Carta de Despedida

Cerca de 495 carta de Despedida

Despedida

Havia sorriso em toda casa
Na sala jogavam com muitos risos
e cartas nas mãos
Anoiteceu novamente o clarão do dia
que se despontava no horizonte
Ainda a continuar com risos constantes
e cartas nas mãos
Mais tarde um adeus ,quando apenas
dizia até mais
Pouco tempo se passou e escuridão
envadiu-se o dia ...
Passaros voavam sobre a casa
do riso de antes
Que tinha cartas nas mãos
Sozinho disse adeus
Pássaros pretos voavam
anuciando sua partida.

Maria Lucia Silva Oliveira
Inserida por tudoazul

Acordei com uma ligação de despedida...com o coração apertaado,espero que ela saiba que eu só não chorei agora por não ter mais o que chorar,acho que o dia hoje vai ser no mínimo tenso,como posso evitar pensar em você?não tem como,tudo, absolutamente
TUDO de mim tem um pouco de você.
Mas vamos em frente! Nossos caminhos já se separaram tantas vezes...mas como já dizia Vinicius de Moraes:

"Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você"

todos os caminhos me encaminham para você...nós duas sabemos muito bem disso.Escreve o que eu estou falando,um dia não sei daqui a quanto tempo,mas um dia nós vamos nos casar!Meu ideal de felicidade é você,tudo de mais lindo na minha vida está ligado a você,resumindo...EU TE AMO,e vou te amar por todos os dias da minha vida,não importa quanto tempo você demore,e se você não voltar...ai minha filha eu vou atrás de você!!Tudo vai dar certo para nós duas,eu só espero que o tempo passe rápido,não esqueça de mim...me promete que vai voltar,pq eu já prometi que vou te esperar.

Lorena Costa
Inserida por lorenacosta

CARTA DE DESPEDIDA

Aos amigos novos e aos antigos que permanecem presentes (ainda que ausentes), meu muito obrigado por me ajudar a compor a história da vida real que mais se confunde com ficção de tantas emoções que vocês, talvez até melhores que eu, sabem descrever. Obrigado por tudo que é compartilhado, raivas, risos, conhecimento, pontos de vista, teimosias, toda sorte de sentimentos, vivências, transmissão de pensamento...é uma sintonia só..rsrs!!

A você que apareceu no dia exato, balançou as estruturas da pequena sertaneja e que até hoje não sei ao certo definir o tipo de relação que temos, só tenho uma coisa a dizer: Você é o cara e eu te adoro (independente do vínculo estabelecido).

A quem partiu e não se despediu, meu Adeus e foi bom te conhecer!!

Esse ano vivi tantas experiências, alcancei praticamente todos os objetivos estabelecidos, mesmo assim foi, digamos que, um ano turbulento.
Vi amizade transformar-se e limitar-se a um “Tá tudo bem?” somado a contatos previsíveis quando necessário e vi um “Tá tudo bem?” transformar-se gradualmente em amizade. Foi um longo ano e ao mesmo tempo fugaz, foi um período de adaptações nem sempre exitosas mas gratificantes. Um ano de mudanças, de julgamentos, de incertezas/indecisões e de decisões!!

E mesmo sabendo que nem todos os destinatários dessas palavras a lerão...com essa “carta” finalizo tudo que ficou mal resolvido em 2011...esperooO ;)

Qualquer semelhança com a nossa relação não é coincidência. Esse texto não é uma indireta e sim direta a destinatários não identificados e cada trecho é dirigido a pessoa(s) específica(s) que fizeram toda diferença.

Só mais uma coisa, você que teve paciência de ler até o final, não pense: “Lídia, você é louca de expor sua vida assim?”. Não, num sou não. Só foi dito o que deve(e pode) ser dito e isso é só uma coisinha que eu quis fazer para me DESPEDIR DE 2011 lembrando de alguns aprendizados importantes: Acolha seus sentimentos(por Cilene) porque o sucesso é ser feliz(por tia Bag) e se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi(por Roberto Carlos)!!

Feliz 2012 (a nós)!!!!

Lídia L.B. Leite
Inserida por LidiaLucia

Vida rouca, outra ida, despedida,
Lida leve, vida vévi,
Se cuida.... como eu nao me cuido,
que eu vivo,
Como der ou como posso,
Mas como posso?
Vivendo no Osso, nos destroços,
De uma vida antes viva agora véu,
Véu preto, Luto !!
Mas nao deixo de lutar,
De olhar o luar, imaginar, sonhar...
E há de melhorar,
Um dia,
Manhã branda, fogo intenso,
TUDO eh tenso !
Penso,
E isso basta, antes que troque de casca,
Canto e escrevo nesse inverno,
Curto esse frio eterno,
Nessa vida linda e curta,
A qual eu curto e quase surto !

