Ugo Foscolo: Nunca serei juiz. Neste grande vale onde...

Nunca serei juiz. Neste grande vale onde a espécie humana nasce, vive, morre, se reproduz, se cansa, e depois volta a morrer, sem saber como nem porquê, distingo apenas felizardos e desventurados.

Inserida por agf