Uma carta para uma Amiga

Cerca de 191 carta Uma para uma Amiga

Nunca gostei de textos muito melosos, mas essa semana vi uma amiga passar por uma situação, e me deu vontade de escrever sobre isso. Se engana quem acredita que o amor acaba. O encanto pode acabar, a paixão pode diminuir, mas o amor quando é de verdade mesmo, não tem fim. Ele permanece independente do tempo e da distância. Ele te arranca uma lágrima junto a um sorriso no rosto, mas permanece prese
nte em todos os momentos. Posso falar com propriedade que sei o que é o amor. Me sinto privilegiada por isso, apesar das circunstâncias. Conheci o amor quando ainda era muito nova, e talvez por tanta ingenuidade, não soube aproveitá-lo o máximo que podia. Não me arrependo das minhas atitudes, mas também não posso questionar o destino e os rumos que deram a ele. Amei e fui muito amada, vivi momentos incríveis que levo na memória pro resto da vida. Me considero uma garota de sorte. Tive a oportunidade de conviver com a pessoa mais linda e pura que já conheci. Veio com uma missão importante, e que foi cumprida. Partiu, e me deixou a maior lição que podemos aprender: provou que o amor existe. Um dia assisti a um filme – Um amor para recordar – ainda com ele, e chorei feito criança. Nunca gostei de finais tristes, sempre me acostumei com os contos de fada onde tudo era perfeito e o amor não acabava. Mas descobri que longe de ser um conto de fadas, a vida te prega muitas peças, e nem sempre os finais são como os dos desenhos ou filmes românticos. Mas mais do que isso, descobri que nem sempre o amor acaba junto com o fim. Pra mim, ao contrário de todo resto, o amor é a única coisa que levamos além da vida. Ele vai muito além do corpo e da compreensão da mente humana, ele toca na alma. Ultrapassa qualquer entendimento ou razão. Você pode nunca mais ver e ouvir a pessoa, mas você sente a presença, o sentimento. E hoje, percebo que essa história de que amor verdadeiro só acontece na ficção não é verdade. É mentira quem diz que a morte acaba com tudo. A realidade é que quando se trata de um amor verdadeiro, a vida passa a ser apenas um detalhe.

Carolline Vieira

E hoje mesmo, sem malicia, fui perguntar para uma amiga: e essa historia de fazer tudo certo e no final dar tudo certo? Porque eu fiz tudo certo e só deu tudo errado. E perguntei o que poderia ser? De cara ela me respondeu. "Simples, na verdade você faz tudo errado." e ainda disse: "Chupa essa resposta." HAHA
Como assim? Na lata!
É ai então que percebi que eu estava me achando, a ponto de dizer o que é certo no amor. Quando na verdade somos apenas humanos tentando acertar e amar e esquecer.
Fazer algo dar certo foi meu maior erro, pensando bem. As coisas fluem como devem ser, e lutar para que tudo saiam conforme você pensou, pode fazer apagar o que realmente a vida quer nos ensinar. Já parou pra pensar quantas vezes já sofremos por algo ter dado errado?
- As coisas dão erradas a partir do momento que escolhemos o modo que elas são certas pra gente.
Escolhemos apenas um final certo, mas existem muitos finais, a probabilidade de dar errado é bem maior, e da gente sofrer então? Eu que o diga.
Deixe passar, deixe acontecer, deixe fluir. Se hoje estive com alguém, imagine só o hoje, nada de imaginar vocês juntos daqui uns anos sentando na varanda e sentindo o mesmo sentimento, nada de planejar o casamento ou até mesmo a carta que iria deixar em cima da cama no aniversario de namoro de vocês, dizendo: “Hoje é o nosso primeiro encontro.”
Mesmo com todos os receios para nos privar de sofrer, mesmo tudo dando sempre tão errado, sei que o ser humano nunca deixa de acreditar no que é certo pra ele. Então cuidado com as coisas que não aconteceram conforme pensado, talvez estejamos apenas errando onde encaixar nosso pensamento e indo com muita sede ao pote para dizer: “Deu tudo certo.