]Renato Broz

Renato Broz (O Dom Quixote pós moderno)
Inserida por renatocervantes

O que seria morrer?

O fim da alma ou do corpo?
Uma nova vida ou um vivo morto?
Uma despedida ou uma chegada?
Um caminho aberto ou encruzilhada?

Talvez um começo, talvez um fim
Que sabe folha seca ou ate mesmo jardim
A libertação do espírito, a prisão de um ser?
O adeus definitivo ou o ate mais ver?

O que seria morrer então?
Nascer em outro mundo ou voltar para o mesmo em uma outra geração?
Seria uma pergunta ou uma solução?
Querendo ou não é assim que tem que ser, diante de tantas dúvidas todos nós vamos morrer.

Azurra
Inserida por azurra

Despedida

Meu amigo, hoje é o nosso ultimo dia juntos
sei que não nos encontraremos mais
e se nos encontramos não será mais como antes.
lembraremos da "zuera", dos choros, da amizade.
Quando estou só, sempre me lembro de você sorrindo,
quando a vida me ensinou a chorar voce estava la perto
me dizendo: força cara !
Hoje me sinto aliviado, pois a cruz de minhas costas foi retirada por suas maos há algum tempo.
Muito Obrigado .

Diego Balduino Rodrigues
Inserida por Djack

Ainda carrego no peito o vazio de nossa despedida, sei que já era o momento e nada mais restava a fazer.
Mas ainda recordo com saudades de nossos momentos, você brincando na chuva e sorrindo para mim, conversas na madrugada, guerra de travesseiro, banhos juntos no chuveiro.
Tenho ainda na boca o sabor dos seus beijos e em minha pele ainda resta um pouco do seu doce cheiro.Então resolvo dormir, esperando outro dia surgir e um novo amor quem sabe meu coração descobrir!
Sergio Fornasari

Sergio Fornasari
Inserida por sergiofornasari

Romã Partida!

A despedida…
É uma romã partida,
que sobra gomos
para todos os lados.
Gomos de saudades.
Gomos de solidão.
Gomos da ausência.
Gomos da desilusão.
Gomos de um doce amor,
que não existe mais.
Mas que lateja vermelho
desejando ser consumido.
Gomos do desejo.
De uma gula e de um querer.
E que vai perdendo a cor.
Se não a chupa.
A come.
A devora!
A despedida…
É uma fruta, que se partiu…
Ainda linda para ser consumida.
E que está jogada às traças!

Dayse Sene
Inserida por daysesene

Despedida
Autoria: Dayane Ribeiro - trecho da coletânea de contos Apenas Ensina-me
-Quando foi a última vez que dançamos?
-Puxa... Faz tempo. Acho que em nosso casamento.
-Ah, sim! Eu me lembro... Você estava lindo, com o rosto sorridente.
-Eu estava feliz, acabara de ganhar na loteria.
-Alguém precisa lhe ensinar o que é loteria! Você tem uma ideia estranha sobre isso.
-Sete mil e novecentos dias que conheci e amei você, isso foi o que vivi ao seu lado, na alegria, na tristeza, quatro meninos lindos... Não são estas coisas que me fazem um homem de sorte?
-Creio que aos olhos de Deus, te faz abençoado.
-Então não discuta loteria comigo, eu sei o que digo.
-Que música dançamos em nosso casamento? - ela retomou o primeiro assunto.
-Moonlight Serenade.
-Então, me abrace e finja que ela está tocando, feche os olhos e imagine-se de volta, reviva esta alegria.
Assim ele o fez, e, enquanto estavam abraçados, de olhos fechados, com suas mentes no primeiro dia deles como marido e mulher, Sílvia partiu.

Dayane Ribeiro
Inserida por dayanascimento

SAUDADE PRECOCE

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Bastará seu silêncio como despedida;
vestirei esse flanco perfeito pra mim;
seu olhar delineia o começo do fim,
mas não posso entendê-lo como fim da vida...

Se terá que ser não, responderei que sim;
já me parte a certeza de sua partida;
caio nesta saudade que não tem saída,
numa dor de quem quebra uma rocha no rim...

Calarei o que sinto e seguirei sem drama;
ruminar as vivências em tristes lembranças
é a sina indelével daquele que ama...

Solidão é meu mundo sem teto nem chão;
velhas asas me chamam pra outras andanças
onde os pés buscam sonho de nova paixão...

