Um dia eu te Amei hoje eu te Odeio

Cerca de 2519 frases e pensamentos: Um dia eu te Amei hoje eu te Odeio

Baseado no poema 10 coisas que odeio em você.

Odeio o modo como fala comigo e como mexe em seus cabelos.
Odeio quando finge que está com raiva só pra me ouvir a te chamar.
Odeio o modo que me olha e odeio mais ainda quando vou dizer algo e o brilho dos teus olhos vem me calar.
Odeio quando me deixa sem graça e como consegue ler minha mente.
Eu odeio tanto isso em vc que até me sinto doente.
Eu odeio...
Eu odeio quando diz que meu sorriso é lindo e quando me chama de anjo.
Odeio o modo que toca o meu rosto e as suas brincadeiras quando falo sério.
Odeio mais ainda quando me pede pra não ir embora.
Eu odeio pois vc sabe que eu não resisto.
Eu odeio como está sempre certo.
E odeio quando vc começa a falar e não termina.
Odeio pois fico sem saber o que pensar.
Odeio pois vc nunca disse te amo,mas nunca disse que não.
Odeio o modo que sorri.
É fascinante,eu fico sem rumo.
Eu odeio quando me faz rir muito mas mais quando me tira do sério.
Eu odeio quando não está por perto e o fato de não me ligar.
Eu odeio pensar em vc o dia todo e não te encontrar.
Eu odeio quando vc diz que eu não resisto a vc.
Eu odeio quando não me deixa chorar.
Odeio quando me dá a razão e mais ainda quando me diz que não.
Eu odeio essa sua cara lavada me pedindo perdão.
Odeio quando diz que estava com saudades e odeio quando não vem me abraçar.
Eu odeio te dar as mãos e ter que soltar.
Eu odeio como sabe meus passos e o caminho que vou seguir.
Eu odeio não poder te ver todos os dias e te querer cada vez mais perto de mim.
Mas eu odeio principalmente,não consiguir te odiar.
Nem um pouco,
Nem mesmo um instante,
Nem mesmo por um segundo,
Nem mesmo só por te odiar.
Eu odeio não conseguir sem vc ficar e odeio mais ainda só saber te amar.

Cleide P C Silva

00:00
Queria poder encher a boca para dizer: eu te odeio. Detestar absolutamente tudo em você, desde a sua altura imensa, suas mãos charmosas, à sua sinceridade de gentil boa praça. Sua leveza de viver, tão incompatível à minha densidade ferrenha. Impedir que nada mais mexa comigo e meu humor, como algum dia acelerou o peito, me fez suar as mãos e sorrir feito uma figura dopada; irracional. Abominar a sua preocupação com a minha pessoa - mesmo não sendo mais próximo, e sim exilado da minha convivência. Por mim, essa ditadora inábil. As artimanhas infantis que ainda arquiteta pra saber sobre o que ando fazendo, minhas mudanças físicas, meu estado de espírito. E é um ódio que não chega. Não me vem nunca. Pombo correio desgovernado, celular desligado, chuva.
Mesmo enumerando algumas razões descabidas para que eu consiga by myself, inserir desprezo, na imensidão de sentimentos que ainda existe aqui, anda impossível. Se eu me arrependi? Como sempre. Sei que conviver com a minha personalidade forte é algo complicado. Incompreensível. Enlouqueço, e então, quando me toco do tamanho do transtorno que causei, já foi. Passionalidade no sangue, e essa urgência em viver, impressa na alma. Agora, completamente opostos que somos, tento não pensar em você nenhuma vez ao dia, não querer morrer quando leio o seu nome pichado em algum muro, e segurar as lágrimas quando passa qualquer com outro homem com o seu perfume, que eu amo. Simplesmente não aguento mais ver horas iguais, e nada de diferente acontecer na minha vida. Não era para alguém estar pensando em mim? Quem é que pensa tanto, e não age nunca? Deixe o medo de lado, minha loucura não te atinge. Venha, ligue. Se arrependa você também, para que eu me sinta menos sozinha e confusa, menos reprimida, até normal.
Não tem sido fácil. As pessoas se cansam de mim sofrível assim, dessa minha angústia quilométrica, e que vai, volta, se alterna entre a felicidade imensa de quando você retorna; infelicidade ferina quando se esvai, livre. Ninguém me entende por completo. Dizem todos: "sai dessa fossa, vamos curtir a noite, celebrar a vida." Mas a verdade é que não estou pronta. Ou ainda não consigo dançar até o chão, rebolar com provocação, beber e esquecer que você existe. Travo. Sabendo que não terá regresso, me culpo um pouco, te penso tanto. Colocar linha na agulha e fechar o ponto, dar o nó para que feche. Se ao menos eu renegasse o seu gosto musical com gosto, e enjoasse do seu sotaque acertado, facilitaria. Antipatizasse com essa sua felicidade matinal, e o jeito estranho com que faz torradas, no café da manhã. Execrasse o seu dilema de vida, a sua inconstância que me fazia surtar. Fico então lembrando que teu silêncio era conivente ao meu, sentada ao teu lado enquanto dirigias, ou assistia a qualquer filme meia-boca; primeira dama de um reino inexistente, que nunca fui coroada.
Que eu consiga seguir em frente, sem esperar pela tua mão no meu ombro, por você em esquina qualquer. Ou veja com maior claridade que o que é melhor pra nós dois, seria fugir dessas faíscas, fagulhas e centelhas que vibram, quando juntos. Mas que não aquecem suficientemente, quando separados. Por enquanto, apenas eu e essa falta sufocante, que aperta e fere, machuca e tira a paz - quase minha sombra, acompanhando até mesmo em momentos de privacidade, e invadindo pensamentos, falas e uma rotina inteira. Que eu consiga olhar para os seus defeitos com mais realidade, e menos enfeites. Que se for ainda tempo, ou ainda houver salvação, você também veja que errados estamos os dois, e olhar nos olhos pode ser uma solução. Porque me resumo entre cansada de plantar uma amargura que não quero, e não vejo nenhuma outra alternativa a não ser te querer de volta, sempre. Semente que não brota, raiz que não pega, trem que descarrilha. Virar de costas sem olhar pra trás tem sido árduo, torturante. Corpo no chão, cansaço vil, folhas e folhas em branco. Me rendo. Quando será que tudo vai voltar a fazer algum sentido?

