Crônicas do Cotidiano

Cerca de 200 cronicas Crônicas do Cotidiano

Um Bonde Chamado seu Beijo


Quem encobrirá meu sono?
Beijará quem minhas costas no cotidiano?
Quem, no meio do frio, me cobrirá com lindas orelhas
e me dirá palavras indecentes nos ouvidos?
Quem, atrevido, me acordará com o ponteiro em riste
como um pássaro que não quer tudo
apenas o céu, a gaiola, o alpiste?
Quem que, quando eu dormisse, por mim zelasse
e eu, quando acordasse, lhe fizesse iogurtes brejeiros
massagens nos pés, cumplicidades de enlace?
Quem me agarrará por trás quando eu sair cheirosa do banho
e terá orgulho de eu ser guerreira e perfumada ao mesmo tempo?
Quem em bom senso dirá que muito me assanho
quem orientará a guerrilha diária a que me proponho
quem será inteligente e gostoso a meu lado como está no meu sonho?
Quem, a quem me disponho a cozinhar e fazer versos
quem racional e perverso cochichará nos tímpanos da minha alma
a doce ordem, a venal palavra: Calma?
Quem com sua alma me mostrará um mar vertical?
Quem, meu igual, me apontará andores reais, sem excesso de glacê no bolo
Com determinação de touro e a nobreza de poder ser banal?
Quem, coisa e tal, me beijará a boca e me enfiará as mãos
por debaixo da barra do segredo do vestido
e um dia passeará comigo no segredo contido na Barra do Jucu?
Quem, senão tu que eu elejo, eu planejo, pode habitar o lugar
a suíte que há tanto tenho reservado?
Quem, encomendado, pode me manter na confiança dos edredons
enquanto não chega?
Quem, com certeza, me visitará num outubourbon no gume da lira
de eu ser égua, cadela, mulher e sua?
Quem sobre mim sua, pinga, chove?
Quem que com lucidez resolve o abismo simples de prever o risco de sonhar
pra nele mesmo cair, rir
e se embolar?
Quem me dará a idéia de conceber a saudade no sentido tático
quem, não estático, de longe me fará cometer poemas de meia-noite?
Quem, sem favor, me estende o braço com rosas na mão
com explicação pro meu calor?
Quem, senão meu doido bondinho
meus olhos acesinhos, meu comedor...
Meu triz, meu risco
meu cristo redentor?

Elisa Lucinda

Por que tudo isso faz bem? Porque o cotidiano anda muito monocórdico, as notícias andam muito repetitivas e a natureza pulsante da gente, pouco provocada. Bom lembrar que podemos ser viscerais sem nos rendermos à vulgaridade, ser lascivos através do blues e suas guitarras, e ficarmos excitados sem perder a classe.

Martha Medeiros

EXIGÊNCIAS DA VIDA MODERNA

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão). Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem. O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.
Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra. Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia...
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax. Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.
Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito. As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).
E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.
Ah! E o sexo! Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução. Isso leva tempo - e nem estou falando de sexo tântrico.
Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Na minha conta são 29 horas por dia.
A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo! Por exemplo, tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos junto com os seus pais. Beba o vinho, coma a maçã e a banana junto com a sua mulher... na sua cama.
Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal... Tchau!
Viva a vida com bom humor!!!

Desconhecido

Um amor de verdade

É aquele que surpreende com seu carinho cotidiano e matutino.
Ele sempre me acorda com beijos e abraços bem apertados, como se quisessem dizer algo além do alcance de suas palavras.

É aquele que liga pro que eu sinto, pro que eu penso, pro que eu quero, e me liga várias vezes no dia, pra dizer que me ama, pra saber se já almocei, pra saber se está tudo bem, e outras vezes, quando vem de mansinho, eu já sei que é pra me pedir favores.

Favores esses nem sempre dignos de serem feitos, mas com aquele jeitinho que só ele sabe, convence qualquer um de satisfazer suas vontades, muitas delas, vaidades.

É aquele que enlouquece com sua paciência inquietante. Que se esforça para agradar a todos que o cercam, mesmo contra a sua vontade.
É o verdadeiro cavaleiro, jamais conheci outro igual e acho que jamais conhecerei.

Não poupa gentilezas e confortos para me mimar, desde fartar a minha fome de algo novo: um prato diferente, um cheiro inovador, um clima encantador, até o simples fato de saciar minha sede (de água mesmo) pela madrugada.

Ele, sempre presente em todos os momentos da minha vida, desde os mais turbulentos aos mais simples, no entanto, inesquecíveis, desde que ao seu lado.

Ele é sensível, se permite chorar e virar menino nos meus braços, porque sabe que aqui ele vai encontrar todo abrigo necessário para esperar qualquer tempestade passar.

