Dizeres de Natal

Cerca de 39 frases e pensamentos: Dizeres de Natal

Natal quer dizer espírito de amor... um tempo quando o amor de Deus e o amor dos seres humanos deveriam prevalecer acima de todo o ódio e amargura... um tempo em que nossos pensamentos, ações e o espírito de nossas vidas manifestam a presença de Deus.

Desconhecido

O NATAL

Ouvi dizer que o Natal perdeu seu significado...
Que deu lugar ao consumismo,
Árvores de Natal
e Papai Noel

Mas eu prefiro lembrar que neste Natal,
Por conta dos empregos temporários,
Muitas pessoas puderam resgatar um pouco de sua dignidade.

E que por conta do dinheirinho extra que receberão
Muitos pais e mães de família poderão
Oferecer uma mesa mais farta aos seus filhos

Prefiro lembrar que
por conta das Campanhas de Solidariedade feitas nesta época
algumas crianças ganharão, sim, algum brinquedo.

E que você...
Você poderá dar Aquele Abraço nas pessoas que você gosta
Mas que “por falta de motivo” pra abraçar
Ficou contido até agora...

E, talvez, neste momento você perceba que,
Bem ou mal,
No Natal, o Amor está em toda parte!

Mas, se ainda assim, você não quiser celebrar nesta data
Não tem problema:
Quero te convidar a viver com o Espírito do Natal
Todos os teus dias!

Augusto Branco

Natal

Esses dias tudo que passa na tv é sobre o natal, o espírito natalino e tal... sempre que você para pra ver um jornal o natal se resume em compras de final de ano, que os shoppings estão lotados e tal... Afinal, o natal é aquela época que a gente gasta dinheiro, que participamos de confraternizações em todos os lugares que frequentamos e que fingimos que gostamos dos presentes que ganhamos, que na maioria das vezes não tem nada a ver conosco. Pois bem, essa semana eu estava passando os canais e parei na MTV, no programa MTV debate com Lobão e eles estavam discutindo exatamente sobre o sentido do natal, mostrando como essa data que seria para você demonstrar amor e carinho pelas pessoas tornou-se uma época de puro consumismo. Tudo bem, todo mundo adora ganhar presente, todo mundo quer está bonito, com roupas e acessórios novos para as festas de final de ano, isso não é errado. Acredito que quando a gente gosta de alguém a gente demonstra isso de várias formas inclusive presenteando essa pessoa, o que eu não concordo é com as pessoas se encherem de dividas porque tem que comprar coisas novas pois o natal exige isso. Pior ainda, pessoas que no dia de natal chegam com presentes maravilhosos, ai fica todo mundo na maior felicidade, parece até família de comercial de peru, ai depois que passa o natal, essas pessoas não se falam mais, passam o ano com raiva umas das outras e às vezes nem se gostam, quando chega o natal do outro ano, fazem toda a cena de família feliz de novo! Gente!!!!! o espírito do natal tem que está presente sempre, o carinho, o amor, a solidariedade... de que adianta diante dos outros essa demonstração de carinho toda e no seu dia-a-dia com as pessoas que te cercam você é uma pessoa diferente? Uma vez ouvi uma historia interessante: uma certa noite um pastor estava dando uma palavra na igreja sobre o amor, ele falava das coisas maravilhosas que o amor faz por uma pessoa, mostrando como uma família é feliz quando tem amor, e o seu filho lá sentado ouvindo suas palavras chorava incosolavelmente, nesse momento uma senhora que estava ao seu lado o abraçou e perguntou: emocionado com as lindas palavras do seu pai? ele respondeu: não, estou triste. A senhora confusa pergunta: mas triste porque? ele levantou o rosto, olhou em seus olhos e disse: porque todas essas palavras lindas, todas essas atitudes de carinho, são apenas quando ele está na igreja, pois em casa ele não vive nada disso.
Essa história representa bem o que acontece hoje em dia, as pessoas querem mostrar para os de fora o que não são, tratam bem os outros e os que estão sempre ali do teu lado são esquecidos. Ai eu me pergunto, de que adianta uma árvore de natal linda, roupas maravilhosas, presentes pra todos em um único dia do ano se nos outros 364 dias você não demonstra amor por ninguém? Muitas vezes um simples sorriso, um abraço, uma palavra, valem muito mais que aquele presente caro. E ainda tem pessoas que entregam o presente, desejam feliz natal e pronto, seco, sem um sorriso, um abraço... o presente um dia acaba, e o que vai restar? nada, pois nem a lembrança de um sorriso na hora de receber o presente você vai ter.
A sociedade hoje fez com que as pessoas valorizem mais o ter que o ser, tudo hoje gira em torno do dinheiro, do ter. Você só é feliz se tem aquele carro, aquela roupa, aquele sapato, etc... Resumindo, se você tem dinheiro todo o resto é consequência, inclusive o amor!!! Tenho pena de quem pensa dessa forma, pois é uma pessoa vazia, medíocre. Digo isso porque já pensei assim, já achei que coisas materiais eram mais importantes, que se eu tivesse dinheiro todos gostariam de mim, e quebrei a cara, no meu caminho apareceram pessoas interesseiras que gostavam de tudo que eu tenho e nunca se importaram em saber que eu sou, o que sinto... me tornei vazia. Hoje aprendi a olhar pra dentro das pessoas, aprendi a demonstrar mais os meus sentimentos, aprendi a mostrar o que eu sou e não o que eu tenho. E digo uma coisa, sou muito mais feliz, tenho amigos sinceros e que gostam da pessoa que eu sou, com todos os meus defeitos e qualidades.
Espero sinceramente que neste natal todos possam compreender que o ser é mais importante que o ter, aprendam a dar graças pelo sol todas a manhas e pela lua todas as noites, pelo pão de cada dia, pela água, por seus familiares, que mesmo com problemas e com desentendimentos te amam, pelos amigos sinceros e por tudo que Deus te proporcionou. Agradeça também por cada provação, pois são elas que te fazem amadurecer e te torna uma pessoa melhor, mais forte e mais determinada, como ouvi esses dias: "Deus escreve certo, por linhas certas. torto é quem está lendo."
Desejo a todos tudo que desejo à mim!!!!!!

