Aniversário de 18 anos

Cerca de 1431 frases e pensamentos: Aniversário de 18 anos

Amar e não ser amado/a pode-se considerar um pecado

claus santos
Inserida por sualc
1 compartilhamento

Momentos De Superação...

É Verdade que tivemos nossos momentos de fragilifade, nossas discussões, mas sempre conseguimos superar todos esses percalços que se apresentam em nosso caminho, e no fim, acabamos saindo com um sentimento mais forte, mais sólido e com raízes mais profundas.

São incomparáveis amores como o nosso, que é baseado em amizade, compreensão e principalmente de amor, sei que pode existir momentos turbulentos mas esses momentos, são os essenciais para o fortalecimento do nosso amor, "Pois, Não Existe Uma Tempestade Que Não Tenha Fim..".

O objetivo de tudo que eu faço por nós dois, é reforçar meus sentimentos por você, e dizer que nada e ninguém pode nos afastar um do outro...

HeyttorGonzalez
Inserida por HeyttorGonzalez
1 compartilhamento

"Motor faz você pegar umas vadias & coração faz você pegar uma mulher"

PHABRYCYO
Inserida por PHABRYCYO
1 compartilhamento

Gênesis 18

Os três visitantes

1 O Senhor apareceu a Abraão perto dos carvalhos de Manre, quando ele estava sen­tado à entrada de sua tenda, na hora mais quen­te do dia.
2 Abraão ergueu os olhos e viu três ho­mens em pé, a pouca distân­cia. Quan­do os viu, saiu da entrada de sua tenda, correu ao encontro deles e curvou-se até o chão.
3 Disse ele: "Meu senhor, se mereço o seu favor, não passe pelo seu servo sem fazer uma parada.
4 Mandarei buscar um pouco d'água para que lavem os pés e descansem debaixo desta árvore.
5 Vou trazer a vocês também o que comer, para que recuperem as forças e prossigam pelo cami­nho, agora que já chegaram até este seu servo".
"Está bem; faça como está dizendo", res­ponderam.
6 Abraão foi apressadamente à tenda e dis­se a Sara: "Depressa, pegue três medidas da melhor farinha, amasse-a e faça uns pães".
7 Depois correu ao rebanho e escolheu o melhor novilho, e o deu a um servo, que se apres­sou em prepará-lo.
8 Trouxe então coalha­da, leite e o novilho que havia sido prepa­rado, e os serviu. Enquanto comiam, ele ficou perto deles em pé, debaixo da árvore.
9 "Onde está Sara, sua mulher?", pergunta­ram.
"Ali na tenda", respondeu ele.
10 Então disse o Senhor: "Voltarei a você na primavera, e Sara, sua mulher, terá um filho".
Sara escutava à entrada da tenda, atrás dele.
11 Abra­ão e Sara já eram velhos, de idade bem avançada, e Sara já tinha passado da idade de ter filhos.
12 Por isso riu consigo mesma, quan­do pensou: "Depois de já estar velha e meu senhor já idoso, ainda terei esse prazer?"
13 Mas o Senhor disse a Abraão: "Por que Sara riu e disse: 'Poderei realmente dar à luz, agora que sou idosa?'
14 Existe alguma coisa impossível para o Senhor? Na primavera volta­rei a você, e Sara terá um filho".
15 Sara teve medo, e por isso men­tiu: "Eu não ri". Mas ele disse: "Não negue, você riu".
16 Quando os homens se levantaram para partir, avistaram lá embaixo Sodoma; e Abraão os acompanhou para despedir-se.

