Coleção pessoal de SabrinaNiehues

1 - 20 do total de 2137 pensamentos na coleção de SabrinaNiehues

Qual o problema em ligar de madrugada?
Qual o problema em dizer que te amo quando estou bêbada?
Qual o problema em sentir medo é ser covarde?
O que há de errado em querer teu bem? Em querer-te?
Eu lamento não ser quem você desejou, mas sei que posso te fazer feliz.

Sabrina Niehues

Pregue no mural do seu quarto aquelas pequenas fotos nossas, e aquelas simples poesias que fiz pra você. Cole no seu espelho aquela letra de música que eu adoro. Olhe o seu reflexo inexpressivo e vazio, e então sinta a minha falta. E então me procure.

Sabrina Niehues

O Universo me espanta e não posso imaginar que esse relógio exista e não tenha um relojoeiro.

Raul Seixas

A formiga só trabalha porque não consegue cantar.

Raul Seixas

Gayana

O amor que vive em mim
Vou agora revelar
Este amor que não tem fim
Já não posso em mim guardar

Eu amo muito você
Eu amo muito você
Eu não vou mais me calar
Eu não vou mais esconder
Este segredo guardado
Bem lá no fundo do peito
Eu amo muito você
Eu amo muito você
Não adianta fugir
Não adianta fingir
Já me cansei de sofrer
Por não poder lhe dizer

Eu amo muito você
Eu amo muito você
Nem me interessa saber
Se alguém vai condenar
O meu amor é maior
Do que a terra e o mar
Maior que o céu e as estrelas
Maior que tudo que há

E se um dia eu me for
Para onde deus me levar
Mesmo assim, meu amor
Com você vai ficar

Caetano Veloso

Meu destino não traço
Não desenho, desfaço
O acaso é o grão-senhor
Tudo que não deu certo
E sei que não tem conserto
Meu silêncio chorou, chorou...

Caetano Veloso

Seu orgulho tão sério
Um grande estardalhaço
Pro meu velho cansaço.

Caetano Veloso

Você não se deixou ficar
No meu emaranhado
Foi parar do outro lado
Do outro lado de lá, de lá...

Caetano Veloso

O amor é uma memória
E nestes últimos dias, quando a iniquidade surpreende
O verdadeiro amor fala!

S.O.J.A.

Eu
não
quero
mais
viver
neste
inferno
!

Sabrina Niehues

Sinto muito, mas eu prefiro me drogar
Do que ver a minha família morrer

The 1975

Ontem
Todos os meus problemas pareciam tão distantes
Agora parece que eles vieram pra ficar
Oh eu acredito
No passado
De repente
Não sou metade do homem que costumava ser
Existe uma sombra pairando sobre mim
Oh ontem
Veio de repente

The Beatles

Ontem eu tive um sonho. Estava com um garoto na Europa. Em qualquer cidade daquele lugar, num lugar bem lindo. Garoto inteligente, falava bem o inglês e eu mal sabia de português. Eu mal sabia quem eu era, sabia só que queria viver, e ao mesmo tempo tinha medo das lembranças que ficariam para trás...Não tinha medo do futuro, nem do presente, apenas medo das lembranças que aflorariam quando eu estivesse longe...
Nós viajávamos o mundo, e nesse lindo sonho eu perdi pessoas que deixei para trás, pessoas que um dia foram tudo o que tive. Eu perdi contatos, amizades e momentos. E eu aprendi que a vida vinha no auge de sua sabedoria, e que em breve fim teria. E que agora eu era livre, e literalmente sozinha. O mais triste é morrer só, sem ninguém para chorar minha morte. Sem ninguém que vá cuidar de meu corpo, que tudo nessa vida sentiu. Nesse sonho eu era feliz e triste ao mesmo tempo. Eu havia conquistado o que queria, porém não aquele amor, não exatamente aquela vida. Estava nos lugares mais bonitos que a Terra criou, porém a felicidade não me acompanhava, mesmo estando em paz e em boa companhia. E eu não sabia se a tristeza era a família, os amigos, ou aquele amor. Eu só parecia saber que a tristeza estava sempre presente dentro de mim, independente da pessoa que estava comigo e do chão que eu pisava. Por fim, não havia conquistado nada além de um sopro de vida!

Sabrina Niehues

É tão horrível dizer "seja feliz!" a alguém que se ama, quando se quer dizer dizer "vem ser feliz comigo". Pois é horrível sentir que não sou capaz de fazer alguém feliz... não alguém que ama outro alguém.

Sabrina Niehues

Olho para as letras no teclado à minha frente. Não sei o que escrever, pois só há vazio aqui dentro. Já digitei umas letras antes das outras, errando então as palavras. A questão é que nem meus dedos me respondem mais, nem eles têm mais forças, assim como meus pulmões que, parados no tempo, se cansam de respirar. Assim como meu coração que, parado no tempo, se cansa de apanhar. Assim como os meus olhos que nunca pararam de olhar, agora se fecham em pedido ao descanso eterno. Assim como minha mente, que grita à todo o meu corpo o quanto ele está imóvel diante de tudo o que está errado. Respiro profundamente, e parece que ainda falta ar. Meus dedos aqui neste teclado clamam por palavras, quaisquer palavras que possam, juntas, gritar o que sinto, ou o que deixo de sentir. Palavra qualquer que explique o vazio, todo o meu vazio. Significado. Qual o significado da vida humana? Nenhum.

Sabrina Niehues

O silêncio
Da noite
Do dia
Da minha vida
Daquelas tardes
Daqueles dias
Aquele que me consumia
Aquele que tudo gritava
Com olhos de poço sem fundo
Aquele que tudo olhava
Para um mundo tão doente
Se assustava
Desejava tanto sair dali
Desejava tantas coisas
Tudo se esgota
Quando recomeça
Eu me pergunto de onde vem a força
Porque eu não sei
O que fazer com esse silêncio!

Sabrina Niehues

Vocês levantam de suas camas todos os dias;
Vocês fazem coisas repetitivas todos os dias;
Vocês se cansam disso todos os dias, e todos os dias desejam mudar, mas não mudam;
Vocês lêem frases de auto ajuda para se manterem firmes;
Vocês odeiam seus trabalhos;
Vocês estão cansados de viver.
Mas vocês não desistem, por medo do desconhecido, que mais cedo ou mais tarde conhecerão.
Assim como eu, vocês não conseguem ver sentido nisso.
É por cansaço e tristeza que beijarei a morte mais cedo.

Sabrina Niehues

Sair da cama todos os dias é um insuportável desafio. Creio que com o passar do tempo eu tenho me acostumado a viver como máquina. Horários programados pra tudo. Trabalhar... às vezes é agradável, em outras eu desejo simplesmente ficar em casa. Dormindo, fazendo nada. A única coisa que eu almejo é ser rica e viajar o mundo inteiro. Nada mais me parece interessante nesse planeta.

Sabrina Niehues

Eu saio pra passear
Sou cercado por algumas crianças brincando
Eu posso sentir suas risadas, então porque eu desanimo?

Pearl Jam

Todo o amor tornou-se mal
Transformou meu mundo em escuridão

Pearl Jam