FELIZ NATAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PS: RECOMENDO QUE TODOS ASSISTAM O FILME SOBREVIVENDO AO NATAL!

Gaby Almeida

Gabriella Almeida

Peru de Natal

Na verdade eu nunca tinha visto ou ouvido fatos tão comoventes quanto aos que vi na tarde do dia vinte e quatro de dezembro, nas vésperas de Natal. Era uma tarde escaldante, o mau cheiro se misturava com a quente temperatura, e o suor que banhava a minha camisa “branca de sujeira





O lixo e o desgosto me consumiam naquela tarde.Sentia muita raiva de mim mesmo, por ser o que eu era: um gari fedendo a lavagem podre.Nesse momento de aborrecimento, parei e comecei a observar o que havia ao meu redor.




Naquele instante, vi um bando de “fuscões” pretos, em rodeios sobre as imersas montanhas do lixão, onde brigavam furiosos como furacões, a disputar seu espaço juntamente com um velho já mal das pernas.

Tudo era muito triste e violento, o pobre homem gemia, gritava, uivava, zurrava na briga pelas pequenas carcaças infectas de pequenos animais que ali morriam.


Os urubus bailavam ao som da vitória, pelo céu avermelhado, saboreando as carniças já conquistadas. O velho mergulhado nas lavagens, esmurrava-se de raiva, por saber que talves , aquelas carcaças poderiam ser a sua última refeição de sua vida...

Asas Sobre o Mar
Inserida por asassobreomar

feliz natal
feliz natal amigos , que DEUS derrame milhares de bençãos sobre a casa , a família , o trabalho e a vida de vocês , que o menino DEUS possa nascer no coração de todos , mais principalmente no coração daqueles que perderam sua fé ....que as esperanças sejam renovadas , que as discórdias sejam desfeitas e o amor praticado , não somente no natal mais durante ano inteiro .....

