Coleção pessoal de LEANDROCK

1 - 20 do total de 1154 pensamentos na coleção de LEANDROCK

Sempre preferi aqueles que admiram mais aos outros do que a si. Não por desamor, não por auto-estima decadente. Mas é que essa coisa de se auto-massagear nos trava. Nos tira de um ciclo de evolução. Faz com que fiquemos a estabelecer comparações constantes.
Gosto de quem tem ciência da própria desimportância. Me encanta essa gente que vai buscar nas diversas fontes do universo um sentido para a fome da alma. Que produz mais dúvidas do que conclusões. Me apego a quem seduz sem afirmar ‘sou’, muito menos ‘tenho’; mas que diz ‘vamos descobrir’. Ahhhh, descobrir o mundo a dois.
Que meus passos sejam guiados pelo mistério. Que meus erros escrevam meus manuais. Meu corpo, tão passageiro, sendo apenas instrumento para descobrir o gosto que viver tem.
No fim, aqueles que admiram aos outros mais que a si, tornam-se admiráveis por gostarem mais de pessoas do que de reflexos.
Que eu evapore e você solidifique. Mas, quando juntos, sejamos água transparente. Molhando e deixando embaçado o espelho na nossa frente.

Fábio Chap
21 compartilhamentos

Perder a viagem

Você pede ao patrão para sair mais cedo do trabalho, pega um ônibus lotado, vai para um consultório médico que fica no centro da cidade, gasta seus trocados, seu tempo e seu humor, e, ao chegar, esbaforido e atrasado, descobre através da secretária que sua hora, na verdade, está marcada para semana que vem. Sinto muito, você perdeu a viagem.

Todo mundo já passou por uma situação assim, de estar no lugar errado e na hora errada por pura distração. Acontecendo só de vez em quando, tudo bem, vai pra conta dos vacilos comuns a qualquer mortal. O problema é quando você se sente perdendo a viagem todos os dias. Todinhos. É o caso daqueles que ainda não entenderam o que estão fazendo aqui.

Estão perdendo a viagem aqueles que não se comprometem com nada: nem com um ofício, nem com um relacionamento, nem com as próprias opiniões. Estão sempre flanando, flutuando, pousando em sentimento nenhum, brigando por idéia nenhuma, jamais se responsabilizando pelo que fazem, pois nada fazem. Respirar já lhes é tarefa árdua e suficiente. E os dias passam, e eles passam, e nada fica registrado, nada que valha a pena lembrar.

Estão perdendo a viagem aqueles que, em vez de tratarem de viver, ficam patrulhando a existência alheia, decretando o que é certo e errado para os outros, não tolerando formas de vida que não sejam padronizadas, gastando suas bocas com fofocas, seus olhos com voyeurismo, sem dedicar o mesmo empenho e tempo para si mesmo.

Estão perdendo a viagem aqueles preguiçosos que levam semanas até dar um telefonema, que levam meses até concluir a leitura de um livro, que levam anos até decidir procurar um amigo. Pessoas que acham tudo cansativo, que acreditam que tudo pode esperar, que todos lhe perdoarão a ausência e o descaso.

Estão perdendo a viagem aqueles que não sabem de onde vieram nem tentam descobrir. Que não sabem para onde ir e nem tentam encontrar um caminho. Aqueles para quem a televisão pode tranqüilamente substituir as emoções.

Estão perdendo a viagem aqueles que se entregam de mão beijada às garras do tédio.

Martha Medeiros
255 compartilhamentos

Amizade de verdade não tem nada a ver com se ver todo dia, conversar toda hora, ser da mesma família ou morar na mesma cidade. Amizade verdadeira é ficar muito tempo sem se ver e quando se encontrar, ter a mesma cumplicidade de sempre. É se ver todos os dias e o assunto nunca acabar. É gostar de usar seu tempo com a pessoa. É perceber quando o outro precisa de você. Amigos de verdade se conhecem tão bem, que ás vezes nada precisa ser dito, um simples olhar fala tudo. É rir, chorar, desabafar, compartilhar.

Amizade de verdade é quem levanta sua auto estima quando parece que o mundo virou as costas. É quem te liga pra saber de você, pra saber como você está, se você precisa de alguma coisa. Amizade verdadeira é muito mais do que sentar numa mesa, beber e dar boas risadas. Amizade é companheirismo, mas não é apenas companheirismo. Amizades de verdade se baseiam em afeto, carinho, sinceridade e respeito. Principalmente respeito. Saber respeitar o outro, suas decisões, seus medos, seu tempo. Existem amigos que não tem absolutamente nada a ver com o outro, que se tivessem que dividir a mesma casa provavelmente um jogaria o outro pela janela, mas que possuem uma relação de afeto e respeito tão verdadeiro, que ser diferente um do outro acaba sendo vantagem.

