Maria Aparecida Giacomini Dóro

1 - 25 do total de 134 pensamentos de Maria Aparecida Giacomini Dóro

O homem que perde a capacidade de se encantar, torna-se insensível diante do belo e também do trágico.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

Comprometimento

Vá em direção a si mesmo.
Torne-se verdadeiramente quem você é.
Eu não posso pensar, sentir, querer e agir por você.
Mas eu estou com você.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
88 compartilhamentos

Encontra o caminho aquele que rompe as próprias máscaras, encara a verdade sobre si mesmo, experimenta a amplitude de sua vulnerabilidade e age, superando-se continuamente.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
8 compartilhamentos

Indiferentes, desistimos de semear a bondade e permitimos que a maldade se alastre.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

A sensibilidade que brota da alma poética é a doce melodia que embala os sonhos; é a voz persistente que ecoa nas ondas do tempo e alimenta a chama do amor verdadeiro.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

A confiança é o lastro a todo comportamento moral e ético manifesto nas inter-relações humanas.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
4 compartilhamentos

Lacunas da vida...

No compasso ausente
o descompasso vivido...
Choro o tempo perdido
e perco o tempo presente

Maria Aparecida Giacomini Dóro
24 compartilhamentos

A dor me ensinou que...
Os melhores momentos da vida não são necessariamente os mais agradáveis. São os mais expressivos no coquetel vital dos sonhos e pesadelos; das luzes e sombras; dos risos e lágrimas; das presenças e ausências; das dores e amores vividos... Momentos ímpares que nos despertam do sono letárgico da indiferença e nos impelem à ação criativa, forçando-nos moldar um novo ser – sensível e amoroso - menos apegado às coisas triviais e mais comprometido com os valores essenciais desta preciosa dádiva chamada vida.

Caminhar é preciso, mesmo que seja sobre brasas...

Maria Aparecida Giacomini Dóro
49 compartilhamentos

Aprendendo com as águias

De todas as aves, a que mais amo e admiro é a águia. Ela é usada como símbolo dos que confiam em Deus. Representa coragem e resistência.

Acredito que, se balizássemos nossas vidas pelos princípios instintivos das águias, seríamos muito mais fortes, determinados, corajosos, confiantes, criativos. Experimentaríamos abundantemente a paz, o equilíbrio e a genuína liberdade de ser e estar no mundo.

Aprendi a amar e admirar a rainha das aves depois das valiosas informações que obtive sobre sua trajetória de vida:

1ª - Quando seu filhote ainda mal consegue voar, a águia destrói o ninho com o propósito de impedir que sua cria volte à comodidade. Leva-o às alturas e de lá o atira no abismo da atmosfera a fim de despertar nele a poderosa força de rei das aves. E nós, humanos, o que fazemos com nossos filhos? Também os preparamos para serem independentes e atuarem com coragem e determinação no mundo?

2ª - A águia é filha do sol. Desde pequena, aprendeu a sorvê-lo pelos olhos. Para ensinar essa lição, a mãe-águia segura o filhote em direção ao sol. Acostuma seus olhos ao resplendor solar. É por isso que as águias, desde pequenas, têm os olhos da cor do astro rei. E nós, humanos, o que fazemos com nossos filhos? Também, desde a mais tenra idade, ensinamo-los a sorverem a intensa luz do amor e da ternura, do apreço e da gratidão, da justiça e da solidariedade, da fé e da determinação, da humildade e da flexibilidade, da confiança, da alegria e da paz de espírito, da contribuição?

3ª - O urubu (como a águia) domina as alturas. Porém ela é infinitamente superior. Jamais se contenta com uma alimentação fácil. É das alturas que observa sua ágil e saudável presa. De lá se lança velozmente, empreendendo-lhe a perseguição. Após capturá-la, abate-a e alimenta-se das melhores partes, deixando os restos para os urubus. E nós, humanos, buscamos uma alimentação mais saudável ou preferimos a comodidade dos alimentos prontos, repletos de produtos químicos?

4ª - O que faz a águia diante da tempestade? Onde ela se abriga? Ela não se abriga. Abre suas possantes asas, que podem voar a uma velocidade de 90km/h, e enfrenta a tempestade. Depois de superá-la, voa tranquila, acima da turbulência das nuvens. Ela sabe que as nuvens escuras, a tempestade e os choques elétricos podem ter uma extensão de trinta a cinqüenta metros, mas lá em cima brilha o sol. E nós, humanos, o que fazemos diante das tempestades da vida?Escondemo-nos em ostracismo ou as enfrentamos com coragem e confiança - certos de que, após as dificuldades, conquistaremos a vitória?

5ª - Finalmente, a águia também morre. No entanto, jamais encontraremos seus restos mortais em qualquer lugar. Sabe por quê? Porque, quando ela sente que chegou a hora de partir não se lamenta nem fica com medo. A águia procura o pico mais alto, tira as últimas forças de seu cansado corpo e voa para as montanhas inatingíveis. Aí espera resignadamente o momento final. Até para morrer ela é extraordinária. E nós, humanos, como agimos diante do inevitável? Revoltamo-nos ou aceitamos partir, deixando para o mundo doces lembranças de alguém que ocupou responsavelmente este tempo e espaço no universo; alguém que fez a diferença; alguém que nasceu e viveu intensamente, e não apenas existiu?

