Turbilhão

Cerca de 161 frases e pensamentos: Turbilhão

Vivo nesse turbilhão de sentimentos, emoções, incerteza e por vezes medo.

Thais Quintellas

Me desfiz de toda a lógica insensível de desejar não se ferir.Por quê não se perder no turbilhão de sentidos,cheiros e cores?Por quê não se perder na bagunça humana,nas faces,no concreto?Para então se encontrar na suavidade da alma,alimentá-la com sonhos,sorrisos,paz...Eu quero poder sempre acreditar na mudança,no possível.Afogar-me na poesia da vida e festejar pelo que já foi conquistado.Os corajosos acambam sempre por entender que a única razão inteligente é a do coração.

Géssica Sena

"tu não tens notado, querida? é tudo um turbilhão. Pense em como estavam as coisas há um ano. Você não lembra? que dia é hoje? o que você comemoraria hoje? e veja como mudou em apenas um ano. E de um mês atrás pra cá? Veja quanta coisa mudou, e tão rápido. Você imaginava, naquele dia, que dali a um mês estaria assim? você quase não consegue acreditar, foge ao controle. Tudo isso é pra gente perceber que o controle das nossas vidas de maneira alguma está nas nossas mãos. São as pessoas, umas às outras, que fazem as vidas. A interação. São os outros, as suas atitudes, que determinam as nossas. São os outros que nos transformam no que quer que a gente se torne."

Piu Olegario

Sua boca sopra dentro da minha um turbilhão de poemas, melodias e perfumes que duram um beijo

Leandro Cesaroni

A vida é sua, as respostas estão dentro de você, não coloque ninguém em meio ao turbilhão de pensamentos e ansiedade que habitam em seu interior. Pense a respeito e decida sozinho, esta é a melhor forma de tomar decisões certas.

Claudia de Marchi

A minha canção é um turbilhão de idéias transformadas em versos que emanam do meu olhar,ao perceber a complexibilidade do meu viver!!!

Vinicius vighini

Então me perguntaram quem é ele?
E eu num turbilhão de pensamentos
respondi: -Ele é tudo.

Fernanda Marcon

Vida
Busca
Turbilhão

Angústia
Raiva
Pressão

Paz
Leveza
Gratidão

Dualidade
Harmonia
Emoção


Às vezes é difícil ser eu
nesses dias fujo de mim

Em outros, me confronto
nesses, me encontro.

Eliane Stahl

Polegar venusiano
pronunciando
alma lírica...
dentre turbilhão
de palavras
emergindo em vácuo
de pensamento
tão amontoado
de sentimentos
num passar tempo
a escrever...
mente a fervilhar
transbordando por
falta ou excesso
como sina
como necessidade
de cumprir o não cumprido
dizer o não dito
por assim conseguir
entornar em caldo
pensamentos
ainda se pudesse
falar tudo que se pensa
que não fosse pra
si mesmo...

mfpoton

Exista no turbilhão da vida um rosto oculto de mulher, existe no turbilhão do pensamento humano um coração que a gente quis e que ainda quer.

Desconhecido

Escrevo num momento onde as palavras são confundidas com um turbilhão sentimental, palavras que queriam sair pela boca, porém de tão profundas só conseguem escapar de minhas mãos para o papel.
São tantas coisas que se resumem a traços decodificados pelo seu olhar atento que insiste ainda em saber o que sinto.
Podia dizer-te que te amo, mas não estaria sendo totalmente verdadeiro, pudia dizer que te odeio neste momento, confesso que estaria sendo um tanto quanto sincero. Procuro a medida certa entre estes opostos, mas de tão distantes que são, se aproximam de tal de forma que se torna uma árdua tarefa dividi-los e identifica-los.
Não me lamento por sentir tais emoções, se não fosse estas jamais me manifestaria assim. Manifestação que ultrapassa sentimentos e transcende a uma arte que denomina-se literatura.
Procuro com estas palavras causar-te nem que seja uma pontada de interesse por aquilo que sinto, se isso não te importar, interesse ao menos pela arte da escrita. Se em algum destes pontos eu conseguir modificar-te já me sentirei pleno em meus objetivos.

Túlio Rivadávia

"Estou doente, minha cabeça é um turbilhão e o meu corpo um pecado, tragado pelos corvos sedentos de carne. Dê-me tempo para pensar como ser humano, mas não me peça virilidade, estou fraco e sem forças para lutar... Tenho meus motivos!"

João Vitor Rocha

Luz e Sombra...

Enxergo-me claro e escuro, luz e sombra
No turbilhão de emoções que desabrocha
O crepúsculo da vida me toma e arrasta
Na plenitude que me envolve e me devassa.