Diogo Pedro

Minha melhor amiga
Amiga,quero te dizer que voce esta sendo uma amiga muito especial para mim .Se voce nao sabe eu preciso te dizer e difil nao ter amigos nao sei se vai me entender .Imagine nessa idade o que aconteceu comigo resolvi te conhecer e entao eu nao consigo te tirar da minha cabeça .Nao consigo me explicar e tudo diferente .Sera que me entende ? Desde que te conheci eu nao sou a mesma pessoa .eu mudei profundamente ,totalmente outra pessoa .Nao sei se amadureci ou se e mesmo voce. So sei de uma coisa nunca vou te esquecer .voce e diferente de todas que eu conheci ,sempre esta comigo ,Esse e meu destino .Bem e assim que eu me sinto sem voce ; So sei me amargurar e nem me explicar ...Bem querida amiga eu quero te explicar eu te amo muito mesmo pode acreditar ..

Leticia Silverio dos Santos

Ontem durante quase duas horas de conversa com uma amiga, ela me disse algo que me fez parar pra pensar.. Entre alguns problemas pessoais de longa data e problemas momentâneos, parei e coloquei essa frase! “Você prefere ter razão ou ser feliz?” A primeira pergunta que me veio é: Até que ponto vale apena ter somente a razão? Foi ai que percebi que de nada adianta estar com a razão, às vezes até uma razão besta por se achar a dona do CERTO, mas não estar feliz, não está fazendo quem te gosta feliz.. Eu que não me via como uma pessoa orgulhosa percebi o quão orgulhosa sou em alguns sentidos! E percebi também que não é uma atitude tão racional/pensada, é falta de maturidade, eu costumo dizer que ‘o que é certo, é certo’, mas me esqueço que o que eu vejo como certo nem sempre vai ser o certo para o próximo! Acredito sim que em algumas situações o importante é a razão, só que ainda não sei definir com total clareza quais situações são essas, mas o que eu pude perceber durante o tempo em que pensei nessa frase é que, se estamos em um relacionamento (amoroso) nem sempre devemos colocar a nossa razão/verdade e ficarmos irredutíveis, de que vale ter a razão e não estarmos bem? Não estarmos felizes? Estarmos nos machucando e machucando a quem gostamos? De fato não faz sentido, e nem sempre é algo necessário, mas é claro que há casos e casos.. Muitas vezes num momento de raiva colocamos o que pensamos, achamos, deduzimos e ponto final, sem sequer procurar saber o porquê daquilo, sem antes tentar conversar, esclarecer as coisas e se entender! Enfim, todos nós erramos e é extremamente normal, todos temos defeitos e também é extremamente normal, mas cabe a nós parar e pensar sobre nossas atitudes, só que quando se refere a nós mesmos, parar, analisar, e julgar se estamos certos ou errados, é algo 10 vezes mais difícil de se fazer, e se torna ainda mais difícil quando você f ala para um outro não fazer algo, mas não percebe que você está fazendo aquilo! Tudo relacionado a nós mesmos sempre é mais difícil porque geralmente só levamos em conta nossas verdades, opiniões e razoes. É, todos nós somos prepotentes, acho que isso não dá pra mudar, mas dá pra melhorar e amadurecer! É só um desabafo..
Mas fica ai a frase para todas vocês.. VOCÊ PREFERE TER RAZÃO OU SER FELIZ?

Mariana Alves Teixeira

MARIA
(Á uma amiga morta de afogamento)

Foi num dia frio
Que morreu Maria
Sobre as aguas frias
De um malvado rio.

Vida que sumiu
Rosa irradia
Como a noite fria
Ou manhã de estio.

Teu tristonho fim
Deixa sobre mim
O padecimento.

Vida que sumiu
Olhos que não viram
O teu sofrimento.

