Uma carta para uma Amiga

Cerca de 185 carta Uma para uma Amiga

Carta a uma amiga

Cara amiga, lembre-se de como tudo começou, foram 45 dias de espera, ansiedade alguns dias mais do que em outros, a internet tornou tudo possível, visível mesmo impossível de imaginar o rumo das coisas houve a tentativa, e aconteceu a historia.
Não há o que negar pra mim a peso maior foram as coisas boas, mesmo em meio a discussões divergências de pontos de vista, e afrontas culturais, no fim na maior parte do tempo isso não Fez diferença alguma, sempre haverá algo que o outro não gostara em nos e vice-versa, a necessidade de estar juntos não é pra somar as divergências e sim os pontos de vista, quando em dois vemos mais em varias formas, coisas que sós não poderiam pensar e imaginar. Exemplos seriam viagens para curtir shows de jazz de graça, ou ir a uma baladinha em uma churrascaria ??? Jamais sozinhos talvez passássemos por algo do gênero, enfim houve uma soma houve um grande aprendizado, não de forma unilateral e sim bilateral, não enxergo de forma alguma as desvantagens serem maiores que os benefícios, talvez em momentos ruins possa ser assim, mas os bons deverias ter um bom peso, as felicidades, as descobertas, os novos locais aos quais conhecemos tudo isso é uma bagagem que dura nossa eternidade, ou seja, enquanto vivermos isso estará lá em nossa historia, nada é mais importante na vida de uma pessoa que a historia que nos constrói em momentos difíceis e de transição, lembre-se disso, dê valor a o que tem valor. Nunca se esqueça de quem esteve nos momentos difíceis, todos sejam eles passados ou os próximos não se esqueça de agradecer de coração a quem nele teve um espaço, mesmo se não acabou de forma devida, por um simples motivo, se a pessoa esteve lá houve algum merecimento e permissão.
Não se iluda querendo odiar o outro por um erro seu, ou transferência de culpa, no fim a culpa não interessa e sim o resultado final, achar o culpado nada mais é uma forma de tirar isso da consciência, a busca por culpados já é uma forma de se penalizar.
Que sejamos feliz independente dos caminhos tomados e escolhidos, só respeitemos mais os outros e evitemos causar magoas desnecessárias, não faça algo que odiaria que fizessem com você, viva sim, mas viva dignamente com escolhas boas sem omitir fatos, afinal fatos fazem o rumo das coisas mudarem .

Ao final posso apenas dizer tivestes meu carinho e amor e vivemos algo cinematográfico nos tempos áureos, não podes reclamar dos bons tempos, muito menos dos ruins, no fim ambos tiveram efeitos positivos e negativos como tudo na vida. Viva seja feliz, mas sempre seja justa, mais um injusto no mundo não fará diferença, queira ser e fazer diferente.

