Depoimento para Mae

Cerca de 4271 depoimento para Mae

❝ É engraçado como algumas coisas marcam a nossa infância. Minha mãe me ensinou desde muito cedo a cumprimentar as pessoas, dar beijo, bom dia, boa tarde, boa noite. É por isso que acho que certas coisas são de berço. Educação não vende em prateleira do supermercado. Espero poder ter a clareza, a firmeza, a sanidade e a serenidade para transmitir para os meus filhos a infinidade de coisas boas que recebi. ❞

Clarissa Corrêa

Existe uma imagem tão bela que nenhum pintor jamais conseguiu transpor para um quadro: a mãe com o bebê nos braços.

Willian Jennings Bryan

A certeza que amar enlouquecia, corroía, dava medo, dava um ciúme filho da mãe, dava uma saudade idiota de mulherzinha romântica, uma vontade besta de estar junto o tempo todo como uma mulherzinha sem vida própria.

Tati Bernardi

"Mãe: a palavra mais bela pronunciada pelo ser humano"

Ana Carolina Moura

Mãe, Seca...

Nordeste, Brasil.
Enxada na mão, filho no braço.
Ara a terra, seca...

Francismar Prestes Leal

Quando Seth quer entrar no quarto da mãe dele:
"-Mãe tá descente? Se não vou precisar fazer anos de terapia!"

Seth Cohen

Mariama

Mariama, Nossa Senhora, mãe de Cristo e Mãe dos homens!
Mariama, Mãe dos homens de todas as raças, de todas as cores, de todos os cantos da Terra.
Pede ao teu filho que esta festa não termine aqui, a marcha final vai ser linda de viver.
Mas é importante, Mariama, que a Igreja de teu Filho não fique em palavra, não fique em aplauso.
Não basta pedir perdão pelos erros de ontem. É preciso acertar o passo de hoje sem ligar ao que disserem.
Claro que dirão, Mariama, que é política, que é subversão. É Evangelho de Cristo, Mariama.
Claro que seremos intolerados.
Mariama, Mãe querida, problema de negro acaba se ligando com todos os grande problemas humanos.
Com todos os absurdos contra a humanidade, com todas as injustiças e opressões.
Mariama, que se acabe, mas se acabe mesmo a maldita fabricação de armas. O mundo precisa fabricar é Paz.
Basta de injustiça!
Basta de uns sem saber o que fazer com tanta terra e milhões sem um palmo de terra onde morar.
Basta de alguns tendo que vomitar para comer mais e 50 milhões morrendo de fome num só ano.
Basta de uns com empresas se derramando pelo mundo todo e milhões sem um canto onde ganhar o pão de cada dia.
Mariama, Senhora Nossa, Mãe querida, nem precisa ir tão longe, como no teu hino. Nem precisa que os ricos saiam de mãos vazias e o pobres de mãos cheias. Nem pobre nem rico.
Nada de escravo de hoje ser senhor de escravo de amanhã. Basta de escravos. Um mundo sem senhor e sem escravos. Um mundo de irmãos.
De irmãos não só de nome e de mentira. De irmãos de verdade, Mariama.

Dom Hélder Câmara

GRANDIOSIDADE
(poeminha do amor de mãe)

Lamentar-se em pranto na praia
Não polui o mar...
Pois que toda aquela água
São tão somente lágrimas
De uma mãe que também chora
Na mesma proporção...
Do amor que tem pra dar.

Bruno Bezerra

Toda vez que eu chamo por ela e a minha boca pronuncia “mãe” me sinto seu filho. Porque mãe é também o nome de Deus que vive nos lábios e o coração de todos os meninos. E pra provar que elas são sublimes nos dão dois presentes. Raízes e Asas. Raízes para nos mostrar qual é o lugar onde pertencemos, que a nossa família é o que de mais importante temos.E asas para voarmos pelo mundo, nos sentindo livres e capazes de fazer qualquer coisa.
Sopra no meu pensamento a eterna gratidão a minha mãe, eu sou um filho amado e isso por si só valeria a pena ter vivido até agora, porque nesse exato momento também penso naqueles filhos que não foram amados, porque todos nós se nascemos já fomos filhos e todo bebê precisa de um colo.
Para aqueles que não tiveram o colo de uma mãe, alguém que os protegesse e que mostrasse o quanto os amava só com um olhar a vida nos dá a oportunidade não de nos revoltarmos, mas de um ato grandioso...seja pai ou mãe e ame seu filho, com o amor nos temos o poder de concertar o mundo, a raça humana existe não para destruir, mas para amar.O ciclo da vida não pode ser detido.A alma retorna ao corpo até encontrar seu caminho definitivo.
Nem todos os filhos nascem de um ato de amor, nem todos os filhos são planejados, nem todos os filhos são desejados e nem todos os filhos são amados. Porque nem todas as mulheres entendem que elas têm o poder de gerar uma vida, e nada absolutamente nada na vida de um mortal é mais grandioso do que isso.E se não pudermos gerar filhos com o corpo podemos amá-los com o coração.
Meus filhos nasceram junto comigo, quando minha mãe me deu a luz, deu a luz também aos filhos que eu vou ter...

