Um Mes de Namoro

Cerca de 1469 frases e pensamentos: Um Mes de Namoro

Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. Goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua família... isso a gente vê depois ... Se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... Me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!

Martha Medeiros

Como seria bom que os dias fossem sempre assim, não com quantidades de horas, semanas, meses ou mesmo anos; E sim sobor de eternidade tipo: ESTE TEU RISO.

agnactos

Agosto, “mês de ventos fortes”, é um dos mais especiais do ano. Ainda assim, em torno dele se formaram muitas superstições, de tal sorte que o oitavo mês do ano é hoje rodeado de muito folclore. Quanta infâmia! Tanta coisa especial envolve esse mês… Quantas pessoas especialíssimas, leoninas e virginianas, têm neste mês o seu feliz natalício… Quantas coisas importantes aconteceram neste mês, tais como: o primeiro homem foi eletrocutado numa cadeira elétrica; o suicídio de Getúlio; a morte de Juscelino; a renúncia de Jânio; a renúncia de Nixon à presidência dos Estados Unidos… Gente, quanta injustiça com o mês do imperador Augusto! Só pode ser inveja ou despeito! Seja como for, se você é desses (ou dessas) que vive injuriando este mês, segue abaixo uma genial crônica de Caio Fernando Abreu, com algumas sugestões para você atravessá-lo. :)

Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada paciência e fé. Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro — e também certa não-fé, para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco. É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data. Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. Este é um ponto importante: ir, sobretudo, em frente.

Para atravessar agosto também é necessário reaprender a dormir, dormir muito, com gosto, sem comprimidos, de preferência também sem sonhos. São incontroláveis os sonhos de agosto: se bons, deixam a vontade impossível de morar neles, se maus, fica a suspeita de sinistros angúrios, premonições. Armazenar víveres, como às vésperas de um furacão anunciado, mas víveres espirituais, intelectuais, e sem muito critério de qualidade. Muitos vídeos de chanchadas da Atlântida a Bergman; muitos CDs, de Mozart a Sula Miranda; muitos livros, de Nietzche a Sidney Sheldon. Controle remoto na mão e dezenas de canais a cabo ajudam bem: qualquer problema, real ou não, dê um zap na telinha e filosoficamente considere, vagamente onipotente, que isso também passará. Zaps mentais, emocionais, psicológicos, não só eletrônicos, são fundamentais para atravessar agostos.

Claro que falo em agostos burgueses, de médio ou alto poder aquisitivo. Não me critiquem por isso, angústias agostianas são mesmo coisa de gente assim, meio fresca que nem nós. Para quem toma trem de subúrbio às cinco da manhã todo dia, pouca diferença faz abril, dezembro ou, justamente, agosto. Angústia agostiana é coisa cultural, sim. E econômica. Mas pobres ou ricos, há conselhos – ou precauções — úteis a todos. O mais difícil: evitar a cara de Fernando Henrique Cardoso em foto ou vídeo, sobretudo se estiver se pavoneando com um daqueles chapéus de desfile a fantasia categoria originalidade… Esquecê-lo tão completamente quanto possível (santo ZAP!): FHC agrava agosto, e isso é tão grave que vou mudar de assunto já.

Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se a vida não deu, ou ele partiu — sem o menor pudor, invente um. Pode ser Natália Lage, Antônio Banderas, Sharon Stone, Robocop, o carteiro, a caixa do banco, o seu dentista. Remoto ou acessível, que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto, viajar por ilhas do Pacífico Sul, Grécia, Cancún ou Miami, ao gosto do freguês. Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros, juras, projetos, abraços no convés à lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados.

Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se, e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques — tudo isso ajuda a atravessar agosto. Controlar o excesso de informações para que as desgraças sociais ou pessoais não dêem a impressão de serem maiores do que são. Esquecer o Zaire, a ex-Iugoslávia, passar por cima das páginas policiais. Aprender decoração, jardinagem, ikebana, a arte das bandejas de asas de borboletas — coisas assim são eficientíssimas, pouco me importa ser acusado de alienação. É isso mesmo, evasão, escapismos, explícitos.