René Ramirez

Coisas da Vida

Estava eu e uma amiga conversando quando passa por nós um amigo. A minha amiga mais que depressa o chama, pois é um homem muito ocupado e é difícil de ser encontrado. Gostamos muito de falar com ele e sempre pedimos conselhos, pois, trata-se de pessoa inteligente e uma experiência de vida enorme. A minha amiga já aproveitou e disse:- Fico feliz em te encontrar, estou precisando de conselhos. Ele gentilmente, nos encaminhou para um banco na avenida e sentamos os três.
Ela: preciso de ti Guru (assim o chamamos) e ele:- estou aqui pode falar. Ela, mais que depressa disse sem respirar, como se fosse a coisa mais absurda: estou apaixonada por dois homens. E eu disse para os dois que estou apaixonada. Chamo os dois de meu amor, falo eu te amo, e prometo amar para toda a vida. E o pior é que estou mesmo!!!!
Ele com a maior calma respondeu:- minha belezinha... No romance... Planeja-se o absurdo... Promete-se derrubar todo o obstáculo... Mas na real... a coisa muda. É a vida... Não se culpe por promessas. Da razão, da sem razão... É o amor fantástico falando! Você está querendo ser feliz... Não está definida ainda a pessoa certa... Você está vivenciando seu momento! Pode sim estar com os dois... Isto vai acabar... Não será para sempre! Chegará a hora que você vai definir: ele ou aquele? Sabe onde está o problema? Você se julga demais, acha que no fim, alguém vai sofrer! Não pode! Viva seu momento total... Sinceridade? A gente pratica só depois de colocar um anel para lembrar.
E minha amiga bem séria, no rosto aparecendo mais conformada e já achando sua situação bem mais simples... Fala: mas eu amo os dois iguais e tenho ciúmes igualmente!
Ele sério: eu sei, o teu sentimento é verdadeiro, você gosta dos dois e precisa resolver isto... Decidir qual é o melhor prá você é este o ponto... Eu acho que você precisa mudar sua “cabeça”, não sofrer pelo outros... Seja só você feliz... Sem culpas... Isto se chama AMAR-SE A SI PRÓPRIO... PARA SABER AMAR O OUTRO! Sem isto, você não anda prá frente... É o tal de salto quântico: consciência de mim! E não se culpe você não está fazendo nada errado!!!
Olho prá minha amiga que está deslumbrada parece que foi tirado o mundo dos seus ombros!
Despedimos-nos e cada um tomou seu rumo. Sinceramente, ainda não sei como acabou a história, mas que o guru fez um bem enorme a ela, com certeza!

Ana Rubia

Uma amiga me perguntou: por que voce não quer amar?
Respondi: Não querer ficar sobre as consequências inconstantes do amor seria covardia?
Ou simplesmente o fato de não querer viver constantemente na linha fogo entre os soldados do egoísmo e da traição;
Ou quem sabe por simples fato de que o individualismo vive sobre a proteção obscura da prepotência na ordem dos que acham que amar é reverenciar a si próprio?
Amar não é deixar ser amado, é se entregar como um prisioneiro de guerra nas garras cortadas do inimigo que não corta nem mata, mas aperta e machuca.

Rafael rodrigues

Eu queria encontrar...

Uma amiga que sempre estivesse do meu lado,
que pudesse rir das besteiras que eu fiz no passado,
que pudesse chorar comigo por alguma besteira, que pudesse me abraçar quando eu precisasse de alguém, que eu pudesse contar meus piores segredos, meus sonhos mais malucos, minhas paixões proibidas, que eu pudesse compartilhar minhas maluquices, que quando eu estivesse desanimada
ela sempre estaria ali para me animar.

Que eu pudesse contar de quem eu estava gostando e ela me apoiaria, que a cada idéia doida que eu quisesse fazer ela estaria me apoiando, que eu pudesse zoar muito com ela, que eu pudesse ser a mais idiota e ela gostaria de mim
mesmo assim, que eu pudesse cometer babaquices e ela me ajudaria a consertar, que eu pudesse aconselhá-la quando
ela estivesse fazendo uma coisa errada, que eu pudesse
pensar que o mundo é uma droga, mas quando lembrasse dela
eu mudaria de idéia.

Te encontrei BESTona!
[by: Lucianne Mello]

Dally

Pequena história para refletir

Felicidade

Uma amiga pergunta a outra:
-Você está feliz?
-Sim! -Responde ela com um sorriso ao rosto
-Porque você está feliz?
E agora mais sorridente do que nunca responde:
-Porque não tenho lúcidos motivos para estampar a tristeza em meu rosto!!!

Moral da história: Não fique triste por pequenas coisas,procure sempre ver o lado bom da vida. E seja feliz, pois quando precisar de um ombro amigo lembre-se: Jesus sempre estará ao seu lado para o que de e vier.

