Crônica Humorística

Cerca de 326 cronica Crônica Humorística

Ser carioca

Ser carioca é ter bom humor
Ser praiano e estar de bem com a vida
Curtir o maracá nos fins de semana
E passear com a família

Ser carioca é tomar aquele chopinho gelado
Após mais um dia de trabalho
E nas manhãs de sábado sempre ir à feira
Para ver os amigos num dia de bobeira

Ser carioca é ser extrovertido
Contar boas piadas e ler um bom livro
Gostar das coisas certas, nunca ser malandro
E na sua ginga sempre ser comedido

Ser carioca é conhecer o pão de açúcar
E os pontos turísticos de toda a cidade
Ver o Cristo e a floresta da tijuca
Os cinemas, os teatros e muitos bailes.

Ser carioca é acreditar em Deus
Ser amigo e educar os filhos seus
Amar todos os dias a mesma mulher
Ir à igreja e ajudar sempre que puder

Djalma CMF
Inserida por 81024673

Ainda sobre o senso de humor da vida, me peguei pensando naquela frase que diz: “Um amigo me chamou pra cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui.”
A citação é da Clarice Lispector, mas o sentimento que move tanta energia, é de pessoas comuns, que em algum momento da vida se agigantaram quando tomaram a simples decisão de salvarem o mundo.

No início elas mal sabiam qual caminho deveriam tomar. Por algumas oportunidades até pensaram em desistir, mas num momento de distração, viram diante de si a oportunidade de iniciarem as atividades, justamente salvando o dia do próximo, mais próximo. Custou pouco. Algumas vezes, apenas uns minutos de ouvidos atentos. Algumas trocas de olhares em silêncio. Ou, talvez, apenas um abraço sem pedido e nem pretensão maior que a de fazer o bem, sem olhar a quem.

Existem aqueles dias nos quais a gente sente que nem deveria ter saído da cama. São tantos desencontros entre as nossas vontades e os resultados obtidos, que só conseguimos reforçar o desejo de ficarmos em casa e assim evitarmos qualquer tipo de situação que venha a nos aborrecer ainda mais.

Mas a vida é uma caixinha de surpresas. Quem um dia se desiludiu amorosamente e jurou de pés juntos que nunca mais se entregaria aos encantos da paixão, tempos mais tarde veio a descobrir que, assim como (bem) disse a Fernanda Mello: ”(...) quando a gente para de acreditar em “amor da vida”, um amor pra vida da gente, aparece”.

Quem um dia perdeu a fé em si mesmo, afirmando para os quatro cantos do mundo que não passava de um peso morto, um dia se viu como a única pessoa capaz de estender a mão para ajudar justamente quem mais agarrou a chance de lhe humilhar. E assim semeou nobreza em forma de humildade.

Tenho aprendido que a gente floresce de dentro para fora. Que aos poucos a gente vai se aproximando de quem verdadeiramente somos. E que um dia – cada um no seu ritmo – chegaremos no ponto mais alto de nós mesmo e então respiraremos macio por termos nos tornado, finalmente, gente grande.

07-02-2015

Jorge Nicodemos
Inserida por JorgeNicodemos

Ainda sobre o senso de humor da vida, me peguei pensando naquela frase que diz: “Um amigo me chamou pra cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui.”
A citação é da Clarice Lispector, mas este sentimento que move tanta energia, pertence ás tantas pessoas comuns, que em algum momento da vida se agigantaram quando tomaram a simples decisão de salvarem o mundo.

No início elas mal sabiam qual caminho deveriam tomar. Por algumas oportunidades até pensaram em desistir, já que imaginavam que a salvação só poderia vir por meio das obras grandiosas, mas num momento de distração, viram diante de si a oportunidade de iniciarem as atividades justamente salvando o dia do próximo, mais próximo. E o resgate custou pouco: Algumas vezes, apenas uns minutos de ouvidos atentos aos desabafos de quem se expandiu tanto que já não cabia mais em si. Outras vezes, por meio de algumas simples trocas de olhares em silêncio, mas inundadas de respeito e compreensão. Noutras, apenas um abraço apertado antecipado ao pedido e sem pretensão maior que a de fazer o bem, sem olhar a quem.

