Germana Facundo: Eu sou a música insistente de toda...

Eu sou a música insistente de toda manhã.
Os ensaios diários, vespertinos e noturnos.
Eu sou uma vontade inquieta de aprender.
Eu sou o sono que não vem na madrugada.
Eu sempre fui rock, pop e agora também sou gospel.
Eu sou a preguiça de comer
E a alucinação por escrever.
Eu sou a mente fértil e as dúvidas inquietantes.
Eu sou as perguntas retóricas.
Eu sou a necessidade de aprender violão
E a mania de falar o tempo todo.
Eu sou a alegria intermitente em sorrisos sem fim.
Eu sou o impulso, a precipitação e o exagero.
Eu sou a crença quando tudo parece perdido
E a esperança até a última tentativa.
Eu sou a menina tímida desconhecida
E a tagarela conhecida por todos.
Eu sou a tremedeira ininterrupta das pernas.
Eu sou a apaixonada por crianças
E por brincadeira de crianças.
Eu sou o inconformismo e a persistência.
Eu sou a sensibilidade à flor da pele
E a fortaleza oculta.
Eu sou a inquietação com Pluc,
O cachorro mais lindo do MEU mundo.
Eu sou aquela que ama dar abraços e beijos
E que ama igualmente receber beijos e abraços.
Eu sou a boneca da titia,
A manoca de mainha
E a manequim de painho.
Eu sou a que sabe tudo para a irmã mais nova,
A palhaça eterna da irmã mais velha
E a admiradora da irmã do meio.
Eu sou suspiros de alegria e de tristeza.
Eu sou a inconstância da TPM.
Eu sou a criatividade ambulante
E a eterna mania de contar histórias.
Eu sou a menina que sonhava em cantar no colégio
E que hoje, finalmente canta, apenas para JESUS.
Eu sou o que a vida me fez e que eu permiti.
Eu sou a ânsia de estudar e de passar num concurso.
Eu sou a cabeça que nunca pára
E a comilona compulsiva das tardes.
Eu sou a filha brincalhona e sonhadora
E a maluca que a todos diverte.
Eu sou a amiga que ri o tempo todo,
Mas que não enche a cara.
Eu sou uma eterna aprendiz
Que aprendeu a ser feliz quando bateu de frente com JESUS.
Ainda sou a insistência de abraçar e beijar o tempo todo as pessoas que amo
E, a obcecada por informática que sonha em estudar Letras.
Eu sou a romântica incorrigível,
E a que é sempre fiel mesmo depois de traída pelo mundo.
Eu sou a espera pelo amor da minha vida,
A transparência dos meus sentimentos que me deixam vulnerável,
E a entrega completa a esses sentimentos.
Eu sou o carinho e a carência.
A insegurança notória e a força invisível.
Eu sou o olhar no futuro e a prisioneira do presente.
Eu sou a vontade de entender tudo
E a certeza de nunca vou entender nada do que quero.
Eu sou uma lágrima perdida entre tantos sorrisos
E a felicidade por finalmente não me sentir mais sozinha.
Eu sou a leitura alta de textos e mais textos meus ou de outros
E agora também da Bíblia para minhas irmãs e para quem mais estiver por perto.
Eu sou de Jesus, eu sou feliz!
Eu sou a descoberta aliviada de que sozinha eu não posso nada,
Mas com JESUS eu posso o mundo.

Inserida por Anamreg