Amizade de verdade é saber ouvir e principalmente, saber falar o que precisa ser dito. É reconhecer os méritos, parabenizar pelas vitórias e apoiar nas derrotas. Amigos de verdade não sentem inveja (nem que seja a tal inveja boa), não querem ter o que é do outro. Eles querem compartilhar as coisas boas, viver os bons momentos, aproveitar coisas boas juntos. Quem é amigo de verdade está junto, mesmo morando a 800 km de distância. E quem não é amigo, prova todo dia que pode morar no apartamento da frente, te ver todos os dias, ligar cinco vezes por hora e mesmo assim não merecer compartilhar da sua vida. Tenho amigos de verdade, bem poucos mas tenho. Espero estar sendo uma amiga de verdade para eles e espero não perdê-los. Amigos de verdade não vem e vão, eles chegam e permanecem.

Cheyane R. Costa
408 compartilhamentos

Dos ficantes aos namoridos

Se você é deste século, já sabe que há duas tribos que definem o que é um relacionamento moderno.

Uma é a tribo dos ficantes. O ficante é o cara que te namora por duas horas numa festa, se não tiver se inscrito no campeonato “Quem pega mais numa única noite”, quando então ele será seu ficante por bem menos tempo — dois minutos — e irá à procura de outra para bater o próprio recorde. É natural que garotos e garotas queiram conhecer pessoas, ter uma história, um romance, uma ficada, duas ficadas, três ficadas, quatro ficadas... Esquece, não acho natural coisa nenhuma. Considero um desperdício de energia.

Pegar sete caras. Pegar nove “mina”. A gente está falando de quê, de catadores de lixo? Pegar, pega-se uma caneta, um táxi, uma gripe. Não pessoas. Pegue-e-leve, pegue-e-largue, pegueeuse, pegue-e-chute, pegue-e-conte-para-os-amigos.

Pegar, cá pra nós, é um verbo meio cafajeste. Em vez de pegar, poderíamos adotar algum outro verbo menos frio. Porque, quando duas bocas se unem, nada é assim tão frio, na maioria das vezes esse “não estou nem aí” é jogo de cena. Vão todos para a balada fingindo que deixaram o coração em casa, mas deixaram nada. Deixaram a personalidade em casa, isso sim.

No entanto, quem pode contra o avanço (???) dos costumes e contra a vulgarização do vocabulário? Falando nisso, a segunda tribo a que me referia é a dos namoridos, a palavra mais medonha que já inventaram. Trata-se de um homem híbrido, transgênico.

Em tese, ele vale mais do que um namorado e menos que um marido. Assim que a relação começa, juntam-se os trapos e parte-se para um casamento informal, sem papel passado, sem compromisso de estabilidade, sem planos de uma velhice compartilhada — namoridos não foram escolhidos para serem parceiros de artrite, reumatismo e pressão alta, era só o que faltava.

Pois então. A idéia é boa e prática. Só que o índice de príncipes e princesas virando sapo é alta, não se evita o tédio conjugal (comum a qualquer tipo de acasalamento sob o mesmo teto) e pula-se uma etapa quentíssima, a melhor que há.

Trata-se do namoro, alguns já ouviram falar. É quando cada um mora na sua casa e tem rotinas distintas e poucos horários para se encontrar, e esse pouco ganha a importância de uma celebração.

Namoro é quando não se tem certeza absoluta de nada, a cada dia um segredo é revelado, brotam informações novas de onde menos se espera. De manhã, um silêncio inquietante. À tarde, um mal-entendido. À noite, um torpedo reconciliador e uma declaração de amor.

Namoro é teste, é amostra, é ensaio, e por isso a dedicação é intensa, a sedução é ininterrupta, os minutos são contados, os meses são comemorados, a vontade de surpreender não cessa — e é a única relação que dá o devido espaço para a saudade, que é fermento e afrodisíaco. Depois de passar os dias se vendo só de vez em quando, viajar para um fim de semana juntos vira o céu na Terra: nunca uma sexta-feira nasce tão aguardada, nunca uma segunda-feira é enfrentada com tanta leveza.

