Mariana Gueiros

Encontrados 11 pensamentos de Mariana Gueiros

Raios de Milha Alma

Brilham os raios de sol, compenetrastes e intensos
Num lugar tão distante que bem os conhece e o senti
Exalam tristeza em partes do caminho, onde gera um outro espectro de luz, das gotículas que não são de chuva, mais de sonhos que ainda os conduz
Gotículas que aos poucos secam, e só sobra o sal e uma cruz
Uma cruz de fé na chuva e uma cruz na luz, mais não a luz dos raios do sol, mais a luz que os transporta em outra vida, longe de seu espinhoso passado e perto de mar de vida.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Mar de nuvens azuis

Há dias trovoadas lavam aquelas terras, o medo apavora o sertanejo, o alarme é verídico, o sertão vai virar mar.
São dias e dias de precipitações, precipitações que caem do rosto daquelas pessoas, um sofrimento sem fim, que alaga os sonhos de quem ainda os tem. Uma criança olha pro céu e pedi o fim daquela chuva, roga por um sol brilhante que os reconhece e os ajude. O que fazer diante de tamanha situação? Se amparar debaixo de uma árvore? De qualquer forma os atingirá, pois, até as folhas das árvores a chuva já derrubou, as folhas, os muros que sustentam a racionalidade humana, ficaram só galhos, galhos de coragem em habitar esse lugar.
Lá surge o arco-íres, com esplendor e beleza, mais será que é o arco-íris ou é apenas uma vida que ainda não perdeu a certeza. Sim! A Certeza, de que há esperança e um dia muita fartura em suas vidas e em suas mesas. Dignidade, respeito, reconhecimento, como dizia Caetano, “Gente é pra brilhar”, brilhar como o sol, que aquece, ilumina e alegra, corações tristonhos que sonham numa vida longe da tristeza.
Cadê nossos gestores? Porque não fazem uma drenagem, acabam com a umidade da terra e a umidade da alma. Voam como a asa branca, alto e distante, nos vêem lá do céu, sequer pousam, com medo da chuva, nós que fiquemos molhados, no meio deste mar de amargura.
Vastos campos floridos, frutas em abundância, respeito à vida, um lar de felicidade e um adeus ao abandono.
Só isso que queremos, se você não pode nos dá, dê pelo menos o direito de falar.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Já fui feliz

Um dia, quando vivi LIVRE... Quando pude voar na mata virgem, cantar e cantar, sem haver motivos de abafar meu canto, fui FELIZ.
Um dia quando, pude viver com minha família, com outros animais de meu grupo, voar quilômetros e quilômetros e ver um horizonte sem fim... fui FELIZ.
Um dia quando pude subir nas copas das árvores mais altas, comer deliciosas sementes, lavar minhas penas com água do rio, fui FELIZ.
Um dia, quando eu puder voar para onde quiser, acordar com o nascer do sol refletido nas águas do rio, com o feliz cantar dos outros pássaros, testemunhar o brotar de flores, sentir o cheiro do verde da mata e não ter memórias do passado que vivi preso numa minúscula grade, com meu irmãos presos como eu, ouvindo todo minuto, tristonhos cantares e contares, sem espaço para voar, empoleirado em uma árvore que mal tinha galhos, um dia quando me libertar desta imagem de pesadelos... Eu direi: Voltei a ser FELIZ.

Mariana Gueiros
2 compartilhamentos

Minha realidade

Como mudastes!!!
Por que mudastes?
Sempre fostes tão belo, natural, rico de vida e de fascinação.
Continuas sendo o símbolo da perfeição, mais nas minhas caminhadas encontro anomalias em ti.
Também encontro os responsáveis de tua doença... É tudo tão triste, queria poder detê-los, mas são tantos. Que sujos, pobres e incapazes, um dia entenderão o valor de tua riqueza. Não conseguem viver sem ti, precisam de ti e ainda te prejudicam. Que amizade imatura!
Que ser é este? Será que é um ser pensante? Se for, é um ser vergonhante!

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Se você presenteia uma rosa e alguém te retribui o agradecimento com um galho de espinhos, não se preocupe, faz parte da vida o saber conviver com todo tipo de ignorância.

Mariana Gueiros
62 compartilhamentos

Com as pedras que tentam me jogar, eu fortaleço os alicerces do meu futuro castelo.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Não sou filósofa... apenas ganho presentes da sabedoria.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Dialética Geográfica

Ou Geo, não te preocupas eu sei que o espaço que estais e muito pequeno, que você é apenas um pontinho nesse imenso universo, mais os sábios se preocupam com tua grafia.
Você jamais irá se perder no tempo, pois, foi construida uma das forças mais potentes do universo.
Uma força capaz de interagir do meio racional ao irracional, do vegetal ao mineral, uma força que atravessa este pequeno espaço que habita.
E esta foi chamada de GEOGRAFIA.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Minha paixão em poesia

Gente, quero falar da mais bela ciência,
Estudo do tudo, ou do quase tudo,
Origem de discussões primordiais dos lugares, contrastes e pensares,
Gênero reflexivo do espaço e do tempo,
Razão de paixões, nações,
Ações e
Fantasias,
Imagem sublime do homem do meio e da
Alegria.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

A Geografia e o fruto da essência que predomina nesse perfeito universo.

Mariana Gueiros
Inserida por marigueiros
1 compartilhamento

Livros não são meros amontoados de folhas e de letras, são a chave para o sucesso.

Mariana Gueiros
Inserida por gueiros18
1 compartilhamento