Abraão intercede por Sodoma

17 Então o Senhor disse: "Esconderei de Abraão o que estou para fazer?
18 Abraão será o pai de uma nação grande e pode­rosa, e por meio dele todas as nações da terra serão abençoadas.
19 Pois eu o escolhi, para que ordene aos seus filhos e aos seus descendentes que se conservem no caminho do Senhor, fazendo o que é justo e direito, para que o Senhor faça vir a Abraão o que lhe prometeu".
20 Disse-lhe, pois, o Senhor: "As acusa­ções contra Sodoma e Gomorra são tantas e o seu pecado é tão grave
21 que descerei para ver se o que eles têm feito corresponde ao que te­nho ouvido. Se não, eu saberei".
22 Os homens partiram dali e foram para Sodoma, mas Abraão per­maneceu diante do Senhor.
23 Abraão aproxi­mou-se dele e disse: "Exterminarás o justo com o ímpio?
24 E se hou­ver cinquenta justos na cidade? Ainda a destrui­rás e não pouparás­ o lugar por amor aos cin­quenta justos que nele estão?
25 Lon­ge de ti fazer tal coisa: matar o justo com o ímpio, tratando o justo e o ímpio da mesma maneira. Longe de ti! Não agirá com justiça o Juiz de toda a terra?"
26 Respondeu o Senhor: "Se eu encontrar cinquenta justos em Sodoma, pouparei a cidade toda por amor a eles".
27 Mas Abraão tornou a falar: "Sei que já fui muito ousado a ponto de falar ao Senhor, eu que não passo de pó e cinza.
28 Ainda assim per­gunto: E se faltarem cinco para completar os cinquenta justos? Destruirás a cidade por causa dos cinco?"
Disse ele: "Se encontrar ali quarenta e cinco, não a destruirei".
29 "E se encontrares apenas quarenta?", insistiu Abraão.
Ele respondeu: "Por amor aos quarenta não a destruirei".
30 Então continuou ele: "Não te ires, Se­nhor, mas permite-me falar. E se apenas trinta forem encontra­dos ali?"
Ele respondeu: "Se encontrar trinta, não a destruirei".
31 Prosseguiu Abraão: "Agora que já fui tão ousado falando ao Senhor, pergunto: E se apenas vinte forem encontrados ali?"
Ele respondeu: "Por amor aos vinte não a destruirei".
32 Então Abraão disse ainda: "Não te ires, Senhor, mas permite-me falar só mais uma vez. E se apenas dez forem encontrados?"
Ele respondeu: "Por amor aos dez não a destruirei".
33 Tendo acabado de falar com Abraão, o Senhor partiu, e Abraão voltou para casa.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Juízes 18

A tribo de Dan estabelece-se em Laís

1 Naquela época, não havia rei em Israel, e a tribo de Dã estava procurando um local onde se estabelecer, pois ainda não tinha recebido herança entre as tribos de Israel.
2 Então enviaram cinco guerreiros de Zorá e de Estaol para espionarem a terra e explorá-la. Esses homens representavam todos os clãs da tribo. Disseram-lhes: "Vão, explorem a terra". Os homens chegaram aos montes de Efraim e foram à casa de Mica, onde passaram a noite.
3 Quando estavam perto da casa de Mica, reconheceram a voz do jovem levita; aproximaram-se e lhe perguntaram: "Quem o trouxe para cá? O que você está fazendo neste lugar? Por que você está aqui?"
4 O jovem lhes contou o que Mica fizera por ele, e disse: "Ele me contratou, e eu sou seu sacerdote".
5 Então eles lhe pediram: "Pergunte a Deus se a nossa viagem será bem-sucedida".
6 O sacerdote lhes respondeu: "Vão em paz. Sua viagem tem a aprovação do Senhor".
7 Os cinco homens partiram e chegaram a Laís, onde viram que o povo vivia em segurança, como os sidônios, despreocupado e tranquilo, e gozava prosperidade, pois a sua terra não lhe deixava faltar nada. Viram também que o povo vivia longe dos sidônios e não tinha relações com nenhum outro povo.
8 Quando voltaram a Zorá e a Estaol, seus irmãos lhes perguntaram: "O que descobriram?"
9 Eles responderam: "Vamos atacá-los! Vimos que a terra é muito boa. Vocês vão ficar aí sem fazer nada? Não hesitem em ir apossar-se dela.
10 Chegando lá, vocês encontrarão um povo despreocupado e uma terra espaçosa que Deus pôs nas mãos de vocês, terra onde não falta coisa alguma!"
11 Então seiscentos homens da tribo de Dã partiram de Zorá e de Estaol, armados para a guerra.
12 Na viagem armaram acampamento perto de Quiriate-Jearim, em Judá. É por isso que até hoje o local, a oeste de Quiriate-Jearim, é chamado Maané-Dã.
13 Dali foram para os montes de Efraim e chegaram à casa de Mica.
14 Os cinco homens que haviam espionado a terra de Laís disseram a seus irmãos: "Vocês sabiam que numa dessas casas há um manto sacerdotal, ídolos da família, uma imagem esculpida e um ídolo de metal? Agora vocês sabem o que devem fazer".
15 Então eles se aproximaram e foram à casa do jovem levita, à casa de Mica, e o saudaram.
16 Os seiscentos homens de Dã, armados para a guerra, ficaram junto à porta.
17 Os cinco homens que haviam espionado a terra entraram e apanharam a imagem, o manto sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, enquanto o sacerdote e os seiscentos homens armados permaneciam à porta.
18 Quando os homens entraram na casa de Mica e apanharam a imagem, o manto sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, o sacerdote lhes perguntou: "Que é que vocês estão fazendo?"
19 Eles lhe responderam: "Silêncio! Não diga nada. Venha conosco, e seja nosso pai e sacerdote. Não será melhor para você servir como sacerdote uma tribo e um clã de Israel do que apenas a família de um só homem?"
20 Então o sacerdote se alegrou, apanhou o manto sacerdotal, os ídolos da família e a imagem esculpida e se juntou à tropa.
21 Pondo os seus filhos, os seus animais e os seus bens na frente deles, partiram de volta.
22 Quando já estavam a certa distância da casa, os homens que moravam perto de Mica foram convocados e alcançaram os homens de Dã.
23 Como vinham gritando atrás deles, estes se voltaram e perguntaram a Mica: "Qual é o seu problema? Por que convocou os seus homens para lutar?"
24 Ele respondeu: "Vocês estão levando embora os deuses que fiz e o meu sacerdote. O que me sobrou? Como é que ainda podem perguntar: 'Qual é o seu problema?' "
25 Os homens de Dã responderam: "Não discuta conosco, senão alguns homens de temperamento violento o atacarão, e você e a sua família perderão a vida".
26 E assim os homens de Dã seguiram seu caminho. Vendo que eles eram fortes demais para ele, Mica virou-se e voltou para casa.
27 Os homens de Dã levaram o que Mica fizera e o seu sacerdote, e foram para Laís, lugar de um povo pacífico e despreocupado. Eles mataram todos ao fio da espada e queimaram a cidade.
Os homens de Dã reconstruíram a cidade e se estabeleceram nela.
28 Não houve quem os livrasse, pois viviam longe de Sidom e não tinham relações com nenhum outro povo. A cidade ficava num vale que se estende até Bete-Reobe.
29 Deram à cidade anteriormente chamada Laís o nome de Dã, em homenagem a seu antepassado Dã, filho de Israel.
30 Eles levantaram para si o ídolo, e Jônatas, filho de Gérson, neto de Moisés, e os seus filhos foram sacerdotes da tribo de Dã até que o povo foi para o exílio.
31 Ficaram com o ídolo feito por Mica durante todo o tempo em que o santuário de Deus esteve em Siló.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

