Emily Brontë

1 - 25 do total de 65 pensamentos de Emily Brontë

A VIDA (LIFE)

A vida, acredita, não é um sonho
Tão negro quanto os sábios dizem ser.
Freqüentemente uma manhã cinzenta
Prenuncia uma tarde agradável e soalhenta.

Às vezes há nuvens sombrias
Mas é apenas em certos dias;
Se a chuvada faz as rosas florir
Ó porquê lamentar e não sorrir?

Rapidamente, alegremente
As soalhentas horas da vida vão passando
Agradecidamente, animadamente
Goza-as enquanto vão voando.

E quando por vezes a morte aparece
E consigo o que de melhor temos desaparece?
E quando a dor se aprofunda
E a esperança vencida se afunda?

Oh, mesmo então a esperança há-de renascer,
Inconquistável, sem nunca morrer.
Alegre com a sua asa dourada
Suficientemente forte para nos fazer sentir bem
Corajosamente, sem medo de nada
Enfrenta o dia do julgamento que vem.
Porque gloriosamente, vitoriosamente
Pode a coragem o desespero vencer.

Emily Brontë
50 compartilhamentos

Minhas grandes tristezas neste mundo, têm sido as tristezas de Heathcliff: ele é a minha finalidade de viver. Se tudo mais perecesse e ele ficasse, isto bastaria para que eu continuasse a viver.

Emily Brontë
65 compartilhamentos

E eu rezo uma oração... hei de repeti-la até que minha língua se entorpeça... Catarina Earnshaw, possas tu não encontrar sossego enquanto eu tiver vida! Dizes que te matei, persegue-me então! A vítima persegue seus matadores, creio eu. Sei que fantasmas têm vagado pela terra. Fica sempre comigo... encarna-te em qualquer forma... torna-me louco! Só não quero que me deixes neste abismo, onde não posso te encontrar! Oh, Deus! é inexprimível! Não posso viver sem minha vida! Não posso viver sem minha alma! (Heathcliff - O Morro dos Ventos Uivantes)

Emily Brontë
19 compartilhamentos

Eu não parti teu coração...foste tu que o quebraste, e, quebrando-o, quebraste o meu. E tanto pior para mim, que sou forte. tenho eu necessidade de viver? Que vida será a minha quando...Oh! Deus! Terias tu vontade de viver com tua alma metida num túmulo?"

Emily Brontë
66 compartilhamentos

Se o amor dela morresse, eu arrancaria seu coração do peito e beberia seu sangue.
(O Morro dos Ventos Uivantes)

Emily Brontë
14 compartilhamentos

(...) O que me faz viver é ele. Se tudo o mais acabasse e ele permanecesse, eu continuaria a existir; e, se tudo o mais permanecesse e ele fosse aniquilado, eu não me sentiria mais parte do universo. (...) pg. 99

O morro dos ventos uivantes

Emily Brontë
8 compartilhamentos

- Deixe-me em paz, deixe-me em paz- soluçava Catherine. – Se o fiz, estou pagando com a morte. Basta! Você também me abandou, mas eu não vou lançar-lhe isso na cara! Eu o perdôo. Perdoe-me também!

O morro dos ventos uivantes

Emily Brontë
3 compartilhamentos

- É difícil perdoar e olhar para esses olhos e sentir entre as mãos essas mãos definhadas – respondeu ele. – Beije-me uma vez mais, e não me deixe ver os seus olhos! Perdôo-lhe o que você fez. Amo a minha assassina... mas não a sua! Como poderia?
- Heathcliff

O morro dos ventos uivantes

Emily Brontë
15 compartilhamentos

...Meu maior cuidado na vida é ele. Se tudo desaparecesse e ele ficasse, eu continuaria a existir. E se tudo o mais ficasse e ele fosse aniquilado, eu ficaria só num mundo estranho, incapaz de ter parte dele. Meu amor por Linton. é como a folhagem da mata: o tempo há de mudá-lo como o inverno muda as árvores, isso eu sei muito bem. E o meu amor por Heathcliff é como as rochas eternas que ficam debaixo do chão; uma fonte de felicidade quase invisível, mas necessária. Nelly Eu sou Heathcliff. Sempre, sempre o tenho em meu pensamento. Não é como um prazer - por que eu também não sou um prazer para mim própria - , mas como meu próprio ser...