Thainá Sousa Larissa Cantagalli

Eu passei uma semana longe dessa cidade, levei uma mala, uma bolsa, e uma amiga.
Foi maravilhoso não me importar se você estaria por aqui, se o meu celular ia tocar, se ia ter rede e eu poderia te responder.
Foi maravilhoso olhar as ondas do mar, e invés de imaginar nós dois, imaginar meu futuro, que provavelmente, não será ao seu lado.
Acho que eu precisava me distancia um pouco pra rever as minhas prioridades, e a minha maior prioridade sou eu e meu bem estar, que definitivamente, você não sabia mais como cultivar.
Não é legal não responder mensagens, não é legal não ligar no dia seguinte, não é legal fingir que nada aconteceu.
Eu finalmente coloquei na cabeça que meu celular pode tocar milhões de vezes, semanas depois de te ver e que isso vai continuar acontecendo enquanto eu permitir.
Pera aí, eu não estou querendo que você se case comigo gatinho, só exijo respeito. Você curte sair comigo de vez em quando, e o que a gente curte, a gente cultiva, conserva, respeita, e você tava fazendo isso errado.
Eu não espero mais o meu celular tocar, mais ela continua carregado, e eu sei que daqui umas semanas você aparece de novo, e eu vou ter crédito o bastante pra te responder, mais quer saber? eu tenho certeza que vai me faltar vontade, eu cansei de viver sorrisos eternos em uma noite, e esperar semanas por ligações, cansei de contar nos dedos quantas piriguetes insistem em rodear o que eu queria pra mim.
Cansei de reler mensagens que chegaram há meses, e já até apaguei essas mensagens, eu me recuso a viver de passado, mesmo que seja um passado maravilhoso igual ao nosso.
A gente teve grandes arrombos na nossa história, e isso foi me deixando mais realista.
3 anos atrás, você conheceu uma garotinha que ainda tinha medos absurdos, e essa garotinha virou uma mulher que perdeu os medos depois de grandes outras perdas, e você nem notou isso.
Eu não sou mais a mesma, e nem você, o cara 'sarrista' metido a malandro que eu conheci, virou um hipócrita que não liga o carro com o som ligado por que pode dar problema.
Cadê aquele baixinho que me ligava no almoço, e mandava mensagem de 'bom dia' todo dia?
Cadê?
Será que ele ficou bom o bastante pra esquecer as pessoas que nunca esqueceram dele?
Prefiro não pensar, afinal eu já não espero mesmo os seus telefonemas, e acredito que quando eles chegarem, vai ser mais tarde do que é hoje.

Lu Moraes Xavier

Ontem, uma amiga minha chegou e disse que estava cansada de várias coisas que estavam acontecendo na vida dela, mais que depressa pedi quais eram essas coisas, pasmem, que tudo o que ela me falara apenas ligava a mesma baboseira da grande maioria das garotas, onde os homens as fazem de chacota, que nenhum homem presta e por aí vai.
Eu, como homem e como não sou nenhum exemplo de sutileza, apenas citei o que todas as mulheres já cansaram de ouvir: vocês não são feitas de chacota, vocês automaticamente se fazem de chacotas, pois quando um cara realmente chega com algum interesse em vocês, que se preocupam em como você está ou como foi seu dia, lhe manda mensagens e lhe fazem todas as gentilezas de que vocês são merecedoras, simplesmente vocês somem, enjoam ou então arrumam uma desculpa qualquer para não vê-lo com uma frequência a qual seria natural, digo natural, porque simplesmente ele faz tudo por você, não era isso que você queria? Então qual seria o motivo para vocês reagirem assim? O simples fato de vocês sentirem a saudade de serem um pouco maltratadas, de ter alguém que pise e façam vocês sofrerem, até porque quando tudo é muito bom, enjoa fácil, não é mesmo?! Mulher nunca sabe realmente o que quer, reclamam... reclamam e nunca se contentam.
Calma, também se aplica a nós essa mesma tese, de que nós homens não damos o devido valor a vocês mulheres, quando vocês fazem tudo por nós, assim como vocês não gostam de tudo com o que dizem ser o que esperam, homens também gostam de sofrer um pouco, afinal, o que vem fácil vai fácil, não é mesmo? Por isso apenas salientei a essa minha amiga, que a mesma se acalme e que não saia sempre despejando as mesmas asneiras corriqueiras apontadas por todas vocês, afinal é tudo uma questão de hora e local, as coisas chegam sempre quando são pra chegar e ao generalizar você rotula o que você mesmo cria, homens não são todos iguais, assim como mulheres não são todas iguais, portanto quando você pedir algo que não tem, cuidado porque talvez a dose seja maior do que a pretendida, tudo deve ser balanceado, tudo que é demais faz mal, tudo que é em menor quantidade do que é esperado faz mal, nunca estamos contentes, nunca iremos ficar, cabe apenas lidarmos com as diferenças de cada um e tentar não mudar a pessoa e sim explicar pra ela onde ela está errando, não pra que ela mude, mas sim pra que ela entenda que fazendo isso ou deixando de fazer aquilo irá não só prejudicar ela, mas sim, ambos.