Namoro é como o disco “Sgt. Peppers”, dos Beatles: parece antigo e, no entanto, não há nada mais novo e revolucionário. O poeta Carlos Drummond de Andrade também é de outro tempo e é para sempre. É ele quem encerra esta crônica, dando-nos uma ordem para a vida: “Cumpra sua obrigação de namorar, sob pena de viver apenas na aparência. De ser o seu cadáver itinerante".

Martha Medeiros
1.1 mil compartilhamentos

Oração dos Desesperados

Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar as coisas que não posso aceitar e a sabedoria para esconder os corpos daquelas pessoas que eu tive que matar por estarem me enchendo o saco.

Também, me ajude a ser cuidadoso com os calos em que piso hoje, pois eles podem estar conectados aos sacos que terei que puxar amanhã.

Ajude-me, sempre, a dar 100% no meu trabalho...
- 12% na segunda-feira,
- 23% na terça-feira,
- 40% na quarta-feira,
- 20% na quinta-feira,
- 5% na sexta-feira.

E... Ajude-me sempre a lembrar, quando estiver tendo um dia realmente ruim e todos parecerem estar me enchendo o saco, que são necessários 42 músculos para socar alguém e apenas 4 para estender meu dedo médio e mandá-lo para aquele lugar...

Que assim seja!!!

Viva todos os dias de sua vida como se fosse o último.
Um dia, você acerta.

Desconhecido
1.9 mil compartilhamentos

há dias em que nos sentimos imbatíveis. Com ou sem erros primários o que interessa mesmo é não sofrer gol.

Leandrock
1 compartilhamento

"Você pode viver repleto de pensamentos positivos e proclamar diariamente todos os seus sonhos mais lindos para o Universo, mas, mesmo assim, com certeza, ele não irá te escutar. Nós só conseguimos conversar com ele através de nossas crenças inconscientes. São elas que precisam ser transformadas para que ele se torne nosso grande parceiro. E isto, meu amigo, só é possível com o uso de Mantras. Com conversa jamais..."

Gilson Chveid Oen
1 compartilhamento

“Eu não tenho idade, tenho vida!”
Só envelhecemos de fato, quando nos fechamos para a vida e para o novo. Por isso que eu não tenho idade, tenho vida!
Cada ano que passa aprendo a lidar melhor com ela...e quando mais aprendo mais ela me preenche...nos últimos 365 dias, levantei e fui cumprir com as minhas obrigações. Curti intensamente esses dias com pessoas maravilhosas, que amo muito. Com as que estão bem pertinho. E com aquelas que estão longe. Que no meio desse caminho realizei um sonho e conheci a “Terra do Nunca”. E lá conheci outras pessoas muito maravilhosas, me decepcionei com outras que mal conhecia, mas a vida continuou bela. Que voltei em segurança e vi o sol nascer “No País das Maravilhas”, e hoje vários e-mails e scraps... mensagens da família e de amigos que mesmo estando longe ainda nutrem por mim carinho especial. E tantos telefonemas, whats up, e abraços... há essa foi a melhor parte do dia, muitos abraços, de variadas intensidades, expressividades e cheiros... foi lindo!
E que completo quase três décadas com muita felicidade e orgulho de quem sou.
Por isso digo que hoje é meu aniversário. E o que se sente nesse dia não se explica. Nem se deve explicar… É celebração da vida!!!
Um Feliz Aniversário par mim!
Uma feliz Vida pra nós!

Luh Oliveira
1 compartilhamento

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-los
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos

Uma só idade para a gente se encantar com a vida
e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo nem culpa de sentir prazer

Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida
à nossa própria imagem e semelhança
e sorrir e cantar e brincar e dançar
e vestir-se com todas as cores
e entregar-se a todos os amores
experimentando a vida em todos os seus sabores
sem preconceito ou pudor

Tempo de entusiasmo e de coragem
em que todo desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda a disposição de tentar algo novo,
de novo e de novo, e quantas vezes for preciso

Essa idade, tão fugaz na vida da gente,
chama-se presente,
e tem apenas a duração do instante que passa ...
... doce pássaro do aqui e agora
que quando se dá por ele já partiu para nunca mais!

Geraldo Eustáquio de Souza
19 mil compartilhamentos

"O TEMPO NÃO PARA"

Estou envelhecendo, ou como diria os mais otimistas: "ficando mais experiente". rs. Após esses 31 anos de Lutas, entre vitórias e derrotas, sorrisos e lágrimas, eis-me aqui. De coração sincero, reconheço a importância de tantas pessoas queridas em minha vida. Seria difícil citá-las aqui correndo o risco de esquecer alguém, portanto agradeço a Deus, neste dia, a vida de cada um.