2 Samuel 18

A morte de Absalão

1 Davi passou em revista o exército e nomeou comandantes de batalhões de mil e de cem.
2 Depois dividiu o exér­cito em três com­panhias: uma sob o comando de Joabe, outra sob o comando de Abisai, irmão de Joabe, filho de Zeruia, e outra sob o comando de Itai, o giteu. Disse então o rei ao exército: "Eu também marcharei com vocês".
3 Mas os homens disseram: "Não faças isso! Se tivermos que fugir, eles não se preocuparão conosco e, mesmo que metade de nós morra em batalha, eles não se importarão. Tu, porém, vales por dez mil de nós. Melhor será que fiques na cidade e dali nos dês apoio".
4 O rei respondeu: "Farei o que acharem me­lhor".
E o rei ficou junto à porta, enquanto os soldados marchavam, saindo em unidades de cem e de mil.
5 O rei ordenou a Joabe, a Abisai e a Itai: "Por amor a mim, tratem bem o jovem Absa­lão!" E todo o exército ouviu quando o rei deu essa ordem sobre Absalão a cada um dos comandantes.
6 O exército saiu a campo para enfrentar Israel, e a batalha aconteceu na floresta de Efraim,
7 onde o exército de Israel foi derrotado pelos soldados de Davi. Houve grande matança naquele dia, elevando-se o número de mortos a vinte mil.
8 A batalha espalhou-se por toda a região e, naquele dia, a floresta matou mais que a espada.
9 Durante a batalha, Absalão, montado em sua mula, encontrou-se com os soldados de Davi. Passando a mula debaixo dos galhos de uma grande árvore, Absalão ficou preso nos galhos pela cabeça. Ficou pendurado entre o céu e a terra, e a mula prosseguiu.
10 Um homem o viu e informou a Joabe: "Acabei de ver Absalão pendurado numa grande árvore".
11 "Você o viu?", perguntou Joabe ao homem. "E por que não o matou ali mesmo? Eu teria dado a você dez peças de prata e um cinturão de guerreiro!"
12 Mas o homem respondeu: "Mesmo que fossem pesadas e colocadas em minhas mãos mil peças de prata, eu não levantaria a mão contra o filho do rei. Ouvimos o rei ordenar a ti, a Abisai e a Itai: 'Protejam, por amor a mim, o jovem Absalão'.
13 Por outro lado, se eu tivesse atentado traiçoeiramente contra a vida dele, o rei ficaria sabendo, pois não se pode esconder nada dele, e tu mesmo ficarias contra mim".
14 E Joabe disse: "Não vou perder mais tempo com você". Então pegou três dardos e com eles traspassou o coração de Absalão, quando ele ainda estava vivo na árvore.
15 E dez dos escudeiros de Joabe cercaram Absalão e acabaram de matá-lo.
16 A seguir Joabe tocou a trombeta para que o exér­cito parasse de perseguir Israel e assim deteve o exército.
17 Reti­raram o corpo de Absalão, jogaram-no num grande fosso na floresta e fizeram um grande monte de pedras sobre ele. Enquanto isso, todos os israelitas fugiam para casa.
18 Quando em vida, Absalão tinha levantado um monumento para si mesmo no vale do Rei, dizendo: "Não tenho nenhum filho para preservar a minha memória". Por isso deu à coluna o seu próprio nome. Chama-se ainda hoje Monumento de Absalão.