Existem aqueles dias nos quais a gente sente que nem deveria ter saído da cama. São tantos desencontros entre as nossas vontades e os resultados obtidos, que só conseguimos reforçar o desejo de ficarmos em casa e assim evitarmos qualquer tipo de situação que venha a nos aborrecer ainda mais.

Mas a vida é uma caixinha de surpresas. Quem um dia se desiludiu amorosamente e jurou de pés juntos que nunca mais se entregaria aos encantos da paixão, tempos mais tarde veio a descobrir que, assim como (bem) disse a Fernanda Mello: ”(...) quando a gente para de acreditar em “amor da vida”, um amor pra vida da gente, aparece”. E então a espera passa a fazer sentido.

Quem um dia perdeu a fé em si mesmo, afirmando para os quatro cantos do mundo que não passava de um peso morto, um dia se viu como a única pessoa capaz de estender a mão para ajudar justamente quem mais agarrou a chance de lhe humilhar. E assim semeou pelo mundo, nobreza em forma de humildade.

Eu tenho aprendido que assim como as plantas, a gente também floresce. E também de dentro para fora. Aprendi que para despertarmos a consciência do quanto ainda podemos crescer - e todos nós podemos -, precisamos apenas valorizar cada uma das nossas tantas miudezas. E as alheias, também!

Aprendi que aos poucos nos aproximamos de quem verdadeiramente somos. E que não precisamos ter pressa, porque o fim da linha sempre levará a nós mesmos. Aprimorados. E todos nós podemos sim assumir o posto de super-heróis e assim salvarmos o mundo. Mas é preciso ter em mente que as maiores e mais altas construções existentes, um dia tiveram seu inicio por baixo.

Eu tenho a esperança de que um dia, cada um de nós possa chegar no ponto mais alto do seu amadurecimento, para então respirar macio por ter se tornado - finalmente - gente grande

Jorge Nicodemos
Inserida por JorgeNicodemos

Nem sempre levanto de bom humor, com uma pele linda e reluzente. Nem sempre consigo fornecer sorrisos e bons fluídos ao meu próximo na proporção que deveria.
A vida ás vezes é meio malandra, incerta e nem um pouco cômoda. Cansei de querer acertar o passo a todo custo. Caminhar em linha reta nunca foi meu ponto forte, até na escrita cambaleio, me dou ao luxo de escorregar, de desafiar as letras com toda a minha angústia de errante e aprendiz de boa moça.
Todos os dias me esforço, faço votos que eu consiga absorver apenas as lindezas que me rodeiam, peço a fada madrinha que não me iluda com falsas poções de otimismo, pinto as divergências com ironia e danço pra não me sentir uma múmia.
Claro que também acerto, sei me fingir de estátua quando o mundo parece rodopiar. Minha maior qualidade é carregar a verdade nos ombros e algum brilho no olhar... mesmo quando tudo desmorona.

tiger boss
Inserida por TIGRES

O Tempo...

Amigo ou inimigo?!
Depende.
Depende da situação
Depende do dia
Depende do humor
Depende do que se faz ou do que se fez...
Depende até da idade.
O tempo é capaz de dizer muitas coisas...
Dizer sobre o quanto é importante o perdão ou o arrependimento; o quanto um erro te levará ao acerto.
Não se pode ignorar o tempo em relação ao futuro, apenas porque o presente lhe proporciona certas vantagens.
Não se ri da idade de alguém mais velho cujo o tempo levou a juventude, pois é o tempo quem dirá se chegarás ou não nesta idade.
Aproveitar o tempo da melhor forma possível ainda é a melhor dica para conhecer-se a si mesmo e crer que ninguém domina o tempo.

Lia Andrade
Inserida por LiaAndrade1

Para mim, não faz muita diferença se você está de bem com a vida ou de mau humor..

Já que para as pessoas felizes cara feia é sinônimo de festa ( ou de fome), estou sempre sorrindo, mesmo com os pés machucados de tanto tropeçar..

Nem sempre o meu caminho foi suave, muito menos com
brisa leve...
Engana-se com meu sorriso escancarando, eu cresci com as perdas, as portas quebradas, o telhado caindo na cabeça..
fugindo da briga...

Perdendo o que eu mais amava..

É eu cresci vendo o circo pegar fogo,
os anos se passando.