Emily Brontë
13 compartilhamentos

"...Tenho que me lembrar de respirar, tenho quase que lembrar meu coração de bater! vivo como se me impulsionasse uma mola endurecida: é constrangido que realizo o ato mais insignificante, desde de que esse ato não dependa daquele pensamento único; é constrangido que reparo em qualquer coisa viva ou morta, se ela não esta associada à ideia que é para mim universal. Um único desejo alimento, e todo o meu corpo, todas as minhas faculdades anseiam por atingi-lo vêm ansiando por isso há tanto tempo, e tão inflexivelmente, que estou convencido de que esse desejo será satisfeito, e em breve, porque já dominou minha existência..."

Emily Brontë
9 compartilhamentos

Que ela desperte no meio das tormentas! Será que ela mentiu até o fim? Onde está ela? La? nao... No ceu? nao... Consumida? NÃO... Onde? Oh! Tu dizias que não davas importância ao meu sofrimento! E eu, eu rezo uma oração, hey de repetí-a até que minha lingua entorpeça... Catherine Earnshaw, possas tu nao encontrar sossego enquanto eu tiver vida!! Dizes que te matei, persegue-me entao! A vitima persegue seus matadores creio eu. Sei que fantasmas tem vagado a terra. Fica sempre comigo, encarna-te em qualquer forma... Torna-me louco!!!
Mas nao me abandone neste abismo onde nao posso encontrá-la!
Não posso viver sem minha vida, nao posso seguir sem minha alma

Emily Brontë
24 compartilhamentos

A pólvora permaneceu tão inofensiva quanto areia, porque nenhum fogo chegou perto para a fazer explodir.

O Morro dos Ventos Uivantes - pág.86

Emily Brontë
7 compartilhamentos

-Ela nunca recobrou a consciência: não reconheceu ninguém desde o momento em que a deixou, - disse eu - Ela jaz com um doce sorriso nos lábios, e seus últimos pensamentos a levaram de volta aos dias felizes. Sua vida encerrou-se como um sonho suave - que ela possa despertar tão suavemente no outro mundo!

Emily Brontë
2 compartilhamentos

Seja qual for a matéria de que as nossas almas são feitas, a minha e a dele são iguais.

Emily Brontë
126 compartilhamentos

A felicidade que me salva a alma mata-me o corpo, mas não satifaz a si própria

Emily Brontë
6 compartilhamentos

O senhor é muito infeliz, não é? Solitário como o demônio e, como ele, invejoso. Ninguém gosta do senhor, ninguém o chorará quando morrer!

Emily Brontë
Inserida por iamnotsonaive

Entreguei-lhe o meu coração ele se apoderou dele, destroçou-o e, depois, o devolveu

Emily Brontë
12 compartilhamentos

Beija-me e não me deixes ver teus olhos! Perdoo-te o mal que me fizeste. eu amo quem me mata. Mas como poderei perdoar quem te mata?

Emily Brontë
6 compartilhamentos

Ele está sempre, sempre, no meu pensamento. Não por prazer, tal como eu não sou um prazer para mim própria, mas como parte de mim mesma, como eu própria.

Emily Brontë
40 compartilhamentos

Não sei como explicar mas certamente que tu e todos têm a noção de que existe, ou deveria existir, um outro eu para além de nó próprios. Para que serviria eu ter sido criada se apenas me resumisse a isto?

Emily Brontë
12 compartilhamentos

A alegria da minha alma mata o me corpo, mas não se satisfaz.

Emily Brontë
Inserida por ClaraRita

"Sei que a sua reserva se origina de uma aversão pelas exibições de sentimentos... pelas manifestações de gentileza recíproca"

Emily Brontë
2 compartilhamentos

"Amará e odiará sem dar disso demonstração e olhará como uma impertinência o amor ou o ódio que receberá em troca".

Emily Brontë
3 compartilhamentos

Que vaidosos cata-ventos somos nós! Eu, que resolvera libertar-me de todo o trato social e que abençoava minha boa estrela, que, afinal, me fizera descobrir um lugar onde ele era quase impossível, eu, fraca criatura, depois de ter mantido até a noitinha uma luta contra o abatimento e a solidão, vi-me finalmente compelido a arriar bandeira.

Emily Brontë
2 compartilhamentos

As pessoas orgulhosas forjam, elas mesmas, para si os mais tormentosos pesares.

Emily Brontë
2 compartilhamentos