Vovó

Cerca de 60 frases e pensamentos: Vovó

Quem não tem colírio usa óculos escuro.

(trecho de "Como Vovó Já Dizia")

Raul Seixas e Paulo Coelho

"Posso dizer que tenho até os 140 [para viver]. Vovó viveu até os 113. Tenho certeza de que chego lá. Cada dia que passa perco mais o sentimento, perco a memória. Esqueço da fome, da verdade"

Dercy Gonçalves

Cura...

Adoentado, febril.
Vovó me benzendo, orando.
"Deus, retira este mal...".

Francismar Prestes Leal

Leite, café,
margarina, pão,
xícara, preta
toalha, mesa,
massa, pão,
vovô e vovó,
eterna tradição.

Taylor Carteano

Você era tão doce, não era? A princesinha do papai, a queridinha da vovó, a fofinha da mamãe. Tinha bochechas fofas e rosadas, as quais todos gostavam de apertar. Sua única preocupação era lembrar os horários dos seus desenhos animados preferidos. Brincava o dia todo, voltando para casa só quando anoitecesse. O tempo foi passando. Você foi crescendo. Tornando-se responsável. Tendo que lidar com os seus problemas. Não podendo mais brincar o dia intero. Tendo tarefas de casa para fazer. Vendo pessoas indo embora e outras chegando. Tropeçando. Caindo. Levantando. Machucando-se. Onde está a princesinha do papai? Será que ela está adormecida? Será que teve que partir assim como os outros? Será que se perdeu? Será que voltará? Em vez dela, cresceu ali, uma menina perdida no meio desse mundo. Uma menina frágil, tendo que aprender a viver. Uma tarefa muito difícil, que nunca saberemos se estamos fazendo certo ou errado. Vejo uma lágrima cair do rosto dessa menininha tão pequena. O que será que aconteceu? É. Ela se apaixonou pela primeira vez. Decepções e mais decepções vieram. Agora vejo uma menina que usa maquiagem. Usa para esconder as olheiras e os olhos inchados de tanto chorar à noite. Uma máscara. Sim uma márcara, para esconder todo o seu sofrimento. Pelo jeito a princesinha adormeceu. Adormeceu e talvez nunca mais vá voltar.

Julia Weber Ferraboli

Eu conheço um menininho
Ele é muito bonitinho
Ele é Arthurzinho

Arthurzinho de vovó
Ele é muito bonitinho
Ele é o amorzinho de vovó.

Helena Cânha

Vovó querida do meu coração,
Você é um anjo, você é minha paixão!

Luiz Maria Borges dos Reis

Carta a minha Vovó....
É mais uma noite cai após dias de chuvas fazendo de mim um prisioneiro em cativeiro.
Pensamentos passam em minha cabeça coisa que nem consigo decifrar, saudade que ainda machuca já faz anos e você não esta aqui.
Ah, saudades de nossas conversas, nossas brincadeiras e ainda sinto você perto de mim. Ah sei que vou te encontrar algum dia, mas quando eu não sei por aqui você esta fazendo falta para mim...
Você que foi a minha companhia nas horas difíceis que passei sempre me protegendo sem medo algum de encarar os meus problemas e loucuras que já fiz.
Cadê você minha amiga....estou precisando de você por aqui...mas Deus quis você junto a ele para alegrar o céu com sua alegria...mas não esquece que por aqui você faz falta.
Descanse ao lado de Deus.....minha querida vovó....TE AMO....

CASJúnior

Vitor, o neto querido do vovô Collyer veio a Fortaleza passou poucos dias, só deixou saudade. Quando estiver de férias das aulas no próximo ano venha novamente. A praia está bem ali esperando por vocês. Tem água de coco, o peixe que você quiser, e o mar naquela areiinha gostosa, e o sol lindo! Aquela beleza! Sim, já ia esquecendo da piscina lá, É linda, né! Vou ficar esperando o resto do ano até chegar novamente suas férias, Será que a mamãe quer vir novamente? Já sei que ela gostou bastante também. E o papai? Bem, O papai não precisa ser convidado, Ele está convidado o tempo que quiser, mas só vem se você e mamãe vierem também, hein!, Fico esperando por vocês!...Até o ano que vem.......Beijos da vovó e do vovô.

Gerardo M Collyer Lopes

Vovó Atenciosa
Quem já teve ou tem uma avó assim, com essa característica atenciosa, acompanhante, zelosa, vigilante, isso resume-se em amor ! Ou quem lembra dela?????????????????
Vó, Joana, mulher do século passado, muito altiva, determinada, sua palavra era ouvida e respeitada, que o diriam os genros. Eu a conheci já viúva com oito filhos, sóbria, com uma casa relativamente grande, cozinha com mesa e cadeira para toda a família. Imaginem o tamanho da mesa rsrsrs, cadeira só na sala, porque na cozinha eram bancos para abrigar a todos rsrs... Ah, que saudades...
Animada nas festas em família que era na sua casa, dançava o tempo todo, pois a alegria era muita. Também pudera a matriarca em continência a receber os seus...
Ela recebia não só os seus, como amigos também. Ah, e como era boa amiga, fazia suas visitas e eu a acompanhava, eta época boa...
Eram muitos folguedos entre os primos...
E as viagens a São Paulo na tia Alice, no Guarujá, em São Vicente...não havia dificuldades... Espero ser uma avó assim.Vamos aguardar!