David chora a morte de Absalão

19 Então Aimaás, filho de Zadoque, disse: "Deixa-me correr e levar ao rei a notícia de que o Senhor lhe fez justiça, livrando-o de seus inimigos".
20 "Não é você quem deve levar a notícia hoje", disse-lhe Joabe. "Deixe isso para outra ocasião. Hoje não, porque o filho do rei morreu."
21 Então Joabe ordenou a um etíope: "Vá dizer ao rei o que você viu". O etíope inclinou-se diante de Joabe e saiu correndo para levar a notícia.
22 Todavia Aimaás, filho de Zadoque, disse de novo a Joabe: "Não importa o que aconteça, deixa-me ir com o etíope".
Joabe, porém, respondeu: "Por que está querendo tanto ir, meu filho? Você não receberá nenhuma recompensa pela notícia".
23 Mas ele insistiu: "Não importa o que aconteça, quero ir". Disse então Joabe: "Pois vá!" E Aimaás correu pelo caminho da planície e passou à fren­te do etíope.
24 Davi estava sentado entre a porta interna e a externa da cidade. E, quando a sentinela subiu ao terraço que havia sobre a porta junto à muralha, viu um homem que vinha correndo sozinho.
25 A sentinela gritou, avisando o rei. O rei disse: "Se ele está sozinho, deve trazer boa notícia". E o homem aproximou-se.
26 Então a sentinela viu outro homem que vinha correndo e gritou ao porteiro: "Vem outro homem correndo sozinho!" "Esse também deve estar trazendo boa notícia!", exclamou o rei.
27 A sentinela disse: "Está me parecendo, pelo jeito de correr, que o da frente é Aimaás, filho de Zadoque". "É um bom homem", disse o rei. "Ele traz boas notícias."
28 Então Aimaás aproximou-se do rei e o saudou. Prostrou-se com o rosto em terra, diante do rei e disse: "Bendito seja o Senhor, o teu Deus! Ele entregou os homens que se rebelaram contra o rei, meu senhor".
29 O rei perguntou: "O jovem Absalão está bem?" Aimaás respondeu: "Vi que houve gran­de confusão quando Joabe, o servo do rei, ia enviar teu servo, mas não sei o que aconteceu".
30 O rei disse: "Fique ali ao lado esperando". E Aimaás ficou esperando.
31 Então o etíope chegou e disse: "Ó rei, meu senhor, ouve a boa notícia! Hoje o Senhor te livrou de todos os que se levantaram contra ti".
32 O rei perguntou ao etíope: "O jovem Absalão está bem?" O etíope respondeu: "Que os inimigos do rei, meu senhor, e todos os que se levantam para te fazer mal acabem como aquele jo­vem!"
33 Então o rei, abalado, subiu ao quar­to que ficava por cima da porta e chorou. Foi subindo e clamando: "Ah, meu filho Absalão! Meu filho, meu filho Absalão! Quem me dera ter mor­rido em seu lugar! Ah, Absalão, meu filho, meu filho!"