Todos nós trazemos em nossa essência uma águia adormecida. Despertemo-la, enquanto há tempo.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
30 compartilhamentos

Jamais desvendarei a tua alma se eu continuar projetando
em ti o meu jeito de pensar, sentir e amar o ser humano.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

Crise é o elo que se rompe entre um passado superável e um futuro possível, impulsionando-nos à prática criativa.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
2 compartilhamentos

Passar pela vida sem deixar centelhas de amor e esperança no coração da humanidade é ter vivido em vão; é ter se consumido nas trevas da própria aniquilação.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
6 compartilhamentos

Despojado de máscaras, o ser humano cresce em individualidade e passa a expressar-se de modo mais autêntico. Sincronicamente uma presença luminosa - espírito da vida - emerge de sua essência, projetando-se nas telas vitais por ele matizadas... É essa presença que o torna único e especial, imprimindo em nossos corações as marcas de sua passagem.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
Inserida por aguiasol
1 compartilhamento

Despedida

Estimado(a) leitor(a),

Possa o AR acalentar seus sonhos,
a TERRA nutrir seus projetos,
a ÁGUA impulsioná-lo para a ação,
o FOGO moldar suas realizações e
até que nos encontremos outra vez...
Possa DEUS tê-lo amorosamente na
palma de Sua Divina Mão.

Maria Aparecida

Maria Aparecida Giacomini Dóro
7 compartilhamentos

Confiança...

Fina taça de cristal,
uma vez quebrada,
sempre
que
br
a
d
a
ficará.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
14 compartilhamentos

Inverno existencial

Manhã nublada e fria
Natureza adormecida, desolação
Alma calada, arredia...
Olhar perdido no horizonte boreal
Gélidas lembranças
Sonhos desfeitos
Descompassos de uma ilusão...

Maria Aparecida Giacomini Dóro
18 compartilhamentos

Na dor, no amor, na vida...

Amo-te infinitamente
E por te amar assim
Ofereço-te asas
Deixo-te livre
para que possas
superar barreiras
colocar bandeiras
nos áridos solos da dor

Amo-te infinitamente
E por te amar assim
Ofereço-te asas
Deixo-te livre
para que possas
criar novas fontes
abrir horizontes
nas fronteiras do amor

Amo-te infinitamente
E por te amar assim
Ofereço-te asas
Deixo-te livre
para que possas
construir teu espaço
descobrir teu compasso
no doce embalo da vida

Amo-te infinitamente
E por te amar assim
Ofereço-te asas
Deixo-te livre
para que possas
a mim retornar
e, então, me ensinar
o que aprendeste
na dor, no amor, na vida...

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

Olhes além...

Olhes além...
Já não sou a chama
que iluminou tuas trevas

Olhes além...
Já não sou a água
que saciou tua sede

Olhes além...
Já não sou o chão
que firmou teus passos

Olhes além...
Já não sou a brisa
que embalou tua alma

Olhes além...
Já não sou o bálsamo
que aliviou tuas dores

Olhes além...
Já não és transeunte
de avenidas vazias

Olhes além...
Já não és pássaro ferido
E eu - no outro - preciso muito de ti

Maria Aparecida Giacomini Dóro
Inserida por aguiasol
1 compartilhamento

Sombras da rejeição...

Medo...
Que medo é esse que,
encontrando o coração aberto,
adentrou e ali construiu o seu reinado?
Que medo é esse que,
temendo o exílio,
formou logo o seu exército?

Medos, medos, medos...
Nada mais que projeções
do medo amedrontado:
medo da rejeição

Amor...
Que sentimento é esse que,
encontrando o coração aberto,
adentrou e se fez servo?
Que sentimento é esse que,
entendendo a fragilidade do medo,
muito amou e aceitou e,
do coração, o medo exilou?

Medos, medos, medos...
Vidas despejadas
nos ralos do tempo
E nós, indiferentes,
não vemos que os medos
são sombras da rejeição,
facilmente, dissipadas
pelo Amor e a Aceitação

Maria Aparecida Giacomini Dóro
2 compartilhamentos

Ausência...

Ausência...
Por que vestes
o véu da noite
e desnudas minha alma?

Ausência...
Por que gritas
no silêncio
e não ouves meus lamentos?

Ausência...
Por que insistes
ser presença
nos meus gélidos momentos?

Ausência...
Eu preciso te dizer
que não aprendi viver
com tua amarga presença

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

O comprometimento do homem não brota de palavras mortas ou discursos vazios, desprovidos de humanidade...
Brota do silêncio mediado pela consciência do fazer sem alarde.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
37 compartilhamentos

O encanto abriga a suavidade da brisa e também a fúria dos temporais... Assim como embala nossos sonhos, nos remete ao labirinto dos pesadelos.
Encanto é ilusão... porta aberta ao êxtase ou à dor.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
3 compartilhamentos

Dores abissais calçadas na síndrome da rejeição, validadas pela indiferença do outro nos atiram ao chão... Além do chão? Nada! Então, o chão é a "morte"... Ou a base de onde podemos extrair o impulso necessário para levantarmos, seguindo em frente.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
12 compartilhamentos

A princípio não é o que nos choca, mas o nosso sistema de crenças que deve ser re-avaliado com lentes mais acuradas... Não podemos mudar a realidade manifesta no AGORA, mas podemos mudar quem nós somos e - a partir da realidade presenciada - ampliarmos nossa visão de mundo para que possamos agir consciente e coerentemente, sendo pontos de luz nas trevas do desamor, ignorância, preconceito e indiferença tão presentes no seio da humanidade...

Maria Aparecida Giacomini Dóro
2 compartilhamentos

Ajustes forçados, contemporizados... Cicatrizes disfarçadas por períodos de silêncio... Inúteis são os esforços para apagar a chama da liberdade que arde dentro de cada ser humano.

Maria Aparecida Giacomini Dóro
2 compartilhamentos