Edilson Alves

Uma amiga me perguntou: por que voce não quer amar?
Respondi: Não querer ficar sobre as consequências inconstantes do amor seria covardia?
Ou simplesmente o fato de não querer viver constantemente na linha fogo entre os soldados do egoísmo e da traição;
Ou quem sabe por simples fato de que o individualismo vive sobre a proteção obscura da prepotência na ordem dos que acham que amar é reverenciar a si próprio?
Amar não é deixar ser amado, é se entregar como um prisioneiro de guerra nas garras cortadas do inimigo que não corta nem mata, mas aperta e machuca.

Rafael rodrigues

Eu passei uma semana longe dessa cidade, levei uma mala, uma bolsa, e uma amiga.
Foi maravilhoso não me importar se você estaria por aqui, se o meu celular ia tocar, se ia ter rede e eu poderia te responder.
Foi maravilhoso olhar as ondas do mar, e invés de imaginar nós dois, imaginar meu futuro, que provavelmente, não será ao seu lado.
Acho que eu precisava me distancia um pouco pra rever as minhas prioridades, e a minha maior prioridade sou eu e meu bem estar, que definitivamente, você não sabia mais como cultivar.
Não é legal não responder mensagens, não é legal não ligar no dia seguinte, não é legal fingir que nada aconteceu.
Eu finalmente coloquei na cabeça que meu celular pode tocar milhões de vezes, semanas depois de te ver e que isso vai continuar acontecendo enquanto eu permitir.
Pera aí, eu não estou querendo que você se case comigo gatinho, só exijo respeito. Você curte sair comigo de vez em quando, e o que a gente curte, a gente cultiva, conserva, respeita, e você tava fazendo isso errado.
Eu não espero mais o meu celular tocar, mais ela continua carregado, e eu sei que daqui umas semanas você aparece de novo, e eu vou ter crédito o bastante pra te responder, mais quer saber? eu tenho certeza que vai me faltar vontade, eu cansei de viver sorrisos eternos em uma noite, e esperar semanas por ligações, cansei de contar nos dedos quantas piriguetes insistem em rodear o que eu queria pra mim.
Cansei de reler mensagens que chegaram há meses, e já até apaguei essas mensagens, eu me recuso a viver de passado, mesmo que seja um passado maravilhoso igual ao nosso.
A gente teve grandes arrombos na nossa história, e isso foi me deixando mais realista.
3 anos atrás, você conheceu uma garotinha que ainda tinha medos absurdos, e essa garotinha virou uma mulher que perdeu os medos depois de grandes outras perdas, e você nem notou isso.
Eu não sou mais a mesma, e nem você, o cara 'sarrista' metido a malandro que eu conheci, virou um hipócrita que não liga o carro com o som ligado por que pode dar problema.
Cadê aquele baixinho que me ligava no almoço, e mandava mensagem de 'bom dia' todo dia?
Cadê?
Será que ele ficou bom o bastante pra esquecer as pessoas que nunca esqueceram dele?
Prefiro não pensar, afinal eu já não espero mesmo os seus telefonemas, e acredito que quando eles chegarem, vai ser mais tarde do que é hoje.

