Vc é Linda

Cerca de 7505 frases e pensamentos: Vc é Linda

Uma voz sempre me impede de fala com vc ! Uma voz q me diz Seu saldo é insuficiente para completar esta ligação.ㅤCrédito acabo & agora ? oque resta é ouvir a musica que me faz lenbra de vc love

Rafael

Mas e quando penso que já não vale mais a pena , que vc já não me possui , vem você me mostra que és mais meu do que nunca . .

Clarice Lispector

Se eu puder fazer por ti o que ninguém jamais fez por mim, eu faço.

Anita Linda

Seu pai é um Leão, Sua mãe uma Flor, Seu irmão Meu cunhado e você éh meu amor'!

Linda Inês

Toque de Amor...

Tocaste meu coração
Como o orvalho toca a flor
Como a lua em comunhão
Com a noite em seu esplendor.

Preencheste minha vida
Como uma balada de amor
Que envolve e se faz acolhida
Na dança com todo ardor.

Invadiste minha praia
Como onda turbulenta
Espantando a calmaria
Deixando-me mais sedenta.

Iluminaste meu mundo
Como o sol clareando a aurora
Com teus raios me invadindo
De um jeito que tudo aflora!

Linda Edwards

Confusão...

Amor em profusão
Desejo a galope
Pensamentos vãos
Tormenta a reboque!

Incertezas mil
Respostas confusas
Amores bravios
Leveza e doçura!

Instabilidade constante
Controle inexistente
Encanto latejante
O amor é latente!

O ceticismo ronda
O lamento quase dói
Como uma forte onda
Na verdade que corrói!

Perguntas sem resposta
Certezas advirão?
A confusão prossegue
Inundando o coração!

Linda Edwards

Posseiro...

Você chegou mansamente...
Qual posseiro se instalando
Com a perícia dos amantes
Envolvendo-me no seu canto.

Você chegou de repente...
Sem licença concedida
Alimentando a semente
Fazendo mais linda a vida.

Você chegou lindamente...
Qual príncipe galopante
Que com seu corcel vibrante
Encantou e se fez amante.

Você chegou docemente...
No carinho e cuidado constante
Acariciando minha mente
Abrindo meu coração vacilante.

Você chegou simplesmente...
Fazendo-me sonhar acordada
Instalando-se definitivamente
Tornando minh´alma iluminada

Linda Edwards

"O amor e a paixão deviam trazer avisos bem visíveis dizendo: cuidado, pode causar estupidez."

Linda howard

Eu tinha tudo
Eu tinha o mundo
Eu tinha você.

Você saiu
Tudo virou nada
O mundo desandou
A vida acabou.

Mas agora.
Eu preciso de tudo
Eu preciso do mundo
Mas, o meu tudo é você
e o meu mundo gira a sua volta.

Caso não reparou eu só queria dizer...
Que sinto saudades, porque eu amo você.

Linda Estela

A difícil arte de ser quem sou!




Não é fácil ser quem sou... Não trilho pela vida em caminhos planos, em brancas nuvens, mas também não passarei em branco... Não deixarei vazia a parte que me coube neste mundo... Vou retocando este croqui que nunca chega à arte final, mas espero que ao fim, eu possa entregá-lo se não perfeito, mas acabado, um projeto do qual a vida me encarregou e que é meu dever fazê-lo da melhor forma possível... Quase nada recebi como subsidio para chegar até aqui... Quando me trouxeram nada me deram além de uma planta desenhada pelo destino, que nunca representou o que sonhei um dia ser, a qual no compasso do tempo fui modificando, nada encontrei senão um terreno vazio e inóspito esperando por mim, no qual afixaram uma placa cujas inscrições eram: “Esta será você... Esforça-te e seja alguém"... Tive que fazer do material bruto matéria prima para iniciar o que hoje sou... Claro que trago calos e calos na alma pelas muitas vezes que tive que me reerguer sozinha, lutando contra tudo que tentou me desmanchar... Não é fácil construir-se sem ter tido moldes, terreno propício e estrutura... Pouca ajuda tenho do destino e o tempo só torna mais feia e sem brilho a minha pintura íntima... Tenho que correr atrás de novas cores que não o preto e branco que a vida me entregou, trazendo novas tonalidades para dentro de mim, dando pinceladas aqui e ali para disfarçar defeitos, colorir meu interior... Neste meu árduo trabalho de arquiteta de "ser”, muitas vezes quando pensei estar construindo pontes, estava levantando muros, fazendo paredes onde deveria ter feito portas, esquecendo-me em muitos momentos de abrir janelas por onde entrasse a alegria de viver, fincando esteios sem alicerce, construindo na areia e não na rocha e por isso tremendo na base a cada vento fraco que passou por mim...Muitas vezes, na ânsia de ser grande, construí labirintos e me perdi em mim mesma ,vagando por corredores infinitos, perdendo o prumo, e o rumo e sem conseguir me encontrar...E não raras vezes, ao invés de quartos arejados, teci casulos por anos a fio, esperando asas que quando vieram já me encontraram sem forças para voar, mas nem por isso rastejei, nem por isso perdi o nível... Alguns me olham e me julgam pronta... Longe disso... Às vezes quando quase me sinto assim, temporais me assolam, rajadas de vento me açoitam, ondas vêm e destroem o meu cansativo trabalho de uma vida inteira, levando para longe o que estava ao alcance das minhas mãos... Pequenas coisas atingem o meu lado mais frágil, onde por razões óbvias não coloquei escoras, não me protegi e lá vou eu de novo, começar da estaca zero onde pensei que havia posto um ponto final... E assim sigo reformando-me reconstruindo-me, colocando remendos em rachaduras que as essas mesmas intempéries fizeram... Portanto, não me julguem pelo meu exterior... Quem vier a me conhecer por dentro poderá se surpreender com matizes na minha alma, com lugares secretos e aprazíveis que fiz como refúgio para quem necessita achegar-se... Verá que por trás da minha aparência simples há uma fortaleza medieval. E por nessa construção ter sido mestra e não ajudante, tive a chance de conhecer cada parte de mim, tenho consciência de todos os meus defeitos... Conheço cada palmo desse chão onde usei o prumo da sensatez para aplainar, conheço cada centímetro dessa casa chamada alma e coração, onde habitam meus sonhos, minhas desilusões, meus anseios, minhas alegrias... Sei do que necessito para vir a ser aquilo que serei: Essa obra chamada "EU", a impossível arte de ser quem gostaria, a difícil arte de ser quem sou!