André Luis Aquino

A rua é a mãe de muitas crianças; o lixo é o berço de muitos bebês; nossa indiferença, o infanticídio.

David Saleeby

A vocação para homem público deve ter como essência ver em cada pai seu próprio pai, em cada mãe a sua mãe, em cada filho os seus e em cada ser humano o seu irmão.

Jean Carlos Sestrem

Sempre tive a mania de sorrir quando viajava em pensamentos. Minha mãe certa vez, após várias observações sobre episódios como esse, perguntou-me se eu conversava com alguém quando sorria assim. Ela pensava que eu falava com anjos, coisas de mãe. Bom, mais isso é outra história. E como viajava! Acho que esse não é o tempo certo, a verdade é que viajo. Pego as asas da imaginação e voo. Também adoro mergulhar, de cabeça mesmo. Então voo, mergulho e pouso. E o que tudo isso provoca em mim, me fez recordar uma citação de Martha Medeiros “Viver tem que ser perturbador, é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados, e com eles sua raiva, seu orgulho, seu asco, sua adoração ou seu desprezo. O que não faz você mover um músculo, o que não faz você estremecer, suar, desatinar, não merece fazer parte da sua biografia”. E a isso eu chamo de mergulho profundo. E voar é sair por aí, viver, procurando a cena feliz ou tentando construir a cena feliz, e quando você se depara com alguém que vislumbrou há muito tempo, antes mesmo de conhecer, naquela sua cena feliz, aí que tudo acontece, teu imaginário materializado em corpo e alma.

Angella Reis

O maior amor do mundo é o amor de mãe. A maior riqueza que temos no mundo é nossa família. E o maior diamante que temos na alma é Deus.

Ruan Brendo

QUE AMOR DE MÃE!
Não há explicação para este AMOR arrebatador...
AMOR que não mede forças para defender,
É capaz de sentir dor sem doer,
De chorar sem entristecer,
De alegrar-se com suas vitórias e chorar em suas derrotas.
Pode ser platônico a vida inteira.
AMOR que quando o vê tropeçar e cair, estende as mãos a sorrir.
Ao passar noites em claro,
Dormir a noite inteira, é raro.
Sente emoção em qualquer ocasião, aja coração!
AMOR que sente ciúme, mas não toma posse.
Sabe que o "barquinho" deve ser lançado ao mar.
Trabalha para seus sonhos manter.
Briga, mas seus brinquedos põe-se a recolher.
Por mais que seja machucado, recompõe-se e volta a ficar ao nosso lado.
Nunca espera nada em troca,
Pelo contrário. Doa-se com toda força.
AMOR que ninguém sabe explicar, nem copiar.
Parece já nascer dentro deste alguém chamado perfeito, sem defeito.
Aos olhos do mundo, nem sempre bem vista, mas por seus filhos querida.
Difícil achar uma rima para um ser tão especial.
AMOR igual a este não tem igual.
Que AMOR de mãe!
AMOR que nunca termina, mesmo sem rima e que com o tempo e como pó,
Termina em amor de vovó.

Eliani Maria Alves de Almeida Santos

Mãe, quando eu comecei a escrever esta carta, usei a pena do carinho, molhada na tinta rubra do coração ferido pela saudade.

As notícias, arrumadas como perólas em um fio precioso, começaram a saltar de lugar, atropelando o ritmo das minhas lembranças.

Vi-me criança orientada pela sua paciência. As suas mãos seguras, que me ajudaram a caminhar.

E todas as recordações, como um caleidoscópio mental, umedeceram com as lágrimas que verteram dos meus olhos tristes.

Assumiu forma, no pensamento voador, a irmã que implicava comigo.

Quantas teimas com ela. Pelo mesmo brinquedo, pelo lugar na balança, por quem entraria primeiro na piscina.

Parece-me ouvir o riso dela, infantil, estridente. E você, lecionando calma, tolerância.

Na hora do lanche, para a lição da honestidade, você dava a faca ora a um, ora a outro, para repartir o pão e o bolo.