Lu Moraes Xavier

Ontem, uma amiga minha chegou e disse que estava cansada de várias coisas que estavam acontecendo na vida dela, mais que depressa pedi quais eram essas coisas, pasmem, que tudo o que ela me falara apenas ligava a mesma baboseira da grande maioria das garotas, onde os homens as fazem de chacota, que nenhum homem presta e por aí vai.
Eu, como homem e como não sou nenhum exemplo de sutileza, apenas citei o que todas as mulheres já cansaram de ouvir: vocês não são feitas de chacota, vocês automaticamente se fazem de chacotas, pois quando um cara realmente chega com algum interesse em vocês, que se preocupam em como você está ou como foi seu dia, lhe manda mensagens e lhe fazem todas as gentilezas de que vocês são merecedoras, simplesmente vocês somem, enjoam ou então arrumam uma desculpa qualquer para não vê-lo com uma frequência a qual seria natural, digo natural, porque simplesmente ele faz tudo por você, não era isso que você queria? Então qual seria o motivo para vocês reagirem assim? O simples fato de vocês sentirem a saudade de serem um pouco maltratadas, de ter alguém que pise e façam vocês sofrerem, até porque quando tudo é muito bom, enjoa fácil, não é mesmo?! Mulher nunca sabe realmente o que quer, reclamam... reclamam e nunca se contentam.
Calma, também se aplica a nós essa mesma tese, de que nós homens não damos o devido valor a vocês mulheres, quando vocês fazem tudo por nós, assim como vocês não gostam de tudo com o que dizem ser o que esperam, homens também gostam de sofrer um pouco, afinal, o que vem fácil vai fácil, não é mesmo? Por isso apenas salientei a essa minha amiga, que a mesma se acalme e que não saia sempre despejando as mesmas asneiras corriqueiras apontadas por todas vocês, afinal é tudo uma questão de hora e local, as coisas chegam sempre quando são pra chegar e ao generalizar você rotula o que você mesmo cria, homens não são todos iguais, assim como mulheres não são todas iguais, portanto quando você pedir algo que não tem, cuidado porque talvez a dose seja maior do que a pretendida, tudo deve ser balanceado, tudo que é demais faz mal, tudo que é em menor quantidade do que é esperado faz mal, nunca estamos contentes, nunca iremos ficar, cabe apenas lidarmos com as diferenças de cada um e tentar não mudar a pessoa e sim explicar pra ela onde ela está errando, não pra que ela mude, mas sim pra que ela entenda que fazendo isso ou deixando de fazer aquilo irá não só prejudicar ela, mas sim, ambos.

Jean Douglas Pereira

Outro dia, uma amiga publicou que sua filhinha deu os primeiros passinhos. E que após uns dois, ou três, ela caía.
Penso assim; Muitos de nós, mesmo depois de crescidinhos, ainda caem após alguns passos... Tudo bem que alguns caem em demasia, porém o importante é levantar, sempre. E entendermos que, mesmo que essa maldição que é a ansiedade humana, nos obrigue a dar passos maiores que suportamos, são necessários passos curtos. Por que devagar, se vai ao longe.

Philipe Sotte

Danielle Kroll
O que falar de uma amiga que sempre está do seu lado que sempre te apoia que as vezes vocês brigam mais depois tudo passa, o que falar de uma amiga assim?!
Bom dificil dizer mais do que eu já escrevi, mais saiba é dificil não impossivel. Amiga é aquela que como eu já disse sempre está do seu lado pra tudo que te apoia e que as vezes nós brigamos mais depois uma de nos duas acabamos percebendo que a outra so quer o nosso proprio bem. As vezes perdemos uma amizade tao linda nao perfeita eu digo tao (como na lingua dos outros) tao invejada.. Mais fique sabendo a inveja cai e você quer saber o que fica? Fica uma amizade linda uma amizade pra ninguem botar defeitos quem botar algum defeito prova que faz parte da lingua dos invejosos, mais como eu estava dizendo, as vezes perdemos uma amizade tao perfeita por besteiras por grande besteiras, mais eu quero que a nossa dure pra sempre, as vezes paramos em algum lugar tirando fotos e as pessoas olham e dizem
- Olha que idiotas...
Mais se tiramos fotos se passamos papeis de idiotas é porque se um dia tomarmos caminhos diferentes em nossas vidas que ro ter suas fotos, cada foto vai explicar como a nossa amizade cresceu a cada dia..
Bom acho que já disse demais, vou ficando por aqui.