Ele é infinitamente mais do que eu mereço.
É um garoto disfarçado de valente.
É uma carência disfarçada de suficiência.
Simplesmente o amo de verdade!

Monique Frebell

Colégio Público
O cotidiano de um colégio público
É sempre igual
Repetitivo, monótono
Paradoxal

Aquela briga logo após o último sinal
Sempre se inicia por um motivo banal
A cobiça do namoradinho alheio
Ou uma desavença no futsal

É intervalo, e no sanguão,
A galera se senta
É hora da refeição
Arroz com ovo ou polenta
O bom mesmo é mingau
Mas aí a fila é bem lenta

A cancha, pequena e ensolarada
É o palco do Show da mulecada
Dribles, gols, arremessos e saques
É no esporte que surgem os destaques

Algumas meninas, ainda menores de idade
Logo cedo se deparam com a maternidade

Muitos, mal concluem o ensino médio
Saem por aí, pixando a parede dos prédios

Poucos sabem o nome da bibliotecária
Poucos pensam em seguir carreira universitária

O que fica é amizade
Aqueles que a gente nunca esquece
Algum ainda se vê, outro desaparece

O cotidiano de um colégio público
É sempre igual
Repetitivo, monótono, e,
Paradoxal.

Guilherme Serafim

E quem disse que seria fácil?
Cada caminho, um destino.
Cada escolha, uma renúncia.

Saber o que se quer e onde se quer chegar é mais importante do que o tempo que levará a caminhada.

E a felicidade é se divertir pelo caminho, já que cada passo vivido, nos mostra milhões de novas possibilidades...

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Quando resolvi ser um amigo melhor, a vida me apresentou meus melhores amigos.

Quando resolvi dividir o que eu tinha, a vida não deixou que nada me faltasse.

Quando resolvi respeitar e ser honesto com as pessoas, a vida me deu noites tranquilas de sono.

Quando resolvi ser autêntico e sincero, a vida me deu a sabedoria das palavras.

Quando resolvi acreditar em mim, a vida me deu boas oportunidades.

Seja o reflexo do que você quer!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Algumas pessoas estão tão acomodadas que preferem aquilo que é fácil, rápido, que priorizam números, status, esquecendo-se que não estamos aqui apenas pra sobreviver e sim superar nossas próprias limitações e dificuldades.

A ganância e o estereotipo que nos são vendidos todos os dias através de propagandas, novelas e filmes são usados para o consumo nesse modelo capitalista.

Dessa forma, somos criados cada vez mais egoístas e muita da nossa energia e tempo são desperdiçados para se ter bens materiais, itens estes que são absolutamente superficiais.

Precisamos ter ciência do que realmente é essencial em nossa vida, como a busca pelo auto-conhecimento, para compreender o que é necessário melhorar, superar, desprender, etc.

A forma como a sociedade nos impõe certas “regras”, nos confundem nesse caminho e nos atrasam a experimentar e vivenciar nossas verdadeiras provas.

Seja diferente dos outros. Você tem seu desafio aqui e o desafio de cada pessoa nem sempre igual ao seu. Permita-se se conhecer e entender quais são suas qualidades (aquilo que você tem de melhor para ajudar o próximo) e suas fraquezas (aquilo que você tem dificuldade ou que pode se tornar melhor) para que a partir daí, você tenha o equilíbrio entre ajudar e receber.

Supere-se a cada dia com pequenos desafios; corra atrás daquilo que é realmente importante para a sua vida. Respeite-se e respeite os outros. Assim como você, as pessoas também tem suas dificuldades, algumas talvez diferentes das suas. Não julgue.

Compartilhe seu conhecimento com aqueles que estiverem prontos para aprender. Cada pessoa tem seu tempo, compreenda.

Seja uma boa pessoa; seja aquilo que você gostaria que fossem com você. Espalhe alegria. Isso é energia positiva, emana e irradia, vai e volta pra você.

Não fuja de seus desafios, uma situação ruim perante seu próprio julgamento pode ser uma prova que você precisa viver, mas atente-se para que não tenha que repeti-la várias vezes.

Questione-se; seja curioso; prefira ouvir do que falar. Esteja pronto para aprender e não se prenda a uma ideia que não possa ser modificada, não existe verdade absoluta.

Quando ficar difícil, peça orientação para seu anjo da guarda, mas se esforce, é você que deve agir!

Conheça pessoas, faça amizades, troque experiências, visite lugares onde há natureza. Explore seu planeta, ele é seu lar e tem tudo o que você precisa para prosperar.

Peça perdão, assim você estará se permitindo errar e por sua vez, aprender. Tenha humildade. Todos aqui estão tendo o mesmo privilégio de viver, aprender e evoluir. E é isso o que importa.