Apenas, busquei respostas, e não encontrando..
não deixei de viver, aprendi a conviver com a dor.
Não aprendi nada com os anos,
Estou aprendendo com os desenganos.

Mas eu me vingo do tempo, sorrindo, e acreditando..
nos meus sonhos..são muitos.!

Não importa o que pensem ao meu respeito,
Novamente me vingo sorrindo, eu acredito que o meu sorriso é minha maior defesa..
Acredito em sonhos, às vezes ultrapasso,
os meus limites.

Eu sei...

Não importa a dor do momento, nem as lembranças amargas, nem os temporais porque são passageiros..
Também sei que depois do inverno a primavera chega radiante, explêndida com tudo o que pode ter de
LUZ, de sol, de flores..

E a primavera já está chegando.

Eu sorrio mais uma vez para enganar a dor, para poder levantar-me
depois das quedas..
e ter forças para escalar minhas montanhas...

..

Sonia Solange da Silveira ssolsevilha Poetisa do Cerrado
Inserida por ssolsevilha

Eu sou assim mesmo,
Transparente, mau-humorada, cheia de manias esquisitas, um tanto paranóica e desconfio de palavras mal ditas, me magoo com facilidade e as vezes sou insulportavel, reclamo, xingo, ignoro.
Mas isso tudo não é ruim, pois apesar de eu ser assim, eu sou verdadeira, não finjo rir só pra não estragar o clima.
Tudo depende se você tem pressa ou não, pra olhar pra mim com clareza.