Melhores amigas
Ontem Hoje
Amanhã
E até quando a nossas vidas permitirem. Danielle Kroll sempre

Kenia Cristina Borges

Meus pensamentos não mudaram.
Disse para uma amiga minha
que estava apaixonada
ela olhou para mim
e riu da minha cara
e disse
paixão não existe
e eu respondi
como não existe
se eu amo ele tanto
como não existe
se toda noite
seu nome chamo
ela olhou e disse
isso é amor passageiro
você ama agora
amanhã ja esquece
pois o amor só te fere
fiquei muito tempo pensando
ainda te amando
você desistiu
meu coração feriu
fui procurar um remédio
minha amiga conselheira
ela me disse você fez besteira
eu te falei não se entregue
sem ter certeza
eu feliz fiquei
ela queria saber o por que
então a informei
eu amo ele
e nunca esquecerei
por toda vida amarei
tenho certeza disso
e não me arrependerei.

autora: Gabrielly Antoniolli

CRESCER...

Hoje uma amiga me disse: “Crescer é chato” (percebi a indireta rs), o que me fez pensar... E acabei por concordar. Tornamos-nos chatos quando crescemos, deixamos de brincar e levamos tudo a sério, deixamos de rir das piadas bobas que os amigos contam e nos tornamos críticos e realistas em demasia.
Crescermos por insegurança quanto ao futuro, em outras vezes crescemos por decepção, crescemos para nos blindar das surpresas que a vida teima em nos apresentar... São inúmeros os motivos que nos fazem crescer.
As ambições afloram, passamos a ser seletivos, pra tudo buscamos explicações, mas ‘hora por vez’ não encontramos respostas para nossos próprios conflitos. As situações passam a nos cobrar responsabilidades, mudanças de hábitos, e uma série de outras coisas. Deve ser ótimo ver quase tudo sob uma ótica cômica, a vida parece ser mais fácil quando sorrimos.
Crescer não significa perder a graça, mas não saber lidar com ela; não significa ser adulto, mas ter medo de ser criança. Cresci, não queria, mas a vida me obrigou.

Juliana Brito

???? Dúvida ????

O que é a poesia?
Uma amiga que me faz companhia
Nesta noite fria e vazia!

De onde vem o poeta?
Se esta noite
Não está completa...

Os versos surgem em minha mente;
Acompanhados
Por esta brisa envolvente...

Suave como um beijo amoroso
Fico surpreso...
Fico ansioso...

Que momento gostoso;
Para refletir...
Enquanto o poeta
Não decidir partir...

Roberto J. Gugick

Acasalamento Literário

Uma amiga me disse uma coisa hoje que me fez dar boas gargalhadas. Ela escreveu no facebook assim: “foi bom você entrar to redigindo um treco solicitando agilidade na emissão do diploma e to sem saber como colocar isso em palavras bonitas... Já argumentei tudo com artigos mas to sem saber como terminar e fazer um draminha” .

Tive que achar graça ao ler a parte do “fazer draminha”. O que não deixa de ser verdade. É justamente este draminha que apimenta todo bom texto, porque não há nada melhor do que um conjunto de palavras que casem umas com as outras. São os filhos deste acasalamento literário que encherão de alegria e encantamento as casas dos corações dos leitores.

Hariane Alves

Acho que quase todo mundo já teve uma amiga traíra, aquela própria onça, também amiga da onça, mas como não sou rancorosa...
A vida não pode ser encarada apenas por esse prisma e que nada de achar que a amiga te traiu merecidamente, mas é que as revelações dos acontecimentos fez você conhecer aquela falsa amiga que você confiava tanto. Então, caracterizo como puro aprendizado. Em todas as situações preferi ficar quieta e me afastar, evitei a discussão, a desarmonia. Me afastei de certo modo de um mundo pleno de futilidades. Liguei meu botãozinho no modus vivendi e continuei minha caminhada sem aquela amizade. Depois de tempos e anos você percebe que aquela amizade jamais se encaixaria porque no mínimo seus valores são diferentes e suas prioridades mais ainda, vocês apenas morgavam uma conversa sem pé nem cabeça, um blá blá blá de qualquer ordem. Uma mulher linda, desejável e inteligente não precisava competir com você. Eu tenho alma romântica e é penoso ter esse tipo de alma porque você idealiza sempre o melhor e o mais lindo, o mais perfeito possível e até em relações de amizade você precisa sentir a intensidade de borboletas no estômago. Depois de tantos tombos fiquei cansada, desiludida, dura e fria, não discuti, não argumentei, não disse nada (fuja dessa característica), apenas me afastei porque a vida é uma troca, você salva meus dias e eu salvo o seu. Hoje fico pensando que foi melhor assim apesar de tudo.