Mas para atravessar agosto, pensei agora, é preciso principalmente não se deter de mais no tema. Mudar de assunto, digitar rápido o ponto final, sinto muito perdoe o mau jeito, assim, veja, bruto e seco.

Caio Fernando de Abreu

Estamos numa época em que o fim do mundo não assusta tanto quanto o fim do mês.

Leandro F.

"Todas as vezes que Herman presenciava a carnificina de animais e de peixes, tinha sempre o mesmo pensamento: em relação a todos os seres os homens comportavam-se como nazis. A presunção com que o homem fazia o que queria com outras espécies, exemplificava as teorias racistas mais extremistas, o princípio de que o mais poderoso está certo."

Isaac Bashevis Singer

"Mesmo que não seja agora, não se apresse não se confunda. Você é minha paz, acredite em si mesma e continue devagar vou te esperar."

Naruto

Eu posso ficar chorando 1 mês inteiro! dia após dia, mas eu vou poder falar que eu tentei e fui até o final! E que foi por algo que realmente valeu a pena na minha vida . Independente da resposta .

Letícia Neri

Sabe, DEUS
Ontem preocupei-me
ficando a pensar
nas crianças afegãs,
que no mês que é delas,
recebem presentes
em forma de bombas
vindas do céu
e também do mar.
Sabe, DEUS
dizem que essas crianças
são moldadas com pólvora e chumbo
e que quando crescerem
explodirão o Mundo...
Será, meu DEUS ?
Ainda que seja verdade,
será delas a culpa ?
Sendo falso ou não
Meu DEUS,
mude esta realidade!

Desconhecido

Há feridas que curam totalmente, há feridas que curam mas deixam cicatrizes, porém ambas doem do mesmo jeito.

Cynthia Gomes

"Tenho sérios problemas em confiar em alguém, e juro, não faço questão que alguém deposite a mesma em mim. Confiança é como expectativa, frustada causa danos irreparáveis. Não confio por não querer, não por mal, aprendi a ser assim, tal como aprendi que o príncipe encantado é o lobo-mal. Digo-lhes isso porque é destruidor você desconfiar, ter duvidas e por a prova a amizade de alguém que você tanto gosta! A sensação da incerteza de uma amizade é mais destruidora do que o fim de uma relação amorosa. Um amor nunca magoará tanto quanto um amigo"

Raileza

Um líder deve ser aquele que planta a semente da mudança e não quem tenta mudar a força. Seria o mesmo que querer desentortar o galho de uma árvore ao invés de podar para um novo ramo crescer e este sim, cuidar para crescer de maneira ordenada.

Roger Stankewski

Antes que o mês acabe, eu quero te ver e te devorar.

Roberto Auad

" Vossos filhos não são vossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor,
mas não vossos pensamentos,
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles,
mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os
dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são
arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica
com toda a sua força,
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa
alegria:
Pois assim como ele ama a flecha que voa,
Ama também o arco que permanece estável."

Gibran Kahlil Gibran - O Profeta

Passa tempo, passa tempo... E chegou novamente agosto. O mês difícil. Não, não é nenhum tipo de superstição. É apenas um mês difícil. Triste. É difícil ver a todo momento a palavra pai estampada em cada canto. Em cada comercial, propaganda, anúncios de lojas. É difícil ficar olhando sempre sugestões de presentes. É triste ver este dia chegar, e com ele a saudade. A saudade existe sempre, mais neste mês ela vem com mais intensidade, mais força. Se eu soubesse que aquele seria o ultimo dia que te vi, teria te abraçado com tanta força. Se soubesse que seria a ultima vez que ouviria sua voz, te pediria para ouvir um ultimo eu te amo. Nenhum abraço, nenhuma palavra de amor jamais terá o mesmo valor. Eu daria tudo para ter seu amor de pai. Para ser amada por um pai. Ter o privilégio deste amor. Você dizia que eu era sua princesinha. E que saudade de me sentir uma princesa, de ser tratada como uma princesa! Nenhum homem no mundo jamais amará uma mulher como um pai ama sua filha. Nenhum é capaz de cuidar, de admirar, de valorizar, como um pai. E é por isso, que minha vontade é gritar bem alto para todos que tem a sorte de ter um pai, para que não só neste dia, mais em todos, os valorize, os ame, os abrace, beije, e aproveite cada instante junto deles. Muita saudade. Muita falta.

