Lêdo Ivo

Encontrados 14 pensamentos de Lêdo Ivo

Leitor: co-autor do texto.

Lêdo Ivo
2 compartilhamentos

A maioria dos biógrafos empenha-se em explicar a obra a partir da vida, quando o correto é exatamente o contrário: trata-se de explicar a vida a partir da obra.

Lêdo Ivo
4 compartilhamentos

O poeta não deve crer nos anjos, mas nas palavras que os criam.

Lêdo Ivo
2 compartilhamentos

O grande escritor não precisa ser nem muito inteligente nem muito culto. A inteligência e a cultura são contudo indispensáveis nos escritores menores.

Lêdo Ivo
4 compartilhamentos

A poesia é uma criação da cultura, mas esta deve permanecer invisível no poema.

Lêdo Ivo
2 compartilhamentos

O meu leitor não é o que me lê. É o que me relê (caso exista). Um autor lido unicamente uma vez não tem leitores, por mais retumbante que seja o seu sucesso.

Lêdo Ivo
6 compartilhamentos

Nem sempre os grandes escritores são bons escritores.

Lêdo Ivo
2 compartilhamentos

Na vida precisamos sempre usar máscaras, pois ninguém nos reconheceria se nos apresentássemos de rosto nu

Lêdo Ivo
5 compartilhamentos

SONETO DOS VINTE ANOS

Que o tempo passe, vendo-me ficar
no lugar em que estou, sentindo a vida
nascer em mim, sempre desconhecida
de mim, que a procurei sem a encontrar.


Passem rios, estrelas, que o passar
é ficar sempre, mesmo se é esquecida
a dor de ao vento vê-los na descida
para a morte sem fim que os quer tragar.


Que eu mesmo, sendo humano, também passe
mas que não morra nunca este momento
em que eu me fiz de amor e de ventura.


Fez-me a vida talvez para que amasse
e eu a fiz, entre o sonho e o pensamento,
trazendo a aurora para a noite escura.

Lêdo Ivo
4 compartilhamentos

Soneto Puro
.
Fique o amor onde está; seu movimento
nas equações marítimas se inspire
para que, feito o mar, não se retire
de verdes áreas de seu vão lamento.
.
Seja o amor como a vaga ao vago intento
de ser colhida em mãos; nela se mire
e, fiel ao seu fulcro, não admire
as enganosas rotações do vento.
.
Como o centro de tudo, não se afaste
da razão de si mesmo, e se contente
em luzir para o lume que o ensolara.
.
Seja o amor como o tempo – não se gaste
e, se gasto, renasça, noite clara
que acolhe a treva, e é clara novamente.
.

Lêdo Ivo
75 compartilhamentos

Acontecimento do Soneto
.
A doce sombra dos cancioneiros
em plena juventude encontro abrigo.
Estou farto do tempo, e não consigo
cantar solenemente os derradeiros.
.
versos de minha vida, que os primeiros
foram cantados já, mas sem o antigo
acento de pureza ou de perigo
de eternos cantos, nunca passageiros.
.
Sôbolos rios que cantando vão
a lírica imortal do degredado
que, estando em Babilônia, quer Sião,
.
irei, levando uma mulher comigo,
e serei, mergulhado no passado,
cada vez mais moderno e mais antigo.
.

Lêdo Ivo
3 compartilhamentos

Que em seu gabninete, fala em nome do povo não sabe que a galinha nasceu antes do ovo. (soldado raso)

Lêdo Ivo
Inserida por renicarolina
1 compartilhamento

Perdas e Danos

Quem dorme perde a noite.
Foge da eternidade,
candelabro cativo
na escuridão do céu.

Quem dorme perde o amor,
a vigília madura
da carne que se sonha
a si mesma acordada.

Quem dorme perde a morte
que respira escondida
como a lebre no bosque.

Quem dorme perde tudo
que o acaso deposita
na mesa do universo.

Lêdo Ivo
Inserida por JoelLavino
1 compartilhamento

O que sobra é obra, o resto soçobra.

Lêdo Ivo
Inserida por ronjufer
1 compartilhamento