Tamara Machado
Inserida por tamaragot

Casamento: Trabalhando as Diferenças.
Deus tem um bom senso de humor. Se não, nunca teria juntado pessoas tão diferentes na instituição sagrada que chamamos "casamento".
O introvertido casa-se com a "vida da festa"; o "dorminhoco" se junta àquela que acorda com os pássaros; ele esmaga o tubo de pasta de dente; ela faz carinho no tubo para persuadir a pasta a sair; ele coloca o papel higiênico para sair de cima, ela de baixo; ele quer tirar férias nas montanhas, ela na praia; ele gosta de churrascarias, ela adora comida chinesa; ele expressa amor através de atos de serviço; ela quer ouvir as palavras "Te amo"; ele quer dormir com a janela aberta e o ventilador ligado, mesmo no inverno; ela usa 2 cobertores mesmo com a temperatura 35 graus.
Infelizmente, nem todos acham graça nas diferenças que existem em todos os casais. Pior, às vezes diferenças como estas levam alguns casais à conclusão de que são incompatíveis. Logo nos primeiros anos de casamento ficam desiludidos, frustrados, decepcionados. Não tem que ser assim. Para valorizarmos a individualidade de cada um, precisamos entender o propósito divino por trás das diferenças entre nós. Além disso, precisamos aprender a aproveitá-las para tornar o casamento ainda mais forte.
Deus chamou o homem e a mulher para se completarem, não para competirem! Por que as diferenças? Para entendermos este "senso de humor divino" que une pessoas tão diferentes, precisamos voltar para o estabelecimento do casamento dentro do plano de Deus.
Em Gênesis 2.15-24 descobrimos alguns princípios importantíssimos que explicam por que o ditado opostos se atraem é verdade para tantos casais.
1. O homem precisava de ajuda para realizar sua tarefa no jardim. Quando Deus fez o homem e o colocou no Jardim do Éden, deu-lhe a tarefa de cuidar e cultivá-lo (Gn 2.15). Mas logo em seguida Deus declarou que a situação do homem sozinho não era bom (2.18). Esta é a única vez em 6 dias de criação que Deus fala que algo não era bom. Em outras palavras Deus disse "Não dá! O homem não consegue realizar tudo que eu quero na Terra. Está faltando alguém." O que faltava era a mulher, Eva. Em Gênesis 2.18b e 20 ela foi chamada de auxiliadora idônea. Infelizmente muitos têm torcido estes termos para fazer da mulher-esposa uma espécie de capacho automatizado. Nada pode ser mais longe da verdade.
O termo auxiliadora não significa escrava, alguém para lavar sua roupa e fazer sua comida. A mesma palavra hebraica foi usada de somente uma outra pessoa no Velho Testamento, o próprio Deus! Deus é nosso auxílio (Sl 33.20), amparo (Sl 115.9-11) socorro (Os 13.9) e ajuda (Dt 33.7). Em outras palavras, Ele socorre os seres humanos na hora das suas maiores necessidades.
Seria difícil imaginar um termo mais nobre. Pela sua graça, Deus colocou um representante de Si mesmo ao lado de cada casado, um auxílio e amparo que socorre e ajuda em todas as necessidades. Assim é a esposa para o homem e, por implicação, o homem para sua esposa.
2. Deus criou a mulher para completar o que faltava no homem, e vice-versa. O outro termo, idônea, literalmente significa conforme o seu oposto. Em outras palavras, a mulher corresponde ao homem mas também completa o homem. Ela é o que ele não é, faz o que ele não faz, supre o que ele não tem, e vice-versa. Assim como os dedos de duas mãos se entrelaçam, homem e mulher juntos fecham as respectivas falhas na vida de cada um.
Como aproveitar as diferenças? Infelizmente demorei um pouco para perceber que diferenças contribuem para a saúde do casamento. Cedo no nosso casamento fiz de tudo para criar minha esposa na minha própria imagem (Deus nos ajude!). Gosto demais de fazer longas listas de afazeres; minha maior paixão na vida é de colocar um “X” ao lado de uma tarefa já feita. (Sou tão obsessivo que às vezes faço uma tarefa que não consta na minha lista, e depois de feita escrevo-a na lista de afazeres, só para ganhar mais um “X”!) A minha esposa não é tão neurótica assim. De fato, fora o deslize de ter se casado comigo, as pessoas acham ela normal. Mas nos primeiros anos do nosso casamento pensei que ela precisava ser mais organizada (apesar do fato de que eu esqueço mais que ela).
Tentei convencê-la da necessidade de escrever tudo numa linda lista de afazeres, como eu fazia. Não deu em nada, graças a Deus! Foi quando comecei a perceber que nunca queria casar-me comigo mesmo. Escolhi minha esposa pelo fato de ela ser diferente de mim. Lembro-me de um outro erro machista que cometi. Imaginava que, como varão eu tinha que cuidar das finanças familiares, apesar do fato da minha esposa ser muito mais econômica e atenciosa a detalhes financeiros. Depois que eu soltei um bom número de cheques sem fundo, inclusive para o governo federal, concluí que nosso casamento seria bem mais forte se ela cuidasse desta área. (É difícil cultivar um casamento sólido quando um cônjuge está na cadeia!) E descobri que aproveitar das áreas fortes da minha esposa não era uma ameaça a minha masculinidade.
Um dos segredos de um bom casamento não é que os dois eliminam as diferenças entre si com o passar do tempo. A chave é saber trabalhar as diferenças! Um exemplo da biologia ilustra este princípio. Dizem que quanto mais diversificados os genes, mais forte se torna a espécie. Isso pelo fato de que quando dois animais com genes semelhantes cruzam, tendem a reforçar as fraquezas na espécie. Mas a diversidade genética enriquece e fortalece a cria, pois genes prejudiciais são contrabalançados por genes bons. O casamento é assim também. O casal esperto sabe aproveitar as diferenças entre si para ministrar um para o outro justamente nas áreas de fraqueza ou falha.
Por exemplo: Uma esposa extrovertida ajuda seu marido tímido em situações onde ele se sente desconfortável; Um marido que não enxerga bem à noite deixa que sua esposa dirija o carro de volta para casa; Uma esposa com muita capacidade de discernimento usa seu “sexto senso” para advertir o marido contra maus negócios; Um marido perfeccionista ajuda sua esposa ativista a melhorar a qualidade de seu serviço; Uma esposa compassiva amolece a rigidez do seu marido que tem gênio forte; Um marido menos acadêmico conta com a ajuda da sua esposa estudiosa para preparar sua aula de escola dominical.
Poderíamos multiplicar os exemplos, mas o ponto está claro: O casal sábio aprende cedo a trabalhar as diferenças entre eles para fortalecer e não enfraquecer seu lar. Este casal sabe que as diferenças foram criadas por Deus não para criar competição, mas sim complementação em casa. “Quando sou fraco, então ela é forte” e vice-versa. Foi um bom senso de humor divino que fez o casal assim. É bem melhor dar risada às diferenças entre nós do que discutir sobre elas.
Agora só preciso aprender a enrolar o tubo de pasta de dente de baixo para cima. Mas será que consigo achar um bom restaurante chinês nas montanhas?

