Velhas Amizades

Cerca de 173 frases e pensamentos: Velhas Amizades

Em tudo há um zero,
um sorriso a um desconhecido,
um abraço ao velho amigo,
um carinho aos pais,
uma palavra de ordem ao seus filhos,
então comecemos do zero a cada dia,
a cada instante.
Esqueças dos erros do passado e
viva seu presente pensando no subsequente segundo.

altairtico

AO SAUDOSO AMIGO RAIMUNDO DO GALETO:



O ano era 1964, na comunidade denominada Sitio Velho município de Esperança-PB, nascia Raimundo Fernandes dos Santos, sexto filho de uma família de dez, dos inesquecíveis, Paulo de Duda e sua esposa dona Luzia, aquele menino ainda franzino logo se destacara dos demais, como sendo um exímio comerciante, ao coordenar as vendas de leite da família, quase sempre entregues de bicicleta, incentivadas por seus pais, que percebendo o dom do garoto para lidar com aquela atividade, logo tratou de deixar a vida bucólica do campo, para fixar residência na sede do município, onde a principio, o inseriu na escola com o intuito de lhe oferecer uma melhor educação e, dotar- lhe de conhecimento que mais tarde viria lhe auxiliar na condução dos negócios da família.

Contudo, o menino já na pré- adolescência, não externava muita familiarização com as letras, seu forte, claro, rapidamente se evidenciou na habilidade patente com a manipulação comercial, ainda muito jovem, abortou as relações de negócios com seu genitor, pois almejava alçar voos com suas próprias asas, o qual havia lhe inserido na lida do mercado financeiro, pessoa agraciada com o carisma que tinha como peculiaridade, inicia uma saudável amizade com o senhor Romeu Eloy, gerente do banco do Brasil agencia local, responsável por sua ascensão comercial, com a cooperação oferecida pelo amigo mais recente à época, que na qualidade de gerente oferecera-lhe acesso a bons empréstimos, o que lhe proporcionou a criação do Aviário Bruna numa alusão a sua única filha à época, uma das maiores revendedoras de aves vivas da região, Raimundo, data vênia aos seus familiares, poderia eu chama-lo de um inveterado boêmio, porém, sempre externou ser um pai carinhoso e presente. Aviário Bruna crescia em escala estonteante era década de 1980, e o jovem empreendedor expandia seus negócios para outros estados como – Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Nesse mesmo ano, preconizava uma nova amizade com o ilustre Teixeirinha, que vinha de uma celebre campanha eleitoral, na qual foi o deputado estadual mais votado da historia do município em termos proporcionais, daquela amizade, iniciava-se seu interesse pela vida pública, em seguida, apresentou e financiou a campanha de seu irmão Ronaldo do Galeto ao cargo de vereador, infelizmente, sem lograr êxito, mesmo assim, o simpático comerciante, não perdia seu apreço pelos movimentos políticos partidários, herdada de seus pais as boas amizades com políticos de renome no estado e sua inserção na vida politica, tinha sua casa visitada por varias autoridades publicas tais como – Gilbran Asfora, Robson Dutra, Ronaldo Cunha Lima, e o próprio ex vice governador, o saudoso Raimunda Asfora, que alimentava grande simpatia por nosso protagonista.

Todavia, a vida nos reserva não só boas como ruins surpresas, e o nosso dileto amigo Raimundo, não fugiu à regra, depois da bonança, o grande guerreiro amargava momentos de aflição, não só de cunho financeiro, como no plano emocional ao perder seu pai acometido de um CA, ainda relativamente moço , diante de toda essa provação, decide migrar para o estado de Rondônia onde permaneceu por uma década e também construiu um grande patrimônio. Ora! Não sei se por ironia do destino, ou acometido de saudade do seu torrão, retorna ao nosso convívio e de maneira abrupta, deixa esse plano terreno, e muita, muita, saudade a seus familiares e amigos.

Porém, deixa também um legado de boas amizades, simplicidade e humanidade, quando da adoção de um de seus três filhos que ficaram para dar seguimento a sua trajetória prematuramente interrompida. Quiçá, lá onde esteja, tenha convicção de nossa admiração.

Carlos Egberto Vital Pereira

Eles disseram que me chamariam. Eu ainda espero vocês aqui, meus velhos amigos...