Arcise Câmara

Eu só queria mais um momento com você",estas são as palavras de uma amiga ao seu amor que voltou de um pais qualquer e se reencontraram em um dia desses qualquer após 10 anos distantes.
A espera é dolorosa porque nunca sabemos se "vale a pena" , mas se não optarmos por ela nunca saberemos se "vale amar", o tempo bate de frente com o coração e as dúvidas se encarregam de enfrentar nossas decisões . Ficamos a mercê dos sentimentos e aos poucos nos entregamos a saudades e aos desejos que somente o amor é capaz de realizar. A coragem pede licença e a ansiedade se instala querendo a todo custo revelar seus mistérios que foram anos guardados para um único coração ao qual permitiu que o tempo cuidasse .Nunca acreditei em contos de fadas , mas sempre apostei no amor, na força que ele tem e na veracidade que ele chega invasivamente em nossa vida . Quem ama enfrenta a si mesmo para se ter nas mãos a pessoa amada, mas de uma forma especial, não se perde, nem tão pouco se anula, mas espera nem que seja para viver só mais um momento ou talvez uma vida inteira ao lado de quem se quer..A vida é um jogo , ao qual precisamos arriscar até na sorte de ter o amor de quem ousou esperar.Esta nossa conversa surtiu efeitos agradáveis ao qual me fez pensar que um momento sequer pode ser transformador ou decisivo, sei la, apenas sei que torço por ela , não sei ao certo qual será o final desta história ,mas posso afirmar que o tempo não lhe furtou a esperança nem tão pouco o verdadeiro sentir.

Cecilia Sfalsin

Coisas da Vida

Estava eu e uma amiga conversando quando passa por nós um amigo. A minha amiga mais que depressa o chama, pois é um homem muito ocupado e é difícil de ser encontrado. Gostamos muito de falar com ele e sempre pedimos conselhos, pois, trata-se de pessoa inteligente e uma experiência de vida enorme. A minha amiga já aproveitou e disse:- Fico feliz em te encontrar, estou precisando de conselhos. Ele gentilmente, nos encaminhou para um banco na avenida e sentamos os três.
Ela: preciso de ti Guru (assim o chamamos) e ele:- estou aqui pode falar. Ela, mais que depressa disse sem respirar, como se fosse a coisa mais absurda: estou apaixonada por dois homens. E eu disse para os dois que estou apaixonada. Chamo os dois de meu amor, falo eu te amo, e prometo amar para toda a vida. E o pior é que estou mesmo!!!!
Ele com a maior calma respondeu:- minha belezinha... No romance... Planeja-se o absurdo... Promete-se derrubar todo o obstáculo... Mas na real... a coisa muda. É a vida... Não se culpe por promessas. Da razão, da sem razão... É o amor fantástico falando! Você está querendo ser feliz... Não está definida ainda a pessoa certa... Você está vivenciando seu momento! Pode sim estar com os dois... Isto vai acabar... Não será para sempre! Chegará a hora que você vai definir: ele ou aquele? Sabe onde está o problema? Você se julga demais, acha que no fim, alguém vai sofrer! Não pode! Viva seu momento total... Sinceridade? A gente pratica só depois de colocar um anel para lembrar.
E minha amiga bem séria, no rosto aparecendo mais conformada e já achando sua situação bem mais simples... Fala: mas eu amo os dois iguais e tenho ciúmes igualmente!
Ele sério: eu sei, o teu sentimento é verdadeiro, você gosta dos dois e precisa resolver isto... Decidir qual é o melhor prá você é este o ponto... Eu acho que você precisa mudar sua “cabeça”, não sofrer pelo outros... Seja só você feliz... Sem culpas... Isto se chama AMAR-SE A SI PRÓPRIO... PARA SABER AMAR O OUTRO! Sem isto, você não anda prá frente... É o tal de salto quântico: consciência de mim! E não se culpe você não está fazendo nada errado!!!
Olho prá minha amiga que está deslumbrada parece que foi tirado o mundo dos seus ombros!
Despedimos-nos e cada um tomou seu rumo. Sinceramente, ainda não sei como acabou a história, mas que o guru fez um bem enorme a ela, com certeza!