Mais aqui: http://calmila.blogspot.com/#ixzz10OiBP7wA
Under Creative Commons License: Attribution No Derivatives

Camila Paier

Não os odeio, mas não consigo suportá-los porque não aprendi a negociar com eles.

Gabriel García Márquez

Odeio o morno, o meio termo, e tudo aquilo que se julga mediano!

Farah Bucater

Quando amo, eu devoro todo o meu coração,
Eu odeio, eu adoro numa mesma oração.

Chico Buarque de Holanda

Odeio ser enganado, duvido muito das pessoas, prefiro ser cético infeliz do que trouxa.

Itarcio A. L.

E eu odeio o quanto eu amo você garoto
Eu não suporto o quanto eu preciso de você
E eu odeio o quanto eu amo você garoto
Mas eu simplismente não posso deixar você ir

Rihanna feat. Ne-Yo - Hate That I Love You

Odeio quando me comparam ao que eu era antes.
As pessoas mudam, crescem e aprendem coisas novas.

Mallu Moraes

Odeio te amar
Odeio que ame outra pessoa
Odeio porque sei que é verdadeiro
Odeio quando me faz perceber o que sinto
Odeio porque cada dia eu insisto
Odeio ter que mudar isto
Odeio viver só isso
Odeio porque é o meu vicio
Odeio não ter te visto
Odeio por simplesmente ter te querido

Bruna Reichter

Odeio ver alguém concordar comigo em algumas coisas por que só assim eu tenho a certeza de que estou redondamente errada.

Clarissa Guerra de Medeiros

Odeio pessoas falsas, demagogas, hipócritas.
Pessoas que vivem de mentira.Que te beijão como Judas.
Tenho muitos defeitos,mas dentre eles não se encaixa a falsidade.
Sou sincera, talvez até de mais.
Mas prefiro ser assim do meu jeito,pois me agrada muito mais.
Ser infantil de vez em quando, palhaça, para fazer os outros sorrirem.
A vida me ensinou muitas coisas e uma delas é o valor de uma amizade verdadeira.
Me ensinou a tratar as pessoas com igualdade, sem preconceito de raça, credo ou cor!!!
Me mostrou que hoje voce tem tudo e amanhã pode não ter nada.
Mas acima de tudo , que você vale pelo que é não pelo que possui.O valor esta no seu coração, nas suas atitudes,pois máscaras caem com o tempo, vc não consegue esconder por muito tempo quem vc realmente é.!!!!Mostre sua essencia !!!