Demétrio Sena - Magé-RJ.
Inserida por demetriosena

A dor da despedida é uma das mais doídas,
mas a dor da saudade essa dói de verdade.
Então vem a dor da solidão,
que aperta o coração.
Tem a dor da ingratidão,
causa lágrima de emoção.
Por isso o melhor remédio
para qualquer tipo de dor,
e tomar diariamente muitas dose de amor.
Sergio Fornasari

Sergio Fornasari
Inserida por sergiofornasari

UMA BREVE DESPEDIDA



Sorriu um sorriso maroto
Disse um até breve
E se foi...
Sabia que no dia seguinte
Era inevitável o reencontro

Seus olhos também sorriram
Num apertar acompanhado
Do alargar dos lábios
Como fazia todos os dias
Quando se despedia

Me acostumei tanto à cena
Que já nem mais aplaudia
Simplesmente devolvia o sorriso
No balançar da cabeça
Firmando um compromisso

Quando o sol surgiu na alvorada
Acordei com os trinados da passarada
E aguardei como todo dia
A sua chegada no quintal
Para o rotineiro bom dia

As nuvens esconderam o sol
E a chuva não tardou a cair
Pensei com meus "botões"
Que o frio outonal era o culpado
Pelo atraso no seu chegar

O dia se arrastou fechado
Tristonho e melancólico
E sem me dizer o motivo
Ao nosso encontro faltou
Pela primeira vez

Eu, sem saber o que fazer
Pude perceber a importância
Na falta do seu bom dia
E da monótona rotina
Me vi conservadora

Já ao anoitecer veio a notícia
De que o seu sorriso se fechou
E o seu bom dia se calou
Seu até breve se fez longo
E o dia seguinte...aguarda

(Nane-02/04/2015)

Nanevs
Inserida por Nanevs

MADRUGANDO

Noite indo embora...Nunca estou preparada para essa despedida! Gosto de sensações mornas.. preguiçosas.. lentas! Assim, vou sugando tudo com muito sabor!
Madrugada chegando...Mansa, no porte, classuda...
Sempre na mesma batida! Confesso que ela me fascina!
Tenho a nítida sensação de mistérios me envolvendo...
De um mergulho profundo, no desconhecido!
Verdadeira expedição nesse emaranhado noturno!

SoninhaBB
Inserida por SoninhaBB

Despedida
Triste é a despedida...
De dois corações partidos...
Triste é a despedida...
Se enganam os que pensam que na despedida parte também o amor...
Que tudo morre...
Que nada resta...
Enganam-se os corações partidos!
Para o amor não existe despedida...
Para o amor não existe partida...
Os corpos se foram...
Mas ficou o sonho...
Sonho vivo de ser feliz...
De renascer em outros braços a felicidade...
Que em vida...
Não foi vivida...
Adormecerei agarrado a saudade..
Querendo apenas sentir a tua magia e encanto...
Hoje, a dor me consome o peito...
Sufoca meus desejos...
Faz meus olhos chorar...
Busco recordações dos momentos em que você foi todo meu encanto.
E amanhã...
Somente o desencanto...
De um amor...
Intenso...
Imenso...
infinito...
Tatuado no peito...
Onde a dor da saudade e me faz lembrar...
Nossa despedida...

Neide Souza
Inserida por neideaflordapele

À DESPEDIDA AO TEATRO

Um dia, quis ser ator de teatro
E voar tão alto
Onde não se pode enxergar
Quis ser filho pródigo da arte
Quis subir ao palco
E subestimar o mundo
Como criança infame
A concepção pecadora de enlear tal arte
Me valeu sorrisos irônicos
De cruéis comediantes
Que se esquivam em virtudes ensaiadas
Hoje o teatro vaia minhas pretensões
E eu, tão pouco mudado
Tenho apenas alto os meus sonhos
Interpreto na vida o trágico sentido
Que exaspera o pensamento
No porvir que é motejante encalço do silêncio
E deixa tolas as vaidades incessantes
Num remediar meus costumes inconscientes

Ah! minh´alma teatral e desonesta...
Quer ser arte e não ser artista
Quer ser fonte e não ser nascente

Ah! minh´alma teatral e desonesta...
Já me priva meu anseio
E padeço estupidamente
Numa cidade sem sonhos

Esmeraldo
Inserida por rhdosreis

A despedida

Me despeço do sorriso tímido, quase proibido, que surgia nas piadas mais idiotas.
Me despeço dos olhos cor de jabuticaba, e os devoro com apenas um piscar.
Me despeço do cheiro de roupa limpa e dos cabelos lavados.
Me despeço do toque dos dedos, que escorriam sobre meu corpo, sem nenhuma licença.
Me despeço da voz que me dizia frases sem nexo, mas, que se juntas, entre o que me dissera ontem e hoje, faziam certo sentido.
Me despeço das horas em que não fazíamos nada, porém, fazíamos nada juntos.
Me despeço das músicas intituladas como nossas.
Me despeço do chão da sala, porque, ao me deitar lá, sinto o frio e nada consegue me aquecer outra vez.
Enfim, me despeço de mim, pois, nunca existi sem você, e as lembranças e esperanças de um futuro, era o que mantinha minha alma viva dentro desta casca ensurdecedora. Já que o inverno se instalou definitivamente, resolvi deixa-lo seguir e conquistar tudo o que almejava. Não mande notícias, mande um adeus.

