Anderson Silva: Superação Hoje, ao falar com meu amigo...

Superação

Hoje, ao falar com meu amigo que insistentemente exigia minha atenção, o meu mundo desabou, pois, entre soluços e lamentos, a voz dele me informava que minha suposta amada, era comprometida, ou seja tinha namorado.
Aquela curta e fria palavra, penetrou em meus ouvidos de forma dolorosa “destruindo” tudo que encontrava a sua frente, durante o percusso do meu coração.
Lembro, ter respirado profundamente, e caminhado para outro local, meu refugio particular, ao chegar no refugio, as imagens de minha vida ao lado dessa menina vieram quase que instantaneamente a minha mente.
... os momentos que passamos conversando....
....os trocas de mensagens que fazíamos....
.... os abraçoes que compartilhamos....
.... o derramamento de lagrimas que nós nos proporcionavas...
...as mangações que juntos fazíamos das pessoas....
.... as trocas de olhares, sem segundas intenções....
..... as felicidades que um concedia ao outro...
.... os sorrisos escandalosos.....
AHHHHHH.... os sorrisos..... como eram faces de surgir naquela época, e como era fantástica a maneira que ele encantava as pessoas.
Com essas fortes, lindas, marcantes lembranças, meu coração ficou frio, meu pensamento vazio, minha vida amarga, meu sorriso sem graça e a tristeza me calava.
Entretanto, o meu lado racional, que até o momento estava oculto, se manisfestou-se evitando-me entrar em um incrível desanimo, ele me fez perceber que se essa linda menina, escolheu entrar em um relacionamento com outra pessoa, logo, não seria merecedor do meu sofrimento e assim eu me recompus e passei a viver uma ilusão de felicidade.
Com meu lado racional obtendo total controle sobre “meu eu”, minha vida passou a funcionar da seguinte forma:
“ como o dia nasce após cada noite, meu coração renasce após cada desilusão, meu coração tem uma estrenha mania de ser feliz e assim como o dia busca no sol força para nascer, meu coração busca no amor a força para continuar a viver”
Porem, existe um pequeno problema que eu ainda não consegui desvendar a resolução, que no caso é o seguinte:

O que acontecerá comigo, quando o meu lado irracional dominar “meu eu”????
Essa resposta eu não sei!! Espere e verá??

Inserida por apaixonante