Ana Rubia

Já parei para pensar na ordem e proporção em que os problemas aparecem, e, ainda hoje, uma amiga me perguntou: "já ouviu falar daquela coisa de que os problemas nunca vêm separadamente?". Eu, dando uma de conselheira, disse: "é, mas dizem que as coisas boas também vêm juntas. Então, se esperar, elas vão vir.". Mas, então, fiquei pensando qual é a nossa dificuldade em lidar com os problemas. Acho que todos têm uma lista mental do que fazer caso haja algo errado: pedir conselhos; esperar, já que o tempo resolve tudo; não tomar atitudes precipitadas; comer chocolate; pensar; lamentar-se. Existe alguém no mundo que fuja à essa regra e me diga que, não, que sempre resolve as situações?
Mulheres: ficam deitadas assistindo a um filme de romance, esperando tudo se resolver, chorando as pitangas com uma barra de Lacta no colo. Homens: decidem ir a um bar beber todas para esquecer o que o causou dor, afinal, é um homem crescido que não chora. Aposto que todos imaginaram a cena, e, de algum modo, se incluíram nela.
Não adianta: as pessoas sempre acham um jeito de fugir da dor. Sempre optam pelo mais fácil, pelo menos incômodo, pelo mais aconchegante. É muito melhor esperar alguém trazer o bolo do que ir buscar os ingredientes para fazê-lo; mesmo que o primeiro demore mais tempo. Aí, então, entra aquele drama de que "eu tô sofrendo muito, meus problemas nunca terminam". Tem uma coisa bem errada nisso tudo. Chega de esperar tudo se resolver, que uma hora tudo vai passar, que uma hora o mundo vai sorrir de novo. Façam alguma coisa, esqueçam a barra de chocolate, pensem um pouco na vida - faz bem. Fugir de tudo é pra fracos; e de fracos o mundo já tá cheio. Peguem um pouco daquele texto que todos amam colocar nas redes sociais, "a dor é inevitável, o sofrimento é opcional" e usem isso na vida. Tirem essas frases da tela e aproveitem e saiam do computador. Vão refletir. Agir. E, pelo amor de Deus, parem de reclamar.

Ana Paula Zandoná

O travessão

Leio sobre um homem que se pôs de pé para falar no enterro de uma amiga.Referiu-se sobras datas em seu tumulo do principio ao fim. Percebeu que primeiro vinha a data do nascimento e falou da data seguinte com lagrimas, mas disse que o que mais importava era o travessao entre aqueles anos.Porque o travessao representa todo o tempo que ela passou viva na terra.E agora só aqueles que a amaram sabem o que vale aquele pequeno sinal. Porque nao importa o que possuimos: os carros... a casa... o dinheiro.Importa como vivemos e amamos e o que fizemos no espaço do travessão.Pense entao nisso longamente, intensamente... Há coisas que você gostaria de mudar? Porque nunca sabemos o tempo que nos resta(podemos estar na metade do travessao).
Se pudessemos apenas diminuir o ritmo para avaliar o que é verdadeiro e autêntico e tentassemos sempre compreender como os outros se sentem.E termos menos rapidez na raiva, e demostrarmos mais apreço e amarmos as pessoas da nossa vida como nunca amamos antes.
Se tratarmos uns aos outros com respeito, e sorrirmos com mais frequencia...
lembrando-nos que este travessão especial pode durar só mais um instante, assim quando lerem seu louvor, e o que fez na vida for revisto... você sentiria orgulho daquilo que fosse dito sobre como viveu seu travessao?