"Carrego-os em meu Coração"

Gostaria também de partilhar este "meu dia" com todos aqueles que nem sequer são reconhecidos como gente, aqueles que estão a margem da sociedade, nos "becos e vielas nesta selva de pedra". Sinceramente, a amizade de vocês, a minha família, e tudo que Deus proporciona a mim todos os dias, me é o suficiente. Portanto, farei um pedido à aqueles que gostariam de me presentear para além de vossas essenciais amizades. Assim sendo, fariam-me muito feliz se cada um, que assim puder e quiser, nestes dias, enxergasse a essas pessoas aí perto de você, e as ajudassem de alguma maneira, seja com um cobertor, um pedaço de pão, ou um sorriso antecedendo a um abraço.

Por fim, agradeço por me presentearem com vossas vidas, e em cada ato de carinho!

Paz e Amor a todos nós!

Melquíades Alves
1 compartilhamento

Pare de idealizar seu amor em vez de encontra-lo.
O amor não é sempre como um raio, as vezes é só uma escolha.
Talvez o amor verdadeiro seja uma decisão, decisão de correr um risco com alguém.
Dar-se, sem se preocupar se irão dar algo em troca ou magoar você ou se é a pessoa certa.
Talvez o amor não seja algo que aconteça, talvez seja uma escolha.

Uma pequena probabilidade, para Deus, é certeza absoluta.

Estar apaixonado não é quando tudo fica lindo. É quando todos as outras ficam feias.



Não quero ser sua escolha, quer ser sua única opção...

E hoje, estou eu aqui, agradecendo a Deus, rogando e pedindo a Ele que continue dando a você a sabedoria e graça que você tem, que nunca tire de você esse sorriso carismático que encanta a todos, essa sinceridade incomparável...

Enfim...
Estou pedindo a Deus que conserve você em vida no mínimo enquanto eu viver!
Pois a vida sem um amigo como você seria muito mais que difícil...
Quase impossível!

Então aqui estou eu...
Dando a você meus parabéns, por ser exatamente aquilo que preciso, na hora exata que preciso...
Deus te abençoe!
E continue cuidando de você como tem feito até aqui!
E espero algum dia poder retribuir tudo o que você tem transmitido a mim!

Felicidades!
E que tenhamos muitos e muitos anos de amizade pela frente para compartilhar!
50

leandrock
1 compartilhamento

Porque eu e ele somos iguais : ansiosos , dramáticos e emotivos , cheios de música e poesia e com uma carência de amor e carinho que nunca é suprida e talvez por isso jamais daríamos certo . Diferente de nós já que você é simples , eu sou composta , eu sou dramática e exagerada e você realista e cheio de lógica . Você me dá nos nervos com suas criancices e eu te irrito com minhas metáforas que você não entende . Você reclama de mim e eu de você . A gente briga mais do que tudo , mas a reconciliação é sempre uma festa . A gente se ama e se odeia na mesma proporção incrível , que desafia sua lógica e não cabe na minha poesia .Nós não conseguimos viver um sem o outro, admita isso .

Audrey Cullen

Se os opostos se atraem eu não sei
Prefiro simplesmente dizer
Que eu não consigo entender
Como eu posso gostar de você

Alessandro Igor
11 compartilhamentos

Dois complicados, complexos e totalmente opostos. Mas ela tem alguma coisa que te faz voltar. E você, por incrível que pareça, tem algo que não deixa ela ir.

Lo, lolo, Lohanny
24 compartilhamentos

Ele vinha, ela ia. Eram opostos que se esbarraram na estrada da vida, e sonharam, planejaram. Ela buscava sempre de forma fria ser realista, e ele lindamente sonhava. Eram bons um com o outro, e sabiam andar de mãos dadas, mesmo que os caminhos nem sempre fossem os mesmo. Ele calmaria, ela furacão. Louca, paciente. Ela era noite, ele dia. Eram sorrisos, noites sem fim, depois calmaria. Eram danças e deitar na grama, sorvete e azul do céu. Ela sempre amarga, ele mel. Ele beijo molhado ela abraço apertado, ela escandalosa ele calado. Eram amigos e confidente, mas nem sempre viviam contentes. Tinham problemas, mas quem não tem, até que num desses chega o desdém. Ela vinha, ele ia. Não mais juntos, porém mais unidos. Eram cúmplices e muito amigos. Existia amor, e devoção, e a inexperiência os deixava no chão. E assim seguiram, pelo caminho. Mas jamais soltaram as mãos.

