Violão

Cerca de 348 frases e pensamentos: Violão

Não adianta vigiar, prender, checar as mensagens, ligar o tempo todo.
A fidelidade só é verdadeira se for espontânea, A gente se engana demais pelo medo do fim.
Mesmo quando o coração implora pela presença, deixa ir.
Você não precisa de alguém que não queira estar com você de corpo e alma.

Menina do violão

Menina estranha. Sua boca sorri, mas seu olhar chora.

A menina e o violão

Uma vez me disseram que sou forte, e parei pra pensar quando foi que eu decidi que ia ser assim. Nem reparei o momento em que blindei meu coração e determinei que certas coisas não o atingiriam mais, só sei que o fiz. E já passei por situações tão terríveis que quis morrer, mas suportei, me concentrando na ideia de que a dor sempre passa. E embora leve essa força aqui, a fragilidade a acompanha. Sou forte, mas choro. Não preciso esconder o que sinto, embora pareça mais seguro. Porque eu penso que a gente deve tentar, deve ir. Quem não vai não sente, não vive. Decidi: forte é quem não se esconde. Quem encara. Se já quebrei a cara por isso? Várias vezes. Mas acredito. Sempre! Não uma Fé cega, mas Esperançosa. Porque dentro de mim há sempre aquela mania de acreditar que todo mundo tem um lado bom. “Tem que ter algo bom, essa pessoa não pode ser essa merda toda”. Pode parecer loucura, mas eu penso com o coração. E coração não pensa. Quando vê, já foi. Já fui.

A menina e o violão

"Você firmou seus pés quando seu mundo caiu, eu acompanhei de perto e tentei ajudar, apesar da sua mania de achar que pode resolver sozinha. Você teve medo de que vissem sua dor e fragilidade, mas foi forte até o fim e levantou sem pisar em ninguém. Você acreditou no lado bonito da vida, e apesar de algumas rasteiras, continua sorrindo, com fé na vida, no amor. Você me inspira a querer ser melhor. Sua compreensão da necessidade por Deus é linda para mim. Você, tão forte e tão frágil, com jeito de criança e presença de mulher. Você, de alma tão bonita que artista nenhum, no mundo inteiro, conseguiria fazer arte que pudesse se comparar ao que você leva no peito. Você que caiu, que chorou, que sofreu, que orou e se reergueu. Você que é verdadeira, fiel e tem um valor inestimável. Você que é digna de amor verdadeiro. Não ouse se contentar com menos que isso: amor verdadeiro. Você que é tão bonita por dentro, que compreendeu que o que tem por fora é totalmente perecível.”

A menina e o violão

“Lucia disse que amava Pedro. 3 meses depois percebeu que era só atração. Mariana declarou amor á Lucas e disse “foi Deus quem me deu você”. 6 meses depois o namoro acabou e ela disse que foi “livramento de Deus”. Rafael mandou flores á Vanessa e prometeu ama-la pra sempre. 8 meses depois sentiu que o sentimento se esvaiu pois Vanessa não correspondia á todas as suas expectativas. Jonas, casado há 5 anos com Marta, que havia declarado o famoso “até que a morte nos separe”, pediu divórcio pois não aguentava mais o jeito da mulher. Não é triste o fim do amor? Não. O amor só termina quando nunca começou.”

A menina e o violão

Ninguém deve se sentir triste por ter um bom coração. O amor não é um erro. Errado é enganar, mentir, trapacear, dar rasteira no sentimento alheio. Quem faz isso é que deve sentir vergonha. Não quem ama e acredita. Ninguém é bobo por se arriscar, bobo é quem passa a vida toda enganando os outros e achando que a vida não traz pra gente tudo aquilo que a gente planta. Ah, ela traz.

A menina e o violão

Que meus olhos nunca deixem de ver o lado bom das pessoas. Que minhas mãos estejam sempre prontas pra levantar, não empurrar...
Que meus pés levem o amor...
Que minha boca não seja usada pra dizer palavras amargas e de derrota...
Que meus ouvidos sejam pacientes para ouvir a dor do outro...
Que meu coração nunca fique duro, escuro...
E que eu nunca, nunca mesmo, desista de recomeçar.

As tempestades vêm, sempre. Mas que além delas, sempre venha uma fé bonita e a esperança de que as coisas se ajeitam.”.

A menina e o violão

O problema é que eu me deixei conhecer demais. Quando olhei nos seus olhos esqueci de tudo, inclusive de que eu deveria esconder uma parte de mim, deixar uma parte para ser descoberta, uma parte que te fizesse se interessar em me desvendar. Eu não sei por que, mas o seu olhar me desarmou por completo e eu mostrei todos os meus lados, todas as minhas manias. Deixei você entender o significado de cada sorriso meu, de cada levantada de sobrancelha, franzida de testa, mordida no lábio. De alguma forma eu perdi o meu lado misterioso. Eu esqueci que as minhas experiências me mostraram que eu não posso me abrir por completo. Eu esqueci de colocar a minha armadura, levantar o meu escudo, de falar pouco, de dar voltas nas minhas ideias. Esqueci da terra, do céu, de mim.