sandra costa
Inserida por SandraMariaPereira

Nada ou Tudo Sei

Então me deram a missão: fale por favor sobre as coisas irritantes do Natal.
Eu poderia falar sim, mas já falaram tanto...
Poderia falar por exemplo, das ruas lotadas de pessoas que acham que comprando um belo presente vão apagar todas as atitudes hostis que praticaram durante todo o ano, poderia falar dos parentes que seguem aquele mesmo ritual de visitarem-se e comportarem-se educadamente pra darem a impressão de que famílias são sempre felizes e compostas de seres que se amam ao menos na noite de Natal. Poderia dizer daquela pessoa que te garante que não precisa ajudar em nada na cozinha e que em cima da hora te diz: só deixei uma coisa pra você, fazer as rabanadas! Aí o você em questão fica ali com aquele cheiro de gordura entranhando na pele e nos cabelos e naquele fogão cujo gás resolveu trabalhar na potência mínima de propósito, mas aquele "você" se sente um herói por poder preparar algo que todos possam elogiar naquele bendito Natal. É o tal espírito festivo que baixa em todas as pessoas ao mesmo tempo, se bem que de festivo não tem nada, porque deixa transparecer uma forte melancolia, uma sensação de solidão em meio a multidão dos enganados e enganadores, uma total resignação em aceitar que aquela noite afinal vai passar.
Eu poderia falar das pessoas que não sabem beber e que se tornam inconvenientes perturbando a aparente e santa paz de todos, poderia falar daqueles que passam o dia e a noite soltando fogos e rojões. Esses não sei definir se sentem um prazer mórbido em assustar pessoas e animais ( os de rua, abandonados a própria sorte sofrem mais, mas todos os animais se assustam e sofrem) ou se querem dar a impressão de que alguma guerra foi declarada. Minha opinião é de que se fossem mandados realmente pra uma guerra, perderiam a vontade de provocar qualquer barulho. São pessoas tão sem noção que não devem conseguir suportar seu próprio silêncio. Poderia falar também dos governantes que estão pouco ligando para a data, porque a ambição geral e principal de vender armas (mesmo que milhares ou milhões de vidas inocentes paguem por isso) é mais importante que qualquer festa que eles considerem idiota, é mais importante até que qualquer evento ou sentimento inúteis ( para eles) em qualquer dia ou noite, em qualquer canto do planeta.
Eu no entanto gosto do Natal, sempre gostei. Por isso prefiro falar da alegria que existe, do genuíno sentimento de boa vontade nos lares e nas ruas. Gosto de falar de risadas, de sonoras gargalhadas, de palhaçadas, piadas, brincadeiras entre amigos ou parentes, alguns tímidos e reservados mas que nessas noites de final de ano são capazes de sair de suas conchas pra dar aos outros algo de bom: um elogio, um estímulo, um abraço caloroso, um beijo nas bochechas bem estalado e gostoso. Dizem que parente é serpente, mas parente também sabe ( quando quer) ser gente e gente que ajuda, que dá força, que apóia e que não enche com conselhos chatos ou radicais sobre o que é certo ou errado, mas que esvazia (aquele outro da família que no momento precisa) de preocupações ou confusões.
Eu prefiro falar de luzes, de brilho, de casas ou ruas enfeitadas que tornam pálpaveis a beleza e a arte que fazem parte da vida e merecem ser admiradas, mas que na pressa do cotidiano muitas vezes nem são lembradas. Posso e quero falar de pessoas que nessa época são solidárias a ponto de angariar e distribuir cestas básicas ou brinquedos, de pessoas que são capazes de deixar de lado o egoísmo e praticar a solidariedade com os que ficam gratos com a tal caridade. Posso falar de mesas fartas, de água na boca só de olhar pras delícias do cardápio variado, posso falar da alegria dos chefes de família (sejam homens ou mulheres) ao se sentirem importantes por terem conseguido alimentar tantas pessoas e proporcionarem aquela união ao redor da mesa ou da árvore. Posso lembrar do sentimento de vitória também em famílias que afinal conseguiram, mesmo com pouco, ter seu Natal, seu peru ou seu churrasco e reunir pessoas ou até desconhecidos que foram trazidos por algum familiar e que se sentem felizes apenas por terem a casa cheia, a mente cheia ( de esperanças), mesmo que as carteiras tenham no esforço, ficado vazias. Posso citar as ações sociais de grandes empresas em favor dos menos favorecidos, de todos ou do planeta e que ficam mais evidentes nessa época, como se as grandes ideias e inovações escolhessem o final do ano para brotar na mente de seus funcionários pagos pra isso o ano inteiro. Algumas pessoas fazem balanços, sejam da firma ou da vida ( essa sempre uma empresa em constante progresso e transformação, ou não). Outras odeiam a balança sempre, inclusive nos últimos dias do ano, porque não conseguem seguir em frente com qualquer plano de boa forma. Tem gente que pensa em reforma: da casa, da piscina, da garagem, outros optam por uma viagem, mas todos sem exceção, de alguma forma interagem com esse esforço em fazer um Natal ou um Ano Novo, mesmo que o espírito seja velho e precise de renovação.
Natal deveria ser todo dia, não com a trabalheira e os supremos esforços em se vender uma imagem pessoal ou geral diferente da real. Natal deveria ser todo dia na magia do encontro, na festa da alegria, na união de todos em prol de um bem comum, nas luzes, nas cores, na leveza das brincadeiras, na fantasia que torna mágica e especial qualquer data, como se fosse um carnaval.
Seja em qualquer dia do calendário, até mesmo numa segunda-feira, que todos possam celebrar e se alegrar com qualquer coisa, qualquer besteira.
O que vale sempre não é a intenção, é a ação.
Que o amor seja sempre o nosso norte, que seja sempre forte, que pra ele haja sempre vazão,
porque apesar da contrária aparência,
talvez percebam que essa é a única razão, a causa, o meio e a consequência.
O amor é a chave do nosso mistério ( da existência).

