Vagabundo

Cerca de 194 frases e pensamentos: Vagabundo

Um midas vagabundo, querendo necessariamente escrever sem precisar transformar minhas dores em dinheiro.

Insanidade Lírica

É um fato que no dia vinte e dois de janeiro se comemora o dia mundial dos vagabundos.

Insanidade Lírica

Vagando na mente somos como vagabundos, perdidos,procurando encontrar-se, mas Livres...

Jonh K

Não saio de minha casa para pacear de viatura, mais sim para acabar com a graça de vagabundos que perturbao a vida da sociedade...... vagabundos se escondem quando passo, sou chato menuncioso sim, mais com quem merece, um trabalhador tem que viver em paz e ter tranquilidade para viver, bandidos tem que ficar atraz das grades, não a sociedade

Bruno M Ferreira. PM

Em que tempo vagabundo eu nasci,onde a justiça se igualou ao valor da injustiça: Desigualdade, Preconceito, Guerras, Violência, Morte, Destruição.
Onde fica a Paz? E ainda dizem que o inferno é um mal lugar.

Igor Freitas Y.Othinus

Meu coração depois que te conheceu se tornou vagabundo e sem limites vive a me trair...

MARIA CAVICHIONE

Lágrimas rolam na face de um poeta, transformado por Deus, de vagabundo à profeta, tive pouco e muito perdi, saudades de quem não está mais por aqui.

Salmista Gil

Já rodei o mundo
E nunca pude encontrar
Lugar melhor para um vagabundo,
Que um rio à beira mar.

Dazaranha

Olha pra copa
A mais cara do mundo
E é você quem paga
Pelo roubo de um vagabundo

Educação precária
Saúde em alerta
Segurança em falta
E no estádio havendo festa

O que acontece agora
Há muito tempo não se viu
O povo criando voz
Lutando pelo Brasil.

A juventude clama nas ruas
É hora de protestar
Vaiar presidentes
Para o país melhorar

São tantos 20 centavos
E tanta polícia despreparada
Agredindo fisicamente
Quem luta com palavra

Não é guerra ou violência
Só queremos mudanças
O direito a voz
E um futuro pra nossas crianças

É hora de agir como diz no futebol
Com as cores da pátria de um povo viril
Vem pra rua, porque a rua
É a maior arquibancada do Brasil!

Yasmim Pontes

*** O POETA VAGABUNDO***

TRÔPEGO, CANSADO, ATARANTADO
VAGANDO AO LÉU DE UM CAMINHO SEM META
maltrapilho , empoeirado, bem cansado
eis um vagabundo com alma de poeta
nas alas de um bar sujo e preguiço
tange nas cordas de um violão uma música erudita
e nasce uma nova canção
que faz, os incautos de coração
meditarem sobre cousas bonitas
após mais um longo caminho andado
senta-se à beira da estrada e poe-se a admirar a natureza
em um papel, tosco, sujo e rasgado
transmite em oração..do amor. toda a beleza
tropego, cansado, atarantado
vagando ao léu de um caminho sem meta
maltrapilho, empoeirado bem cansado...
EU SOU ...esse *VAGABUNDO COM ALMA DE POETA.


ESTA É UMA DAS MINHAS POESIAS PREFERIDAS, NÃO TEM MELODIA, MAS TEM MUITO À HAVER COMIGO, EMBORA EU SEJA MULHER, SEMPRE GOSTEI DE TOCAR VIOLÃO E CANTAR NO HORTO FLORESTAL PRÓXIMO DE ONDE MORO....BEIJOS À TODOS.
COMPOSIÇÃO DE DIVANIL GARCIA DE TOLEDO.

divanilgarcia

Coitado de mim

Sempre fui amado
Mas nunca subi retribuir
Vagabundo incorrigível
E causador do sofrimento alheio
Eu sou bicho, me assumo sem receio

Quantas vezes me quiseram amar
E eu fingi que já amava sem razão
Magoando inocentes sentimentos
Acabando com sonhos do coração
Se eu pudesse ser outra pessoa

Invento sorrisos para enganar, e consigo
Vivo inventado cores sem sentido
Um dia irei pagar. Coitado de mim
Não estou a saber viver a própria vida
Sou ironia de mim mesmo, é!