Jean Douglas Pereira

Simples gestos na vida nos tornam imortais!

Ao reencontrar uma amiga de infância e ouvir seu relato de um evento cotidiano ocorrido há mais de 20 anos, me fez perceber o quanto é importante tocarmos o coração das pessoas.
Na época ela se perdeu no elevador do meu prédio e minha mãe foi resgatá-la. Ao vê-la recordando do sentimento que teve naquele momento em que minha mãe a abraçou acalentando seu medo e oferecendo o conforto do ombro me provou que minha mãe é imortal. Não só para mim que sou sua filha, mas para muitos que a conheceram. Seus gestos e atos ficarão marcados para sempre nos corações das pessoas.
Em seguida ela falou do quanto admira meu pai e me lembrei de que sempre foi assim. Ela pronunciava seu nome com brilho no olhar. Portanto ele já toca o coração das pessoas.
Saber que sou filha de pessoas tão especiais me traz alívio e gratidão. Um exemplo a tentar seguir. PCAR 4/4/2014

Priscilla de Carvalho Avelaira Rosa

Vamos falar da Paula.

O tio foi visitar uma amiga e resolveu levar a sobrinha, Sara, junto. Enquanto eles (os adultos) ficaram conversando em uma sala, deixaram Sara brincando sozinha em uma outra sala. A sala dos sonhos, lotada de brinquedos. O nome da dona? Paula - e ela não estava lá. Sara nem se deu conta de quanto tempo ficou naquela sala, mas foi como estar no paraíso (baseado no seu conceito de paraíso na época). A Paula provavelmente era a menina mais sortuda do mundo. Ela tinha todos os brinquedos legais da face da terra. A casa da Barbie! Meu Deus, ela tinha a casa da Barbie também.

Ok. Que 'mané Sara' o que. Essa menina sou eu.

Até hoje não tenho a mínima ideia de como seja a Paula. Nunca a vi. Mas o tempo todo que fiquei brincando naquela sala, fingi ser ela. Fingi que aqueles brinquedos eram os meus, que aquela casa era a minha e que aquele nome era o meu. Me lembro que depois disso, em minhas brincadeiras geralmente eu me chamava Paula. Ficava imaginando como ela era fisicamente e em todas as possibilidades eu tinha uma certeza: ela era linda. Ah, Paula... eu saí de lá prometendo a mim mesma que um dia teria uma sala de brinquedos igual. Ou no mínimo os meus filhos teriam. Cheguei em casa e tentei reproduzir aquele ambiente mágico à minha realidade. Foi um fracasso, óbvio. Meus brinquedos não eram os mesmos. A Paula provavelmente era filha única (achismo). Eu tinha irmãos menores para
dividir a atenção e os presentes.

Não, eu não fiquei eternamente obcecada com a Paula. Aquele fascínio de fato durou, mas logo arrumei substitutos. Tempos depois eu já “chamava outra coisa”. Era sempre assim, de ciclo em ciclo. A cada nova pessoa interessante, a cada situação estimulante eu desejava intensamente e fingia fazer parte daquele mundo. Porém não me esqueci daquele dia, no sala de brinquedos da Paula, porque em minha memória foi quando tudo começou. Ou pelo menos foi a vontade “mais forte” que tinha tido até o momento. Então eu dei o nome pra isso de 'complexo de Paula'.

Fantasia de criança? Atitude normal? Característica de temperamento? Enfim. Me diga, você já se sentiu assim?