Irene Herman

Eu poderia sair na rua AGORA e gritar: EU TE AMO, Mas odeio hipocrisia!

Ezequias Clarindo

"Odeio intuição feminina a minha, nunca falha."

Divã

Sou exatamente como me vêem totalmente sem clichês.
Um dia me disseram que eu odeio com amor, e como odeio!
Ou será que amo? Cheguei a conclusão de que odiar com
amor é odiar tanto uma pessoa que sua cabeça chegue a doer,
seus olhos cheguem a arder, suas mãos a suar,
e mesmo assim se essa pessoa precisar de você
para ser carregada em suas costas você a carregará.
Odiar com amor, é amar tanto que o ódio é esquecido
e a compaixão é exercida.- Pensei - Ah! se todos
se odiassem com amor...

Amanda Rodrigues

Eu nunca imaginava que em um dia de minha vida eu chegaria a odiar alguém tanto qto eu te odeio.Nunca imaginei que um sentimento tão ruim podia existir dentro de mim.Mas na verdade foi vc quem me fez sentir isso tudo.Antes eu te amava mais que tudo,e vc não deu valor nisso.Vc me jurava as coias mais belas que eu jatinha ouvido,eu te dizia para não falar o que vc não podia cumpri mas vc era tão doce e parecia que so queria o meu bem,diversas vezes me quis ter mas eu todas as vezes esvazei.Eu dizia que não podia pois eu iria me apaixonar ainda mais por vc e isos não podia pois nosso amor era proibido.Vc me achava louca,ate que em um dia,tudo que tinah q ser feito foi feito.E o pior ocorreu o Desejo falou mais alto que a razão e nos ficamos jutnos,No momento que estávamos juntos,eu já sabia que iria ser a primeira e a ultima,me vinha na cabeça tudo mas eu sabia q eu sofreria mas como isso aconteeu msm sabendo disso tudo eu apenas me deixeimergulhar no momento para guardar apenas boas lembranças.Mas de fato tudo que me veio em mente se concretizo,mas vc me salvo eu psnei que vc era msm o cara que eu pensava que fosse,mas vc me magôo e me fez ver que vc era como tantos outros.Vc meteve não houve sexo nada disso apenas ficamos beijamos nos abraçamos e houve amassos.Eu juro todo o moemtno junto de ti ficara para sempre marcado dentro de meu coração.Mas no momento isso esta me fazendo tanto mal,pois eu vejo que vc quis mostra q vc podia e que o que eu sinto v c desprezo e nunca vai sentir pro ngm.Eu tenteo me fazer de forte e pra todos que me pergutnam de vc eu fingo ter te esquecido,e nego tudo,pro fora estou vivendo fingindo que te esqueci por dentro estou morrendo sabendo que te perdi.Agora com tudo que vc fez vc transformo todo o sentimento em profundo ódio,ódio de vc ter mentido par Amim e te rm e enganado tanto,ódio de tuas palavras,de teus beijos,de tudo em vc,ódio de um dia vc ter cruzado em minha vida....
Por Geisy Lemos(baseado em fatos reais)

Por Geisiane Lemos

Eu amo seus beijos, odeio sua desconfiança. Eu amo seu carinho, odeio nossa distância. Eu amo o jeito que você me olha, odeio depender de você. Eu amo os seus ciúmes e cuidados, odeio não ser a única a recebe-los. Eu amo seus abraços aleatórios, odeio quando você me faz chorar. Eu amo quando meu cabelo enrosca na sua barba, odeio quando seu sumiço afeta toda a minha vida, inclusive o meu humor. Eu amo quando você me segura pela mão para eu não cair, quando eu não enxergo onde piso, odeio o fato de você não gostar de planos. Eu amo o seu romantismo fora de hora, odeio como esqueço de todas as brigas quando você diz que quer me ver. Eu amo você. I love everything about you that hurts.

Thais Luquez

Odeio o obvio, a certeza, o planejado... Porque adoro desfrutar do TESÃO de uma surpresa!

Leleli Santos

Odeio o obvio, a certeza, o planejado... Porque adoro desfrutar o TESÃO de uma surpresa!

Leleli Santos

Já me entreguei pra quem nada queria, já fui o erro de quem gostou de mim. Odeio a falsidade desse mundo, mas as vezes me pergunto se não faço parte.

Itarcio A. L.

Sou feita de extremos, odeio meio termos.

Ariadne Motta