Sabrina Niehues

O problema é seu único amigo
E ele está voltando ...
Não só deixa o seu corpo mais velho
Mais também o seu coração mais fraco

Liniker Timberlake

Ontem tive um sonho triste
Já tinham ido todos meus amigos
E ficará eu só, com meu velho coração apertado

Ontem tive um sonho bom
Onde estávamos nós, eu e meu amor
Velhinhos sentados a beira da porta

Hoje acordei feliz
Pois tive um sonho, meu melhor sonho
Onde tinha vivido toda minha vida ao lado daqueles que amo.

Areto Claris Lisk

AMIGOS MAIS QUE SAPATOS VELHOS

Que maravilha...
Você descobriu na internet,
Uma loja virtual...
Especializada em vendas de sapatos...
Seu sonho de consumo...
Lindos modelos, cores variadas, tudo que voce sempre quiz...Então você se encanta...calça um...calça outro...
e mais outro e decide...Escolhe muitos...
Mas quando os calça, descobre um em especial... Este é perfeito, confortável...Quanta suavidade! Você anda entre pedras e espinhos...Deleita-se... Quantas qualidades...alguns de seus amigos até te invejam...Parece que foi feito pela mão de Deus, especialmente para teus pés...Mas...Passado algum tempo...Já não tem o mesmo encanto, ja não tem o mesmo brilho... A sola começa soltar-se...reformar? não... não vale a pena, o custo e alto...melhor comprar novo...você o joga no fundo de um armário...Pobre sapato Velho...Agora já é um transtorno...jogar fora? nem pensar... polui a natureza...demora pra se decompor... foi rejeitado...Mas...È apenas um sapato velho não vai sofrer.
Parecido com ele so tem um ser no mundo.
"OS AMIGOS MAIS QUE SAPATOS VELHOS"
Estes sim sofrem muito...Tal qual o primeiro...Também serão descartados...Mas estes tem coração...tem sentimentos e quando lhes dizem " VALEU!VOCÊ FOI UM ANJO BOM QUE DEUS COLOCOU NA MINHA VIDA,AGORA VOU ANDAR SOZINHO"... Seus corações desnorteiam, choram, por que são bobos, são imbecis,Acreditam que tem amigos de verdade...Não entendem porque...Se tudo que fizeram foi dar conforto quando a caminhada era muito difícil...
Estes também vão se decompor...Lentamente...sofridamente...
sentir-se-ão mortos vivos...È duro ser AMIGO MAIS QUE SAPATO VELHO.
A grande diferença é que estes sim...
Foram feitos por Deus....
Na medida certa para seus pés...Você não entendeu...
Mas ele já te perdoou...
E por incrivel que pareça...
AINDA CONTA CONTIGO!

Eraldo Pinheiro

A amizade é como uma velha carroça; apesar de tão velha, ainda sim se torna muito util

Samantha Rauber

"Velhos amigos tornam-se inimigos amargos subitamente por bobagens e pequenas ofensas."

Robert Burton

Saia na madrugada, ande sem rumo, corra até perder o fôlego, reencontre velhos amigos, dance com se ninguém estivesse ali, cante no chuveiro como se cantasse a uma multidão, beije como se fosse único, saia na chuva, faça piadinhas sem graça e tire sarro delas mesmas, veja fotográfias se lembrando de como tudo era lindo, mas não se prenda a isso...se apaixone entre de cabeça mais não espere que isso lhe de algum fruto, cuide de seus verdadeiros amigos assim eles cuidarão de você quando mais precisar,e viva intensamente cmo se amanhã chegasse em apenas em um minuto e fosse o seu ultimo momento.