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

1 Crônicas 18

Vitórias de David

1 Depois disso Davi derrotou os filisteus e os subjugou, e tirou do controle deles a cidade de Gate e seus povoados.
2 Davi derrotou também os moabitas, que ficaram sujeitos a ele, pagando-lhe impostos.
3 Além disso, Davi derrotou Hadadezer, rei de Zobá, nas proximidades de Hamate, quando Hadadezer tentava obter o controle na região do rio Eufrates.
4 Davi se apossou de mil dos seus carros de guerra, sete mil cavaleiros e vinte mil soldados de infantaria. Ainda levou cem cavalos de carros de guerra e aleijou todos os outros.
5 Quando os arameus de Damasco vieram ajudar Hadadezer, rei de Zobá, Davi matou vinte e dois mil deles.
6 Em seguida, estabeleceu guarnições militares no reino dos arameus de Damasco, sujeitando-os a lhe pagarem impostos. E o Senhor dava vitórias a Davi em todos os lugares aonde ia.
7 Davi também trouxe para Jerusalém os escudos de ouro usados pelos oficiais de Hadadezer.
8 De Tebá e Cum, cidades que pertenciam a Hadadezer, o rei Davi trouxe grande quantidade de bronze, que Salomão usou para fazer o tanque de bronze, as colunas e vários utensílios.
9 Quando Toú, rei de Hamate, soube que Davi tinha derrotado todo o exército de Hadadezer, rei de Zobá,
10 enviou seu filho Adorão ao rei Davi para saudá-lo e parabenizá-lo por sua vitória na batalha contra Hadadezer, que tinha estado em guerra contra Toú. Com Adorão, mandou todo tipo de utensílios de ouro, de prata e de bronze.
11 O rei Davi consagrou esses utensílios ao Senhor, como fizera com a prata e o ouro tomados de todas estas nações: Edom e Moabe, os amonitas e os filisteus e Amaleque.
12 Abisai, filho de Zeruia, derrotou dezoito mil edomitas no vale do Sal.
13 Depois colocou guarnições militares em Edom, sujeitando todos os edomitas a Davi. O Senhor dava vitórias a Davi em todos os lugares aonde ia.

Os oficiais de David

14 Davi reinou sobre todo o Israel, administrando o direito e a justiça a todo o seu povo.
15 Joabe, filho de Zeruia, era comandante do exército; Josafá, filho de Ailude, era o arquivista real;
16 Zadoque, filho de Aitube, e Aimeleque, filho de Abiatar, eram sacerdotes; Sausa era secretário;
17 Benaia, filho de Joiada, comandava os queretitas e os peletitas; e os filhos do rei Davi eram seus principais oficiais.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Salmo 18

