sei q não tenho
Quem me dera, quem sabe um dia...

Neste esato e indesejavel momento,
Onde o lamento leva-me ao delírio
E a tristeza ao desalento,
Acho q darei meu último susíro;

Hó inesplicavel e cruel timidez
Apesar de minha lúcida e tão sublime vida,
deixastes meu coração em plena sordidez;

Agora minha alma está perdida
Acho q morrerei desta vez
Dá-me outra chance oh querida!...

Inserida por RezinhaBarbosa