Linda Lacerda

Amo voce,de um geito que não sei esplicar.Louco,lindo,meigo arazador só sei que é amor...

Sindy Linda

"A vida é como andar de bicicleta. É impossível manter o seu equilíbrio quando ela está parada."

Linda Brakeall

Minhas Dúvidas...

Tantas vezes me questiono
O que fazer com esse amor
Que me inunda de felicidade
E me encurrala de modo assustador.

Tantas vezes me surpreendo
Sonhando esse amor impossível
Buscando o horizonte perdido
Pra me encontrar no infinito.

Tantas vezes me assusto e luto
Contra essa dúbia realidade
Com esse presente do destino
Que roubou minha tranquilidade.

Tantas dúvidas ainda me assaltam
Tantos medos passeiam em mim
Sou nau errante desgovernada
Nesse universo paralelo e sem fim.

Linda Edwards

Celebração...

Quero celebrar o tempo que passamos juntos
E guardar com carinho as nossas lembranças
Quantos momentos lindos de amor vivemos
Quantas viagens ao infinito fizemos.

Quero festejar tua estada na minha vida
E as mudanças que você causou em mim
Adoro a pessoa que sou quando estou com você
Adoro pensar que nossa história não tem fim.

Saber que estás feliz acalma o meu coração
O que houve entre nós pra sempre vai existir
Mas agora é preciso te deixar partir
Singrar outros rios, ver outro olhar, construir!

Linda Edwards

Soltando as Amarras...

Sei que é hora de deixar de te amar
Ouvir a voz da razão, me equilibrar
Buscar esquecer e não mais pensar
Nas delícias que sentimos a bailar.

Sei que é hora de soltar minhas amarras
Deixar-te livre para sonhar e navegar
Conhecer outros portos, se aventurar
Realinhar tuas velas e se preparar para amar.

Sei que nunca vamos esquecer
Do nosso mundo de amor proibido
Das poesias que marcaram nossos dias
Das fantasias que beiraram o infinito!

Linda Edwards

Ousadia de mim

Esse amor me fez ousar
olhar fundo pra dentro de mim
abrir minhas portas, me desarmar
desabrochar, me desnudar assim.

Encontrar-te me trouxe à tona
das profundezas do meu mar tranquilo
No desvendar dos meus segredos
No caminhar pelo meu desconhecido.

Descobrir-me como um caleidoscópio
E reconhecer faces ocultas de mim
Estremece meus alicerces seguros
Descortina um mundo novo sem fim.

Linda Edwards

Nosso Refúgio...


Atrás daquela porta um outro mundo
Iluminado na penumbra reluzente
Na paixão encoberta e desvairada
No desejo lânguido e irreverente.

Atrás daquele amor uma poesia
Pura e forte na essência primitiva
Eterno amor na solidão acompanhada
Transcende os muros da distância invasiva.

Atrás daquele beijo uma saída
Tortuosa e livre na sublime intenção
Sacia a fome do ultrajante desejo
Liberdade aceita em perfeita ilusão.

Atrás daquele tempo a eternidade
Na vastidão dos caminhos a percorrer
Voracidade na vivência lírica
Rendição consentida, reencontrando o ser.

Linda Edwards

Descompasso

Explodia a paixão desenfreada
Em seu derradeiro encontro
Forte, sôfrega e arrebatadora
Como último suspiro antes da morte

O amor eterno começava a arrefecer
O desejo latente era estancado pela razão
Ela inquieta, pressentia a vacuidade
E buscava se fazer pronta
Para deixar ir seu grande amor.

Ele aflito, não mais conseguia disfarçar
Mas não poderia ferir sua bem-amada.

Findo o objeto do desejo
O adeus se consolidou
E seus corações se soltaram livres
Naquela primeira manhã do futuro!

Linda Edwards

Final da História

Toda historia tem seu final
E a nossa não poderia ser diferente
Amar, sonhar, sentir, desencontrar
A vida nos envolveu irresistivelmente.

Nos afagamos com tanto carinho
Experimentamos todos os prazeres
Degustamos tantos sabores
Nos desnudamos de todos os pudores

Depois de provar do néctar proibido
Voltamos ao inevitável caminho
Renunciamos ao amor eterno
Para nos encontrar no infinito!

Linda Edwards

Cotidiano...

Andar de mãos dadas
Acordar com carinhos
Café com seu amor
Receber mil beijinhos.

Caminhar no parque
Tomar um bom vinho
Ver filme na cama
Rolar no seu ninho.

Paixão louca no sofá
Dançar coladinho
Cantar baixinho no ouvido
Sentir o cachorrinho.

Galope na cama
Delírio em desatino
Chegada ao nirvana
Junto com seu cavalinho.

Amor segue tranquilo
Coração enternece
Suspiro profundo
Saudade permanece.

Linda Edwards