Desconhecido: Amor Amante Tardes amenas e místicas,...

Amor Amante

Tardes amenas e místicas,

de repente eis que surge,

aquele encontro fugidio,

cúmplices no mesmo ato,

com horário marcado.

Da tarde não podem passar !


O tic-tac do relógio,

funde-se com os corações,

Lábios murmurando,

tanto para contar...



Emoções, apenas emoções,

sem juízo e sem razões...

sugam-se nos abraços,

roupas pelo chão.



Dançam corpo a corpo,

sussurrando a canção,

numa fusão dominante,

provam de um néctar,

quente e embriagante.



Tontos pelo prazer,

Rolam pelo chão,

Delicioso chão !

Faz-se leito confidente,

dos murmúrios falantes,

toque de peles travessas,

de um amor amante.

Inserida por Nanazinha