Andressa Cunha
29 compartilhamentos

Os opostos se preservam mais. Sabendo das diferenças, cuidam para não ferir o outro na briga.

Fabrício Carpinejar
108 compartilhamentos

“Eles são muito diferentes. Gênios opostos, eu diria. Mas tem algo em comum. A liberdade. O desapego. O medo da entrega. Quem sabe ficando juntos encontram uma solução. Bem que podia né? Ela sempre pensou assim: “Pra ficar do meu lado tem que ser melhor que minha própria companhia. Eu tenho que admirar.” E ele me parece um pedaço daquilo que a vida tem de mais charmoso. Ele não faz planos ou promessas, só surpresas, te ensinou a gostar de surpresas. Ele é diferente.”

Tati Bernardi
186 compartilhamentos

Compartilho meu sonho para 2015. Em vez de chamar sua mente discursiva, falo de coração com a vida misteriosa que agora encara essa tela. Desejo que voltemos das férias muito cansados. Não renovados, não dispostos: exaustos!

Cansados de carregar o dia inteiro para dentro de cada noite, de trazer nosso passado por trás dos olhos, ano após ano, encardidos de certezas sobre a vida, acumulando experiências, incapazes de soltar e dizer para a pessoa que acabamos de encontrar: “Oi, prazer, acabei de chegar…”

Cansados de compartilhar frases de sabedorias que não sabemos praticar. Cansados de falar mal dos outros, sem reconhecer que vemos fora o que temos dentro. Cansados de tentar o caminho do controle, como uma mosca batendo no vidro, de novo e de novo, sem desconfiar que talvez não seja uma boa ideia condicionar o brilho de nosso olho ao movimento de outros olhos. Cansados de ser tão repetitivos, monotemáticos, tão nós mesmos.

Cansados de nos ocupar, como se relaxar fosse errado. Cansados de buscar o sucesso e temer o fracasso, não importa o quão refinado seja o nosso jogo. Cansados de ceder ao ciúme do outro, de fazer cafuné em seus hábitos negativos, de negociar com cada aflição que nos tiraniza. Cansados de aceitar migalhas de alegria.

Cansados de desejar tanta mediocridade para nós mesmos, como se fossem aspirações elevadas (“Que eu passe no concurso! Que eu me case! Que eu viaje bastante!”), quando poderíamos mirar no céu: “Que minha simples presença possa beneficiar mais e mais pessoas!”

Cansados de confundir nossa bolha com a realidade, sem perceber que os seres não caminham pelo nosso mundo: cada um deles está no centro de um outro mundo. Cansados de reagir e reagir e reagir e reagir, sem nunca estalar os dedos. Cansados de se cansar tão facilmente.

O problema é que a gente não se esgota o suficiente — só 50% não leva à transformação. As coisas só tem o poder de nos cansar porque nós ainda não nos cansamos delas. Lembro de um retiro com o professor Alan Wallace listando as causas desse desgaste sem saída até culminar com força, como se falasse em caixa alta, seco, preciso, cortante: “BASTA!”

É um gesto radical que rompe o loop de sofrimento, parecido com o de Chögyam Trungpa, que virou até caligrafia na entrada de sua casa: deveríamos aprender a proclamar um gigantesco e definitivo “Não” para nossa confusão autocentrada.

Que possamos interromper nosso falatório incessante. Que possamos enfim parar. Começando agora!

No grande cansaço, nessa completa desistência, bem quietos, deitamos. Daqui a pouco um ser brincante, desses completamente livres, vai nos levantar pelo braço: “Venha! Há muito trabalho para quem não mais se cansa.”

Gustavo Gitti
1 compartilhamento

A maioria das catástrofes pessoais/emocionais que eu tenho conhecimento tem um 'q' de escolhas erradas.

Sim, senhoras e senhores: ESCOLHAS ERRADAS!

Ai vocês param e pensam: "- lá vem o Bruno, com suas teorias malucas e pensamentos filosóficos..."

Tudo bem, eu aceito!
Mas os convido para uma reflexão conjunta, sem correção de textos ou palavras difíceis, puro e no duro.

