Você Me Perdeu

Cerca de 63 frases e pensamentos: Você Me Perdeu

O problema de querer dar valor a algo que perdeu, é que você já perdeu.

Felipe Leone

Quando me encontrar e perceber que eu mudei, pense apenas que foi você quem perdeu a minha alegria.

Felipe Leone

Despedida!!!
Amigo, você não perdeu a vida. Foi a vida que te perdeu! Você era forte e claro como o sol. Você era sereno como as estrelas e a lua na noite. Continue a sorrir e encontre-se com Deus!!!

Emilsen Lemes

Você se perdeu nesse mundo de mentiras que você criou. Não consigo mais enxergar o seu eu verdadeiro, na verdade acho que nunca o enxerguei. Fico pensando que nunca te conheci de verdade. Em todos esses anos, eu nunca connheci você. Quando penso que finalmente tenho um pouquinho de conhecimento da pessoa que você é, meses depois você tropeça em todas as mentiras que eu acreditei, revelando que eu não sabia de nada. Tento entender como é possível uma vida construída de mentiras, uma vida na base de escudos, onde nem os mais intímos conseguem entrar. Me pergunto se você faz isso pra se protejer, ou se simplesmente gosta dessa vidinha que leva. Me sinto perdida nesse mar de ilusões que você é.

Rayane Devine.

Na verdade não é que o baú que esteja pesado, e sim você que perdeu a força de carregá-lo.O peso e o valor das coisas que encontramos na nossa vida, somos nós quem damos ou perdemos ao logo do tempo. O segredo de mantê-los está na força que vive dentro de nós.

Crys Rangel

E quanto tempo você já perdeu acreditando em uma coisa que na verdade nunca existiu?

Thiago Sales

Considerando tudo o que você já perdeu na vida, vá e perca algo importante mais uma vez, só não desista para mostrar que é superior a suas dificuldades.

Emerson Mollin

Na verdade não foi eu que te perdi, você que perdeu a oportunidade de conviver com uma pessoa boa como eu.

Ailamara Cavalcante

Se você já perdeu um grande amor e sofreu por isso...
É porque um dia você foi "O GRANDE AMOR" de alguém e o fez passar pelo mesmo processo.

Danilo Henrique B.

Desculpa, mais não tenho tempo mais para você. Você perdeu sua vez quando tinha, agora não tem mais.

John Rodrigues

Tire meu nome da sua boca fofinha! Você ja perdeu a minha confiança. Quer perder os dentes também?

geany kkl

Não ouça o inimigo Está dizendo você já perdeu
Pois você é uma preciosidade, garimpada por Deus.
Quem olha seu exterior não vê nenhum valor
Mais quem sabe o quanto você vale, é o lapidador.

Alexandre Faria Silva

Aceita, aceita de uma vez que você me perdeu ao lado de outro alguém quem vai sorrir sou eu, agora dessa vez eu sou mais eu. quantas vezes sentada eu fiquei chorando aqui esperando alguém que nem pensava em mim. ai então resolvi mudar me dar valor em primeiro lugar. agora você chora com saudades. um dia te fiz feliz mais você não soube valorizar agora não te quero não, não foi falta de opção você que quis assim. agora baba chora baby quem não quer sou eu.

Mallu Moraes

Um dia eu te encontrei,
mas voce se perdeu,
Nao sei foi ruim assim,
Sendo todos os dias,
Voce longe de mim.



Seu sorriso me fascina,
Sua beleza me conquista,
Mas de que adianta tudo isso,
se voce nao sabe disso.



Seus olhos me atraem,
Seu carisma me domina,
Muitos so percebem apenas isso,
Mas eu vejo muito alem de tudo isso.

Roberto Ittalo

Lamento dizer, mas você me perdeu.
(E uma mulher dessa só se encontra a cada quarenta mil léguas.)

Mía Moreira

Quando na mão sou como bandeja com garrafa de vidro, se você tropeçar perdeu. Mesmo que junto os pedaços e cole, não terá mais o conteúdo, a parte mais saborosa.

Ismael Azevedo

Se te dei o mapa do meu tesouro e você se perdeu a culpa é sua que não soube usar, lamento, caminho errado é armadilha do destino que queres levar (sem mim).

Ismael Azevedo

ALGUNS MARTÍR[E]OS
13/06/2011

– Quantas vezes você já perdeu algo ou alguém que lhe animava por momentos que não lhe trariam coisa alguma? Os preços que se pagam.

"Algo na morte me atrai e me assusta. O que me instiga são os finais, e não há final mais certo do que a morte. Se um personagem morre no final, sua história acaba. Caso contrário, ele segue uma vida. Uma vida que me atormenta.
Todos os dias os personagens que não tiveram fim me assombram, pedem para que eu escreva sobre e conte o que há. Eles querem que eu explique suas dúvidas e resolva seus problemas. – Mas não posso. – Palavras são apenas palavras. E escrevê-las é de mim, mas jogá-las fora é do mundo.".




