Coleção pessoal de MelaniaLudwig

1 - 20 do total de 2351 pensamentos na coleção de MelaniaLudwig

As lágrimas da Colombina
são as nossas lágrimas
em todos os nossos carnavais
Lágrimas que se engavetam
em cada máscara...

melanialudwig

Melanialudwig

FESTA NO CÉU

E a lua
como uma aresta da alma
sorrindo se acalma vendo o anoitecer...
Vem com seus sonhos querendo
fazer uma festa no céu acontecer...

mel

melanialudwig

Hoje termina o horário de verão
todo cuidado é pouco
com o que fazer nesta hora a mais
pode dar um baita azarão
por um motivo meio louco
não seremos o mesmo jamais...

melanialudwig

POR FAVOR


Se algum dia eu me perder de você
Por favor me procure e me traga de volta
Porque sem você eu não saberia retornar
nem reconhecer a nossa porta...
Não permitas que a minha alegria se desvaneça.
Se notares que isto esteja acontecendo comigo,
por favor, me sacuda, até que ela reapareça,
pois ela é minha fonte de vida
e meu maior abrigo...

melanialudwig

melanialudwig

AMOR OCULTO

Ah se você soubesse
O que sinto no meu peito
Mas isto não lhe merece
Porque já não tem mais jeito

Foram tantas mágoas contidas
Acumuladas por anos a fio
Choro e lágrimas sentidas
Por um amor que foi desafio

Só em saber que por perto estava
De tremores meu corpo se debatia
E você nunca sequer me notava
Por outra de amores morria


Intermináveis anos foram passando
Sem que solução alguma houvesse
Seu caso de amor foi crescendo
E meu sentimento virou prece

Agora que com ela já não vive
Descobriu esse meu amor imenso
Mas num casulo tanto eu o contive
Que o prazo de validade está suspenso.

melanialudwig

melanialudwig
Tags: melanialudwig

QUATRO ESTAÇÕES

Como pode acabar assim de repente
Um amor tão ardente, tão imenso?
Foi o tempo de todas as estações
Num verão na praia nos conhecemos
De paixão avassaladora nos devoramos.

No outono como as folhas das árvores
Que aos poucos no chão vão caindo
Despimos nossos puros sentimentos
Cada um desfolhando o outro
Em íntimas confissões nos conhecendo

No inverno de gelados ventos
De noites frias e calor ausente
Numa cabana de amor nos protegemos
Abraçados frente a lareiras acesas
Noites e noites de prazeres vivemos

A primavera veio cheia de alegria
Com flores coloridas nos enfeitamos
O perfume envolvendo nossos corpos
Dentro de nós jardins de margaridas
Abraços e beijos com gosto de felicidade

Novamente veio o verão intenso
Naquela praia em que nos conhecemos
Fomos comemorar esta doce união
Entre um mergulho e outro amor fizemos
Numa onda sinistra você de mim se desprendeu.

Melania Ludwig

melanialudwig

A IMENSIDÃO DO AMOR (soneto)

Falar deste amor imenso
Que corre em nossas veias
Seria como contar o extenso
Trabalho da aranha em suas teias

Imensuráveis são os sentimentos
Quando de verdades são esculpidos
Amor é o maior dos alimentos
De impurezas está despido

Um sentimento inconfundível
Para dele viver desprovido
E para a paz imprescindível

É cantado em prosa e poesia
De existência indiscutível
Amor que a humanidade desafia

melanialudwig

melanialudwig

NOSSOS SONHOS

Como balões coloridos
que pelo alto se vão
são os sonhos de vida
que saem do coração
vão subindo...subindo
às vezes sumindo...
Temos que segurá-los
com teimosia fixá-los
nos nossos objetivos
e evitar que se distanciem
antes que os esquecemos.

melanialudwig

melanialudwig

Boa noite com poesia

PARALELOS

Nas noites de lua cheia
há quem vire lobisomem
Nas noites estreladas
os encantos nos consomem...

Nas barrancas do rio
os homens contam histórias
Nas barrancas da vida
elas ficam em nossa memória...