Monique Vieira

SOLIDÃO
Vejo você aqui novamente, minha velha companheira,
Somos tão amigos quanto o céu é do mar.
Minha solidão mensageira, contigo aprendi a cantar,
São versos da noite, são medos e fantasmas,
Você me acompanha enquanto grito meu solo de amor.
As estrelas brincam de adivinhar nossas conversas,
Falam da lua e minha promessa de viver um amanhã,
Outro dia sem que você me diga que tenho que chorar.
O sol é um chato despertador e o vento um inconveniente,
Não entendem essa paixão verdadeira, porque no silêncio,
Ouço o som do sorriso que imagino existir em minha alma.
Ontem eu vi a multidão calada, vi correr pelos dedos um “sim”, senti que o perdão corria pelos rostos e se perdia na imaginação, havia tantos corações, e de verdade, apenas uma grande mentira, está tão impiedosamente só em meio ao silêncio de uma gritaria.Minha velha amante solidão, não é nem mesmo um passado,vieste tão rasteira quanto a idade que me deu razão, somos então uma música de estações.O calor nos separa por instantes, o inverno nos une pela força, o outono nos ensina a brincar de se esconder,e a primavera, nos enfeita de amores que nunca virão.Um dia haverá nossa despedida, um horizonte se abrirá como uma eterna caminhada, somente um seguirá os
passos da eternidade.Vai você na frente pois preciso entender o que o amor pretende.

José Carlos Cavalcante

- Na cabeça de algumas pessoas , fazer amigos novos é virar as costas aos velhos ... enfim -.- , e assim descobre-se quem são as pessoas na realidade !!!

Sáah Pokora

ME DESCULPE, NÃO SEI MENTIR.
Não tente recuperar uma velha amizade, se houve motivo para recuperar é porque ela nunca existiu.
BOM DIA

Professor Glauco Marques

Num novo amigo,
Encontro um velho amor,
Este apenas diferente,
Porque amores vêm e vão,
E amigos ficam para sempre,

Luiz Antonio C. Neto

Tudo está se tornando efêmero na ciência, escrita, arte, amor e amizade; o novo, amanhã, já é velho. Sobre a partícula de Deus? Já esperam, impacientemente, a do Diabo.

André Anlub

Mora no centro; apartamento antigo
Barba grande; velhos amigos
Copo cheio; cheiro de asma
Rock; calça rasgada
Sente o blues...

Carolina Filippelli

Nunca abandone um velho amigo, em virtude de ter um novo. Um novo amigo é como o vinho, só com o passar dos anos você apreciará a sua essência e sabor!
Pensem Nisso!

Wallace Barbosa

Em uma prateleira de supermercado da vida... Dois saquinhos de sal, velhos amigos, se encontram...
Ali eles já estavam há mais de 14 anos. A dura vida lhes convencera de que toda aquela nobre missão de nascimento: de dar sabor, conservar as carnes perecíveis, fazer a diferença no mundo; também impunha um preço alto demais a se pagar. Para cumprí-la teriam que estar dispostos a correr o risco de serem manuseados por inhábeis cozinheiras, que depois lhes culpariam pelo excesso; aceitar a falsa acusação de hipertensores arteriais; e outros tantos perigos que lhes diminuiam o nobre valor de vida.
Tinham resolvido manter-se invisíveis no meio dos demais saquinhos de sal, que mais novatos se colocavam à frente, enquanto eles iam se mantendo na prateleira, anos após anos.
- Amigo, você parece assustado, está até branco! O que foi que aconteceu?, disse um ao outro.
- É que ouvi um Senhor, com cara muito séria, dizer ao conferente, que deveria tirar todos aqueles saquinhos com cara de velhos da prateleira; que sal que não é usado, é sal que não presta pra nada; seremos jogados fora! Decidi me mandar agora mesmo, e vim te chamar, meu amigo.
- Ah, não! Perigoso demais! Lembre-se de todos os perigos, amigo: as más cozinheiras, os médicos...!
Sem ouvir as razões do velho amigo, o salzinho gritava a qualquer passante: -"Ei você precisa levar sal!", até que uma simpática senhora, passando; para; volta; cata-o alegre por ter se lembrado a tempo que precisava de um sal.
O outro amigo, resignado a ali ficar, no local seguro, somente teve o tempo de dedicar ao amigo, no alto de seu retumbante tenor, a primeira música que lhe veio à cabeça: o 565 do Cantor Cristão.
Lá se ia o velho amigo, feliz por ser útil como sal; cá ficava o choroso amigo resignado a não cumprir sua missão.

Mateus 5:13; marcos 16:15
Um dia na vida de dois saquinhos de sal
Por Samuel Amorim
em 16/08/2013

Samuel Amorim Oliveira