Amauri Cimetta

Encontrados 3 pensamentos de Amauri Cimetta

MEDO DE ARRISCAR
Há muitos anos atrás, um rei ficou muito famoso por não matar imediatamente os prisioneiros que fazia nas batalhas. Ele os levava para o seu castelo e os colocava em uma sala onde, de um lado havia um grupo de arqueiros e no outro canto, uma enorme porta de ferro com caveiras cobertas com muito sangue. Dizia, então aos prisioneiros:
- Agora vocês têm que escolher. Serão flechados pelos meus arqueiros ou entrarão por aquela porta e ficarão trancados lá dentro.
Invariavelmente, todos preferiam morrer pelas flechas a ter que enfrentar o que havia por trás daquela porta.
Um dia um soldado perguntou ao rei:
- O que há por trás desta porta tão assustadora?
- Abra e veja você mesmo – disse o rei.
O soldado abriu lentamente a porta e à medida que o fazia, raios de sol iam entrando e clareando o ambiente. Quando ela estava totalmente aberta, ele notou que levava à liberdade, a um caminho para fora do castelo. O soldado espantado ouviu o rei dizer:
- Dou a todos eles a possibilidade de escolha, mas todos preferem morrer em vez de arriscar abrir a porta.
Aprendizado:
Na vida quantas portas deixamos de abrir por medo de arriscar?
Quantas vezes nos encolhemos por sentirmos medo de abrir a porta que nos levaria a realização dos nossos sonhos?

Amauri Cimetta

O RATO MEDROSO

Conta uma antiga história que um ratinho vivia tenso com muito medo do gato. Foi consultar um mágico que o transformou em um gato.
Problema resolvido?
Claro que não. Agora ele tinha muito medo do cão. Voltou ao mágico que o transformou em uma pantera.
Problema resolvido?
Outra vez, não. Agora ele passou a temer os caçadores. Voltou ao mágico que desta vez o transformou em..........rato novamente! Disse para ele em seguida:
- Nada que eu fizer vai resolver seu problema. Você só tem a coragem de um rato.

APRENDIZADO:
Há pessoas que só tem a coragem de um rato. Para elas todas as decisões serão procrastinadas, viverão inseguras e nada do que se faça irá mudar isso.
Perderão oportunidades valiosas por medo e falta de confiança em si mesmas.

Amauri Cimetta

SEMPRE HAVERÁ UMA SAÍDA

Certa vez um homem foi condenado por um crime que não cometeu. Ele sabia que fariam de tudo para condena-lo. Em um certo momento do julgamento, como faltavam algumas provas, o juiz resolveu fazer uma proposta ao acusado.
- Vou escrever em um papel a palavra “inocente” e em outro a palavra “culpado”. Você deverá pegar um. Aquele que pegar será o seu veredicto, se você se recusar a pegar, será condenado.
O acusado, alertado pela sua intuição, olhou fixamente para o lápis correndo sobre o papel e percebeu que o juiz escreveu duas vezes a palavra “culpado”.
Não havia saída.
O juiz mandou o acusado escolher um. O homem pensou alguns segundos, pegou um dos papéis, enfiou na boca, mastigou e engoliu.
- O que você fez? Como saberemos qual o seu veredicto? – disse o juiz.
- Muito simples – disse o homem – vamos abrir o papel que sobrou e saberemos qual foi o que eu engoli.
Foi libertado imediatamente.

APRENDIZADO:
Nunca deixe de acreditar até o último instante. Sempre haverá uma saída.

Amauri Cimetta
Inserida por PaolaAfrodite