Agora responda só pra você: AINDA se sente assim?
Desejando algo que outra pessoa tem? Ou pior: desejando ser essa pessoa? Em crianças isso parece ser bem comum. Dei exemplos 'bobos' da minha infância como brinquedos, mas aquilo fazia parte da minha realidade na época. Depois que crescemos o foco muda, as vontades são outras. Mas o desejo de ter, de ser...vira e mexe aparece. Culpa do complexo de Paula.

Materialismo, aparência, títulos... normalmente são essas as motivações. Sim, é banal. Sim, é fútil. Mas como controlar essas vontades? Como frear esses sentimentos?

Difícil admitir tudo isso, não? Ainda mais em uma sociedade que vive em nome da aparência e da falsa paz. Mas creio que seja o primeiro passo pra controlar esse complexo.

Então vamos falar as claras: é preciso parar de achar que a grama do vizinho é sempre melhor do que a sua. É preciso valorizar o que você tem, as suas conquistas, a sua realidade. O tempo está passando e não sei quanto tempo nos resta. Só sei que, quando olho para trás vejo que perdi muito tempo desejando o que não era meu. Desejando coisas banais por vaidade, por “status”. Você também já se sentiu assim?

Quero olhar para a minha vida e ser agradecida pelo que tenho. Se eu desejar algo que for lícito e que acima de tudo convém, ao invés de só desejar, fantasiar, que eu arregace as mangas e vá a luta. Dentro dos meus limites, da minha realidade. Se rolar, ótimo. Se não rolar, paciência. Me diz: o que fazer? Arrancar todos os cabelos da cabeça ou nos entupirmos de chocolate? (se bem que chocolate não é uma má ideia...rsrs)

Eu sei, caro pensador...parece fácil na teoria, mas na prática é complicado. Mas a gente tem outra escolha a não ser se esforçar pra colocar essa teoria toda em prática? É uma batalha diária pela frente, meu amigo. Ilusão sua achar que não. Temos que nos policiar todos os dias, manter o foco.
O ser humano é um tanto quanto complicado e normalmente as coisas não se resolvem em um passe de mágica. Melhorar é um exercício diário.

Bom...eu tô disposta... E você?
E aliás, já vou te adiantar uma coisa: "Paula, queridinha, você já era".

Tainah Ferreira

CRESCER...

Hoje uma amiga me disse: “Crescer é chato” (percebi a indireta rs), o que me fez pensar... E acabei por concordar. Tornamos-nos chatos quando crescemos, deixamos de brincar e levamos tudo a sério, deixamos de rir das piadas bobas que os amigos contam e nos tornamos críticos e realistas em demasia.
Crescermos por insegurança quanto ao futuro, em outras vezes crescemos por decepção, crescemos para nos blindar das surpresas que a vida teima em nos apresentar... São inúmeros os motivos que nos fazem crescer.
As ambições afloram, passamos a ser seletivos, pra tudo buscamos explicações, mas ‘hora por vez’ não encontramos respostas para nossos próprios conflitos. As situações passam a nos cobrar responsabilidades, mudanças de hábitos, e uma série de outras coisas. Deve ser ótimo ver quase tudo sob uma ótica cômica, a vida parece ser mais fácil quando sorrimos.
Crescer não significa perder a graça, mas não saber lidar com ela; não significa ser adulto, mas ter medo de ser criança. Cresci, não queria, mas a vida me obrigou.

Juliana Brito

Meus pensamentos não mudaram.
Disse para uma amiga minha
que estava apaixonada
ela olhou para mim
e riu da minha cara
e disse
paixão não existe
e eu respondi
como não existe
se eu amo ele tanto
como não existe
se toda noite
seu nome chamo
ela olhou e disse
isso é amor passageiro
você ama agora
amanhã ja esquece
pois o amor só te fere
fiquei muito tempo pensando
ainda te amando
você desistiu
meu coração feriu
fui procurar um remédio
minha amiga conselheira
ela me disse você fez besteira
eu te falei não se entregue
sem ter certeza
eu feliz fiquei
ela queria saber o por que
então a informei
eu amo ele
e nunca esquecerei
por toda vida amarei
tenho certeza disso
e não me arrependerei.

