Despedida Infantil

Cerca de 1495 frases e pensamentos: Despedida Infantil

Não Ignore, não seja infantil com quem quer ver o seu bem. Um dia pode ser que elas não estejam mais lá. E você ficará com a sua Ignorância como companhia.

Keith Almeida
Inserida por KeithAlmeida

Aquele que procura uma justificativa pela qual se está vivo, revela inocência infantil e pequenez de alma. Eu nasci para experimentar as flores - cheiro e toque - e escrever sobre elas.

Kléber Novartes
Inserida por K.Novartes

Sou apenas uma alma infantil em um corpo de um homem , com uma mente maldosa , mais com um olha doce e meigo , Com vários medos e incertezas , com vários objetivos e
com muitas ideias absurda , sempre com o pé no chão e com escolha firmes vou seguindo a vida da maneira que ela me leva , sem olhar para trás sem tentar me decepcionar mais ainda do que já estou , e se outrora eu cair ,já serei forte o suficiente para me reerguer , pois já vivi por muitas coisas que a vida me ofereceu no docorrer da minha vida , desde de quando eu nasci

KiimDaarc
Inserida por KiimDaarc

“Tudo aconteceu muito de repente. De alguma maneira eu odiava aquele jeito desastrado e infantil. Impliquei com o modo de andar e falar. Era como se eu não conseguisse não me incomodar com aquele sorriso lindo e aquele cabelo cor de jabutic
aba que passava por mim mais rápido do que as outras pessoas...
Eu sempre gostei de ser entendedora das pessoas, mas aquele tom de pele, aquela suavidade de movimentos me detinha a habilidade, me deixava confusa e sem chão. Era como se mesmo sem conhecer aquela alma profundamente, eu sabia que ela não era igual as outras, era uma alma diferente, uma alma compatível com a minha.
Se escondia atrás dos olhos verdes. Eu queria ficar longe mas alguma coisa me empurrava pra perto, me deixava com uma incerteza, uma fraqueza, uma vontade inexplicável.
Nunca senti algo tão forte antes. Era estranho sentir essa saudade inesgotável de uma pessoa que eu mal conhecia.
Depois de trocar as primeiras palavras, os primeiros sorrisos escancarados, o primeiro contato de corpos e almas, todo meu conceito mudou em um instante, eu não fazia ideia que existia alguém no mundo capaz de me deixar daquela maneira: "caçando detalhes por ai"...
Perdia o sono, perdia a voz, perdia a noção de certo e errado, tempo e espaço.
Eu tentava me afastar ou simplesmente parar de pensar naquela pessoa que parecia um vento, e passava por mim me afagando os cabelos, espalhando seu cheiro em volta de mim.
De alguma maneira eu não me imaginava mais sem aquilo. Mesmo conversando por horas falando de assuntos banais, anormais...
Em alguns dias eu já sabia: Aquilo era tudo que eu queria pra sempre.
E de repente, aquela pessoa que eu não gostava, aquele jeito que eu não admirava em ninguém se tornou minha maior fraqueza, minha fonte de força por demonstrar tanto carisma e pureza.
Me senti perdida. Como pude ser tão fraca em deixar alguém mudar a minha vida em menos de um mês ?
Eu não podia estar apaixonada, eu não devia estar apaixonada. Logo agora que havia me acostumado em espalhar pedaços do meu coração por ai, logo agora que aprendi a amar só a mim, logo agora.
Minhas forças e minhas tentativas de ficar longe não obtiveram sucesso. E isso foi uma das melhores coisas que aconteceu em minha vida (...)”

Andrezza Guedes
Inserida por AndrezzaGuedes

Ah, não me importo com o que dizem de mim...
Não sou criança, não sou infantil...
Eu apenas sou feliz!
Se ser maduro é não sorrir não brincar com as coisas,
Não se divertir a todo momento... Então não quero ser esse maduro, não quero viver com o semblante triste me preocupando com besteiras, não sorrir nos momentos mais difíceis, viver com gritarias e discussões, não sou assim e não serei isso para ser maduro.
Felizes são as crianças, Felizes são os infantis, pois não encontraram em si a amargura de serem adultos amargos.

Michel Nery
Inserida por MichelNery

Trabalho escravo infantil já é outro tema. tem dois fatores aí agora,

O fator de ter a capacidade de encontrar os responsáveis pelo crime, o que em 80 % dos casos não ocorre.

E o fator vida econômica, estas crianças normalmente são de famílias que passam fome e vivem em completa miséria, se elas forem ajudar o seu corpo a se manter alimentado e vivo, e esta é a opção do resto da família deles, eu estou pouco me lixando para as crianças. sinceramente.

Lázaro Alvarenga
Inserida por Ziguraths

Sabe, ser infantil é um modo singelo de desligar-se da vida, mas acabamos não enfrentando os problemas e quando voltamos a normalidade, continua a mesma porcaria.

Samuel Clyve
Inserida por Mukel

Não quero parecer infantil, mas eu sinto falta do início. Sinto falta daquele joguinho de conquista, sinto falta da tua falta de vergonha no quesito paquerar. Sinto falta de quando éramos apenas desconhecidos sem intenção de amar, sinto falta de quando nos conhecemos, sinto falta do que nos motivava no começo. Mas principalmente sinto falta de nós "eu & você".

Suzanne Nascimento
Inserida por suzanesn

Ser criança é uma coisa, infantil é outra totalmente diferente.

Deborah Rossony
Inserida por deborahh00

Jardim ao Lado...

