Tudo é possível com Fé em Deus

Cerca de 123 frases e pensamentos: Tudo é possível com Fé em Deus

“ Se um dia Deus te dar algum Dom, procure usá-lo da melhor forma possível para fazer o bem, desenvolver e ajudar a humanidade com ele. Nunca para fazer o mal, pois sempre tenha em mente que cedo ou tarde agente é chamado lá para cima para presta conta do uso que fizemos desse Dom aqui na Terra.”

Herbert Alexandre Galdino Pereira

Meu Deus
Como é possível amar assim?
Se tantas barreiras eu criei,
Se tanta suplica para não cair em tentações eu fiz,
E agora ela me vem assim, de repente me atrai e me derruba.
Sabes meu Deus, que medo eu tenho de sofrer, mas as barreiras que criei de nada mais valem?

Ela chega me abraça, me derruba e me ama no chão,
Selvagem as vezes me faz menino, moleque, criança que nunca amou
Provoca-me ate que me torno o sonho
Tento me segurar, mas ele é meu vicio;

Não é possível Deus eu amar assim!
Converso contigo todas as noites, mas não como servo e sim como amigo...
Peço conselhos e não milagres, luto pelo que quero, e agora isso?

Nossa a amo, como eu amo;
Queria que fosse mais tempo e não tão pouco
E que ela estivesse me descobrindo...

Mas foi ela chegar e pronto me desvendou
Meu Deus não te peço ajuda....
E sim que me permita desvenda-la e continuar amando-a

Leonardo Sampaio Wolf

faça da sua vida o possivel
porque o impossivel
Deus já fez por você

Kady Love

A vida é cruel, e ensina muitas vezes da forma mais dura possivel, mas Deus sabe o que faz. Amanhã vou sorrir de tudo que acontece hoje, mas outro vai chorar, porque é sua vez de aprnder com a vida. Dê valor ao que tem hoje, amanhã pode ser tarde demais!
Quem não dá valor é incompetende consigo mesmo.

Desconhecido

Jesus Cristo, o filho de Deus, o Rei dos reis, disse: Se possível tenham paz com todos. Sigamos esta determinação do Mestre.

Elaino Garcia

POSSÍVEL DEUS

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Pode ser que haja o que se possa chamar de Deus, como sinônimo de origem; criação. Não sou arrogante o suficiente para determinar essa não existência, como se eu fosse o dono da verdade universal, da qual tenho certeza de que ninguém é.
O que acho improvável é que o provável Deus seja o ser previsível, carimbado e instituído pelo homem, de acordo com as conveniências e necessidades humanas. Um Deus vaidoso; ávido por elogios; passional; vingativo... criador do céu para os que satisfazem seus caprichos por meio de confissões e penitências pessoais físicas ou psicológicas, e do inferno para os que não agem assim, mesmo que sejam pessoas íntegras e dotadas de amor ao próximo.
Creio, não determino, que não foi esse Deus que nos criou à sua semelhança. Fomos nós que o criamos à nossa. Também creio, sempre sem determinar, que se Deus existe, não há de se tratar de alguém... mas de algo.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Porque Amar é Servir