Enquanto eu semear esta semente
Ela não vai parar de crescer
E quanto menos tardar, irei colher
Porém, amargos serão os seus frutos
Como mudar?! Coitado de mim.

Laguna de Jesus

Deus não chamou vagabundo, não se aproveitem da minha boa vontade, sei que és especialista.
Devemos agradecer o Denario de cada dia, e gracejar por sermos os operários da ultima hora. Pois bem, decida entre o capricho humano, ou o Dom recebido do Altíssimo.

Aislan Keeslen

um quarto pra mim, mundo/
e um quarto de tudo que é bom./
Vagabundo, eu sou sonho e som./
Quem julga-se são num entende,/
que excesso de lucidez gera depressão./
Insensatez do coração,/
achar que sorte é luxo/
e o erro é uma conspiração/
do destino./
Sem piração nem ficção,/
só em busca da parte que eu mereço/
no meio dessa exclusão./
Solidão é direito meu,/
de parte da normalidade,/
se esvaziar de si é dever/
e não solidariedade./
Da porta pra fora é cobrança/
não espere caridade/
Desfruto da companhia do silencio/
massageio a alma a cada palavra/
não o ego, atitude falha/
diminuo a tensão, ditando o que penso/
sendo assim eu me recluso/
e me acuso do erro,/
pra que a melhora seja ideologia/
e o comodismo não cause desterro./
Quando o egoísmo se faz presença,/
é com a alma que se enxerga:/
ser luz pro caminho e nao holofote
porque brilho demais cega./
Olha que cruz essa mente carrega!/
Se sacrificar sem crucificar,/
pra ir de braços abertos/
ao que se encarrega./

Hudson Romão

Não se mete em meu mundo, sigo com os vagabundo, quanto mais eu canto mais me aprofundo

MagoRobert

"a pessoa é vagabundo(a) e ainda tem orgulho de postar nos face..V ASP(vagabundos anônimos sustentado pelos pais)" fazendo jus ao Brasil.

Pedrina p. Abreu

VAGABUNDO ANDA NA CASCA DO OVO E NÃO QUEBRA

ANDERMAD

Oh, Zé! Daquela que bate fundo, desfaz o mundo, alonga segundo e dá até em vagabundo é de que tipi? _Ah, dessa, é sardade profunda matadêra.
E daquela que dá em sonhadô, tira o dispô, vira os zói do dotô e faz da gente bebedô em curriquêro chororô? Dessa daí, eu sei eu, que é das profunda tamém. E matadêra.
Zé, e daquela qui a gente sente só a farta da presença, de mão dada com ausênça, na inocença da crença que intorta doença sem carença de clemença, bate até macia, nem se anuncia e judia mas é até mêi que alegria? Alegria de lembrá de quem num tá.
Sabe, Zé? De que tipi é aquela sardade que a gente qué matá, mas sem muita precisança, prosquê deve do ôtro querê por de merma confiança, que morra tamém a que a gente tem, sabeno que morrê morrida de morte morta mermo, ah, essa num vai morrê é nunca?
Prosquê até pode quetá, mar começa de novo na hora da hora de chegá a hora de se dispegá. Essa tamém é das profunda matadêra?
Né não. É só sardade mermo. Sardade verdadêra.

Diálogo sobre sardade (Victor Chaves)

A carne é fraca e o coração é vagabundo.!"

Danny Candyda

Eu só enxergo a luz ao fundo
Parece o fim do mundo, ferimento profundo, guerreiro vagabundo.

Filipe Ret

Afinal, toda dama se amarra num vagabundo!!!

Elisa Oliveira