Quantas vezes seu olhar me alcançou, dizendo-me, sem palavras, da fatia em excesso para mim escolhida.

As lições da escola, feitas sob sua supervisão, as idas ao cinema, a pipoca, o refrigerante.

Quantas lembranças, mãe querida!

Dos dias da adolescência, do desejar alçar vôos de liberdade antes de ter asas emplumadas.

Dos dias da juventude que idealizavam anseios muito além do que você, lutadora solitária poderia me oferecer.

Lágrimas de frustração que você enxugou. Lágrimas de dor, de mágoa que você limpou, alisando-me as faces.

Quantas vezes ouço sua voz repetindo, uma vez mais: “tudo tem seu tempo, sua hora! Aguarde! Treine paciência!”

E de outras vezes: “cada dia é oportunidade diferente. Tudo que você tem é dádiva de Deus, que não deve desprezar.

A migalha que você despreza pode ser riqueza em prato alheio. O dia que você perde na ociosidade é tesouro jogado fora, que não retorna.”

Lições e lições.

A casa formosa, entre os tamarindeiros assomou na minha emoção.

Voltei aos caminhos percorridos para invadi-la novamente, como se eu fosse alguém expulso do paraíso, retornando de repente.

Mãe, chegou um momento em que a carta me penetrou de tal forma, que eu já não sabia se a escrevera.

E porque ela falava no meu coração dorido, voei, vencendo a distância.

E vim, eu mesmo, a fim de que você veja e ouça as notícias vibrando em mim.

Mãe, aqui estou. Eu sou a carta viva que ia escrever e remeter a você.

Entre as quadras da vida e as atividades que o mundo o envolve, reserve um tempo para essa especial criatura chamada mãe.

Não a esqueça. Escreva, telefone, mande uma flor, um mimo.

Pense quantas vezes, em sua vida, ela o surpreendeu dessa forma.

E não deixe de abraçá-la, acarinhá-la, confortar-lhe o coração.

Você, com certeza, será sempre para ela, o melhor e mais caro presente.

Autor (Equipe de Redação do Momento Espírita a partir do cap. XVI do livro Pássaros Livres do Espíri

Sou homem desde moleque, honro o que tenho no peito
Minha mãe me deu caráter,
meu caráter trouxe o meu respeito.

Emicida

Tem coisa pior que a sua mãe te chamar de ‘inútil’?

re-escrevi

LIBERTAR



TE LIBERTO
DEIXO VOCÊ IR
COM A ALGRIA DE UMA MÃE
QUE VE SEU FILHO PARTIR
TUDO ISSO ME CAUSA DOR
MAS É DISSO QUE A VIDA É FEITA
OU NOS ACOSTUMAMOS
E APRENDEMOS A CONVIVER COM ELA
OU MORREMOS, LENTAMENTE, MORREMOS
PEÇO-LHE MIL PERDÕES
SE PALAVRAS DOLOROSAS QUE DISSE
VIERAM A LHE MAGOAR
MAS ESTAS MESMAS PALAVRAS
SAIRAM DE MINHA PROPRIA DOR
DA DOR QUE É ASSIM TE AMAR
AS DESCULPAS QUE PEÇO
SÃO AS MAIS PURAS E VERDADEIRAS
PEÇO QUE AS ACEITE DE CORAÇÃO ABERTO
POIS É DE AMOR QUE ELA É FEITA
E SE TE LIBERTO
NÃO É POR QUE TE NÃO TE AMO MAIS
NEM POR ESSA MAGOA AMARGA
É PORQUE TE AMO MAIS, DEMAIS
E É SÓ VOCÊ QUEM VAI DECIDIR
O QUE OU COMO FAZER
PARA SER FELIZ
POR ISSO DIGO VAI....
AFINAL VOCÊ SABE QUE ESTAREI AQUI
QUANDO VOCÊ RESOLVER VOLTAR

Paulo Donizete Vieira Junior

A Saudade Eterna da Minha Mãe
A dor por perder a minha mãezinha querida jamais deixará o meu peito, mas hoje posso dizer que aprendi a conviver melhor com o que antes chamava de sofrimento.

Saber que não terei os seus abraços nem os seus beijos já produziram muitas lágrimas, que transformei nas melhores recordações do mundo inteiro.

Por mais que o sofrimento tenha sido afastado, a saudade que tenho dela nunca deixará de ser eterna. O luto pode ter terminado, mas não haverá um único dia que não pensarei nela.

Desconhecido

Não é a relação da criança com a mãe que é central, ou sua relação com o pai, mas sim sua relação com o relacionamento deles.

Whitaker