Versos e poesias

Cerca de 4741 versos poesias Versos e poesias

(sem título)
de: José Ricardo de Matos Pereira

Tudo fica
Nada vai dissipar o sonho
Meu querer e teu desejo reunido
Nada vai saciar o vento
Folhas,
Galhos e empecilhos...
Nada vai estancar a dor
Tua ausência é frasco sem perfume...
Nada vai derrubar a flor,
Que envolta em espinho te versificam e
Me resume...
Nada vai apagar meu desejo
Fruto do querer que me arrebata
Nada vai decifrar o que sinto...
Poeira, sol
Mar e poesia,
Amor e solidão,
O luar que me extasia

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

(sem título)
de: José Ricardo de Matos Pereira


No sonho inusitado que floresce... em meio a fronte que te circunda em flores...
lampejos de um amanhecer que até então desconheço...!!
Resquícios de um não saber...
Constatações de tudo que se afloram, mesmo que em soluços que me prendem...,
que me fazem relutar ao inevitável...,
Teu, meu,
nosso indecifrável e repentino desejo....!!!!

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

Só (lidão)
de: José Ricardo de Matos Pereira

Eu sei,
Que mesmo sentindo calado,
Na noite eterna e singular,
No frio que agasalha a solidão...,
Insólita e
Indesejada.

Eu sei,
Que mesmo sonhando acordado,
Virá o vulto...!
A faísca que me integra,
E, ao mesmo tempo
me parte,
Inconsequentemente...

Eu sei,
Que não deveria viver sem você...
Que o albergue que procurava estava em teus olhos, e,
Que teu sorriso simplificava até minhas palavras tortas...,
Desconexas...!

Eu sei,
Que você nunca existiu.
Você foi um sonho que passou.
Você foi à luz que um dia raiou
E,
No entanto,
Se dissipou...!

Você foi o arrepio de meu desejo,
A verdade de meu sentimento.
A tristeza de meu lampejo,
E,
a tortura de meu esquecimento...!

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

ELA
de: José Ricardo de Matos Pereira

E ela surge em meio à multidão...
O ambiente se transforma em
apenas três,
Ela...
Eu...
E o desejo soletrado,
Ritmado pelo nuance de seu
quadril envolto nos meus...
Sonhos e contemplações,
Virtudes e desabafos.

E ela urge...
Capciosa e repentina,
No reverbo do amor ensandecida.
Ela aparece feito fada em meus sonhos...
E tudo se renova!
As lágrimas já não são gotejadas,
A lâmina da solidão já não me corta,
E já não se reprisam os desafetos e
rancores que me torturavam...!

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

(sem título)
de: José Ricardo de Matos Pereira

o sonho é o bálsamo que escorre dos lábios...
que verte da imaginação de nossos desejos...
almagrando a poesia rubricada pelo sentir que aflora e entorpece....que te simplifica

Kithaaran - 12.09.2006

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

Incógnita
de: José Ricardo de Matos Pereira

Sempre quando o vulto do desejo paralisa alguns sentidos,
quando a seiva afoga na face a pretensão, e,
o, sentir escorrer pela pele saberás que ainda penso em ti,
que sua voz açoita, a solidão e
teu sorriso me faz abrir os olhos para um novo dia...
Te amo em devaneios...
Te amo acordado...
Te amo apenas por existir:
fagulhas de meu sentimento...
O verbo amar me consumir...!

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

DE QUÊ TRILHAS?

Eu canso ao cansaço de quem me diz que no fim há de ter direção.
Meu espaço que te libertou agora tenta escravisar quem nasceu na escravidão.
Não tive liberdade mas tenho saudade daquela escuridão;
Onde os atos são consumados pelas grades que me tiram a razão.
Me afogo talvez, porque não tenho como respirar
Tua questão é seu coração?
Minha razão corrompe o avesso do que sinto do que tive ao passado.
Porque quando há sentimento é o que foi para quando é de fato,
Não o sentimento que neste exato momento esquece quanto era o acaso,
Mas neste caso, que pensei que poderia contar com você,
Não no que faz. Mas, o que poderia me fazer crescer.
Talvez respiro o que me afoga!

Eduardo Pinter
02102013

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

Queria um dia...
Olhar dentro dos seus olhos e te falar...
Eu te conheço dos meus sonhos...

Ernane Rezende rabiscador de poesias

SENSATEZ QUE SE TEM
Eduardo Pinter
Meu jeito é meu estado de espírito por isso muitas vezes pareço indeciso e apesar de todo o meu sacrifício ainda não encontrei o meu destino Muitas vezes eu desisto porque parar é fácil demais mas ao final eu sempre insisto porque sei que sou capaz O frio é o calor da alma que se despede a noite é a luz do espírito que se liberta o sono é o caminho de volta pra casa o dia é um jardim cinzento que maltrata mas te faz crescer Às vezes, a estupidez é a sensatez que se tem.

Poemas e Poesias Catarinenses - Face

Que o peso dos meus versos e a dor das minhas lagrimas façam algum sentido para você um dia

Kaique Tersario

Para conquistar o coraçao de uma mulher nao basta apenas dizer versos bonitos + tornalos realidade

Narashi(matheus gomes)

Somos agora, os versos unidos à poesia perfeita.

Jolie

A poesia não está nos versos, por vezes ela está no coração. E é tamanha. A ponto de não caber nas palavras.

Jorge Amado

O mais interessante em um poema, não é o sentido dos versos, e sim, a ideologia do poeta.

Alef Oliveira

Na minha adega guardo todo tipo de vinhos e versos... a situação trará a tona a garrafa que a situação exigir.

Vini'Opoeta

Não vejo necessidade de passar tudo pro papel. Alguns versos são melhores de serem lidos através do meu olhar.

Augusto Barros

Eu reparto minha alegria, minha música, meus bons momentos, minha casa, minha mesa, meus versos de estimação. Não sei viver sozinho, nem quero - por isto mesmo não falta gente perto de mim. Não entro naquela do italiano que aconselha: "Se estiveres sozinho, serás todo teu". Pra quê? Prefiro me dividir.

Milton Dias

Saiba que quando ler este pedaço de papel com os versos que escrevi, e uma lágrima cair, não sinta medo estragá-lo, pois enquanto escrevia muitas lágrimas caíram e o fortificaram.

Lenine

Eu me lembro dos versos de um livro que eu nunca li, e os transformo em cenas de um filme que eu nunca vi.

Leandro Carneiro Nunes

''Em busca de alguns versos,eu encontrei um fato,malandro não fala,malandro dá um papo''

Misael007