Dalia Hewia
Inserida por daliahewia

Outra importante descoberta do meu Laboratótrio sobre Humanos: ninguém mais envia cartões de Natal. E ninguém morreu por isso... E ninguém se culpa por isso!

Horlando Halergia
Inserida por Horlando-Halergia

Minha mente e meu coração refletem sobre o Natal: Num momento o Deus-Filho se fez homem e isso é se tornou o momento eterno na redenção de pecadores como nós.

Alcindo Almeida
Inserida por alcindoalmeida

Desejo que nesse Natal, nosso irmão e Senhor JESUS CRISTO junto com DEUS nosso pai, derrame sobre todos nós suas Bênçãos propiciando o afloramento do Amor, da Fé, da Humildade e caridade para caminharmos sempre na verdade.

Fernando Henrique
Inserida por santosfhv

Senhor! Hoje é natal!
Quero apenas Seu meigo e doce olhar sobre mim...
Quero apenas que o Senhor abençoe esse dia, abençoe a minha família, meus amigos e abençoe o mundo inteiro.
Que hoje seja um dia de paz, de encontros e reencontros, abraços, perdão, alegrias e se for pra chorar, que seja de emoção, que seja por aquilo que faz vibrar o coração na mais repleta felicidade.
Senhor, eu te entrego esse dia, toma a direção da minha vida, livra-me de todo mal e permita que hoje eu seja feliz, que hoje eu sinta a Sua presença em minha vida. Amém!

Helenice Cunha
Inserida por Heleniceaugusta

Que nessa noite de Natal, as estrelas irradiem luzes de felicidade sobre você. E que Aquele menino que tanto caminhou por nós, te abençoe. Feliz Natal!

Eric Ventura
Inserida por ummeninocaminha

Natal de Luz

Que o Natal extinga toda a melancolia
Que não sobre nem uma pequena nostalgia
Pela falta de um bem-querer
Que seja sempre um renascer
De coisas boas e conquistas
E que se estenda pela vida
Inteira. Todos os dias do ano
Sejam de um desejo soberano
De paz e amor
E seja como for
A caminhada humana
Que ela aconteça sempre
Dentro dos planos Divinos.
E que o Natal que traduz
Alegria seja repleto de luz.

Eleni Mariana de Menezes
Inserida por elenimariana

Natal no mundo
Não basta escrever sobre aquele menino nascido numa manjedoura há cerca de 2 mil anos, natal era o princípio da luz divina encarnada na efémera passagem do homem na terra, o princípio da esperança nos homens. O princípio do deslocamento terreno e divino, o Natal era o momento de acontecer.
E acontecia!
Acontecia natal, na luz e nas sombras dos homens, na esperança e na desesperança, na partilha e na solidão.
E nasciam palavras e poemas, nascia amor!
E algures, o vazio do mundo continuava a existir.
Mulheres continuavam a dar à luz em terrenos de guerra, a fome a espreitar os olhares moribundos, os mendigos a arrastarem-se por entre as paredes grossas das catedrais. O sangue a jorrar nas paredes vazias, em terras inóspitas
Os barcos continuavam a despejar homens, mulheres, crianças nos mares da Europa. Nessas madrugadas de Natal, não havia lareira, nem mesas fartas, o medo alastrava-se nas frágeis embarcações, alagavam-se os dias de sentimento exaurido e triste. A fome, o frio, entranhava-se na dureza dos corações amargurados e desistentes.
E acontecia!
E de novo acontecia, a dor e a esperança, a anunciação, a fuga para uma terra prometida.
A coragem revestida duma amálgama de pranto e desconsolo!
O deslumbramento e o desassossego dos homens, numa terra minada pelo desespero.
E acontecia!
Uma criança que chora, outra que que desfaz embrulhos sem olhar para algum, a fartura a confundir o sentimento de injustiça.
Mesas fartas, mesas luxuosas, o cheiro a açúcar e canela, e o vazio opaco, invisível em cada uma delas!
Mesas de pedra, vazias, geladas! O aconchego frio das pedras das catedrais, crentes que passam, homens de boa vontade estendendo um pedaço de pão, um cobertor para enganar o frio, uma sopa quente. Uma fotografia esquecida, memórias onde a família ainda era um conceito de paz e estabilidade.
E homens e mulheres percorrendo as ruas vazias e frias de uma cidade qualquer, e homens e mulheres cansados dos dias, ouvindo os sinos de uma aldeia adormecida.
E o fluxo dos homens desesperados procurando a salvação!
E Natal acontecia!

