Manoel de Barros

101 - 125 do total de 122 pensamentos de Manoel de Barros

O menino ia no mato
e a onça comeu ele.
Depois o caminhão passou por dentro do corpo do menino
e ele foi contar para a mãe.
A mãe disse: mas a onça comeu você, como é que o caminhão passou por dentro do seu corpo?
É que o caminhão só passou renteando o meu corpo e eu desviei depressa.
Olha mãe, eu só queria inventar uma poesia.
Eu não preciso de fazer razão.

Manoel de Barros
2 compartilhamentos

Tenho o privilégio de não saber quase tudo. E isso explica o resto.
(Do livro Manoel de Barros Menino do Mato, Leya Editores, 2010, página 69.)
 

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

As folhas das árvores caem para nos ensinar a cair sem alardes.
Manoel de Barros.

Manoel de Barros
Inserida por aksasakof
1 compartilhamento

No caminho, as crianças me enriqueceram mais do que Sócrates. Pois minha imaginação não tem estrada. E eu não gosto mesmo de estrada. Gosto de desvio e de desver.

(em carta a José Castello, publicado no Jornal Valor Econômico, em 18 mar.2012.-website)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“Quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito.”

(em "Matéria de Poesia". Rio de Janeiro: Record, 2001, p. 32. )

Manoel de Barros
2 compartilhamentos

"... poesia pra mim é a loucura das palavras, é o delírio verbal, a ressonância das letras e o ilogismo.
Sempre achei que atrás da voz dos poetas moram crianças, bêbados, psicóticos. Sem eles a linguagem
seria mesmal. (...) Prefiro escrever o desanormal."

(em "Ensaios fotográficos". 2000, p. 63.)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

"...que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc.
Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós".

( em 'Sobre importâncias', do livro "Memórias inventadas – a Infância". São Paulo: Planeta Editorial, 2003.)

Manoel de Barros
2 compartilhamentos

"Encontrei na Stella a mulher e companheira de todas as horas. Na alegria e na tristeza – como nos prometemos no casório. Conseguimos um amor profundo e sonhado em todos os dias”.

( em entrevista "caminhando para as origens", a Bosco Martins, 2007.)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

"Passava os dias ali, quieto, no meio das coisas miúdas. E me encantei”.

( em entrevista concedida a José Castello. jornal O Estado de São Paulo, em agosto de 1996. in: Jornal de poesia.)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

"Os bens do poeta: um fazedor de inutensílios, um
travador de amanhecer, uma teologia do traste, uma
folha de assobiar, um alicate cremoso, uma escória
de brilhantes, um parafuso de veludo e um lado
primaveril”.

( excerto "XII - Sábia com trevas", no livro "Arranjos para assobio" (1980), em 'Poesia completa: Manoel de Barros'. São Paulo: Editora Leya, 2010.)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

Agora eu penso uma garça branca de brejo ser mais linda que Uma nave espacial. Peço desculpa por cometer essa verdade.

( em "Memórias Inventadas para crianças". São Paulo: Planeta do Brasil, 2006.)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

”Formiga é um ser tão pequeno que não agüenta nem neblina. Bernardo me ensinou: Para infantilizar formigas é só pingar um pouquinho de água no coração delas. Achei fácil”.

(Extraído do "Livro Sobre Nada" (Arte de Infantilizar Formigas), Editora Record - Rio de Janeiro, 1996, pág – projeto releituras)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“Os patos prolongam meu olhar... Quando passam levando a tarde para longe eu acompanho”...

(Extraído do "Livro Sobre Nada" (Arte de Infantilizar Formigas), Editora Record - Rio de Janeiro, 1996, pág – projeto releituras)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“Penso que têm nostalgia de mar estas garças pantaneiras. São viúvas de Xaraés? Alguma coisa em azul e profundidade lhes foi arrancada. Há uma sombra de dor em seus voos. Assim, quando vão de regresso aos seus ninhos, enchem de entardecer os campos e os homens”>

(trecho do livro em PDF: Meu quintal é maior do que o mundo [recurso eletrônico])

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“ VENTO
Se a gente jogar uma pedra no vento
Ele nem olha para trás”.

(trecho do livro em PDF: Meu quintal é maior do que o mundo [recurso eletrônico])

Manoel de Barros

“É por demais de grande a natureza de Deus. Eu queria fazer para mim uma naturezinha particular. Tão pequena que coubesse na ponta do meu lápis”.

(trecho do livro em PDF: Meu quintal é maior do que o mundo [recurso eletrônico])

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“No descomeço era o verbo. Só depois é que veio o delírio do verbo. O delírio do verbo estava no começo, lá onde a criança diz: Eu escuto a cor dos passarinhos”.

(trecho extraído do livro em PDF: Meu quintal é maior que o mundo)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“Tudo aquilo que nos leva a coisa nenhuma e que você não pode vender no mercado como, por exemplo, o coração verde dos pássaros, serve para poesia”.

(Trecho extraído de “Matéria de Poesia” do livro em PDF: Meu quintal é maior que o mundo)

Manoel de Barros
Inserida por portalraizes
1 compartilhamento

“Para entender nós temos dois caminhos: o da sensibilidade que é o entendimento do corpo; e o da inteligência que é o entendimento do espírito.
Eu escrevo com o corpo.
Poesia não é para compreender, mas para incorporar.
Entender é parede; procure ser árvore.”

Manoel de Barros
Inserida por brb
1 compartilhamento

Repetir, repetir - até ficar diferente
repetir é um dom do estilo

Manoel de Barros
Inserida por lulimap
1 compartilhamento

Eu tenho a ânsia de não fazer lugar comum.

Manoel de Barros
Inserida por lulimap
1 compartilhamento

Tem mais presença em mim o que me falta.
Melhor jeito que achei pra me conhecer foi fazendo o contrário.
Sou muito preparado de conflitos.

Manoel de Barros
Inserida por cherry52bitter
1 compartilhamento