Nathalia Andrade

Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está ai, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada "impulso vital". Pois esse impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te supreenderás pensando algo como "estou contente outra vez". Ou simplesmente "continuo", porque já não temos mais idade para, dramaticamente, usarmos palavras grandiloquentes como "sempre" ou "nunca". Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida, das pessoas e das coisas. Já não tentamos o suicídio nem cometemos gestos tresloucados. Alguns, sim - nós, não. Contidamente, continuamos. E substituimos expressões fatais como "não resistirei" por outras mais mansas, como "sei que vai passar". Esse o nosso jeito de continuar.

Desconhecido

Aqueles que acreditam que tudo está sob controle absoluto, facilmente perdem o controle sobre si mesmas.

Rogério Thaddeu

Homens como eu, conhecedores da sabedoria oculta, não estão presos a essas regras vulgares... do mesmo modo como estamos distanciados dos prazeres vulgares. Nosso destino, meu filho, é solitário, mas está acima de tudo. - Tio André

As Crônicas de Nárnia

E brasileiro não tem medo do fim do mundo em 2012, tem medo do fim do mês. Fim do mês é o fim do mundo em parcelas.

José Simão

--->L.N.A.D!
Sou louca, normal, atrevida e divertida! chata com estranhos e pq não dizer até mesmo grosseira, mas com os íntimos sou alegre, a diversão do dia. Sou mulher de duas faces, talvez vç não entenda...e para ser sincera não era pra entender.Sou segura, determinada, sigo quem quero te elogio se merecer, escrevo para libertar quem não consigo ser e isso é um desafio.
Se procuras numa amiga, numa amante ou numa companheira a beleza, não é a mim quem procuras, agora se queres uma mulher de verdade, eu estou aqui! não sou nenhuma miss simpatia e nem convenço por isso, pode acreditar! eu já tentei e não consegui.
O certo é que não sei bem como realmente cativo as pessoas, só sei que não preciso forçar pra chamar a atenção, isso acontece naturalmente.Não tem segredo é puro charme(HAHA') tbm não sei o que as pessoas + gostam em mim. Talvez a alegria com pitadas de timidez(chute), independente disso quero que a mulher em mim com várias formas de ser continue essa ousada, diferente, doce e amarga menina.Amarga para não esperar d+ das pessoas e não me doar de coração á tudo que fizer, Ser mais realista menos emocional.
E doce para ser menos durona, menos insensível...pq afinal de contas lidar com personalida forte é difícil, mas com uma arrogante é impossível! F.I.M
É o que tem pra hj!

D.Kallin

Como eu queria dormir agora e só acordar daqui uma semana. Daqui um mês. Um ano seria ótimo. Como eu queria que todos os problemas se solucionassem por si só, enquanto eu estivesse deitada, sonhando. Queria ir dormir agora e só acordar quando tudo estivesse bem. Como seria bom acordar e encontrar tudo passado à limpo, acordar e não sentir os sintomas dessa doença chamada amor. Ahh, trocaria o resto de todas as minhas noites para que essa, apenas essa, resolvesse tudo por mim. Sabe, ando tão cansada de pensar em certo e errado. Cansada de sofrer sem saber se vale a pena. Estou exausta. Olhar pra você com esse seu jeito me encanta, e me cansa ao mesmo tempo. Tudo anda tão complicado. Cada gesto desencadeia milhões de pensamentos e isso realmente faz minha cabeça doer. Não quero mais interpretar o mundo, não quero mais interpretar você. A partir de agora meu bem, você que corra atrás. Esse coração cansado não aguenta mais sofrer.

Vou dormir agora, não quero mais pensar.

Alícia Mitchell