A menina e o violão

O jeito e comprar uma VW pão de forma pintar ela de hippie e viver na estrada com a solidão criando solos de guitarra ou violão.

Igor Sam

Fiz uma analogia entre o violão e a empresa.
O violão é um instrumento excelente que tem suas partes em harmonia, são elas: caixa, braço, cordas, etc., como também a empresa precisa estar em harmonia com seus colaboradores, setores, espaço físico, etc.
As letras da palavra VIOLÃO nos remetem a princípios que toda empresa deve ter como base para o seu sucesso.

Rodrigo Machado

Vai lá! Pega teu violão e mostra o teu sentimento. Expressa teus sorrisos em um Sol, tuas angústias em um Lá Menor, e depois junta todos os teus acordes e brinca de fazer poesia.

Renato Claros

Meu violão, meu companheiro. Minhas músicas, meus sentimentos. E o mais importante, o valor que cada um deles tem pra mim.

Victor Kodany Soares de Santana

Juntos, brincadeiras, caretas e sorrisos. Cócegas, músicas, beijos e carinhos. Violão, piquenique, morangos e abraços. Um dia seremos exatamente assim, e você sabe, nem que seja bem no fundo, você sabe; só que ainda não percebeu. Mas tudo bem, isso são apenas detalhes. Sempre há o plano B: subornar o destino.

Verônica Pereira

Por mim fico o dia todo lendo versos que me fazem seguir feliz,
tocar violão me deixa mais relaxado do que qualquer bazeado
e a musica é meu sangue
tenho que fazer hemodialise todo dia...

DanielMesel

INCONSTÂNCIA

Hoje escolho as cordas do meu violão
canto minha canção
falo de minha paixão.
Hoje escuto as vozes do meu coração.
Na calada da noite, nas trevas do dia,
nada importa,
tudo se transporta,
para o meu coração.
Hoje escolho as cordas do meu violão.
Nada presta,
pouca coisa resta.
Coração magoado,
dilacerado,
petrificado.
Sentimento e morte...
Hoje sinto lágrimas no meu coração.
Não sei cantar,
não sei tocar,
não sei contar,
não sei falar,
sobre as coisas do meu coração,
sobre as cordas do meu violão.

Samuel Rosendo

Queria que fosse um violão
para com meus dedos acariciar
com notas altas e baixas
te levar ao êxtase das harmonias
e melodias, que teu corpo afim de me encontrar
logo, dois corpos unidos em um só
no sol maior, da doce nota do meu sonhar

Leonardo Thevenard

Peguei meu violão, levei à mesa,
Mil acordes perfeitos ele soltava,
E de lá uma linda canção ecoava,
Falava de amor à linda princesa,

Não sei como podia acontecer.
Sentia-me como um passarinho,
Rouxinol vendo o dia amanhecer,
Atraindo-lhe para meu ninho.

E sem querer ver o tempo passar.
Deixei meu dedo na corda resvalar,
Vibrando em meu coração a cantar.

Cantando à sua beleza,
Afastando de mim a tristeza,
Em cântico de amor, à linda princesa.

Eduardo Aragão Neto

Em cima da minha cama tem um edredon
Uma pasta preta e um violão marrom
Eu sentada a esquerda com pose de buda,
Muda o dia da semana e a vida não muda.
Um pijama azul piscina meio desbotado
Um controle cinza em preto, um gravador ligado
Um copo de água e um de leite com café
Um telefone sem fio, um chinelo sem pé

(Refrão)
Vai o dia vem a noite mais uma semana
Durmo sozinha largada em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Um jogo de resta um, um tapete no chão
Dois trenzinhos sobre o móvel da televisão
Um anel de pedra verde, um abajur azul lilás
sobre o móvel que eu comprei nas lojas marabraz
uma porta arreganhada pra entrar o vento
uma bolsa semi aberta com tranqueira dentro
Um ventilador de teto e dois fios longos
Não refresque a cabide pra por pernilongo

Vai o dia vem a noite mais uma semana
Durmo sozinha largada em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Mas tem que me ama

Eu quero mesmo é ficar em casa
No aconchego das curvas de teu violão
Beijando essa boca fresca de hortelã
Quarando a madrugada pra te consumir.

Zeca Preto

...talvez fizesse realmente graça, talvez as cordas do violão também houvessem cansado de tons desafinados ecoando na sala, assim como eu um dia cansei. O meu retrato mudou, o meu sorriso mudou, o meu carinho mudou - ou quem sabe nem exista mais -, o meu coração sumiu (...)

Laura Pedrosa