autora: Gabrielly Antoniolli

Inveja – O Pior dos Sentimentos

Certa vez perguntei a uma amiga: - Qual o pior sentimento que você acha que existe?
Ela respondeu: - Ódio.
Discordei imediatamente dizendo que era a inveja.
E é a inveja o pior dos sentimentos e o mais sujo e difícil de ser abolido da alma humana. É um vício que mais causa sofrimento à nossa raça.
O ódio pode se tornar amor. Inveja é algo que destrói por dentro, que deprecia e até faz a pessoa sentir ódio de si e do outro.
Não existe inveja boa e inveja ruim. Inveja é sempre um sentimento ruim, existe admiração pelo que o outro é ou pelo que o outro possui. Você admira e sente vontade de ter algo igual ou se a pessoa tem qualidades, você deseja tê-las e exerce essas qualidades em você.
Admiração: s.f. Sentimento de prazer, de respeito, experimentado diante daquilo que é belo e bom.
Você não fica triste e sim feliz pelo próximo. Admirar o que é bom não faz mal, sentir inveja faz. Porque a inveja faz você querer destruir a vida do outro. É como se fosse um urubu esfomeado pela carniça. Basta à pessoa se destacar em alguma área, por mais insignificante que seja e lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e minimizar o feito ou o caráter do invejado. É um desejo cruel de ser o centro das atenções e de querer ser maior e melhor que todos, não podendo suportar que o outro seja melhor. É como se não suportasse a diversidade do mundo.

Se você às vezes tem esse sentimento horroroso, trabalhe para que não se torne doença. Acredito que todos no mundo já sentiram inveja de algo. Alguns através da educação trabalharam esse sentimento e excluíram de suas vidas. Aperfeiçoaram para o bem, para admiração. Outros tem o instinto para o mal e ainda sofrem com esse sentimento e talvez não cure jamais, pois realmente é um vício.
Sou extrovertida, bonita sim, inteligente, comunicativa, segura de si e automaticamente sofro muito com a inveja das pessoas. Apesar de atrair energias positivas como muitos dizem, os invejosos de plantão também se atraem por mim. Eu graças a Deus sinto admiração a tudo que é belo e por todos que estão bem a minha volta. Adoro ver e fazer as pessoas felizes.
A Inveja é a incompetência de ver a luz das outras pessoas, a alegria, o brilho de alguém, seja que lado for. Ela também é a consequência da incapacidade da sua evolução como ser humano.
Infelizmente muitos pais e educadores são culpados por certas pessoas serem invejosas hoje. A inveja também é uma má educação.
Foi através dela que o mal entrou no mundo.Veja só o primeiro exemplo que tivemos na terra: Caim e Abel. Quantas mortes aconteceram no mundo e quantas puxadas de tapetes já tivemos sem saber como e porque aconteceram? A INVEJA MATA, pode ter certeza.

Seja feliz e seguro de si, busque e renove seus objetivos. Evite a inveja alheia andando sempre com pessoas de boa índole. Garanto que você só aprenderá e se tornará cada vez melhor como ser humano. Contemple o belo, procure ver a beleza das pequenas coisas e estará preparada para as grandes. Não exponha sua felicidade em vitrine pra qualquer um. Aprenda a cultivar o bem, trabalhar o emocional e ter bons sentimentos. Comemore a felicidade alheia, assim você só atrairá energias positivas. Se apegue com Deus, Ele é maior que qualquer "olho gordo".