MGT
Inserida por Tcheco

Sou uma
mulher de fases.
Dias acordo virada pra lua
e de bom humor
Outros...
Viajo no inferno e
adormeço sem olhar o céu .
O certo é que vivo!
Certo,torto,nem sei...
Mas exatamente do meu jeito.
Se é doce
amargo
mel ou
fel ...
Vai depender do dia, do luar e do que
me atiçar a gula.
É que eu não nasci pensando em merecer pouco!
Meu instinto primata sempre foi e sempre será:
Eu mesma!

Paula Monteiro
Inserida por Paulamonteiro

Um é pouco dois é bom e eu já fui longe demais.

Mal amada, mal humorada ou mal educada?
É sutil a diferença, motivo pelo qual, no mais das vezes, essas pessoas conseguem ganhar a tríplice coroa.
Se você trabalha com atendimento público deve estar sempre disposta a dar um sorriso, ainda que nem tudo esteja correndo às mil maravilhas.
Quem está recebendo esse serviço não está pedindo favor nem deve participar dos sues problemas.
Às vezes eu tenho vontade de enfiar o dedo no olho... de gente que me atende mal.
O assunto foi sugerido por Amanda Palma.
Tão educadinha e gentil que às vezes dá até raiva.

Marinho Guzman
Inserida por marinhoguzman

Que a semana seja para você, um início de vida Inteiramente Azul.
Que o mau humor e as coisas ruins fiquem bem longe de você.
Que possa comemorar cada novo dia e aceite cada momento como um presente especial da vida.
Que possa declarar, demonstrar e receber muito amor.
Que sonhe e voe cada vez mais alto, e alcance seus sonhos!
A busca da felicidade é uma constante...
Embora o poder da gente se esbarre no medo. O medo de arriscar nos torna vulneráveis. Nos priva da felicidade, de nossos sonhos.
Dê razão a sua existência, tenha desejo...Tenha sonhos e tente realizá-los...
Viva, e seja você sempre, afinal, você existe...

Amigo não é aquele que aponta caminhos... Caminha com você!
Não é somente aquele que ouve o que você tem a dizer, Fala com você!
Não é aquele que enxuga suas lágrimas, Chora com você!
Não espera um sorriso, Sorri com você!
Não deseja um abraço, Abraça !
Não deseja ser amado, Ama com você...

Para os felizes, 7 motivos
Para os tristes, mais 7 dias
Para a esperança, 7 novas manhãs
Para os sozinhos, 7 chances
Para os ausentes, 7 culpas
Para o pessimista, 7 riscos
Para o otimista, 7 oportunidades
Para a terra, 7 voltas. Para a vida....Tudo!

Faça de cada dia desta semana um dia especial!
Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla.
Pense: Minha flor está lá, nalgum lugar...

Antoine de Saint-Exupéry
Inserida por EmOutrasPalavras

Perdoa os meus dramas, as palavras que não disse, os sentimentos que não demonstrei, o meu humor variável e os meus defeitos exagerados.

A vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como você conheceria a felicidade se nunca passasse pelas fases tristes?

Tati Bernardi
Inserida por carlinharios

Coração cigano

Uma linda melodia,
Eu fiz um dia,
Para uma linda menina.

Um toque de humor,
Afastando todo o temor,
Matando o medo com amor.

Peguei em sua mão,
Mostrei-lhe o meu coração,
Retirei toda solidão,
Iluminei e apaguei a escuridão.

O som do piano,
Coração cigano,
Um jantar romântico,
Fiz-te lembrar dos nossos planos.

Se for sonho não me acorde,
Se for verdade só me ame,
Deixe nos lençóis seu perfume,
Escute a melodia que fiz somente para você.

Kaio Sena
Inserida por KaioSena

Minha idade mudou, os anos passam
meu humor e minha determinação
jamais mudará.
Sou o que sou por meus avós e meus pais,
e imensamente melhor por meus amados filhos.
Na vida terrena faço tudo que posso para ser feliz,
mesmo que minha maneira não seja compartilhada por muitos,
porém meu eu está em equilíbrio. eu me amo.

altairtico
Inserida por Altairtico

Meditação do dia 10/11/2016

Tenha o bom senso de entender que seu senso de humor faz parte do seu caráter, e que não é porque todos estão rindo também necessita estar com os dentes arreganhados para agradar A ou B, muito menos indagando a todo minuto o motivo de seu silêncio. Apenas respeite a escolha de cada um.