Sou obra em construção, careço de tinta
Sou tela abstrata, espelho tantos mundos
Sou pássaro curioso, emoção faminta
Sou menina girando no carrossel da vida.

Me descubro em múltiplas facetas
Questiono meus ídolos e minha rua estreita
Na pura desordem encontro a rota perfeita
Na dualidade do ser, minh´alma se aleita.

Não há que entender, tudo é mistério
A vida me presenteia, afaga meu ego
Ando em chão de estrelas, ao éden me entrego
Sou toda energia, meu vôo é incerto!

Linda Edwards

A minha ingênua visão
é uma brisa sem crinas,
em ardil vaidoso
que se arrefece
para o turbilhão
de eólicas trombetas
em lascívia sedução!

Raimundo Candido

Tenho em mim um turbilhão de emoções; e o maior é de existir!
Colocar entre parênteses tudo que passa em minha consciência, a auto-crítica, a verdade absoluta.
A essência de ser e de viver;
a angústia, o medo, e a fraqueza...
É apenas um reflexo de uma sociedade ilusória...
Que o que parece ser não é...
Complexo?
Não sei dizer?!
Só sei que nunca fui como todos, contrario tudo na existência natural.
Limitando-me a uma realidade imediata, absorvendo o que é passado de uma maneira desinteressada.
Cada um tem uma motivação, intenção de satisfazer seu eu...
Deste modo querer entender-me é complicado, pois teriam que estar na minha existência, mesmo que passe por algo parecido sentiria algo diferente do que sinto...
Então sempre serei única em mim; em um realismo empírico!

Carla Juliana dos Santos

"Pintura é quando a arte da imaginação é materializada em tintas num turbilhão de sentimentos propiciando uma oportunidade visual única, de todos verem o que foi visto ou sentido através dos olhos e da alma do artista."

Marcos Andruchak

Turbilhão de sensações
Sentimentos angustiados
A vida vazia em seus vagões
Contando as horas do passado...

Hey o que acontece no final
Afinal será que existe
Dor por parte brutal
Engole meu medo tão simples...

Ajuda-me ó sociedade
Viver é tão demasiado louco
O que resta é pura maldade
De um sobreviver de poucos...

Sem clima da tal felicidade
Sobrevivo com minhas memórias
O que não mostra a verdade
Aqui escrevo com histórias...

Lorena Bispo Fortini

Estou aflita, há um turbilhão de coisas em mim. Meus sentimentos revirados, jogados, misturados, LOUCOS... tudo isso apenas pelo seu olhar.

Regina Portinari

Hoje estou escrevendo desenfreadamente.
Parece que há um turbilhão de idéias que preciso por pra fora.
São tantas idéias que é difícil ordená-las
Para que façam algum sentido.
Queria que minha mente fosse como um computador.
Eu poderia fazer “back up” de dados importantes
E guardar numa parte do HD, e formatando todo o resto.
Talvez colocar um sistema operacional mais avançado.
Que delicia começar a funcionar sem aqueles dados
Traumáticos irritantes, e todas outras informações que
Provocaram em mim mudanças e reações
Que não deveriam acontecer.
Coisas que jamais poderão ser esquecidas ou desfeitas.
Ficarão ali para sempre fazendo parte do que eu sou hoje.
Mas, se eu pudesse formatar... Puxa que benção!
Começar tudo de novo. Do zero.
HD vazio, sem vírus, sem vicio, um S.O. novinho,
Funcionando corretamente, sem mensagens de erro.
Acessando somente aquelas informações do “back up”.
Poder fazer tudo diferente, ser quem eu quiser ser.
Raciocinar e tomar decisões baseado
Em outros fatos e fontes que não os de antes.

Fabricio Canalis

Meu Deus, minha mente não para.
Parece que vou passar a noite escrevendo.
Há um turbilhão de coisas passando na minha mente.
Sinto-a acelerada, cheias de idéias.
E ate difícil escrever tentando acompanhar
A velocidade do pensamento daí essa letra horrível e ilegível.
Que tal um balão.
Eu e o balão sem rumo no céu onde o vento levar, iríamos.
Ah, sem peso, sem nada. Só eu e o balão.
Nós não precisaríamos de nada.
Nem de comida, nem de bebidas, roupas quentes, nada.
Só eu e o balão e o céu. Imenso, azul, suave, calmo, elétrico, bom.
Um céu bom.
Não um céu que dá medo, de tempestade,
De chuva, de relâmpagos, de trovada. Não.
Só um céu limpinho, azul, calmo, tranqüilo, sereno.
Esse céu, o balão, e eu.

Fabricio Canalis