Não é possível ter uma vida de comunhão com Deus e uns com os outros, enquanto se vive debaixo do governo dos desejos e paixões da alma, os quais são vencidos somente pela crucificação da carne por um andar no Espírito, como se vê em Gál 5.24,25.
Sem a crucificação da carne para a supressão destes desejos e paixões não é possível um viver e andar no Espírito, e por conseguinte ter paz na alma e comunhão com Cristo e o amor que suporta ofensas e tribulações.
E quando isto nos falta ficamos incapacitados de servir a Deus e ao próximo, porque a vida piedosa tem muitos inimigos e sofre muitos ataques do poderes das trevas, e portanto, sem o amor que tudo vence, não será possível estarmos livres de mágoas e ressentimentos quando somos ofendidos e afligidos.
Satanás a ninguém jamais serviu, ao contrário, sempre impõe ser servido por todos os que tem escravizado com ódio cruel e tirânico.
Satanás é uma mera criatura caída, e ainda assim governa sobre muitos cujo caráter não é tão baixo e sujo quanto o dele.
Nosso Senhor Jesus Cristo, ao contrário, sendo Deus, se fez homem por amor à humanidade, e nos revelou qual é o caráter de amor de Deus, sendo achado na forma de servo, e afirmando que não veio a este mundo para ser servido, mas para servir, e dar a Sua vida para resgate de muitos.
Quem ama como Cristo ama, terá então esta característica de não viver para ser servido, mas para servir ao seu próximo, porque é assim que é o verdadeiro amor - não busca o que seja do seu interesse, mas o de muitos.
Tendo sido criados à imagem e semelhança de Deus, devemos ser assim como Ele é em Sua natureza. Devemos amar com o mesmo amor com o qual Ele nos ama.
Deus não precisa ser servido porque é completo em todas as perfeições eternas e infinitas. O serviço que Lhe prestamos é para o nosso próprio bem e do nosso próximo.
Ele morreu na cruz como um sacrifício, não somente para que fôssemos justificados dos nossos pecados, mas para que pudéssemos viver a vida eterna nos alimentando da Sua própria vida.
Ele disse que a Sua carne é verdadeira comida, e que o Seu sangue é verdadeira bebida. Ele disse que é o Pão vivo que desceu do céu e dá vida a todo aquele que dele se alimenta.
Por isso, havia em no Velho Testamento, um tipo desta verdade, porque era ordenado aos que participavam dos sacrifícios de animais oferecidos no templo, que consumissem juntamente com os sacerdotes a carne daqueles animais que haviam morrido para que eles tivessem seus pecados perdoados e a manutenção de suas vidas, pela figura de se alimentarem da carne do próprio sacrifício.
Tudo aquilo apontava para o único e eterno sacrifício pelo qual somos perdoados e somos alimentados com a vida eterna de Jesus, que é o alimento do nosso espírito, e sem o qual Ele não se pode ter e se expressar esta vida divina de amor, paz, longanimidade, bondade, fé, perdão, misericórdia, que se acham em Cristo e que são comunicadas a nós quando andamos em comunhão com Ele.

Silvio Dutra

Deus deu um nó em nossas vidas, ta difícil desfazer, nem sei se vai ser possível um dia eu te esquecer, ouvir seu nome, lembrar do seu sorriso e não sentir mais nada.
Minhas noites não são mais as mesmas, nada é como antes, me sinto mais viva, mais alerta, porém, mais sensível e triste.
ao me privar de certos sentimentos eu me neguei a felicidade, assumi o risco de viver “em liberdade”, mas não imaginava que o preço a pagar seria tão alto. Posso lidar com a minha vida solitária e triste, mas não posso crer que tenhas sofrido também, jamais me perdoaria por algo de ruim ou pelo sofrimento que te causei, fui egoísta, não quis me envolver pra não sofrer, mas não tinha me dado conta que não depende só de mim o destino do meu coração, hoje mesmo estando “livre” eu queria estar presa em, com, por você.

Jéssica T.

Guardando Todo o Coração



Muitos pensam erroneamente que é possível ser fiel a Deus sem se guardar cem por cento o coração. E sem ter um coração dividido e conquistado por afetos por muitas coisas dentre as quais Deus é apenas mais um simples item a ser considerado.
Há quem pense que estabelecer prioridades corretamente é dedicar uma terça parte do seu tempo ao trabalho, uma outra terça parte à família, e a terça parte final a Deus.
Isto significa que não há na verdade nenhuma adoração verdadeira e serviço a Deus neste caso, porque Ele não deve ter uma terça parte do nosso tempo, atenção e devoção, mas todo o nosso coração. Cem por cento ou nada. Em tudo que fizermos Deus deve estar presente, e tudo deve ser feito não como para homens ou para nós mesmos, senão pra Ele. Este é o modo correto de se estabelecer as prioridades conforme nos ensina a Bíblia, pois ela afirma claramente que tudo deve ser feito para a glória de Deus e que Ele deve ser adorado com toda a nossa força, mente, coração e alma. Toda é toda, e não parte, muito menos terça parte. Toda é cem por cento. E é cem por cento porque Ele não aceita um coração que lhe é devotado parcialmente, senão que aceita somente a oferta de todo o nosso coração.
Tente reservar partes de sua atenção para outras coisas quando adora a Deus, e veja se haverá alguma verdadeira adoração? Porque Deus não nos enche com o espírito de louvor pelo Seu Espírito quando assim procedemos? A resposta é fácil: é porque não lhe devotamos todo o nosso coração e atenção.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
http://livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
http://aguardandovj.blogspot.com.br/

Silvio Dutra

Devemos fazer tudo e o melhor para Deus normalmente; se possível, de mente normal.