Ale Villela
Inserida por Alevillela

Eu sou aquela mulher estressada, mas bem humorada.
Ignorante, mas sensível.
Durona, mas frouxa.
Fria, mas sentimental.
Grossa, mas chorona.
Eu sou aquele vazio cheio de tudo, que possui um coração de pedra...
Mas que se desfragmenta quando é tocado com amabilidade e verdadeira vontade de nele estar.

Denise Fraga Loba
Inserida por fragaloba

Ela é ela, que por si só já diz muito!
Ela é absolutamente linda. É estranhamente bem humorada. É confusamente simples. É admiravelmente dedicada. É deslumbrantemente desajeitada. É extraordinariamente amável. É facilmente compreensiva. É perdidamente louca. É inexplicavelmente única, porque ela é ela… E é incrível como ela é tudo para mim! Ela é tudo que tenho de melhor na minha vida… Ela é o meu dia e a minha noite. Ela é a minha vontade de chegar a casa depois de um longo dia de trabalho. Ela é o meu refúgio. Ela é o meu melhor “bom dia”, mesmo naqueles dias em que a chuva se ouve e o humor torna-se cinzento. Ela é toda a simplicidade de abraços longos, de olhares sinceros. Ela é a inacreditável mulher com melhor sorriso alguma vez visto pela humanidade. É o meu presente e o meu futuro. É quem faz a minha vida brilhar. É quem dá impulso à vontade de nunca ficar satisfeito. É quem dá valor sem ter que perder. Ela é a minha melhor amiga, a minha confidente, a minha paixão, o meu amor… E eu sou o homem mais sortudo por ter ao meu lado uma mulher assim. Sou o cara mais feliz por ter o privilégio de todos os dias conquistar uma mulher assim..

Gustavo Aschar
Inserida por guhaschar

Um encontro de Paulo Freire e Ariano Suassuna e a aula-espetáculo dada por Ariano sobre a amizade:

Outra boa história, desta vez protagonizada por brasileiros, também traduz muito bem o significado da amizade. Ela é narrada pelo mestre paraibano Ariano Suassuna em suas famosas aulas-espetáculo, em que o escritor conta “causos” deliciosos a respeito de suas amizades. Um deles tem como personagem o educador Paulo Freire, um amigo queridíssimo de Suassuna. O escritor revela que, certa vez, encontrou Freire num evento e, muito saudoso – fazia muito tempo que não se viam -, correu em desabalada carreira para abraçá-lo, e o fez de forma efusiva, festiva e carinhosa. Como era um evento de grande porte, vários fotógrafos e cinegrafista da imprensa presenciaram o encontro, mas não tiveram tempo suficiente de escolher os melhores ângulos registrar as imagens espontâneas e comoventes dos dois mestres. Pediram então a Suassuna que repetisse a cena do abraço fraternal. Perplexo com a solicitação, o criador de "O Auto da Compadecida" – famoso pelo senso de humor e pela sinceridade – rebateu em seu sotaque inconfundível: “Ó ómi, onde já se viu? Então será possível representar amizade e afeto? Só se eu fosse ator! Como não sou, não posso fazer a cena de novo, não. Vocês me desculpem.” Nessa oportunidade, Suassuna deu uma aula-espetáculo sobre a amizade, sentimento desprovido de qualquer representação, fingimentos e farsas.

Gabriel Chalita, in Pedagogia do Amor

“Sou a ironia que a tristeza necessita todo dia. A realidade sádica, onde é preciso ter maldade até pra colocar bondade em prática. Onde o humo-sarcástico estafa argumentos sensatos, que no irônico talvez não alcaçasse este singelo aflorar pela vida,[...] pelas coisas.”

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha
Inserida por ByCoelhinha

“Cale-se diante de conversas patéticas aonde não te leva a nada e nem acrescenta algo no seu cotidiano. Afaste-se de intrigas, se possível fique longe de pessoas invejosas. Aproxime-se de quem quer o seu bem como se fosse o dela e que precise de você o quanto você precisa dela.”

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha
Inserida por ByCoelhinha