1 Eu te amo, ó Senhor, minha força.
2 O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva,
a minha torre alta.
3 Clamo ao Senhor, que é digno de louvor, e estou salvo dos meus inimigos.
4 As cordas da morte me enredaram; as torrentes da destruição me surpreenderam.
5 As cordas do Sheol me envolveram; os laços da morte me alcançaram.
6 Na minha aflição clamei ao Senhor; gritei por socorro ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; meu grito chegou à sua presença, aos seus ouvidos.
7 A terra tremeu e agitou-se, e os fundamentos dos montes se abalaram; estremeceram porque ele se irou.
8 Das suas narinas subiu fumaça; da sua boca saíram brasas vivas e fogo consumidor.
9 Ele abriu os céus e desceu; nuvens escuras estavam sob os seus pés.
10 Montou um querubim e voou, deslizando sobre as asas do vento.
11 Fez das trevas o seu esconderijo; das escuras nuvens, cheias de água, o abrigo que o envolvia.
12 Com o fulgor da sua presença as nuvens se desfizeram em granizo e raios,
13 quando dos céus trovejou o Senhor, e ressoou a voz do Altíssimo.
14 Atirou suas flechas e dispersou meus inimigos, com seus raios os derrotou.
15 O fundo do mar apareceu, e os fundamentos da terra foram expostos
pela tua repreensão, ó Senhor, com o forte sopro das tuas narinas.
16 Das alturas estendeu a mão e me segurou; tirou-me das águas profundas.
17 Livrou-me do meu inimigo poderoso, dos meus adversários, fortes demais para mim.
18 Eles me atacaram no dia da minha desgraça, mas o Senhor foi o meu amparo.
19 Ele me deu total libertação; livrou-me porque me quer bem.
20 O Senhor me tratou conforme a minha justiça; conforme a pureza das minhas mãos recompensou-me.
21 Pois segui os caminhos do Senhor; não agi como ímpio, afastando-me do meu Deus.
22 Todas as suas ordenanças estão diante de mim; não me desviei dos seus decretos.
23 Tenho sido irrepreensível para com ele e guardei-me de praticar o mal.
24 O Senhor me recompensou conforme a minha justiça, conforme a pureza das minhas mãos diante dos seus olhos.
25 Ao fiel te revelas fiel, ao irrepreensível te revelas irrepreensível,
26 ao puro te revelas puro, mas com o perverso reages à altura.
27 Salvas os que são humildes, mas humilhas os de olhos altivos.
28 Tu, Senhor, manténs acesa a minha lâmpada; o meu Deus transforma em luz as minhas trevas.
29 Com o teu auxílio posso atacar uma tropa; com o meu Deus posso transpor muralhas.
30 Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é um escudo para todos os que nele se refugiam.
31 Pois quem é Deus além do Senhor? E quem é rocha senão o nosso Deus?
32 Ele é o Deus que me reveste de força e torna perfeito o meu caminho.
33 Torna os meus pés ágeis como os da corça, sustenta-me firme nas alturas.
34 Ele treina as minhas mãos para a batalha e os meus braços para vergar um arco de bronze.
35 Tu me dás o teu escudo de vitória; tua mão direita me sustém; desces ao meu encontro para exaltar-me.
36 Deixaste livre o meu caminho, para que não se torçam os meus tornozelos.
37 Persegui os meus inimigos e os alcancei; e não voltei enquanto não foram destruídos.
38 Massacrei-os, e não puderam levantar-se; jazem debaixo dos meus pés.
39 Deste-me força para o combate; subjugaste os que se rebelaram contra mim.
40 Puseste os meus inimigos em fuga e exterminei os que me odiavam.
41 Gritaram por socorro, mas não houve quem os salvasse; clamaram ao Senhor, mas ele não respondeu.
42 Eu os reduzi a pó, pó que o vento leva. Pisei-os como à lama das ruas.
43 Tu me livraste de um povo em revolta; fizeste-me o cabeça de nações; um povo que não conheci sujeita-se a mim.
44 Assim que me ouvem, me obedecem; são estrangeiros que se submetem a mim.
45 Todos eles perderam a coragem; tremendo, saem das suas fortalezas.
46 O Senhor vive! Bendita seja a minha Rocha! Exaltado seja Deus, o meu Salvador!
47 Este é o Deus que em meu favor executa vingança, que a mim sujeita nações.
48 Tu me livraste dos meus inimigos; sim, fizeste-me triunfar sobre os meus agressores, e de homens violentos me libertaste.
49 Por isso eu te louvarei entre as nações, ó Senhor; cantarei louvores ao teu nome.
50 Ele dá grandes vitórias ao seu rei; é bondoso com o seu ungido, com Davi e os seus descendentes para sempre.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

As vezes me pergunto se alguma coisa continua absoluta. Ainda existem o certo e o errado? O bom e o mal? A verdade e a mentira? Ou tudo é negociável? Sujeito a interpretações? É relativo?
A verdade ainda é absoluta. Acredite, mesmo quando a verdade é dura e fria e dói mais do que se possa imaginar E mesmo quando a verdade é mais cruel que qualquer mentira.

One Tree Hill
Inserida por ApolinarioLarissa
1 compartilhamento

“O infeliz subestima a felicidade, por ser algo acessível na sua simplicidade, por isso busca as coisas mais difíceis e até impossíveis. Procurando dessa forma o mérito de seu fugaz esforço que nada encontra a não ser o vazio da frustração.”

Paulinopaxc
Inserida por Paulinopax
1 compartilhamento

AMOR PARECE SER FACIL MAIS E MAIS DIFICIL Q PARECE POR QUE VC TEM Q ENTENDER OS DOIS LADOS SEU OU DELA(E) SE NAO NUNCA VAI DAR CERTO

BEDIL
Inserida por BEDIL18
1 compartilhamento

Dança alada

Quando vc me tomou em seus braços
e começou a dançar bem juntinho
Me aninhou em seu abraço
Pôs meu pássaro em seu ninho

Era só um balanço, um abraço ritmado
Mas tinha tanta melodia...
Não da música que tocava, mas de asas que se abriam!
Asas de anjo, asas de pássaro, que aos poucos se fundiam.