Helgir Girodo

Porque à nós o possível e a Deus o impossível. Se Jesus faz parte da sua história comece, vá e faça e não se esqueça que quando o impossível aparecer Deus também aparecerá.

Ailton Nascimento

Não há agentes duplos no Reino de Deus, pelo simples fato de não ser possível servir a dois senhores. Se amamos o mundo (sistema), o amor do Pai não está em nós.

Hermes Fernandes

Lutar, apenas pelo que é possível, né?! Quando você percebe que não é, insistir já é tentar a Deus! FatinhaEstrela

Fátima Estrela

o possivel você faz o impossivel deixa que Deus faz por você

Jorge uilson

"Nunca desista da vida
Tudo é possível ao que crê
Sempre existe uma saída
Deus Não se esqueceu de você"

By: Lucas Victor

Deus só é Deus do impossível, o possível Ele deixa em nossas mãos.

Jorge Gomes

5. Como se pode falar de Deus?

É possível falar de Deus a todos e com todos, a partir das perfeições do homem e das outras criaturas, que são um reflexo, embora limitado, da infinita perfeição de Deus. É, porém, necessário purificar continuamente a nossa linguagem de tudo o que ela contém de imaginário e imperfeito, na consciência de que nunca será possível exprimir plenamente o infinito mistério de Deus.

O que é Catolicismo

E quando te perguntarem
como é possível,
vou sorrir e dizer, que
o propósito de Deus
é mais forte do que
a incerteza da humanidade!!!!!!
Constante Voz

Desconhecido

"Como não ter Deus?! Com Deus existindo, tudo dá esperança: sempre um milagre é possível, o mundo se resolve.(...) Tendo Deus, é menos grave se descuidar um pouquinho, pois no fim dá certo."

Guimarães Rosa

É Possível Ser Totalmente Perfeito em Santidade?

“Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição;” (I Tessalonicenses 4.3)

Por mais que reconheçamos a sinceridade de zelo e esforço daqueles que creem na perfeição de santidade sem pecado, ou perfeição cristã absoluta neste mundo, e por mais que eles possam se aproximar deste alvo em suas próprias vidas, temos de ficar com o que as Escrituras ensinam e com o que a própria realidade confirma, de que não é possível atingir tal perfeição aqui embaixo.
Muitos, por um entendimento diverso daquilo que Paulo quer se referir ao dizer que o crente deve buscar estar revestido com toda a plenitude de Deus, e das palavras do próprio Cristo ao dizer que devemos ser perfeitos assim como o Pai é perfeito, pensam que isto pode ser obtido por uma segunda experiência de poder renovador do Espírito Santo, á qual costuma-se chamar de segunda bênção, além da justificação e regeneração, dando portanto à santificação não o seu caráter bíblico de processo progressivo ao longo da vida, senão uma experiência pontual que pode ser atingida por meio de consagração e oração.
É evidente que todo crente é chamado a ser diligente, e se esforçar para atingir a perfeição espiritual, pois isto lhe é colocado não apenas como um alvo para ser atingido (ainda que completamente, somente depois desta vida), mas como algo para ser observado em seu esforço e diligência em santificação, para a mortificação do pecado, e revestimento das virtudes de Cristo, pela aplicação da Palavra pelo Espírito Santo.
Agora, valer-se da verdade de que não é possível atingir a perfeição total neste mundo, para justificar um comportamento indolente, e para a não consagração da vida ao Senhor para que seja santificada, é um procedimento ímpio, pois, ainda que não seja possível obter-se a perfeição, é possível e necessário obter graus cada vez maiores de santificação, que nos levam cada vez mais para perto do citado alvo, e conforme é da vontade de Deus.
E com isto muitos pecados grosseiros são vencidos e muitas virtudes espirituais são adquiridas por aqueles que se santificam. Todavia, a perfeição absoluta não pode ser atingida aqui neste mundo porque além de termos um Inimigo invisível e astuto que sempre busca oportunidade para nos levar a pecar, carregamos ainda a antiga natureza terrena decaída no pecado, que ainda que subjugada pela mortificação, pode por vezes nos surpreender tomando vantagem, ainda que temporariamente, sobre a nova natureza celestial que recebemos por meio da fé em Jesus Cristo.
Assim, preguemos e ensinemos a santificação, porque esta é da vontade de Deus, mas nunca incorrendo nos extremos, quer da afirmação de uma santidade (perfeição) absoluta, ou da indulgência para com o pecado e o mundo, sob o argumento e desculpa de que não há afinal quem não peque.

Silvio Dutra