Vigie seus pensamentos e você terá uma vida emocional saudável. Tenha prudência em seu comportamento extintivo e você permitirá usar todo seu potencial racional. Não use força bruta para resolver situações, use argumentos.

Ame! O amor é o sentimento de pureza, de doação, de carinho. Coloque doses exageradas de amor em tudo que tocar; nas pessoas que passarem pela sua vida; coloque amor dentro de você.

Agradeça, agradeça e agradeça. Pela sua vida, pela sua família, pelos seus amigos, e todos que te cercam, pelas provas, pelos erros, pelos acertos, pela oportunidade de ser melhor, de fazer melhor, de poder ajudar e receber ajuda.

Deus está dentro de você. Quando oramos, estamos emanando energia para algo ou alguém, mas muitas das vezes as respostas que procuramos está em nossa própria oração. Por isso, não espere milagres, sem se esforçar a mudar algo dentro de ti.

Seja luz!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Nós queremos mudar as pessoas para que elas se assemelhem a nós (ou aos nossos melhores pensamentos), mas e se a maneira que eu acredito ser o ideal, não for o ideal pra outras pessoas?

E por que elas não podem ser diferentes?
E por que vivemos julgando-as, usando experiências e vivências que são nossas?

Se você quer mudar alguém, mude a si mesmo, principalmente sua forma de pensar e você estará fazendo o melhor possível.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

É muito comum ver pessoas com problemas emocionais, como a depressão, por exemplo, mas de um ponto de vista superficial, acredito que a maioria dos casos são apenas maneiras duras de reconhecer o que a vida está querendo ensinar.

Uma frustração, decepção, desentendimento, perda, são oportunidades que a vida nos dá para aprender algo que é importante para nós, e, por isso, não deveria ser visto como um castigo.

Acredite, toda situação tem um lado bom e por mais trágica que seja, é possível extrair algum conhecimento disso. Então, questione-se, permita-se ver as situações com outros pontos de vista, pois para qualquer lugar do Universo, existem inúmeros caminhos.

E como num passe de mágica, você estará pronto para mais lições da vida, essas que não vão mais lhe atormentar, porque você aprendeu a aprender e deixou de se martirizar.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Às vezes vejo a vida imitando o que nos é vendido na tv, que nada mais é que belas formas de se sentir inserido na ilusão do bem estar social.

Acontece que muitas vezes nos enganamos sobre o que entendemos por vida, que é progresso e tudo aquilo que nos faz aprender algo e evoluir.

Muitos casais se escondem atrás de sorrisos e selfies para vender a imagem da família perfeita e pagam um preço alto, quando confundem a fantasia com a vida real.

Mesmo que isso seja importante para se ter um bem estar na relação, reconheça suas fraquezas, para que, à partir daí, encontre maneiras de corrigi-las.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Quando você passa a entender o verdadeiro sentido da vida, percebe que suas virtudes são para ajudar o próximo e suas fraquezas para aprender com eles. Você nota que as dificuldades são lições e que seu tempo deve ser usado com sabedoria.

A vida fica mais leve e as cobranças giram em torno do querer ser cada vez melhor, para consigo e os que te cercam. Os problemas do cotidiano transformam-se em desafios e os erros e ofensas do outro, em oportunidades de crescimento.

Aprende que fazer a coisa certa é muito mais difícil, porém muito mais gratificante. Sente que os conselhos que ensina só fazem sentido quando dá o exemplo.

O sentido da vida te mostra que não é necessário ser como todos são e nem fazer tudo como sempre foi feito, principalmente como é complicado sustentar nobre atitude em nossa sociedade.

Você passa a enxergar a vida com outros olhos e vê que a maioria das pessoas são peças idênticas de um quebra-cabeça.

Por isso, seja você a peça-chave que faz toda essa magia ter uma razão, para que um dia, você tenha orgulho de ter feito sua parte na história do Universo.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

O que mais me incomoda nas pessoas é a forma como elas nos subestimam. Ser bom ou procurar fazer a coisa certa, não significa que somos cegos, surdos e burros.

Muitas vezes percebo coisas que ninguém percebe, mas relevo, pois o mundo não pode ser levado a ferro e fogo, se assim fosse, acredite, ficaríamos longe das pessoas.

Mas continuo acreditando, não em suas mentiras deslavadas, mas no potencial que cada uma possui dentro de si.

Existem diamantes valiosíssimos escondidos em rochas enigmáticas que precisam apenas de cuidado e paciência para que sejam libertados, outros, que pela forma incompreendida das dificuldades do dia-a-dia, são praticamente impossíveis de alcançar seu brilho.

Sempre tive tremenda dificuldade em sentir a hora certa de deixá-las partir, para que encontrem por si só, sua beleza.

Mas mesmo que às vezes seja muito doloroso, apenas o mundo pode lapidar rochas tão sofridas.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Sempre me peguei refletindo sobre a vida, quanto ao que a sociedade exige de nós.