Sei que escrevo e quem lê espera me encontrar ali. Não sei bem em quantas palavras estou, mas sei que em poucas me manifesto. Não tenho coragem. Escondo-me nas metáforas e mentiras. São as invenções de quem tem alma inquieta, de quem sofre, de quem foge. São as cinzas de um cigarro que não foi tragado. São os desvios de caminho e falta de conduta. – Desculpe-me as bobagens, eu não sei ser direta.
Quando leio palavras, sei que quem as escreveu não contou o que sentia. – Não é contar, escrever é entender. – A gente larga palavrinhas tolas ali, vai desenhando as letrinhas, até entender o que está dentro de nós. Daí tantas controvérsias: – pessoas são momentos. Sentimentos são passageiros. Se nós escrevemos para entender o que se passa, sentimos enquanto, depois não mais. – Por isso o perigo.
Escrever é perigoso, porque palavras são para sempre. Quem as lê, as leva. Acha que aquilo está dentro de mim em todos os momentos. Acha que sou aquilo. Acha que eu posso ser tão boa quanto minhas palavras. E não sou.
Um alerta: Quando se escreve, não consegue se contar o que realmente se sente. É impossível. Você enfeita, tenta não errar o português, foge do jeitinho errado e certo de contar, e acaba virando outra coisa. Outra coisa que leva à uma conclusão. Conclusão que enche minha cabecinha de sonhos e fantasias, que me traz verdades, que me faz enxergar: “ – Sim. É isto.”.
Atente-se ao fim e ao começo, prendam-se aos pequenos detalhes, juro que irão entender, pelo menos, ¼ do que eu senti. Porque até quando escrevo sobre o futuro, eu falo sobre o que já senti.
Então, desculpem-me os vários erros de ortografia. Eu preciso sentir e escrever. Não posso simplesmente usar as palavras mais ricas da língua; E confesso que acho que quem fala em muitos detalhes, não sente. Sentimentos são bem puros. São bem simples. A gente não precisa conjugar verbos corretamente e não há necessidade de dominar quatro idiomas para falar: “Eu amo você”. Então poupem-me as delicadezas exageradas, concentrem-se nas gírias cotidianas e falem com aquele jeitinho manso e brasileiro que, vocês sentem algo.
Porque eu já não suporto as pessoas falarem sobre elas em todos os momentos. Não agüento a forma como precisam colocar para baixo outras pessoas para se sentirem maiores. Acabam com a minha paciência esses discursos de paz, quando se vê de longe que não estão em paz nem consigo mesmas. Perco-me em fúrias ao ver que muitos falam, poucos fazem, e desperdiçam meu tempo com seus blá blá blá de vida e como conquistar algo. – É preciso mais do que belas palavras, é preciso de força de vontade e caráter para chegar até o fim.
A gente sabe que todos os livros não vão fazer da sua vida a melhor vida. Inteligência é diferente de sabedoria. Eu ainda não consigo entender se as pessoas nascem ou adquirem sabedoria. Mas eu conheço pessoas que não tiveram estudo e conquistaram mundos. Pessoas que podem sorrir todos os dias sem se preocupar com as nossas futilidades bobas. Conheço pessoas que tem “algo” dentro delas que me acende esperança.
A gente sabe que para vencer na vida só é preciso de esforço. Que o mundo hoje é competitivo; mas sem humildade a gente não cai, despenca. A gente sabe que tem muito hip-hop por aí fazendo rimas que são verdadeiras, enquanto o nosso rock ‘n roll está bajulado de gente que entende muito, mas pouco sabe dessa vida.

Tem gente que sabe conceitos, e tem gente que entende de vida.

Seus martírios me decepcionam. Eu vivo num mundo em que todo mundo faz barulho, e eu só quero silêncio. Esse barulho afasta nossas crenças de felicidade. A coisinha aqui é bem simples: fale baixo, tenha sotaque, use gírias, abaixe a cabeça, repita roupas, descabele-se, desarrume-se, perca a pose. Eu duvido que você consiga mostrar o que realmente és.
Então, todas as vezes que me achar enferma, descabelada, amarela, magra, boba, gentil demais, seca demais, ou, sei lá, saiba: - eu tô sendo eu, neguinho.
Estou matando meus personagens, vencendo meus fios de cabelo e vendo o mundo gritar aquilo que nunca fará parte de mim. – Não venha com suas rotinas. Eu não sei viver a vida das outras pessoas... Eu vivo a minha vida, porque só a minha, já me traz muito trabalho.
E se você não entendeu nada, arrisque-se ler novamente, encontrar detalhes e apegue-se ao: A gente escreve para nos entender, não para contar algo. – Assim fica explicado a falta de concordâncias.
Assim, eu peço mais naturalidade. Porque o mundo não é esta festa que obriga máscaras no figurino. Nada disso! Eu gosto de gente que é gente. Que me faz gostar delas por serem elas mesmas. Porque essas sim, sim, elas me fazem sorrir.

Eu tenho dentro de mim, algumas histórias e inquietações, que se acalmam com sorrisos. Eu preciso sair por aí e acalmar-me ainda mais. Não me peça paralisações, faça-me parar às vezes. Mas não espere que eu fique aqui para sempre. – São pássaros que voam. As penas que cobrem e, no entanto, as asas que deixam o vôo bonito.

Faça mais que a teoria. Atitudes contradizem palavras. Seja você, mesmo que atrapalhe. O verdadeiro vai gostar de você do jeito que você é. Eu gosto de gente que age, não de gente que fala. – Bem vindo aos meus clichês.

Gabriella Beth Invitti

"– Quantas vezes você já perdeu algo ou alguém que lhe animava por momentos que não lhe trariam coisa alguma? Os preços que se pagam."

Gabriella Beth Invitti