P.K.

Pietro Kallef
Inserida por PietroKallef

Despedida

Respiro fundo,
Tenho que controlar meus sentimentos,
Lágrimas se formam agora,
É despedida, é o momento.

Abraço pessoas,
Desejo-lhes seu bem,
Deus me conhece e é testemunha,
O que me desejas, a ti desejo também.

Paro, respiro, me refugio no banheiro,
Lavo meu rosto que já não esconde a emoção,
A despedida realmente é sentida,
No seu abraço, em meu coração.

Palavras e imagens se fazem,
A saudade já se faz presente,
Relembro o início desta viagem,
E meu sorriso já esta ausente.

Mas levo comigo abraços de amigos,
Pessoas que preencheram lacunas em minha vida,
Ensinando-me que a vida castiga,
Mas com sabedoria e sorrisos a vitória se conquista.

Obrigado á todos que me querem bem,
Saibam que eu á vocês desejo o mesmo,
Que possam sorrir ao lerem estas linhas,
Que é como agradeço aos seus sentimentos.

Obrigado!

Alex Sanjeri
Inserida por alexsanjeri

Despedida

Longo tempo de amor e felicidade
Tudo se foi em um piscar de olhos
Enquanto jovem desejava ter mais idade
Pois sonhava que era isso que me faltava

Fecho os olhos e observo o passado
Tínhamos tanto para dar um ao outro , meu amor,
Era como se todas as coisas fossem minhas,
Quanto mais te dava mais tinha para te dar

Às vezes tu dizias que os meus olhos eram belos
E eu acreditava,porque ao teu lado todas as coisas
Eram possíveis,mas isso era no tempo de segredos
No tempo em que tudo era belo e de amor sem fim

Quando eu agora digo: meu amor
Já não se passa absolutamente nada
Pois incoscientemente escondemos
Prálem das estrelas o nosso amor

Tudo oque planejávamos no futuro
Promessas com determinação,embora,
Tudo isso já não tem sentido e por mais duro
Que seja esquecer tudo isso , assim escolheste

O antes eu deixei para as lágrimas
O agora eu tento vivê-lo com tranquilidade
O depois só espero murmurar o teu
Nome no siléncio do meu coração

Já gastamos tudo oque tínhamos
Já não temos mais nada para dar
O passado é inutil como a realidade
Meu amor , as palavras tão gastas.

Adeus.

João Botelho (eu)
Inserida por SuicideSilence

Despedida

Quando já não estiver aqui
e acaso alguém perguntar...

Diga-lhe...

Que deixei a vida
me levar por outros caminhos...

Sem sequer me preocupar
aonde chegar. E se por acaso
alguém que goste de mim...

Insistir, diga:

Com muito carinho, daquele
jeitinho que eu fui embora para não vê
chorar quem decerto todas
as noites por ti clama.

E nesta despedida meu grito
paira no ar para jamais machucar
quem realmente me ama.

Alexandre d Oliveira
Inserida por oliveiralexandre

Despedida

Lágrimas pela vida, que tudo pára antes do fim... Por que a vida é sempre breve e passageira, se tudo perde a graça quando ela parte? Lágrimas de tristeza: corações estão em luto; lágrimas de dor e compaixão: perder é o que mais machuca; lágrimas de saudade: que injustiça é não viver! Um sorriso foi ser eterno e um sonho não durou para sempre. Porque alguém não teve tempo para ser feliz, e partiu cedo demais.

Dói lembrar que um dilúvio veio e estragou tudo, que toda a nossa alegria foi levada embora pela correnteza... Que uma nuvem negra escondeu o brilho de todas as nossas estrelas, e que todo o nosso céu ficou escuro. Dói saber que o filme de uma vida inteira pode acabar em alguns segundos, e que o final nem sempre é feliz.

É tão difícil dizer adeus! Pior ainda é não ter a chance de dizê-lo. Ter tantas coisas para falar e já não poder ser ouvido... Apenas um breve instante para pensar em como foi incrível enquanto esteve perto; e a eternidade para lembrar o quanto, porque ela será sempre especial.

O lugar mais fundo é onde todos os sonhos se acabam, onde a tristeza pode afogar-nos em lágrimas: é quando descobrimos o quanto dói perder alguém... E dói demais! Pois o destino nem sempre é justo; e a vida, às vezes, é cruel. Mas precisamos olhar para o céu amanhã... A estrela que mais brilhar será essa pessoa que amamos muito, de volta às nossas vidas. Foi a forma que ela encontrou de ser eterna para a gente.

Edilson Costa
Inserida por EdilsonACosta