Nos bancos da praça
os idosos descansam
Em volta dos bancos
brincam felizes crianças...

No mourão da porteira
o peão conta a boiada
No mourão da varanda
uma rede abandonada...

Na estrada de terra
a poeira o vento levanta
Na estrada do pensamento
o sonho a gente acalanta...

Nos olhos do pequenino
a pureza está presente
Nos olhos do maldoso
o veneno da serpente...

Nas madrugadas do boêmio
o compromisso desaparece
Nas madrugadas frias
meu amor me aquece...

melanialudwig

melanialudwig

VARANDO A MADRUGADA

O teu silêncio
me diz tanto
que nem quero ouvir
se abrires a boca...

melanialudwig

melanialudwig

O amanhã, do meu jeito

Bem assim, do meu jeito
o amanhã eu aceito.
Junto apenas sentimentos
dos quais me alimento.
Sigo em frente
na busca de gente
que ama o que a vida
lhe convida...

melanialudwig

Bom dia amigos queridos!!!

melanialudwig

Este rio agonizante outrora
Com as chuvas se recuperou
E estar junto dele agora
Minha alegria também voltou...

mel - ((*_*))

melanialudwig

Estou aqui no meu quintalzinho, só com a luz da tela do meu celular. Em volta, escuridão total!
Lembrei-me das pessoas cegas, que sequer veem uma cor, uma imagem ou a luz do dia.
Gratidão Senhor pelos meus olhos que amanhã poderão ver o amanhecer!

melanialudwig

O que somos nós?

Somos luz e esquecemos de iluminar
somos amor e esquecemos de perdoar
somos união e esquecemos como conviver
somos bençãos e esquecemos de agradecer
somos mortais mas esquecemos de viver...

mel

melanialudwig

A você que
com seus versos me desperta
com suas rimas me balança
com suas entrelinhas me alerta....e
com suas estrofes me põe na dança
desejo uma noite de melodia que descansa...

melanialudwig

melanialudwig

FIM DO DIA

Hoje este bucólico anoitecer
Onde nem o vento sussurra
Desperta saudades indecifráveis
Sentimentos de longínquas rasuras
Amarelados pelo passar dos anos
Como documentos há tempo guardados
É aquela hora em que todo dia
A luz da rua ainda não foi acesa
E dentro de casa já se faz penumbra
Um momento que dura pouco
Mas faz uma reviravolta no coração
O peito meio amargurado entristece
Só passa quando finalmente escurece.

melanialudwig
09/02/2017

melanialudwig

Você e Eu

Eu quero te abrigar
todos os dias te aconchegar
seja noite ou seja dia
quero a tua companhia

faça chuva ou faça sol
teremos o mesmo farol
no inverno ou no verão
nos daremos proteção

além do alcance do olhar
a esperança haverá de estar
e nesta nossa harmoniosa união
pulsará tranquilo cada coração

melanialudwig

melanialudwig

NA MADRUGADA

Dos pensamentos absurdos
Surjem as idéias fantásticas
Em longas noites taciturnas
Parimos lembranças dramáticas.

Dormindo ficamos inertes
Ausentes de nossos sentimentos
Perdemos a intuição que adverte
Distanciamos nossos pressentimentos.

A madrugada insone é propícia
Para deixar emergir livremente
Alforriando de qualquer malícia
Nosso algemado subconsciente.

Acordados em plena solidão
Podemos rasgar nossa alma
Em sua profunda amplidão
E ajeitar tudo com calma.

melanialudwig

19/01/2017

melanialudwig

...e aos 65 escrevo o que dá na telha
tenho apelido do fruto da abelha
não me importo com o que pensam de mim
e siga comigo quem estiver afim...

melanialudwig

melanialudwig

Desejo a todos:

Que nunca nos falte
a vontade de voar
a capacidade de andar...

Que nunca nos falte
a humildade de perdoar
o desejo de sonhar...

Que nunca nos falte
cores ao nosso olhar
o ar para respirar...

Que nunca nos falte
alguém para abraçar
a força para levantar...

Que nuncas nos falte
a vontade de viver
amor para agradecer...

mel - ((*_*))

melanialudwig