São Gonçalves.

São Gonçalves
Inserida por SaoGoncalves

NATAL
"Tempo de renascimento
Paz, amor, harmonia, e união.
Sobre a terra
E aos homens de boa vontade.
Tempo de fé, esperança, perseverança
E vida em abundância.
Tempo de luz, de benção e harmonia.
Nos lares e no mundo.
Tempo de bondade,reflexão e confraternização.
Tempo de crê, realizar e vencer...
Tempo de felicidade n'alma e no coração.
Tempo de buscar em nossos dias a ressurreição
De cristo Jesus em nosso EU.
E sermos compreensivo, amoroso, virtuoso
E sensato em nossos atos e palavras.
Para que possamos vivenciar...
Dias alegres em nossos lares,familiares e amigos.
Na benção dos dias
Que virão aos nossos olhos que buscam...
Serenidade e calmaria.
Para a beleza ser renovada
E iluminada a cada nascer do sol para mim
Para você e para todos àqueles que como nós almejam
Tempos melhores nesse mundo caótico
De gente insensata!

Lourdes Sousa
Inserida por Lourdesousa2016

Uma das coisas agradáveis sobre o Natal é que você pode fazer as pessoas esquecerem do passado com um presente.

Desconhecido
Inserida por pensador

Nesse Natal queria que as pessoas dessem pausa nas mentiras que contam sobre si
No ano novo pode voltar de novo.

Alexandre Santos
Inserida por xandrejp

NATAL

"Tempo
De renascimento, paz, amor, compreensão, e união.
Sobre a terra e aos homens de boa vontade.

Tempo
De fé, esperança, perseverança e vida em abundância.

Tempo
De luz, de benção e harmonia.
Nos lares e no mundo.

Tempo
De bondade, reflexão e confraternização.

Tempo
De crê, realizar e vencer...

Tempo
De felicidade n'alma e no coração.

Tempo
De buscar em nossos dias a ressurreição de "Jesus Cristo"
Em nosso EU.

E sermos
Compreensivos, amorosos, virtuosos, e sensatos
Em nossos atos e palavras.

Para quê
Possamos vivenciar...
Dias alegres em nossos lares, familiares e amigos.

Na benção dos dias
Que virão aos nossos olhos que buscam...

Serenidade e calmaria
No despertar de cada amanhecer que contemplamos."

Lourdes Sousa
Inserida por Lourdesousa2016

Desejo à você
Nesse Domingo de Natal

Um botão aberto de paz, com aromas do mais puro amor
Sobre sua vida.

E que ele traga-lhe
Esperanças em cada pétala desabrochada
Para que possas usufruir de toda felicidade
No seu leito familiar.

Lourdes Sousa
Inserida por Lourdesousa2016

Sobre o Natal:
Hoje é dia de reflexão, se você conseguir ser honesto com você mesmo já terás evoluído bastante. Não seja bom por questões religiosas, seja bom por você mesmo é assim serás honesto consigo mesmo.

Marcos Costa - Bluesmarcos
Inserida por BluesMarcos

Sobre o Natal de ontem
Pois é já passou, foi quase como ontem. Se o Natal fosse uma pessoa, eu diria que é uma personalidade interessante. É muito aguardado o ano todo, chega de mansinho, embrulhado em presentes. Promessas. Troca de gentilezas e favores. O tal do Senhor Natal é um ser que senta à nossa mesa e nos convida a reflexionar. Tem quem queira mostrar ao visitante ilustre sua casa. Olha:
- Tenho arvore montada.
- Tenho luzes. Comida, peito de peru.
- Tenho família seu Natal.
- Olha lá meu pai sentado na sua cadeira de balanço...
- Tenho filhos.
- Tenho Netos!
- Temos mesa farta.
- Música dançante.
- Convidados chegando.
- Tenho tudo que preciso.
E o Senhor Natal é um homem esperançoso. Polido que é, evita criticar. Pois tem a alma livre. Agigantada - Desapegada ao modismo e ao afoitamento das pessoas apressadas em não se desdizerem.
- Tem tudo, realmente...
Só não tem o tempo e nem vontade de manter tudo o ano todo.

Alexandre Santos
Inserida por xandrejp