Jhennifer Cavassola

Eu só queria mais um momento com você",estas são as palavras de uma amiga ao seu amor que voltou de um pais qualquer e se reencontraram em um dia desses qualquer após 10 anos distantes.
A espera é dolorosa porque nunca sabemos se "vale a pena" , mas se não optarmos por ela nunca saberemos se "vale amar", o tempo bate de frente com o coração e as dúvidas se encarregam de enfrentar nossas decisões . Ficamos a mercê dos sentimentos e aos poucos nos entregamos a saudades e aos desejos que somente o amor é capaz de realizar. A coragem pede licença e a ansiedade se instala querendo a todo custo revelar seus mistérios que foram anos guardados para um único coração ao qual permitiu que o tempo cuidasse .Nunca acreditei em contos de fadas , mas sempre apostei no amor, na força que ele tem e na veracidade que ele chega invasivamente em nossa vida . Quem ama enfrenta a si mesmo para se ter nas mãos a pessoa amada, mas de uma forma especial, não se perde, nem tão pouco se anula, mas espera nem que seja para viver só mais um momento ou talvez uma vida inteira ao lado de quem se quer..A vida é um jogo , ao qual precisamos arriscar até na sorte de ter o amor de quem ousou esperar.Esta nossa conversa surtiu efeitos agradáveis ao qual me fez pensar que um momento sequer pode ser transformador ou decisivo, sei la, apenas sei que torço por ela , não sei ao certo qual será o final desta história ,mas posso afirmar que o tempo não lhe furtou a esperança nem tão pouco o verdadeiro sentir.

Cecilia sfalsin

E hoje mesmo, sem malicia, fui perguntar para uma amiga: e essa historia de fazer tudo certo e no final dar tudo certo? Porque eu fiz tudo certo e só deu tudo errado. E perguntei o que poderia ser? De cara ela me respondeu. "Simples, na verdade você faz tudo errado." e ainda disse: "Chupa essa resposta." HAHA
Como assim? Na lata!
É ai então que percebi que eu estava me achando, a ponto de dizer o que é certo no amor. Quando na verdade somos apenas humanos tentando acertar e amar e esquecer.
Fazer algo dar certo foi meu maior erro, pensando bem. As coisas fluem como devem ser, e lutar para que tudo saiam conforme você pensou, pode fazer apagar o que realmente a vida quer nos ensinar. Já parou pra pensar quantas vezes já sofremos por algo ter dado errado?
- As coisas dão erradas a partir do momento que escolhemos o modo que elas são certas pra gente.
Escolhemos apenas um final certo, mas existem muitos finais, a probabilidade de dar errado é bem maior, e da gente sofrer então? Eu que o diga.
Deixe passar, deixe acontecer, deixe fluir. Se hoje estive com alguém, imagine só o hoje, nada de imaginar vocês juntos daqui uns anos sentando na varanda e sentindo o mesmo sentimento, nada de planejar o casamento ou até mesmo a carta que iria deixar em cima da cama no aniversario de namoro de vocês, dizendo: “Hoje é o nosso primeiro encontro.”
Mesmo com todos os receios para nos privar de sofrer, mesmo tudo dando sempre tão errado, sei que o ser humano nunca deixa de acreditar no que é certo pra ele. Então cuidado com as coisas que não aconteceram conforme pensado, talvez estejamos apenas errando onde encaixar nosso pensamento e indo com muita sede ao pote para dizer: “Deu tudo certo.

Diogo Pedro

Triste lamento de perder uma amiga, escrevo com muito fervor!
Amo tanto que me falta o ar, amiga sua presença ainda me causa dor!
As noites ao teu lado na sua dor, pra mim está sendo eternidade!
Agora sei que fui condenada pela alegria, viver a dor com intensidade!
Ainda dorme amiga? se acaso acordar do sono profundo estarei aqui!
Fui feliz todos os dias ao seu lado, ainda lhe tenho daqui!
Meus olhos ainda se encontram tristes, pois não lhe vejo mais!
Porém minha alma está feliz, por saber que nunca me esquecerá jamais!

