Machado de Assis

101 - 125 do total de 411 pensamentos de Machado de Assis

Escrevia-a com a pena da galhofa e atinta da melancolia,e não é dificíl antever o que poderá sair desse conúnbio.

Memórias Póstumas de Brás Cubas

Machado de Assis

Grande coisa é haver recebido do céu uma particula da sabedoria,o dom de achar as relações das coisas,a faculdade de as comparar e o talento de concluir!

Machado de Assis

A borboleta, depois de esvoaçar muito em torno de mim, pousou-me na testa.

Machado de Assis

Crê em ti, mas nem sempre duvides dos outros.

Machado de Assis

Há amigos de oito dias e indiferentes de oito anos.

Machado de Assis

Que importa o tempo? Há amigos de oito dias e indiferentes de oito anos.

Machado de Assis

Ninguém faz mal a um homem no mesmo instante em que vai pedir-lhe um favor.

Machado de Assis

A CAROLINA

Querida, ao pé do leito derradeiro
Em que descansas dessa longa vida,
Aqui venho e virei, pobre querida,
Trazer-te o coração do companheiro.

Pulsa-lhe aquele afeto verdadeiro
Que, a despeito de toda a humana lida,
Fez a nossa existência apetecida
E num recanto pôs um mundo inteiro.

Trago-te flores, - restos arrancados
Da terra que nos viu passar unidos
E ora mortos nos deixa e separados.

Que eu, se tenho nos olhos malferidos
Pensamentos de vida formulados,
São pensamentos idos e vividos.

Machado de Assis

As pessoas valem o que vale a afeição da gente.

Machado de Assis

O amor é uma carta, mais ou menos longa, escrita em papel velino, corte dourado, muito cheiroso e catita; carta de parabéns quando se lê, carta de pêsames quando se acabou de ler. Tu que chegaste ao fim, põe a epístola no fundo da gaveta, e não te lembres de ir ver se ela tem um post-scriptum...

Machado de Assis

As nossas paixões não aceleram nem moderam o passo do tempo.

Machado de Assis

Esquecer é uma necessidade.

Machado de Assis

Felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos.

Machado de Assis

Teoria do Humanitismo (Quincas Borba)

Supõe tu um campo de batatas e duas tribos famintas. As batatas apenas chegam para alimentar uma das tribos, que assim adquire forças para transpor a montanha e ir à outra vertente, onde há batatas em abundância; mas, se as duas tribos dividirem em paz as batatas do campo, não chegam a nutrir-se suficientemente e morrem de inanição. A paz, nesse caso, é a destruição; a guerra é a conservação. Uma das tribos extermina a outra e recolhe os despojos. (...) aao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas.

Machado de Assis

Cada estação da vida é uma edição,que corrige a anterior,e que será corrigida também,até a edição definitiva!

Machado de Assis

Há coisas que melhor se dizem calando.
As feridas do coração, como as do corpo, deixam cicatrizes.
Nossos corpos são nossos jardins, cujos jardineiros são nossas vontades.

Machado de Assis

Sonharás uns amores de romance, quase impossíveis? Digo-lhe que faz mal, que é melhor contentar-se com a realidade; se ela não é brilhante como os sonhos, tem pelo menos a vantagem de existir.

Machado de Assis

O Mestre deve ser meio sério,para dar autoridade à lição e meio risonho, para obter o perdão da correção.

Machado de Assis

A ocasião faz o roubo, o ladrão já nasce pronto.

Machado de Assis

Em Minas, não se aborrecia tanto, por quê? Não achou solução ao enigma, uma vez que o ar tinha mais em que se distrair, e que o distraia deveras; Mas havia aqui horas de um tédio mortal.

Machado de Assis

Imenso amor?
Imenso amor, paixão, violenta
acrescentando que talvez a definição já não coubesse bem ao atual sentimento da pessoa. Agora era uma adoração quieta e calada...

Machado de Assis

Naturalmente era gosto do tempo meter sabor clássico a figuras antigas.

Machado de Assis
Inserida por MalikbemAmi

Basta amar para escolher bem. Ao diabo que fosse era sempre boa escolha.

Machado de Assis

QUINCAS BORBA
CAPÍTULO XLV

ENQUANTO uma chora, outra ri; é a lei do mundo, meu rico senhor; é a perfeição universal. Tudo chorando seria monótono, tudo rindo cansativo; mas uma boa distribuição de lágrimas e polcas, soluços e sarabandas, acaba por trazer à alma do mundo a variedade necessária, e faz-se o equilíbrio da vida...

Machado de Assis

[...]Não sei se me explico bem, nem é preciso dizer melhor para o fogo a que lançarei um dia estas folhas de solitário.


[Memorial de Áires - 25 de janeiro]

Machado de Assis