Primeiro, temos as pessoas como um 'cartão de visitas'. sim, eu quero chegar naquela festa com aquela moça de cabelos sedosos, dentes que parecem mentex e seus lindos olhos esmeraldianos!
Já adentraria o local, junto à mulher mais linda que alguém poderia ter com status de 'o cara mais fodão do universo', mas mal sabem que , talvez, seria eu o maior perdedor.

Perdedor por estar a ponto de cometer o maior erro da maioria nós, sim, MAIORIA! e não me venha com churumelas impressionistas sobre que o que importa é a beleza interior e blablabla... Que eu sei que não é verdade.

SEMPRE nos importamos com a beleza externa, o que é uma pena...

Aprendemos, desde muito novos, a vangloriar o ego e usar ele da forma mais errônea possível e, em nenhum momento, ouvimos falar de honra!

Honra: é julgamento que determina o caráter de uma pessoa exatamente: se ou não a pessoa reflete honestidade, respeito, integridade ou justiça.

Honra é sabermos gostar de nós mesmos e nos orgulharmos por fazer a coisa certa, valorizar o certo e , às vezes (mesmo que poucas) receber as melhores energias gratas por isso.

Na maioria das vezes, estamos entre aquela super gata que estamos com muita vontade há tempos, com um corpo exuberante e que chama a atenção por onde passa e entre aquela pessoa que faz de tudo pra te fazer bem, e o que , na maioria das vezes escolhemos? De verdade, sem novelismo global, o que você escolhe? eu te respondo, o 'cartão de visitas'.

Longe de mim dizer que se você é muito gata ou gato é uma péssima pessoa, se soou assim meus sinceros perdões, mas é que a felicidade está presente SEMPRE em nossas escolhas, SEMPRE!

Mas a infelicidade também está...

Eu tenho uma amiga que ama ter um cara ao seu lado, o cara faz por ela o que nunca fez por ninguém... dá o jeito dele pra estar ao lado dela, se vira nos 30 pra conseguir ao menos levá-la na porta do trabalho pra ter certeza da segurança dela, e ela? ela AMA isso... mas vira e mexe tem um 'amigo' no whatsapp dela, onde ela sacia seu ego com romances de textos e carinhos profundos...

'Meu boa noite com uma fungada no cangote' dizia um;
Ela, por sua vez, se vangloriava a outro com um torcidas de amigas, torcendo por ela e pela beleza do tal rapaz: 'fulana te acha lindo, sempre fala de você sempre pergunta porque não fico mais com você...'

Não amigos, isso não é errado!

Errado é prender alguém que te quer tão bem.
O preceito de felicidade talvez esteja nas escolhas dela, total nas escolhas dela e ela desperdiçou... e hoje lamenta.

O velho clichê de escolhermos alguém que seja nossa parceira ou parceiro de vida está ai, e vai vos assombrar pela eternidade, nossa fraqueza ocular e física pelo belo (e não é o cantor, por favor rs) nos destrói em uma bifurcação entre a paz e o desejo.

Vocês devem estar se perguntando, qual foi minha dica para a tal amiga né? pois bem, eu a indiquei a lealdade PESSOAL!

Lealdade pessoal é quando você é leal a pessoa, você não a prende por seu bel-prazer e a liberta, pois tem outras vontades, de escolhas erradas, ou talvez até mesmo certas... mas, escolhas!

Eu mesmo, costumava sair pelo mundo colecionando amores, porém, eu tive um aprendizado longo e na carne, de colecionar energias boas... O homem é feito de sua memória e sem ela, ele não é nada! O valor de um homem se constrói no que ele viveu e aprendeu.

Li uma vez que há três coisas que nunca voltam atrás: O disparo efetuado, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.

Seja o que forem, porquê forem, sejam HONRADOS em suas escolhas!

Se você for um varredor de rua, seja o MELHOR VARREDOR DE RUAS DO MUNDO, varra as ruas como se fosse Beethoven compondo, Da Vinci pintando ou Sheakspare escrevendo, um dia as pessoas virão e dirão: " por aqui passou o melhor varredor de ruas do mundo!"

Vos escrevo porquê me sinto uma pessoa leal e honrada, e não tenho nenhum orgulho disso! Até porque não é algo que eu me esforço pra ser, só é caráter.

Afinal...

BONITINHAS(OS) vão e vem, PARCEIRAS(OS) ficam!

Adorável Cafajeste
1 compartilhamento

Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.

Hamilton Wright Mabi
729 compartilhamentos