Rosângela Aparecida Ribeiro

Acho que quase todo mundo já teve uma amiga traíra, aquela própria onça, também amiga da onça, mas como não sou rancorosa...
A vida não pode ser encarada apenas por esse prisma e que nada de achar que a amiga te traiu merecidamente, mas é que as revelações dos acontecimentos fez você conhecer aquela falsa amiga que você confiava tanto. Então, caracterizo como puro aprendizado. Em todas as situações preferi ficar quieta e me afastar, evitei a discussão, a desarmonia. Me afastei de certo modo de um mundo pleno de futilidades. Liguei meu botãozinho no modus vivendi e continuei minha caminhada sem aquela amizade. Depois de tempos e anos você percebe que aquela amizade jamais se encaixaria porque no mínimo seus valores são diferentes e suas prioridades mais ainda, vocês apenas morgavam uma conversa sem pé nem cabeça, um blá blá blá de qualquer ordem. Uma mulher linda, desejável e inteligente não precisava competir com você. Eu tenho alma romântica e é penoso ter esse tipo de alma porque você idealiza sempre o melhor e o mais lindo, o mais perfeito possível e até em relações de amizade você precisa sentir a intensidade de borboletas no estômago. Depois de tantos tombos fiquei cansada, desiludida, dura e fria, não discuti, não argumentei, não disse nada (fuja dessa característica), apenas me afastei porque a vida é uma troca, você salva meus dias e eu salvo o seu. Hoje fico pensando que foi melhor assim apesar de tudo.

Arcise Câmara

???? Dúvida ????

O que é a poesia?
Uma amiga que me faz companhia
Nesta noite fria e vazia!

De onde vem o poeta?
Se esta noite
Não está completa...

Os versos surgem em minha mente;
Acompanhados
Por esta brisa envolvente...

Suave como um beijo amoroso
Fico surpreso...
Fico ansioso...

Que momento gostoso;
Para refletir...
Enquanto o poeta
Não decidir partir...

Roberto J. Gugick

Acasalamento Literário

Uma amiga me disse uma coisa hoje que me fez dar boas gargalhadas. Ela escreveu no facebook assim: “foi bom você entrar to redigindo um treco solicitando agilidade na emissão do diploma e to sem saber como colocar isso em palavras bonitas... Já argumentei tudo com artigos mas to sem saber como terminar e fazer um draminha” .

Tive que achar graça ao ler a parte do “fazer draminha”. O que não deixa de ser verdade. É justamente este draminha que apimenta todo bom texto, porque não há nada melhor do que um conjunto de palavras que casem umas com as outras. São os filhos deste acasalamento literário que encherão de alegria e encantamento as casas dos corações dos leitores.

Hariane Alves

A vida e a Morte

Enquanto lagrimas rolavam dos olhos de uma amiga
eu queria colorir seus medos
jogando tinta nas folhas escuras de seu pensamento
queria jogar um arco ires sobre suas angustias
segurei me .
O certo seria aconselhar
mas isso é errado
a dor que ela sentia , era dela
de mais ninguem
o casulo que a prendia estoirava aos poucos
ela se libertava
mas o medo a maltratava e ela lutava incansavelmente contra aquela nuvem preta ardente
calei me na sua presença
apenas ouvi
tentei refletir sobre mim o que a machucava
o medo da morte
realmente é assustador
pensar pode ser perigoso e tudo sair do controle
tal receio pode tomar as rédias e dominar
cuidadoso eu espelhei me
a conclusão é que o melhor é viver
se desprender do '' e se '' da vida
viver se perguntando não é viver
é um problema serio
viver não é compreender tudo
viver é ser livre do sistema que nos prende e nos condena pois tem coisas que só no além vamos entender
tem perguntas que aqui não tem resposta
temos que abrir nossas portas
e deixar que o vento nos toque
sentir livre do refugio
reconsiderando tudo o que se houve
pois se a morte é uma nova fase
a vida é apenas um teste
se voçe conquista um mundo aqui
com certeza vai conquistar um mundo la
o oposto de chorar seria sorrir
e o da morte é viver
pois se voçe esta vivo viva
não tenha medo , pois na morte
voçe viverás também

Lucas Antunes da Silva

Um dia uma Amiga querida fez a seguinte pergunta:

Que tipo de pessoa uma Mulher deve Amar?

Eu simplesmente disse: Devemos sempre ter Amor com o próximo, independente de quem seja. Caso estejas referindo ao Amor de um Relacionamento, então Ame alguém que não seja forte, que não seja corajoso e valente o suficiente à deixá-la partir.

Wilson Nakao