Linda M. Ellis

Hoje uma amiga minha veio dizer-me que estava lendo meus textos e que tinha se identificado com alguns deles.
Senti uma pontadinha de orgulho de mim mesma, mas, logo em seguida, ao abrir a página em que publico os mesmos,
senti não uma pontadinha, mas uma apendicite daquelas bravas, ao me dar conta que eu simplesmente não escrevi mais.

Não escrevi mais. Olhando assim me parece assustador.
Mas, consegui encontrar uma razão plausível, não compreensível, mas plausível para o causo.
Minha vida tem sido feita de contas. Não sobram mais espaços para palavras.

Faço contas todas as manhãs da semana durante dois semestres por ano na faculdade.
Engenharia não é lá feita para aqueles amantes das palavras.

Faço contas todas as tardes olhando para o relógio, diminuindo de 17h00min o horário em que me encontro.
Faço contas de custos toda vez que compro algo muito caro, abrindo o site do Banco e vendo o extrato do cartão de crédito,
diminuindo do limite total tudo que já gastei até agora. Faço as contas de quantos esporros vou ouvir da minha mãe
por eu estar gastando mais do que minha bolsa de estudos cobre.

Todos os dias da semana faço as contas de quantos dias faltam para o final de semana. E quando chega o final de semana,
faço contas meio que não querendo fazer, pra ver quantas horas ainda me restam de final de semana.

Todo domingo, faço contas de quantas horas vou precisar dormir pra conseguir acordar segunda feira e ir pra faculdade sóbria
o suficiente para fazer contas e depois me manter acordada no trabalho fazendo as contas de quantas vezes minha chefe diz:
por gentileza, dê uma olhadinha no e-mail que eu te encaminhei com um pedido relativo a reserva de carro para a visita
técnica dos pesquisadores... bla bla bla (faço contas inclusive imaginando quanto tempo vai levar pra eu arranjar um estágio
decente).

Todos os minutos faço contas do tamanho da saudade que sinto do meu namorado, e faço contas pra saber quanto tempo ainda
falta para chegar sexta feira pra gente poder ficar juntinho, e daí me lembro que nesse momento, começam as contas infelizes
de quanto ainda sobra de tempo pra gente ficar junto, até chegar domingo a noite e eu ter que fazer as contas de quanto
tempo eu vou precisar dormir para ficar de boa na segunda feira.

Durante todos os almoços faço contas para correr contra o relógio e tentar aproveitar melhor os 45 minutos que tenho para
comer, e faço contas também contra a balança calculando quantas daquelas calorias vão me fazer engordar.

Agora mesmo é que estou assustada. Que vida de números, de contas e de tempo contado que tem sido a minha. Mas não é só
a minha. Como diria meu professor de matemática do Ensino Médio, depois da escola, a vida diz "Bem vindo ao mundo dos adultos".
E nesse mundo meu camarada, quem não faz contas, não sobrevive.

Entretanto, para sobreviver a todas as contas que somos obrigados a fazer, precisamos buscar nas palavras de um amigo, de uma
mãe, de um marido, de um namorado, de um filho, ou sei lá, do porteiro ou do motorista, enfim, palavras que nos dêm suporte
para continuar tendo forças para não jogar as contas para o alto e não deixar a peteca cair. Nessas horas, uma palavra vale
por mil números e mil contas de algorítimos ou então derivadas. É, acho que vou voltar a escrever.

Kathlen Heloise Pfiffer