Janela aberta.
Algazarra infantil,
Alma adentro...

Francismar Prestes Leal
Inserida por FrancismarPLeal

É preciso amadurecer sem perder o humor. Quem disse que ser bem-humorada é ser infantil? São coisas totalmente distintas. Com equilíbrio, pode-se rir de coisas idiotas e manter o nível da maturidade. Os dois não estão ligados de forma alguma.

Gabriela de Almeida
Inserida por gabrieladialmeida

Como esquecer um Guilherme
Deixe de pensar nos olhos dele...no sorriso infantil e na gargalhada que ele dava quando você falava uma bobagem.
Deixe de escutar qualquer música
Deixe de olhar as estrelas
Deixe de ver o mar...

Eduarda Oliveira
Inserida por eduardaolivy

existem 3 tipos de amor :

Amor infantil :

''eu te amo porque você me ama .''

Amor Adolescente :

''eu te amo se você me amar .''

Amor Adulto :

'' eu te amo independente de você me amar .''




'' ''eu te amo independente de vc me amar '' .... independente do que os outros digam , independente das merdas que vc fez no passado .... porque o amor é isso , é amar a outra pessoa independente de qualquer outra coisa , se vc não é capaz de perdoar e recomeçar outra vez , de se dar uma nova chance ... então não é amor !!

Michelle Halls
Inserida por michellehalls

E lá, bem no fundo, eu sempre fui aquele medo infantil de errar, de perder as coisas por um descuido. E, talvez por ironia, eu sempre acabo perdendo mesmo, quem sabe por excesso de zelo. Olhando pra trás eu só consigo contemplar ruínas de sonhos gigantes, que nunca consegui tirar do meu sono e trazer pro mundo dos acordados.

O mais intrigante nisso tudo, é que aqueles destroços e cacos ainda brilham, como se pudessem voltar à vida em um simples estralar de dedos, e eu sorrio, um sorriso meio que triste, admito, mas sincero, e por instantes eu imagino como seria se tudo voltasse a se erguer, aí eu paro por um momento, e concluo que o que passou, passou.

Nada volta, por mais que ressuscite por alguns minutos, não pertence mais ao presente. Se passou tem que ficar no passado. Naquele cemitério lúdico de sonhos intermináveis, bonitos e felizes, mas que sempre serão sonhos, e nada mais.

Paulo Genro Fh.
Inserida por paulogenrofh

Estava aqui editando um vídeo de um aniversário infantil de 1997, quando começaram a passar fatos, momentos em minha mente como se fosse um filme.
Me lembro bem que no final dos anos 70, década de 80, as pessoas eram mais felizes com menos. Os padrões de beleza não eram nem corpo sarado para homens nem a ditadura da magreza para as mulheres.
Não existia bullying, apanhava, batia, ganhava apelido, colocava apelido. Havia mais respeito ao ser humano.
Hoje, a vaidade excessiva impera. Magreza, corpos sarados, abdome definido, roupas da moda, afetados querendo afetar a todos.
Será que vale a pena um corpo sarado, bronzeado, da cor do pecado, roupas da moda, badalado nas redes sociais, porém rachado, mal formado, sem conteúdo? Claro que todas as regras tem excessões, mas confesso que prefiro ficar sozinho a ficar simplesmente com um rostinho bonito sem conteúdo.

Daniel Batista Junior
Inserida por Danielitaguara

Eis me aqui

*
Bem no meu
Intimo
Lá dentro
bate uma
esperança
Meio tola
meio infantil
De um dia
poder florir livre...

Nidia Cintra
Inserida por olhosdepoeta

As vezes tento fugir dos meu problemas, eu sei, isso me torna muito infântil.

Adriely Ferreira
Inserida por AdrielyFerreira

Crer em deuses capazes de livrar-nos de todos os males que nós mesmos criamos é o cúmulo da infantilidade.

Paulo Ricardo Zargolin
Inserida por ninhozargolin

DERROTADO E FELIZ

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Depois de ler para Júlia, um clássico infantil que narra a história do pai coelho e seu filho, que trocam declarações de amor mensurando medidas e distâncias*, romântica e descaradamente resolvo plagiar: Digo para minha filha, que o meu amor por ela é maior do que o mundo. Não; do que o mundo, não. Na verdade, maior do que a via láctea.
Como que a incorporar o coelhinho da história, ela me olha pensativa. Orgulhosa, nem me pergunta o que é via láctea. Tira sua cabeça do conforto de meu colo, senta, e com voz tão doce como desafiadora, mostra quem manda nessa questão.
- Olha, pai; eu te amo mais do que o céu! Não, do que o céu, não! Eu te amo mais do que tudo aquilo que os coelhos disseram, e mais do que tudo isso que você ia dizer depois de mim!
Derrotado e feliz; tão feliz quanto aquele coelho pai, não falei mais nada. De fato, a minha filha me ama muito... E também é muito competitiva.

* Referência à fábula ADIVINHA O QUANTO TE AMO, de Sam Mc Bratney

Demétrio Sena - Magé-RJ.
Inserida por demetriosena

Que o medo de ser ridicula e infantil não invada minha ética, mesmo que eu já esteja calejada, que eu já não tenha cheiro de menina, ou que já tenha recebido cartas de má respostas, cartas que cobram, cartas de mentirinha, e até cartas devolvidas.

Texto Uma carta de amor para o destinatário certo

Srta Fê
Inserida por fernandalencar