Já não tinha mais espaço em meu coração
Emoção que transbordava, suavam minhas mãos!
Num esforço imensurável
Busquei um disfarce que ocultasse,
Todo amor que eu sentia.

Te abracei com alegria,
Dos seus olhos me escondia:
Me senti como criança, que sem medo se balança,
Que brinca sem saber dos perigos de viver.

Deise Jacques
Inserida por Pequenosol
1 compartilhamento

Pura mesmo é a menina que com 18 anos é totalmente inocente e ingênua

meninas2mulher
Inserida por Meninas2Mulher
1 compartilhamento

Alguns me dizem que a vida começa agora
Mas acredito que tudo termine agora

Lucasalmeidk
Inserida por LucasAlmeidk
1 compartilhamento

O fato é que todo brasileiro, com 18 anos, ele já tem opinião formada sobre tudo. Eu, aos 18 anos também tinha. Porém, nessa idade, eu percebi que eu era um palhaço. De todas as convicções que eu tinha, comecei a me perguntar: - De onde eu tiro tanta porcaria? Eu não sei nada a respeito disso, eu estou chutando... Então, o que eu fiz? Eu fui para casa e fiquei quieto durante 20 anos, estudando, tentado aprender alguma coisa. O dia que eu for um homem maduro, experiente, daí eu irei ensinar algo. Foi o que eu comecei a fazer com 45, 47 anos. E acho que até comecei cedo, pois eu deveria estar começando agora (depois dos 60 anos).

Olavo de Carvalho
Inserida por randuarte
1 compartilhamento

Se encontrarmos uma correspondência e relevância entre o décimo oitavo grau do Rito Escocês Antigo e Aceito, da maçonaria
chamado Cavaleiro Rosa Cruz e as matrizes antigas e arcaicas da Cultura dos Orixás, teremos o orixá correspondente Logunedé. Isto sim,seguindo o entendimento que cada um dos Orixás, dentro da mitologia yorubana são fontes originais, ancestrais, divinizadas de matrizes africanas que correspondem a pontos de força da natureza, dos sentimentos, das emoções e os seus espirituais arquétipos .É considerado um dos mais fortes orixás "métametá", que em ioruba, méta significa "três" e métametá traduz-se a melhor guiza como: três ao mesmo tempo.
Logunedé,segundo os babas das antigas tradições, surge como divindade dentro do runcó, onde é feito a junção Odé com Oxum, completando-se o triângulo iorubá pai, mãe e filho, e age e interpela por força do Espírito Santo. Em sintonia com o décimo oitavo grau maçônico , ele se apresenta como um caçador habilidoso, em terra firme se alimenta de caça e, submerso nas águas se alimenta de peixe, assim como temos as fontes na alimentação ritualística do grau na Semana Santa, da Quinta-feira de Endoenças com o peixe e do cordeiro no Sábado de Aleluia.

RICARDO VIANNA BARRADAS
Inserida por RicardoBarradas

Sabe aquela romântica ideia de que lixo e sofrimento na verdade curam e que são lindos... essa coisa poética? Palhaçada. São somente lixo e sofrimento. Só isso. Sabe o que é melhor? O amor. O dia em que achar que o amor está sendo superestimado, voce vai estar enganado. A unica coisa errada com o amor, a fé, a crença, é não sentir essas coisas.

One Tree Hill
Inserida por ApolinarioLarissa

Doug:
É sábio quem conhece a diferença entre liberdade de expressão e conversa vulgar.Porque a experiência cala o passado para que a luz transpareça do verbo.

jdanielp
Inserida por jdanielp

A face:
O corpo,as mãos, a fisionomia são os vestígios do espírito. E para quem sabe ler neles, eles oferecem a nítida descrição da natureza humana,animal,vegetal e marinha,física ou como se apresenta...Porque uma retaliação é como uma coisa estranha em sentimento humano.Pois mentira cheira ainda mais quando é dita por quem não costuma mentir.Cheira ovo podre e estrume de cavalo.

jdanielp
Inserida por jdanielp

Pelim:
Aprendi que amadurecer dói, mas o fruto pode ser bom.Pois todo homem chegará aos preâmbulos do fim,e será obrigado a se confrontar com a soma de seus desempenhos imperfeitos.

jdanielp
Inserida por jdanielp