Um belo quadro escrito "formado", um bom trabalho com uma conta bancária recheada, uma família linda, filhos exemplares, amigos em abundância, uma bela casa, viagens internacionais, etc.

Isso tudo é lindo, mas muitas vezes satisfazem apenas a sociedade. Viver pra mim é não ter que provar nada pra ninguém, mas acreditar dia-a-dia que estou me transformando numa pessoa melhor.

Por isso, não tenho pressa pra chegar, mas quero chegar sem malas, porém, com uma bagagem imensurável de alguém com orgulho e propriedade para dizer: eu vivi minha vida!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Sempre me questiono sobre o combustível da vida das pessoas, onde a maioria vive pelos problemas e não pela solução deles.

Reclamar se tornou um hábito que alivia um pouco aquele peso de ter de enfrentar o que mais incomoda, uma dose de anestésico naquilo que se quer postergar.

É mais fácil fugir do que enfrentar o próprio orgulho. É mais pertinente perder tudo, que se deixa pra trás, do que encarar a realidade.

Esse hábito faz com que não se tenha mais sonhos, por que a vida se faz tão sofrida, que é necessário se proteger de tudo e todos, inclusive de si mesmo, se mantendo à uma distância segura.

Só quem sentiu-se realmente feliz um dia, irá entender que a felicidade não vem exatamente de pessoas, na verdade de apenas uma: você mesmo.

É maravilhosa a sensação de se sentir útil, de perceber que você pode mudar o mundo, apenas mudando seu ponto de vista, já que poderá compreendê-lo de forma mais coerente.

Viver é aprender, sonhar, compartilhar, doar-se para o bem que se quer pra si.

Viver é encontrar o verdadeiro motivo de estar vivo.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

A vida é movimento constante, como as ondas do mar, que entre altos e baixos não nos deixam acomodar em situações improdutivas por muito tempo.

A princípio você perde o chão e depois descobre melhores caminhos para que você alcance seus objetivos.

Desistir não é o mesmo que perder, desistir é tomar a atitude de mudar a rota, já que se tem consciência de que o trajeto não chega a lugar algum.

Quantos caminhos precisamos tomar para ter sabedoria daqueles que rendem boas histórias, boas paisagens, boas companhias? Mas tem aqueles caminhos que nos ensinam como viver e enfrentar as pedras que estão espalhadas por aí.

De um jeito ou outro, o mais importante de tudo, é agradecer pelas oportunidades, entender que desvios são questões naturais da vida. Afinal, do que tens certeza absoluta?

Por um caminho ou outro, não desista de seguir em frente, as mudanças mais rigorosas são aquelas que escondem os maiores tesouros.

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Quando a dor bater-lhe a porta, lembre-se do que te fez acreditar até agora que ela não existia.

Muitas vezes nos enganamos para evitar o sofrimento, mas somos absolutamente conscientes da maioria de nossas dores.

Aceita e aprende. Lembre que uma dor causada por outra pessoa, dói mais em quem erra, do que em quem acredita.

Não justifique atitudes baseada naquilo que você não concorda. A paz de consciência é o melhor remédio para muitas dores.

Use, abuse e orgulhe-se da frase: eu me mantive intrigo!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Viver é pra poucos! Quem quer realmente correr o risco, fazer sacrifícios e deixar ir aquilo que mais se quer?

Isso é viver. É aceitar desafios que nos transformam, é entender que o grau de dificuldade é onde temos que nos inspirar e jamais aceitar apenas aquilo que temos controle, que nos é confortável.

E permitir vivenciar experiências inenarráveis, mas que te trazem tamanha satisfação que nem importa mais se o objetivo principal foi concretizado exatamente como planejado.

Um grande desafio que podes viver é aquele que te transforma diante de pessoas. Aceitar pessoas que não são nada cordiais é um belo exemplo de como somos flexíveis e como podemos nos superar diante situações inicialmente impossíveis.

Se mova, viver é estar em constante movimento!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Não importa em quem você votou, sua ideologia política ou se você acredita se atualmente está como você gostaria ou não.

Antes de levantar sua opinião sobre política, se responda a essa questão: o que você faz pra viver num mundo melhor?

Isso sim faz a diferença, não as diferenças de opinião.

Pense nisso!

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto

Estamos vivendo a época do reclamar, onde as pessoas se conscientizam de seus direitos e esquecem de seus deveres.

Observam o erro do outro e se esquecem do espelho.

É mais fácil se sentir confortável sabendo que alguém, em algum lugar, tem dificuldades diferente das suas, ao invés de se tornar uma pessoa melhor.

Enxergar o que há de bom em tudo, é pra poucos...

Cotidiano Filosófico
Inserida por gustavogatto