Ivete Maurília

Esse "cara sou eu" é um vovô de quase 80 anos, por isso ele é tão fofo e tão foda! =p

Lili Lubarino

Carta para os meus avós...

Meu vovô e minha vovó...
Eu amo vocês...
Na realidade ñunca irei ter palavras suficientes para agradecer aos dois por toda sua bondade!
Mas com essa singela carta quero poder traduzir em palavras o quanto sou a grata a vocês por tudo!
Vovó nos meus momentos de aflições você também esteve ao meu lado, também me aconselhou...
Foi e é uma amiga e mãe pra mim!
Meu vovô sempre quando tinha duvidas na vida, o senhor sempre me aconselhou e me ajudou..a ti sou eternamente grata!

Tenho um enorme medo de perder vocês..., porque os amo demais...
Só quero que vocês saibam que não deixarei para amanhã o que posso dizer hoje , vocês significam muito para mim...e de uma forma simples e complexa: EU AMO VOCêS ATÉ O FIM....
(...)
:/

Giovanna bells

Cheiro de café moído na hora. Logo sinto saudades da casa da vovó, das histórias que contava, me ensinou a nunca esquecer o meu sertão.

Gabriela Stacul

Um beijo da vovó...é o mais doce gesto que posso fazer, já não consigo mais escrever...
Mas durma..a noite é um poema que conheço profundamente..

Lurdes Libardi

Doce matéria

Pudim de passas
vovó já fazia
quando nas férias
para sua casa eu ia.

Pudim de passas
eu ouvi na escola
que um cientista Thomson
resolveu batizar
o nosso querido átomo
que já não era mais
uma bola de bilhar.

Eu com mente de criança
lembrei daqueles contos para dormir:
João e Maria
e a casa de doces...

Imaginei a matéria
como um pudim grande e doce.

Mas não sou criança mais.
Voltei a prestar atenção
no que o professor estava a falar.

A matéria deixou de ser doce,
agora é conteúdo para estudar.
Conteúdo sério,
desses que podem cair no vestibular.

Mas eu ainda fico me perguntando
se naquele tempo
Thomson andou se baseando
no conto de João e Maria
para a doce matéria
poder explicar,
criando assim sua teoria.

Eu as vezes misturo
ciência e fantasia...
Vai ver que é por isso
que me ocupo escrevendo poesia.

Sarah Magalhães

Coisicas de Vovó e Vovô

Dia dos avós é o ícone de pessoa querida, nos transporta para momentos inesquecíveis vivenciados por tão ilustres seres amadurecidos de amor.
Minha vó é da época desse desenho, quituteira, prendada e carinhosa. As avós de antigamente eram lindas enrugadas, com voz aveludada, cheiro de alfazema, batas ou vestidos estampados com fita na cintura, colocavam sua dentadura dentro do copo para descansar durante o sono. Batalhadoras desprovidas de preguiça, rainhas do lar e parideira, minha vó teve 13 lindos filhos. A profissão de uma avó de antigamente era CASAR.
Meu avô se preocupava com o sustento da casa, era o único provedor, trabalhava muito e ajudou a fazer os filhos supracitados. Tinha uma maneira rígida de educar, não impunha respeito e sim medo, os 13 filhos tinham medo do meu atual meigo vovô.
Falar de vó e de vô é sentir saudade, sentir cheiro de infância, sentir vontade de voltar ao tempo, valorizar com juros e correção cada momento vivido, cada emoção.
É lembrar de superstições que você acha engraçada, mas impossível esquecer: ao ver um chinelo emborcado, porque alguém vai morrer; um garfo, colher ou faca que cai no chão, porque tem gente chegando; a vassoura atrás da porta para sintonizar a visita de que é hora de partir.
Tudo se curava com chá, com ervas, com remédio caseiro, com copaíba, andiroba, crajiru, com garrafada, ninguém ia no ortopedista antes de ir no senhor que põe os ossos no lugar, ou na rezadeira.
Os avós de hoje são jovens, bonitos, antenados e internautas, lutam, buscam, materializam seus sonhos e comemoram conquistas. Os avós são mães e pais açucarados, com receitas inéditas de mimos, paparicos e proteções.
Feliz Dia dos Avós

Arcise Câmara

Hoje estou me sentindo retrô,
calça modelo antigo,
camisa com remendo da vovó,
chinelo com prego segurando as tiras,
cueca com aquele furinho básico
e olhando as pessoas que me odeiam pelo retrovisor.

altairtico

Vovó Elizabeth
Os mentirosos realmente acreditam no que dizem, brigam pela razão que eles não tem

Kamila Roz